Antônio Carlos Miranda

2435 POSTS 0 COMENTÁRIOS

Representante dos músicos de Petrolina desabafa: “Se a gente não morrer do vírus, morre de fome”

0
Foto: CMP/divulgação

Conforme haviam prometido, dezenas de músicos que atuam em Petrolina foram até a Câmara Municipal na manhã desta terça-feira (2). Empunhando vários cartazes, eles foram pedir o apoio dos vereadores para que intercedam junto à prefeitura em busca de uma forma de minimizar a situação dramática pela qual estão atravessando em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). E saíram da Casa Plínio Amorim vendo uma luz no fim do túnel.

Após a participação de Igor Castro e da empresária Bia do Trio Granah, dois dos representantes dos músicos, no plenário da Câmara, o líder do Governo, vereador Ronaldo Silva (DEM), confirmou para amanhã (3) às 11h, na sede da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, uma reunião com o titular da pasta, Plínio Amorim. Também participarão o líder da bancada oposicionista, Marquinhos do N4 (Podemos), e alguns músicos.

Os profissionais reivindicam um auxílio emergencial municipal, uma vez que dependem basicamente do que ganham com apresentações em bares e restaurantes da cidade. No momento, estão impossibilitados de tirarem seu sustento devido às medidas restritivas estaduais de combate à doença. Há relatos, inclusive, de músicos sendo obrigados a vender seus instrumentos para poder se alimentar.

Segundo Bia do Trio Granah, a situação é desesperadora. “Nesse momento de pandemia, a gente entende muito bem tudo que está acontecendo no nosso país. Mas não podemos esquecer que nossas famílias estão passando fome, literalmente. Se nós, da classe musical, não morrermos do vírus, iremos morrer de fome”, desabafou.

Na mesma linha entende o presidente da Associação dos Músicos Independentes do Sertão do São Francisco (Amiesf), José Laurentino. “Fomos os primeiros a parar de trabalhar e os últimos a trabalhar. O músico não pode fazer show, porque se fizer ele estará aglomerando. Então, esses governos que estão endurecendo a lei, que eles façam alguma coisa pela nossa classe”, ponderou.

Reunião

Para o atual líder governista Ronaldo Silva, a reunião de amanhã é um primeiro passo no sentido de buscar um auxílio para os artistas, já que toda a Casa se solidariza com a categoria. “Vamos com esse sentimento e essa intenção para que nosso secretário de Cultura possa dar uma saída. Eu sei que ele não vai poder resolver isso sozinho, mas é ele quem vai levar essa reivindicação ao prefeito. O que a gente quer é uma alternativa para que a gente possa ajudar nossos artistas”, frisou. O vereador lembrou que uma linha de crédito pode ser criada através da Agência do Empreendedor. “Eles podem, inclusive, pagar com prestação de serviços, já que Petrolina tem grandes festas como o final de ano e o São João”, pontuou.

Foto: Blog do Carlos Britto

Casa Plínio Amorim poderá retomar sessões plenárias virtuais

1
Foto: Blog do Carlos Britto

Diante do novo avanço da pandemia de Covid-19 em Pernambuco, as sessões plenárias da Câmara Municipal de Petrolina poderão voltar a ser virtuais. A informação foi dada pelo atual presidente da Casa Plínio Amorim, vereador Aero Cruz (MDB), na manhã desta terça-feira (2).

Vamos ver o andamento das demais câmaras municipais no Estado para decidir se manteremos nossas sessões presenciais ou se voltaremos para as sessões remotas”, declarou Aero.

Na primeira sessão plenária do ano, vereador Elismar coloca-se à disposição “para ajudar Petrolina”

1
Foto: Ascom CMP/divulgação

Um dos quatro vereadores que compõem a bancada de oposição da Câmara Municipal de Petrolina na atual legislatura, Elismar Gonçalves (Podemos) fez um discurso moderador na primeira sessão plenária do ano, realizada ontem (4). Essa, aliás, é uma característica do vereador pela qual ele nunca fez questão de esconder de ninguém – seja nas trincheiras oposicionistas ou quando era líder do Governo Lossio.

