Após polêmica, Prefeitura de Juazeiro volta atrás, convida Lêdo Ivo para se regularizar e faz até ‘jabá’ para artista vender esculturas

2
(Foto: Reprodução/Facebook)

Confirmando o que este Blog havia adiantado, a polêmica das esculturas nas ruas de Juazeiro (BA) ainda iria render muito pano pra manga. E foi exatamente isso que aconteceu. Após notificar o artista plástico Lêdo Ivo, responsável pelas esculturas expostas esta semana em diversos pontos da cidade, a prefeitura voltou atrás e resolveu estender a mão ao artista.

Através da Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (Semaurb), a prefeitura procurou o escultor para regularizar a licença de solo e, diante disso, liberar sua exposição. Ledo Ivo distribuiu suas esculturas nas ruas da cidade de Juazeiro. Um ovo gigante no contorno do Bairro Novo Encontro, um vaqueiro acompanhado de um menino na Orla I, uma jumenta branca com os cascos pintados de vermelho na Orla Nova e o retrato de um cavalo no final da Avenida Adolfo Viana.

As obras compõem a exposição ‘Amor em Canto’ e, segundo o artista, é arte contemporânea. “A arte contemporânea prioriza a ideia, o conceito, a atitude, acima do objeto artístico final. Faz com que as pessoas questionem. É uma arte que permite acesso a todas as pessoas. O ovo, por exemplo, todo mundo tem uma ideia sobre ele. São objetos tão comuns, mas que quando estão em evidência, despertam a curiosidade das pessoas. Eu imaginei que causaria certa incompreensão e aconteceu exatamente o que eu esperava”, disse o escultor.

Como o artista não possuía licença para utilizar o uso do solo e manter suas peças expostas, o secretário de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano, Jadson Barros, o convidou para regularizar a situação. “Tivemos um primeiro contato com o artista, mas não houve êxito. Tomamos a decisão de dar um prazo de 48 horas, para que ele pegasse a autorização e, finalizando o prazo, convidamos o artista à Secretaria e regularizamos a situação. Nunca estivemos contra a exposição. Apoiamos a arte em qualquer que seja sua iniciativa, mas trabalhamos em acordo com as leis municipais. Agora tudo está resolvido”, explica Jadson.

Três meses

Com licença de uso do solo em mãos, as esculturas de Ledo Ivo permanecem expostas durante três meses. “Eu acho que para a arte não há necessidade de autorização, mas vim cumprir o protocolo e regularizar a exposição. As peças ficarão expostas nos locais onde se encontram e continuarão a fazer parte das indagações da comunidade, fazendo o que se propõe uma arte contemporânea”, disse Ledo Ivo.

Por fim, em nota enviada pela assessoria de imprensa, a prefeitura ainda faz uma espécie de ‘jabá’ (propaganda) das peças do escultor Ledo Ivo, que estão à venda. Quem tiver interesse de adquirir alguma escultura, pode entrar em contato com o artista através do número (74) 9 8825-3585.

2 COMENTÁRIOS

  1. A prefeitura deveria se preucupar em retirar os lixos das ruas e não essas esculturas lindas que de certa forma acaba escondendo os lixos e entulhos que não sao poucos

  2. JÁ BASTA A POPULAÇÃO DE JUAZEIRO SER ACULTURADA, A PREFEITURA COM A PROPOSTA DE REORDENAMENTO URBANO QUE TIRAR UMA INTERVENÇÃO ARTISTITICA. O QUE NOS RESTA. PENA QUE O SR GARÇON TÁ MAL ASSESSORADO…

Deixe uma resposta para Anna maria Cancelar resposta

Comentar
Seu nome