Mesmo com barulho da oposição, projetos sobre contribuição para rede de iluminação de Petrolina é aprovado na Casa Plínio Amorim

2
Foto: Blog do Carlos Britto

De pouco – ou nada – adiantou o protesto dos oposicionistas na sessão plenária desta quinta-feira (13) na Casa Plínio Amorim, por conta de dois polêmicos projetos de lei enviados pelo prefeito de Petrolina, Miguel Coelho. O detalhe é que as matérias não estavam incluídas na pauta de votação, sob a justificativa de que tinham caráter de ‘urgência urgentíssima’.

Mais uma vez a bancada de oposição criticou o fato de o prefeito não respeitar o prazo regimental da Casa, ao mandar projetos sem o devido tempo dos vereadores de analisá-los. Mesmo diante de muito barulho, os governistas impuseram mais uma vitória fácil, ao aprovarem os dois projetos por 16 votos a favor, contra quatro.

O primeiro deles (001/19) altera e acrescenta dispositivos à Lei Municipal nº 1.609, de 21 de dezembro de 2004, que institui a Contribuição para Custeio dos Serviços de Iluminação Pública. O segundo projeto (002/19) delega a uma empresa privada a responsabilidade pela operação, manutenção e modernização da rede de iluminação do município, sendo os recursos provenientes dessa taxa, que será cobrada na conta mensal de energia dos petrolinenses. Mais detalhes em breve.

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta para Petrolina de futuro Cancelar resposta

Comentar
Seu nome