Diante do vice-prefeito Simão Durando Filho (DEM), que compareceu à abertura dos trabalhos plenários, Elismar se colocou à disposição em ajudar Petrolina, independente dos futuros embates a serem travados entre as duas bancadas. Nos bastidores do Legislativo, porém, a mensagem de Elismar foi vista como mais um forte indício de que a bancada de oposição terá um tamanho ainda menor do que realmente é.

Na primeira sessão plenária que comandará, Aero Cruz anuncia mudanças na rotina da Casa Plínio Amorim

1
Foto: Blog do Carlos Britto

Motivado pelo sonho que virou realidade, o vereador Aero Cruz (MDB) iniciará os trabalhos plenários como presidente da Câmara Municipal, a partir desta quinta-feira (4), implementando novidades. Além da reforma estrutural na sede do Poder Legislativo de Petrolina, ainda em andamento, Aero já determinou medidas que deverão alterar a rotina de funcionários, jornalistas e do público que costuma acompanhar semanalmente as sessões. Os detalhes foram repassados pelo presidente numa coletiva de imprensa concedida na manhã de hoje (3).

Segundo Aero, sua missão não será apenas de dar continuidade ao trabalho deixado pelo antecessor, Osório Siqueira (MDB), ao longo de cinco mandatos à frente da Mesa Diretora, mas o de fazer uma Câmara Municipal à altura da cidade. “Petrolina se tornou uma referência em Pernambuco, no Brasil e no mundo, e a gente precisa contribuir para que a gente tenha uma estrutura para os vereadores, para os servidores e, sem sombra de dúvidas para a imprensa, que presta um serviço muito bom no nosso Legislativo, levando as informações à população”, ponderou.

Aero adiantou que todos os setores serão respeitados, mas o acesso à Casa do Povo será restrito, a exemplo do que acontece na Assembleia Legislativa (Alepe) e no Congresso Nacional. “Estamos montando uma estrutura para a imprensa, para os vereadores, para os assessores, mas todos estarão nos seus lugares”, frisou.

Sobre a realização semanal das sessões, o presidente adiantou que a primeira, nesta quinta (4), será presencial, mas restrita aos vereadores, órgãos de imprensa e setor administrativo da Casa, como forma de seguir todos os protocolos relativos à Covid-19. Isso porque, segundo Aero, há os vereadores novatos que estão chegando e precisam tomar par desses detalhes. Também será mantido, por enquanto, o formato de apenas uma sessão plenária por semana – a exemplo do que ocorreu durante quase todo o segundo semestre de 2020, o último da legislatura passada, em virtude da pandemia. No entanto, as sessões continuarão sendo transmitidas pelo canal da Câmara no YouTube. Aero ficou apenas de acertar com os demais pares se as demais sessões seguirão presenciais e restritas ou se acontecerão apenas no modelo virtual.

A Câmara de Petrolina e a responsabilidade das mulheres

3
Câmara Municipal de Petrolina. (Foto: Blog do Carlos Britto)

Quando as sessões plenárias na Câmara Municipal de Petrolina retornarem a partir desta semana, haverá apenas duas mulheres vereadoras representando a categoria delas na Casa Plínio Amorim. Já foi assim na legislatura anterior, com Maria Elena (MDB) e Cristina Costa (PT).

Elena conseguiu renovar o mandato, Cristina não. Quem integrará a bancada feminina ao lado da emedebista é Samara da Visão (PSD). Uma é da base governista, outra da oposição. Isso nem é mais novidade.

O que, de fato, nunca mais houve na câmara foi a força da representatividade feminina, a exemplo da Legislatura de 2009-12, quando seis mulheres conseguiram mandato de vereadora. Elena é a remanescente desse time, que ainda tinha Anatélia Porto, Raimunda Sol Posto, Márcia Cavalcante, Jussaria e Cristina (a famosa ‘bancada cor de rosa’). Apesar de lados opostos, as duas da atual legislatura carregam a responsabilidade de, ao menos, estarem unidas defendendo uma causa nobre. Até mesmo para minimizar a perda do espaço feminino na Casa. É esperar.

