Em visita à área irrigada, Miguel Coelho afirma que comunidades terão saneamento garantido com nova empresas

6
Foto: Ascom

Água tratada nas torneiras e saneamento básico serão direitos garantidos aos moradores dos perímetros Senador Nilo Coelho, Maria Tereza, Bebedouro, Nova Descoberta e demais regiões irrigadas em Petrolina. Em agenda no N-6 e no N-10 (no Senador Nilo Coelho) neste fim de semana, o prefeito Miguel Coelho anunciou que o investimento na zona rural é uma das condições para a escolha da empresa que ficará com a concessão para os serviços de abastecimento e esgotamento sanitário no município.

A nova concessionária terá a meta de investir cerca de R$ 1 bilhão na cidade e na zona rural. Atualmente, o processo para substituir a empresa de água e esgoto está em licitação para recebimento das propostas. A expectativa é, até o fim do ano, ocorrer a assinatura do contrato que mudará os serviços de água e esgoto em Petrolina. “A área irrigada impulsiona a economia do município e é injusto que não tenha um sistema digno de abastecimento de água e tratamento de esgoto. O resultado do processo licitatório deve ser publicado até novembro deste ano e, finalmente, teremos uma companhia que tem compromisso com Petrolina, seja na sede ou no interior”, declarou Miguel Coelho.

Antes mesmo de abrir o edital para nova concessão, o prefeito entregou uma importante obra de saneamento que mudou a vida de mais de 30 mil pessoas do Dom Avelar e bairros próximos (São Joaquim, Terras do Sul, Santa Luzia, Mandacaru, São Jorge e Vila Débora). Com o investimento de aproximadamente R$ 5,5 milhões, foi possível remodelar e dar continuidade à obra, que começou em 2006 e foi abandonada faltando menos de 20% para conclusão. Ao todo, foram estruturados 108 km de rede coletora de esgoto.

6 COMENTÁRIOS

  1. É bom o povo lembrar que toda eleição é a mesma conversa de politico neste projetos e até hoje nada,eu estava nascendo o primeiro dente quando ouvir isto,os dentes caíram todos e nada.

  2. Inventa outra estória! Onde é que empresa privada vai investir? Ela vai é tirar tudo o que puder e investir fora do Brasil nos paraísos fiscais.
    Porque será que países europeus estão reestatizando os serviços de água e esgoto?
    O povo tem que parar de ser besta e não permitir que os políticos destruam o patrimônio público.

Deixe uma resposta para Marcius Cancelar resposta

Comentar
Seu nome