No Dia da Bossa Nova, memorial em Juazeiro recebe material inédito de João Gilberto

por Carlos Britto // 25 de janeiro de 2022 às 21:49

Foto: Ascom PMJ/divulgação

Os fãs do baiano João Gilberto e da Bossa Nova têm muito o que comemorar nesta terça-feira (25), quando é celebrado o dia nacional desse importante gênero da música tupiniquim. O Memorial da Casa da Bossa Nova, que é mantido pela Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte (Seculte), recebeu um material inédito do último show de João Gilberto realizado em Tóquio, no Japão (em 2006).

Esse material fará parte de uma nova produção audiovisual educativa e didática criada pelo editor e responsável pela implantação do Memorial Casa da Bossa Nova, Maurício Cordeiro ‘Mauriçola’. O material estará disponível e poderá ser apreciado no espaço cultural, que já está aberto para visitação.

Unindo toda a história de João Gilberto, os fatos mais marcantes da sua trajetória, toda a cobertura jornalística da imprensa internacional, com sua obra e sua morte, o conteúdo mais célebre desse compilado será um blu-ray com imagens inéditas do último show de João Gilberto na ‘Terra do Sol Nascente’.

Este material nunca foi lançado no Brasil e tem como origem diretamente o Japão. Foi enviado por músicos que residem lá. “Esse material é tão profundo e brilhante que tenho certeza que irá aumentar a estima do juazeirense que assistir, pois esse compilado fará os juazeirenses perceberem o quanto Juazeiro está presente no mundo com João Gilberto”, ressaltou Mauriçola.

Casa da Bossa Nova

O memorial reúne uma coleção de fotos, discos e vídeos que conta a história do ‘Pai da Bossa Nova’, João Gilberto, e do ritmo que lhe deu projeção internacional. Há 64 anos, João Gilberto gravou a canção ‘Chega de Saudade’, marco inicial para o surgimento desse gênero musical que consagrou o país e a cidade de Juazeiro. A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, seguindo os protocolos de segurança sanitária, com o uso obrigatório de máscara, disponibilização de álcool em gel e limitação na entrada, com a permissão de dois visitantes por vez. O Memorial funciona na sede da Seculte, na casa onde viveu João Gilberto, localizada na Praça Imaculada Conceição (Praça da Bandeira), nº 20, Centro.

No Dia da Bossa Nova, memorial em Juazeiro recebe material inédito de João Gilberto

  1. Arthur disse:

    Infelizmente os cidadãos da região, sejam mais velhos ou jovens, não conhecem a beleza da obra de João Gilberto. É uma coisa muito triste. Não se interessam por cultura, por literatura, poesia, por nada – nada digno de intelecto, porque ouvir pagode, tocar paredão e simular promiscuidades em forma de dança, é o que mais tem.

  2. ESPEDITO RODRIGUES disse:

    João Doido. Esse merece ganhar uma placa de cidadão Juazeirense. Agora fica esses idealizadores querendo mostrar arte filho da cidade que sempre mostrou o traseiro para Juazeiro. Maurício, peça pra fazer um estátua de João Doido e, coloca na praça Aprígio Duarte?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.