Depois da Mesa Diretora, definição das comissões é o assunto a gerar expectativas na Casa Plínio Amorim

0
Câmara Municipal de Petrolina. (Foto: CMP/Divulgação)

A uma semana do retorno dos trabalhos plenários, a Câmara Municipal de Petrolina vive agora outra expectativa, após a eleição da Mesa Diretora: a definição das comissões. Esse expectativa, no entanto, é totalmente sob a ótica da base governista, que deve comandar as comissões mais relevantes.

Reeleito sem problemas, o prefeito Miguel Coelho também viu aumentar o número de vereadores aliados, os quais deverão reivindicar o quanto valem no grupo político do emedebista. A definição das comissões na Casa Plínio Amorim, no entanto, ficará somente para depois da primeira sessão ordinária, marcada para o dia 2 de fevereiro. Até lá, é aguardar.

Prefeitos da região asseguram que estrutura está pronta para vacinas contra novo coronavírus

3
Foto: Stephane de Sakutin/AFP

De Petrolina (PE) a Juazeiro (BA), de Santa Maria da Boa Vista (PE) a Dormentes, no Sertão do São Francisco, os atuais prefeitos da região não veem a hora de receber as vacinas para uso emergencial contra o novo coronavírus (Covid-19), que foram liberadas ontem (17) pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O discurso é um só: “estamos preparados”.

A primeira vacina a chegar deve ser a CoronaVac, produzida em parceria entre o Instituto Butantan e os chineses da Sinovac, já que a Oxford-AstraZeneca – concebida entre a Fiocruz, a universidade de Oxford e a AstraZeneca – vai demorar um pouco mais. A questão para as prefeituras, agora, é a definição quanto aos grupos prioritários que serão imunizados.

Na manhã de hoje (18), por exemplo, choveram dúvidas da população em emissoras de rádio locais. Este Blog também recebeu relatos de pais apreensivos com o possível retorno das aulas presenciais antes dos filhos receberem a vacina. Cada gestor terá de mostrar, de fato, que não tem apenas uma estrutura pronta para imunizar esse povo todo. Será preciso também um trabalho exaustivo de esclarecimento para não causar desespero em quem não será vacinado nesse primeiro momento.

Bancada de oposição de Petrolina caminha para postura bem diferente da legislatura passada

1
Câmara Municipal de Petrolina. (Foto: CMP/Divulgação)

Se depender das declarações dos vereadores Professor Gilmar Santos (PT) e Elismar Gonçalves (Podemos), a bancada de oposição na Câmara de Petrolina caminha para uma postura um pouco diferente daquela vista na legislatura passada. Isso para dizer o mínimo.

A “falta de acordo”, segundo palavras do Professor Gilmar, sobre quem seria o novo líder da bancada serviu para rachar o grupo, que está ainda mais reduzido do que há quatro anos.  O resultado disso é que o petista já deixou claro que pretende seguir numa oposição dentro da própria oposição. Ou quase isso.

Para Professor Gilmar, seus atuais colegas da bancada – o novo líder Marquinhos do N4 (Podemos), Samara da Visão (PSD) e Elismar Gonçalves – farão oposição em “grupos de direita”, enquanto ele defenderá os interesses dos petrolinenses na “oposição de esquerda”. Se a bancada governista já será ampla maioria no Legislativo, essa divisão entre os adversários do prefeito Miguel Coelho (MDB) poderá dar a impressão de que reinará praticamente absoluto na Casa Plínio Amorim. É aguardar.

Aero evoca Nilo Coelho ao tomar posse: “Sou presidente da Câmara de Vereadores, não de partido político”

7
Foto: Jean Brito/CMP divulgação

Num breve discurso de improviso, o novo presidente da Câmara Municipal de Petrolina, vereador Aero Cruz (MDB), evocou o saudoso ex-senador da República, Nilo de Souza Coelho, em seu célebre discurso de 1983, quando afirmou que “não era presidente do Congresso do PDS, mas presidente do Congresso do Brasil”. O recado de Aero foi direcionado sobretudo à bancada de oposição na Casa Plínio Amorim.

