Autoridades da saúde em Juazeiro deliberam sobre Varíola dos Macacos

por Carlos Britto // 03 de agosto de 2022 às 09:22

Foto: Ascom PMJ/Sesau divulgação

Representantes da Secretaria de Saúde (Sesau) de Juazeiro (BA) e da rede de saúde da cidade, envolvendo município e Estado, reuniram-se ontem (2) para discutir sobre o fluxo da Varíola dos Macacos (Monkeypox). Participaram do encontro o secretário de Saúde de Juazeiro, Fernando Costa, além da Vigilância em Saúde, de Planejamento, da Atenção Básica e Atenção Especializada da Sesau, da UPA, do Núcleo Regional de Saúde Norte e do Hospital Regional (HRJ).

Reunimos todos para que as equipes se mantenham em vigilância e caso aconteçam casos suspeitos ou confirmados, todo o sistema de saúde esteja articulado para reagir à altura desse problema de saúde”, destacou o secretário de Saúde de Juazeiro, Fernando Costa.

A superintendente da Vigilância em Saúde de Juazeiro, Caroline Moraes, explicou que os treinamentos irão alcançar toda a rede de saúde, informando sobre a doença, os tipos de tratamento e o fluxo de atendimento de pacientes suspeitos. “Após a reunião intersetorial, do município e do Estado, estamos alinhando com os profissionais da rede, tanto a Atenção Especializada quanto da Atenção Primária, em conjunto com a Vigilância, o treinamento de toda a equipe de saúde da rede, desde o agente de saúde até o profissional médico que estará na unidade especializada recebendo este paciente”, explicou.

O sanitarista da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), Helder Coutinho, explica que o Núcleo Regional de Saúde Norte já dispõe de material para coleta de possíveis casos suspeitos. “O teste é realizado pelo swab. O material de coleta já está disponível e a análise será feita nos laboratórios de referência a nível nacional”, informou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.