Miguel afirma que investirá mais que Eduardo Campos nos primeiros 4 anos

por Carlos Britto // 27 de junho de 2022 às 18:47

Foto: Gabriel dos Anjos

O grupo político do pré-candidato a governador Miguel Coelho (UB) já caminhou por um bom tempo lado a lado do então governador de Pernambuco, Eduardo Campos (falecido em agosto de 2014 num acidente aéreo, durante sua campanha presidencial). O atual senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), pai de Miguel, comandava a pasta de Desenvolvimento Econômico, considerada umas das mais relevantes nos dois mandatos de Eduardo. Foi durante essa época que o Estado conquistou avanços de peso, a exemplo da fábrica da Jeep em Suape. Agora, Miguel tem uma meta ainda mais ousada, caso chegue ao Campo das Princesas.

Em entrevista ao Blog, nesta segunda-feira (27), o pré-candidato do União Brasil garantiu que fará uma gestão ainda mais exitosa que a do neto de Miguel Arraes – outro ex-governador que deixou um legado importante para Pernambuco. Segundo o pré-candidato, recursos para isso existem.

Nós já mostramos de onde tirar. Vamos fazer o maior investimento da história de Pernambuco nos próximos quatro anos. Fazendo um comparativo, nós vamos investir mais do que o ex-governador Eduardo Campos. Isso é só para dar um gostinho da nossa ousadia, da nossa coragem, e de como vamos governar Pernambuco, sem amarras, sejam ideológicas ou quaisquer outros interesses. Meu compromisso é com o povo pernambucano, que precisa ver o seu orgulho, sua autoestima voltar a ser recuperada, valorizada”, pontuou.

Em números, Miguel informou que o líder socialista investiu, nos primeiros quatro anos do seu governo (2007-10), algo em torno de R$ 10 bilhões. Já o pré-candidato quer chegar, no mesmo período, com investimento de R$ 12 bilhões (ou seja, R$ 3 bilhões por ano). As prioridades, segundo ele, são a geração de empregos, o fim do racionamento d’água, ampliação do Chapéu de Palha (além do retorno ao formato antigo do programa, complementando o Auxílio Brasil), pavimentação de estradas, construção de escolas técnicas, de hospitais na Região Metropolitana, Sertão e Agreste, além de novas maternidades e redução de impostos.

Pesquisas

Perguntado sobre os recentes números das pesquisas de intenção de votos, em que aparece atrás dos outros nomes da disputa – Marília Arraes (SD), Raquel Lyra (PSDB) e até Anderson Ferreira (PL), Miguel mostrou-se tranquilo. Ele se disse animado com sua pré-campanha, até o momento, e avalia que terá muito espaço ainda para crescer. “Pesquisa retrata momento, não retrata resultado. Confiante no trabalho, nas propostas, no time que formamos. Temos a maior força de oposição que conseguimos montar, seja com prefeitos, chapa proporcional, tempo de televisão, estrutura política para poder alavancar nosso nome a partir da estrutura que se inicia”.

Vice e senador

Miguel ratificou que a vice de sua chapa será uma mulher. De acordo com uma informação da Rádio CBN no Recife, a indicada será a deputada estadual Alessandra Vieira, cujas bases eleitorais são do Agreste. Ele, no entanto, deixou claro que só anunciará o nome nesta quinta-feira (30), na capital pernambucana. Sobre a indicação a senador, Miguel argumenta que existe um prazo mais longo para deliberar sobre esse nome.

Agora que a gente superou a escolha da vice, a gente vai deixar em aberto. Temos até o dia 5 de agosto, que é o prazo final das convenções. A gente está vendo que essa pré-campanha, à medida em que ela vai se afunilando, ainda tem algumas portas que podem ser abertas, manter o diálogo de forma respeitosa, harmônica e transparente entre forças políticas que hoje poderiam se complementar. E eu prefiro manter essas portas abertas até o final de julho para, quem sabe, a gente possa estar agregando novas forças”.

São João

O pré-candidato também não escondeu a satisfação com o sucesso estrondoso da programação junina de Petrolina em 2022, após dois anos sem acontecer em virtude da pandemia. “A gente viu como o São João de Petrolina vem consolidando como um dos melhores do Brasil. Tive a oportunidade de participar em Limoeiro, Caruaru, Bezerros, Santa Cruz do Capibaribe, tantas outras cidades. E vi como isso pôde devolver a alegria nos olhos e também o emprego para muita gente que depende dessa área cultural e artística”.

Miguel afirma que investirá mais que Eduardo Campos nos primeiros 4 anos

  1. Antonio Marreco disse:

    Vixe, será que a vice agrega?
    Senador tem que densidade, ocorre que os nomes disponíveis não tem essa tal densidade.

  2. JOSE PEDRO QUIRINO disse:

    A gente poderia até acreditar nesta conversa mole, caso o candidato tivesse dado atenção aos povoados do município de Petrolina, a exemplo de Pau Ferro que a chicungunha atingiu a quase todos os moradores , por falta até de médicos, de ambulância e de limpeza do matagal criado em épocas de chuvas. Limpeza só do centrinho asfaltado não vale.

  3. PCS disse:

    Dizer diferente seria incompatível com um candidato. 40 para você, com Jarbas Filho para Estadual. Conte outra.

  4. Ricardo disse:

    Esse aí tá perdendo o tempo o pior prefeito da história de Petrolina faz um São João milionária e nós postinho falta até soro

  5. CARLOS disse:

    NAO TEM TERMOMETRO IMAGINA SORO KKK

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.