Em Belo Jardim, Miguel Coelho cobra reação do Governo do Estado

por Carlos Britto // 23 de outubro de 2021 às 12:00

Foto: Divulgação

Em reunião, nesta sexta (22), com empresários, comerciantes e formadores de opinião de Belo Jardim, no Agreste, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (DEM), ouviu relatos sobre as dificuldades econômicas daquela região. Os produtores falaram sobre as dificuldades de infraestrutura, o excesso de impostos e falta de investimentos públicos.

O encontro integra uma série de debates que Miguel iniciou em Pernambuco para tratar sobre a situação socioeconômica do Estado.

Miguel criticou a dificuldade do Governo do Estado em reagir ao cenário de dificuldades econômicas que se arrasta nos últimos anos. “Nosso Estado tem mais de 21% de pessoas desalentadas e ao mesmo tempo é o que faz menos investimento público. Não podemos aceitar que Pernambuco seja campeão de desemprego. Não dá para aceitar que o Governo não consiga colocar água na casa das pessoas. Muito menos podemos aceitar a situação das estradas de Pernambuco”, lamentou o prefeito.

Para Miguel, é preciso reduzir a carga tributária e a burocracia na máquina pública, além de ampliar os investimentos públicos em inovação e políticas para desenvolvimento regionalizado.

A agenda em Belo Jardim foi acompanhada pelo senador Fernando Bezerra, o deputado estadual Antonio Coelho, o ex-ministro Mendonça Filho e o prefeito Gilvandro Estrela. Miguel ainda se reuniu no município com lideranças religiosas da região para debater pautas como educação, cultura e liberdade de culto.

Além de Belo Jardim, o gestor petrolinense esteve em Tabira, onde se encontrou com a prefeita Nicinha e lideranças políticas do Pajeú. O outro compromisso desta sexta foi a participação do congresso da União dos Vereadores de Pernambuco, realizado em Afogados da Ingazeira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *