Paulo Bomfim é premiado como ‘Prefeito Amigo da Criança’ pela Fundação Abrinq

2

A exemplo do prefeito de Petrolina (PE), Miguel Coelho, O gestor de Juazeiro (BA), Paulo Bomfim, também foi reconhecido pela Fundação Abrinq como ‘Prefeito Amigo da Criança’ pelas boas práticas, vontade política e capacidade do município de promover ações e políticas públicas que priorizam a infância e a adolescência, contribuindo para a melhoria de indicadores importantes para este público. Esta é a 6ª edição do prêmio. Na Bahia, além de Juazeiro, outros oito municípios baianos também foram lembrados: Uauá, Camaçari, Itambé, Irecê, Vitória da Conquista, Várzea da Roça, Mutuípe e Conceição do Jacuípe.

“Avançamos muito, fortalecendo os mecanismos de proteção, implementando políticas públicas e investimentos em melhorias na saúde, educação, bem estar e proteção desse público, que é o futuro do nosso país. Sabemos que ainda há muito a ser feito, mas estamos no caminho certo, uma gestão humanizada e que busca o desenvolvimento e contribui com a melhoria de vida das nossas crianças e adolescentes. Quero parabenizar a Fundação Abrinq por este programa importante e agradecer a toda a minha equipe pelo trabalho de excelência realizado durante esses quatro anos da nossa gestão”, ressaltou Paulo Bomfim.

Entre os fatores que propiciaram o prêmio ao gestor está o aumento de na taxa de matrículas na Educação Infantil (etapa pré-escolar) de 79,8% para 92,2%, em 2019. A Prefeitura de Juazeiro se destacou também no aumento de docentes com ensino superior de pré-escolas públicas municipais (de 54,30%, para 95,50%) em 2019, além do aumento daqueles com ensino superior completo de creches públicas municipais (de 71% para 92,1%).  A Fundação Abrinq ainda evidenciou o aumento no percentual de nascidos vivos, cujas mães fizeram 7 ou mais consultas pré-natal (de 58,7% para 64%) no ano passado, entre outros avanços.

De acordo com a secretária de Educação e Juventude (Seduc), Lucinete Alves, Juazeiro conseguiu avançar muito na Educação nos últimos anos, a exemplo do Ideb, que passou de 2.7 para 5.4; a construção de novas EMEIs, o que possibilitou a ampliação no atendimento na educação infantil, de 3 mil para 12 mil alunos; a reforma e climatização de 110 unidades escolares, das 137 existentes; e a diminuição da evasão escolar, entre outros. Ao todo, 125 gestores em todo o país serão homenageados pela Fundação Abrinq. 

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta para Feliciano dos santos Cancelar resposta

Comentar
Seu nome