Emissora Rural migra para FM e aposta em Carlos Britto na coordenação artística e no jornalismo

8
Carlos Britto assina contrato com a Emissora Rural. (Foto: Divulgação)

Os meses de janeiro e fevereiro serão de grandes surpresas para os ouvintes da Emissora Rural/A Voz do São Francisco. Tradicional em Pernambuco, a Rural continua sua história de vanguarda e será a primeira da frequência AM de Petrolina a migrar para o canal FM.

Para este novo momento, muito especial para toda a radiofonia sanfranciscana, a emissora apostou alto: contratou Carlos Britto, que tem vasta experiência no rádio, publicidade e jornalismo no Vale do São Francisco.

De acordo com o padre Givanildo José, diretor administrativo da emissora, o momento exige criatividade e vontade. “A experiência de Carlos Britto será fundamental neste novo ciclo. Vamos fazer o melhor e por conta disto escolhemos Carlos Britto, que além do profissional que ele se tornou, começou aqui e tem amor pelo rádio e pela emissora. Esse compromisso é crucial neste momento de mudanças”, diz Padre Givanildo.

Ao lado da imponente Catedral Sagrado Coração de Jesus, localizada no Centro de Petrolina, a Emissora Rural ocupa um espaço cativo no coração dos petrolinenses há 59 anos, na sintonia AM 730. Entretanto, 2019 iniciou com novos ares para a rádio, que está migrando para o dial FM na frequência 103,1.

A nova Emissora Rural chega com o diferencial para surpreender e travar uma disputa honesta em busca da audiência, com Carlos Britto coordenando a programação e o departamento de jornalismo da rádio.

Estou lisonjeado em somar neste projeto. A cidade já conhece minha inquietação em buscar fazer sempre o melhor. Com foco na liderança. Todos já conhecem a linha jornalística responsável, o compromisso social e de evangelização da radio. Isso é uma marca, uma conquista para sempre preservada. Mas esperem um projeto inovador, ousado e envolvente”, disse Britto.

A expectativa é que a fase experimental da nova Emissora Rural FM comece nos próximos dias, com a programação definitiva prevista para fevereiro.

Sobre a equipe e a programação, Britto revelou que será composta por grandes nomes do rádio, uma equipe campeã, mas fez mistério. “E a exigência nem foi minha. A diretoria já deixou claro na primeira conversa que, dentro da ética e de sua linha editorial evangelizadora, quer uma rádio moderna, jornalisticamente forte, independente e que busque a liderança. Por isso vamos trazer profissionais que farão a diferença, os melhores, e que serão anunciados em breve”, disse.

Departamento Comercial

A diretoria apresentou também a publicitária Mirna Galvão, que será a responsável pelo departamento comercial da Rural FM. Uma profissional tarimbada e reconhecida no mercado, com um curriculum vencedor.

Direção

A emissora também conta com uma grande equipe na administração com o diretor presidente da Fundação Emissora Rural, o bispo diocesano Dom Francisco Palhano. O Padre Givanildo José de Souza segue como diretor administrativo, Paulo César como diretor secretário e José Nunes na gestão administrativa.

8 COMENTÁRIOS

  1. Carlos Britto é o “Posto Ypiranga” do Jornalismo em toda nosa Região. Jornalismo, sério, competente e lúcido Estamos de parabens, a Emissora e a comunidade Sanfranciscana

Deixe uma resposta para Ana Carla Cancelar resposta

Comentar
Seu nome