Granito: Polícia apreende na zona rural espingardas usadas em caça predatória

1
Foto: 7º BPM/divulgação

Uma operação conjunta na tarde de ontem (17), entre as equipes Malhas da Lei e do 7º Batalhão de Polícia Militar (BPM), apreenderam em Granito (PE), Sertão do Araripe, várias armas utilizadas em caça predatória. De acordo com o boletim, uma denúncia anônima apontou tal prática no Sítio Pitombeira, zona rural da cidade.

Ao se deslocarem até o local indicado, as equipes encontraram escondidas na caatinga três espingardas, industriais –  duas calibres 32 uma calibre 36, além de cinco espingardas tipo ‘soca-soca’ artesanais. Também foram encontrados 35 cartuchos de calibre 36 e um de calibre 32.  Os policiais fizeram varreduras na área no intuito de prender os caçadores, mas não obtiveram êxito.

1 COMENTÁRIO

  1. O trabalho policial deve ser feito. Mas, como um sertanejo brabo, que já viveu a escacez alimentar em áreas remotas e abandonadas pelos governantes, posso dizer que quem pega uma arma de caça e sai pelos matagais buscando matar uma ave para alimentar a si e família, não o faz por maldade, nem por desafio às leis. Às vezes são pessoas de bem, maís dignas de respeito que muitos políticos dominantes. Eu disse às vezes. No entanto, para muitos, o fato de possuir uma arma de fogo, tipo de caça, é sinal de um ser do mal. Fazer o quê? Cada cabeça é um mundo distinto. Que Deus julgue os homens, pois só ele é Justo Juiz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome