Ex-funcionário da Prefeitura de Juazeiro cobra explicações sobre rescisão de contrato e pagamento de 13º salário

3

Um ex-funcionário da prefeitura de Juazeiro (BA), que prefere manter o anonimato, está cobrando explicações da gestão municipal sobre a rescisão contratual que o afastou de suas funções – segundo ele, antes do prazo que teria sido estabelecido no edital do processo seletivo da Saúde ocorrido em dezembro de 2016. Na denúncia, ele ainda fala em 13º salário.

Acompanhem, na íntegra:

Venho através dessa publicação cobrar uma explicação da Prefeitura de Juazeiro em relação ao pagamento do 13º salário do pessoal que passou pela seleção, foi contratado em abril/2017 e dispensado em novembro/2017.

Passei por todos os trâmites legais da seleção pública realizada pela Secretaria de Saúde em dezembro/2016, e fui contratado em abril/2017, a princípio com duração de um ano, como mostra a foto. Em novembro de 2017 foi rescindido o meu contrato e dos de mais algumas pessoas, sob a justificativa de contenção de gastos. Na ocasião perguntei se teria direito a receber algum valor pela rescisão do contrato e me foi informado que não, pois no contrato assinado deixava claro que o mesmo poderia ser rescindido a qualquer momento e sem garantias.

Como trabalhei alguns meses, estava confiante de que até o dia 20 de dezembro receberia o valor proporcional referente ao 13º salário, mas isso não aconteceu e resolvi procurar a secretaria para esclarecimento. Em conversa com duas pessoas do setor responsável – uma senhora que não se identificou e a outra que se identificou como “Jeferson” – me informaram que receberei o 13º salário juntamente com a rescisão do contrato, mas que não tem data para pagamento.

O trabalhador assina um contrato de um ano, e ali vê a esperança de conseguir manter em dia as suas contas, ao menos até um determinado prazo, e de uma hora para outra é mandado embora, deixando-o em uma situação de total desespero, pois a situação atual do Brasil não é das boas, e conseguir arrumar um emprego está muito difícil.

E não sabem informar quando será pago? Mas como assim? É um direito meu, e ao menos quero saber quando receberei. Sem falar das diárias que, quando viajávamos para realizar serviços fora da zona urbana, recebíamos R$ 30,00 por dia. Diárias essas que viajei em outubro e até hoje aguardo receber. Deixo aqui a indignação de um trabalhador que quer apenas os seus direitos, e saber dos atuais gestores quando irá receber o seu dinheiro.

Sobre o assunto, o Blog questionou a Prefeitura de Juazeiro, mas ainda não recebeu resposta.

3 COMENTÁRIOS

  1. A secretaria de saúde de Juazeiro não paga sequer a insalubridade dos servidores em função estabelecida em lei, duvido que eles pagarão uma rescisão contratual.

  2. eee juazeiro, tu tá perdida! entra governo sai governo e só desrespeito, principalmente com o munícipe, e infelizmente, não tem ninguém por nós, nem justiça, nem mp nem oposição que só aparece em ano eleitoral pra enganar otário

Deixe uma resposta para https://nalbit.com/blog/ Cancelar resposta

Comentar
Seu nome

15 + 2 =