Pela primeira vez, Petrolina tem mais de 500 casos em 24h; óbito é confirmado

por Carlos Britto // 26 de janeiro de 2022 às 09:19

Foto: Ascom PMP/SMS divulgação

Pela primeira vez, Petrolina registrou mais de 500 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) em 24 horas. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), foram exatamente 517 diagnosticados com a doença. Nos três polos montados pela pasta na cidade, as equipes realizaram 1,3 mil testes, representando em torno de 39% do público que acessou os locais de testagem e saiu com resultado positivo para Covid-19.

Agora, Petrolina registra 40.433 infectados. Desse total, 37.777 já estão recuperados, o que significa 93,4% de cura clínica. São totalizados ainda 2.034 casos ativos.

Dos 120 leitos de UTI disponíveis para a Rede PEBA (Pernambuco-Bahia), 68 estão ocupados. Isso corresponde a uma taxa de 56,7% de ocupação.

Além dos novos casos, a SMS também confirmou o óbito de uma menina de 10 anos. Ela estava internada em um hospital público da cidade e não possuía histórico de comorbidades. A morte foi registrada na última segunda-feira (24). O total de óbitos causados pela doença, até o momento, é de 622. Outras informações sobre a pandemia estão disponíveis no site da prefeitura.

Pela primeira vez, Petrolina tem mais de 500 casos em 24h; óbito é confirmado

  1. ysrebelde disse:

    A pergunta que não quer calar: se uma parcela significativa da população está vacinada, inclusive com a 3ª dose, como explicar esse aumento de casos de Covid? perguntar não ofende

  2. No centro de convenções local onde estão realizando os testes rápidos é necessário mobilizar mais pessoal da saúde para que não haja aglomeração no local.

  3. Marcius disse:

    Mutação do vírus. Nenhuma vacina garantiu que não pegaria e sim a redução da gravidade, que é um fato concreto.

  4. Terra dos Impossiveis disse:

    A vacina não torna a pessoa imune, os cuidados devem permanecer uso de alcool 70 %, máscara (tem muita gente indo a festas sem fazer uso).
    A vacina diminui a gravidade da doença.
    A mais de trinta anos se faz campanha contra a poliomielite. A doença não deixa de existir se você está vacinado, os efeitos é que são outros
    USEM MASCARA

  5. Marcos disse:

    Simples, negacionista, não tome a vacina e pronto, mas somente análise as estatísticas daqueles que estão nas UTIS da vida, que cada um arque com seus atos.

  6. Concordo com você Frederico.

  7. JANIS ALMEIDA disse:

    A vacinação não impede a pessoa de contrair o virus.Mas que a doença nao evolua para forma grave.A alta incidência de casos ,se deve a alta transmissibilidade dessa nova variante ômicron

  8. Sandy disse:

    A vacina não protege contra as variantes, melhora a resposta imunológica, a pessoa terá sintomas leves, mas deverá ter os cuidados básicos como o uso da máscara, evitar aglomerações e lavar as mãos.

  9. Thiaro disse:

    Oh bolsominio rebelde, a vacina diminui os sintomas com a produção de anticorpos , não zerado a transmissão, se vc anda sem máscara na rua logico que será infectado!!!

    Esta turma do bozo são uma onda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.