Artigo do leitor: “Colégio Dom Bosco e seus 95 anos de fundação”

por Carlos Britto // 18 de outubro de 2021 às 19:50

Neste artigo, a ex-diretora do Colégio Dom Bosco, Teresinha Teixeira Coelho, faz uma retrospectiva da trajetória do Colégio, contando sobre fatos que marcaram época na história de Petrolina. Confiram na íntegra:

Colégio Dom Bosco e seus 95 anos de fundação

No ano de 1926, Dom Antônio Maria Malan, primeiro Bispo de Petrolina, criou o chamado Ginásio Dom Bosco, hoje Colégio Diocesano Dom Bosco, no dia 18 de outubro.

Alegro-me por tão significativa data, pois ofertei 40 anos da minha vida como diretora desta instituição educativa, reconhecida pela contribuição oferecida ao Vale do São Francisco na formação de crianças e jovens.

Os meus olhos puderam ver e testemunhar o bem realizado por profissionais dedicados aos estudantes e suas famílias.

A paixão pela educação move os corações, transforma sonhos em realidade e torna possível a construção de um mundo melhor para todos.

Permitam-me, neste dia festivo, reverenciar os Senhores Bispos Diocesanos que confiaram totalmente no meu trabalho – Dom Gerardo Andrade Ponte, que dá nome à Quadra Poliesportiva do Dom Bosco Matriz; Dom Frei Paulo Cardoso da Silva, que dá nome ao Auditório do Dom Bosco Extensão; e Dom Manoel dos Reis de Farias, homenageado na minha gestão com uma sala multimídia no Dom Bosco Extensão. A eles, minha eterna gratidão.

Dirijo-me a Dom Francisco Canindé Palhano, atual Bispo Diocesano, que desde a sua chegada mantém vínculos de estima e amizade comigo e com minha família. Que o seu destemido trabalho honre ainda mais a história do Dom Bosco, a caminho do centenário.

Aos ex-alunos, cujo amor ao querido CDDB continua sempre vivo, minha saudação fraterna e meu afetuoso abraço, também em nome da professora Mundica.

Tendo a educação como coisa do coração, como diz São João Bosco, elevemos um hino de louvor e gratidão pela trajetória do Colégio Dom Bosco, farol que permanece aceso a iluminar a mente e o coração, por meio da fé e da ciência.

Teresinha Teixeira Coelho, ex-diretora

Artigo do leitor: “Colégio Dom Bosco e seus 95 anos de fundação”

  1. Suerlanio disse:

    Professoras Terezinha Teixeira e Mundica!
    Minha eterna gratidão pelos ensinamentos recebidos no colégio Dom Bosco. Sinto-me honrado em ter participado do processo de formação desenvolvido pelo CDDB. Viva o colégio Dom Bosco!

  2. Carlos Alberto de Sá Costs disse:

    Quanto orgulho tenho como ex-aluno, faço parte da turma do ginasial de 1971, e ao longo dos anos temos nos encontrado. Estamos em programação para dezembro dos 50 anos, comemorarmos as Bodas de Ouro, como sempre em Petrolina. Foram tempos inesquecíveis, e sou muito grato pela formação que me levou a conquistar a realização pessoal e profissional. Grandes mestres que trago na lembrança. Parabéns CDB!!!!!👏👏👏👏👏👏

  3. Carlos Alberto de Sá Costa disse:

    Quanto orgulho tenho como ex-aluno, faço parte da turma do ginasial de 1971, e ao longo dos anos temos nos encontrado. Estamos em programação para dezembro dos 50 anos, comemorarmos as Bodas de Ouro, como sempre em Petrolina. Foram tempos inesquecíveis, e sou muito grato pela formação que me levou a conquistar a realização pessoal e profissional. Grandes mestres que trago na lembrança. Parabéns CDB!!!!!👏👏👏👏👏👏

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *