Celpe contesta leitor do Blog sobre suposta pichação em muro na Orla de Petrolina

9

image002

Em contato com este Blog, a assessoria de imprensa da Celpe/Grupo Neoenergia contestou a informação de um leitor, que registrou a foto de uma garota na Orla de Petrolina, e acreditou que ela estivesse pichando o muro da empresa. Na verdade, trata-se de uma grafiteira contratada pela Celpe para orientar a população sobre o uso seguro da energia elétrica.

O projeto, segundo a Celpe, já foi implantado com êxito no Recife (foto), conforme um release enviado pela assessoria. Confiram:

Erguidos para restringir o acesso de pessoas não autorizadas, os muros de subestações da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) estão sendo utilizados também para orientar a população sobre o uso seguro da energia elétrica. As paredes, antes alvos fáceis de pichações, estão se transformando em painéis para o grafiteiro Galo de Souza. A primeira intervenção artística ocorreu na Subestação João de Barros, no Bairro da Boa Vista, área central do Recife. Ao longo deste ano, 20 unidades em todo o Estado irão receber os coloridos desenhos do artista.

O diferencial da ação compreende o combate às pichações e a valorização de expressões artísticas. “A ideia surgiu a partir da vontade de valorizar a arte de rua. Mas, também queríamos aproveitar o espaço para transmitir mensagens para a população, decidimos que não poderia ser outra coisa se não expor dicas de segurança”, explica o gerente de Segurança da Celpe, Pablo Andrade.

Os murais trazem de forma lúdica orientações importantes como, não soltar pipas nas proximidades da rede elétrica, evitar a instalação de antenas perto da rede de distribuição de energia e não fazer ligações clandestinas, entre outras. A linguagem é simples e envolve a aproximação com temáticas como comunidade, natureza e cidade.

Nos próximos meses, os muros outras subestações da empresa no Grande Recife e interior de Pernambuco serão grafitadas. Entre elas, estão as unidades da Avenida Abdias de Carvalho, no Bairro da Ilha do Retiro, e do Pina, na Zona Sul da capital.

Os grafites são todos desenvolvidos pelo artista Galo de Souza, a partir de conversas com a área de Segurança da Celpe. O recifense cresceu em comunidades da capital pernambucana e começou a ter contato com a grafitagem aos 16 anos. Com quase 20 anos de atuação, recebeu reconhecimento por seu trabalho e tem obras espalhadas em cidades brasileiras e no exterior. Galo também participa de ações e oficinas nas periferias, com o objetivo de realizar mutirões de grafite e fomentar a conscientização política por meio da arte.

Celpe/Assessoria de Imprensa

(foto/reprodução)

9 COMENTÁRIOS

  1. Todos são passiveis de cometer um engano. Creio que não havia nenhuma identificação. Talvez, quando o leitor que fez a denúncia se deparar com um “vândalo” expondo a sua arte em muro particular ele provavelmente não denunciará crendo que é mais um artista.

  2. Eu nem fico admirado com o tamanho da IGNORÂNCIA das pessoas incapazes se compreender a situação!
    Chega a ser incompreensível o uso de tanta agressividade por falta de inteligência.
    Se um muro está limpo e tem um jovem com uma lata de spray na mão, nada mais ÓBVIO que achar que é um pichador.
    Se o muro já está desenhado, as imagens vão revelar um pichador ou um graffiteiro.
    Mas se você passa e vê o muro está limpo, algumas linhas e uma pessoa desenhando e não tem nenhuma informação de que é uma atividade autorizada, só esse “HERCULES” pra adivinhar que é um graffite!!
    Aqui nessa cidade, a ignorância impera!

  3. Um absurdo uma subestação de energia em plena Avenida João Cardoso de Sá, assim como essa linha de transmissão que passa em pleno calçadão da Orla de Petrolina. E aquele posteamento na Estrada do Rodeadouro? Horrível! Não combina com aquela área turística da cidade. Até quando vamos ter a rede de energia elétrica de por postes que tanta poluição visual causa ao nosso ambiente? Interessante que na Europa a controladora da CELPE (Neoenergia) implanta cabos subterrâneo e aqui no Brasil é esse atraso todo!

  4. Uma mulher pichando um muro de uma empresa que só grafita a nossa conta bancaria todos os meses, em uma época que a cidade ta cheio de porcos metidos a protestantes.
    Era pra se pensar o que afinal ?
    Fácil é falar depois que descobre que realmente foi um equivoco.

Deixe uma resposta para Roberto Cancelar resposta

Comentar
Seu nome