Quero dizer à oposição que não sou mais líder do governo. Agora sou presidente empossado. Sou presidente da Câmara de Vereadores. Não sou presidente de partido político, não sou presidente de bandeira política nem de cor partidária. Quero dizer que sou o presidente de todos os vereadores desta Casa”, ressaltou.

O novo presidente do Poder Legislativo de Petrolina lembrou a sua trajetória política, que teve início em 1986 – quando começou a fazer campanha para Juarez Amorim, ex-vereador e ex-presidente da Casa. Aero, inclusive, fez questão de ter o padrinho político ao seu lado no discurso. Foi também Juarez que o apresentou ao seu maior aliado, Fernando Bezerra Coelho (MDB), o qual à época era deputado federal. “Me lembro como hoje, quando Juarez me apresentou a Fernando. Ele disse: ‘Fernando, esse é um cabra meu, e é dos bons’”.

Aero frisou que essa caminhada não foi fácil, mas nunca escondeu o sonho de chegar à Câmara Municipal e de se tornar presidente. “Sou um exemplo de que Petrolina é a Terra dos Impossíveis, porque saí lá da minha Rua de Baixo para chegar a esta Casa e me tornar presidente”, disse.

Em nome de FBC, de Juarez, do advogado Mark Sander, dos deputados Fernando Filho e Antonio Coelho, e do “amigo de todas as horas”, o prefeito Miguel Coelho, Aero agradeceu a vários amigos que o ajudaram nesse projeto e à sua família.

Reconhecimento

Finalizando o discurso, Aero dirigiu-se a alguns colegas, a exemplo de Maria Elena (MDB), que retirou seu nome da disputa para apoiá-lo. “Gesto se paga com gesto, como diz Fernando Bezerra. Pode ter certeza, vereadora, que reconheço o gesto que a senhora fez, em dar um passo atrás pra amanhã dar dois para a frente”. Quanto a Osório Siqueira (MDB), que esteve à frente da Mesa Diretora por cinco mandatos, Aero afirmou que todos saberão reconhecer esse tempo em que ele conduziu a Casa. Sobre sua nova responsabilidade, ele disse confiar nos demais colegas da Mesa e nos pares da Casa. “Podem ter certeza que nós vamos trabalhar e darei a resposta àqueles que achavam que um suplente de vereador não seria um bom vereador”, concluiu.

Em chapa única, Aero Cruz torna-se novo presidente da Casa Plínio Amorim com voto até de Elismar

8
Foto: Jean Britto/CMP divulgação

Como já se desenhava nos bastidores da Câmara Municipal de Petrolina, o vereador Aero Cruz (MDB) foi consagrado o novo presidente da Mesa Diretora na primeira sessão ordinária de 2021, realizada na noite de hoje (1) com a presença de todos os 23 vereadores da próxima legislatura. Não houve bate-chapa, já que a única chapa inscrita foi a dos governistas, encabeçada por Aero.

O resultado foi o seguinte: 20 votos para Aero, um voto contrário e dois votos em branco. Quem votou contra foi o Professor Gilmar Santos (PT), que integra a bancada de oposição. Outros dois da bancada – os novatos Marquinhos do N4 (Podemos) e Samara da Visão (PSD) deram os votos em branco. O detalhe ficou por conta de outro oposicionista, Elismar Gonçalves (Podemos), que votou a favor da chapa de Aero.

A nova Mesa Diretora será formada por Aero Cruz, presidente; Manoel da Acosap (DEM), 1º vice-presidente; Diogo Hoffmann (PSC), 2º vice-presidente; Zenildo do Alto do Cocar (MDB), 3º vice-presidente; Rodrigo Araújo (Republicanos), 1º secretário; Capitão Alencar (Patriota), 2º secretário; e Gaturiano Cigano (DEM), 3º secretário. Mais detalhes da solenidade de hoje pelas próximas horas.