Ex-funcionários do STTAR voltam a denunciar atraso de pagamentos

por Carlos Britto // 27 de maio de 2022 às 13:30

Foto: Denise Saturnino

Mais uma vez ex-funcionários do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Petrolina (STTAR) voltaram a denunciar atraso no pagamento das rescisões após a demissão que aconteceu no início de maio. Segundo eles, o órgão já realizou o pagamento de outros funcionários que foram demitidos depois deles, mas não deu respostas concretas sobre a situação quanto aos ex-servidores.

Para Miguel Gonçalves, que atuava como assessor de campo, e Cleiton Medeiros, como supervisor de cobrança, o que está acontecendo é perseguição política. “Depois que mudou a gestão, eles estão agindo assim conosco. É natural que haja demissões depois que muda a direção, mas não é natural que não realizem os pagamentos. Claramente é algo ilegal. Eles não estão agindo de forma correta e exigimos respostas”, cobrou Cleiton.

O Blog entrou em contato com a direção do STTAR para pedir esclarecimentos e aguarda uma resposta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.