Depois do pai, a filha: Roseana Sarney também anuncia que não será mais candidata

4

SarneyRoseanaZeCruzA governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), confirmou na convenção estadual do partido, realizada nesta sexta-feira (27), que não vai mais disputar cargos eletivos. A exemplo do pai, o senador José Sarney (PMDB-AP), que anunciou nesta semana que não vai tentar um novo mandato parlamentar, a peemedebista alegou motivos pessoais para se despedir das urnas.

Agora, nesta convenção eu estou me despedindo não da política, mas das eleições porque eu vou continuar trabalhando pelo Maranhão para que a gente possa cada vez mais eleger bons candidatos pelo nosso Estado”, discursou Roseana.

Para disputar um mandato em outubro, a governadora deveria ter deixado o cargo até abril, conforme prazo determinado pela legislação.

Na época, Roseana havia afirmado que desistira da disputa para o Senado, cujo mandato é de oito anos, porque iria se dedicar à família. Além de ter mais tempo para as netas, a governadora quer dedicar mais atenção à mãe. O estado de saúde de dona Marly também foi apontado por Sarney como motivo para desistir da candidatura ao Senado.

O anúncio foi feito durante a convenção do PMDB que homologou a candidatura do senador Edison Lobão Filho ao governo do estado.

Choro

O senador João Alberto (PMDB-MA) ainda disse que sonhava em ver Roseana novamente como candidata ao governo um dia, mas ela negou veementemente que retornaria a disputar eleição. Roseana também tem a saúde frágil por ter passado por quatro cirurgias. Os próprios aliados deram um tom de recomeço na convenção ao grupo político governista com as aposentadorias de Roseana e José Sarney.

“Nestes dois dias temos uma grande mudança na política brasileira e também aqui no Maranhão. A política do Maranhão se renova com novos nomes para continuar este trabalho. Não novos na idade, mas com outras pessoas, outras ideias“, afirmou o candidato ao Senado do Clã Sarney, Gastão Vieira (PMDB-MA). Ele chorou ao falar de Sarney durante seu discurso. (Fonte/foto: AE)

 

 

4 COMENTÁRIOS

  1. FAMÍLIA SARNEY PERDEU O GOSTO DE SER POLÍTICO, PORQUÊ?
    JÁ SUGARAM O MARANHÃO, MACAPÁ, AMAPA E O BRASIL.
    JÁ ESTÃO DE SACO CHEIO DE TANTO SUGAR DOS BRASILEIROS.

  2. Já desistiram tarde demais. A mesma decisão deveria ser tomada por outra famílias de políticos que vivem mamando nas tetas do poder público há 20, 40 ou 60 anos. A exemplo dos Magalhães da Bahia, Maciel e Coelhos em Pernambuco, os Alves do Rio Grande do Norte, os Neves de Minas e outras. Só assim o Brasil seria mais feliz e desenvolveria mais rápido.

Deixe uma resposta para Wellton Cancelar resposta

Comentar
Seu nome

sete + 12 =