Motociclista morre em acidente na BR-407, em Petrolina

13
Foto: WhatsApp/reprodução

Um acidente ocorrido no final da tarde de hoje (16) em Petrolina deixou uma pessoa morta. O fato foi registrado na BR-407, entre o Posto Asa Branca e o Bairro Quati, zona oeste da cidade.

As primeiras informações recebidas pelo Blog dão conta de que a vítima era um motociclista (ainda não identificado). Relatos de testemunhas, pelas redes sociais, apontam que o motociclista teria colidido contra um ônibus.

A tragédia chamou atenção de muitas pessoas e deixou o trânsito lento nesse trecho da rodovia. A polícia foi acionada ao local. A 407 é uma das mais movimentadas e era um dos locais onde havia radar eletrônico, que monitorava a velocidade dos veículos. Mas o equipamento foi retirado de lá, a exemplo do que ocorreu em outras grandes avenidas da cidade, o que tem gerado críticas dos condutores.

13 COMENTÁRIOS

  1. Sempre tem muitos acidentes de trânsito nessa região, não e por falta de radar. O que parece é que algumas pessoas acham que quando estão no volante ou pilotando uma moto parece que esqueci muita vezes de respeitar a própria vida e a do próximo…. “Meus sentimentos a família”

    • Eu concordo que radar não salva vidas,mais para aqueles condutores e motoristas apressadinhos que não tem amor pela própria vida e coloca a dos outros em risco é preciso colocar radar. Só mexendo no bolso que respeita as normas.

  2. Eu não preciso de radar pra respeitar as normas do trânsito bem como não preciso da polícia me vigiando pra saber que roubar é errado, jornalista divulgue a notícia e não faça politicagem e se for pra criticar políticas o trânsito de Petrolina está um caos generalizado senhores jornalistas vão lá na frente da escola Simão, rua da Polônia e Av Paraíba, cobrem da Ammpla, PM, PRF e Detran estatísticas de acidentes e políticas de prevenção que realmente funciona, por criticar retirada de radar vcs sabem.

  3. Radar não salva vida de ninguem.
    Pelo contrário, prejudica bastante o transito e os apresadinhos querem passar por todos os lados.
    Não tem direita nem esquerda.
    Qualquer lado é lado.

  4. Teve nada a ver com controle de velocidade, estive no local e vi a vítima, e as informações que obtive dos transeuntes que lá já estavam é o motociclista invadiu a contra-mão em uma possível ultrapassagem. Vale lembrar que toda a extensão daquele trecho da BR-407 é de faixa continua, ou seja, não tem pontos para ultrapassagem do posto Asa Branca até o final do bairro Cosme Damião.

  5. Falta respeito, quando estamos dirigindo ou pilotando precisamos Entender que o mundo não girar em torno do meu umbigo e sim envolve o coletivo.

  6. Bom dia
    Também não acredito que o acidente tenha ocorrido pela falta de radar. Aliás o que não falta no Brasil são leis! O cidadão que respeita o outro ele o faz independente da lei. É o caso de usar o cinto: usar o cinto não pela multa mas pelo fato de que salva a vida. Não ultrapassar os limites de velocidades pela multa, mas porque evita o acidente. O que há no transito e muita imprudência.Infelizmente a falta de consciência das pessoas tem resultado em tragédias.

  7. Passei no local na jora e nao era onde tinha o radar… Mesmo assim o ônibus tava na velicidade correta.
    O que precisa é conscientização dos motociclistas.

Deixe uma resposta para Bento Rodrigues Negreiro Cancelar resposta

Comentar
Seu nome

15 − 2 =