Empresa responsável pela Zona Azul pode ser obrigada a cobrir danos e furtos a veículos em Petrolina

O vereador Edilsão do Trânsito (PRTB) apresentou três Projetos de Lei  (PLs) na Casa Plínio Amorim nesta semana. As proposições estão tramitando nas comissões responsáveis e, caso sejam aprovadas, ampliarão os direitos dos cidadãos.

O PL nº 010/2017 responsabiliza a empresa responsável por operar a Zona Azul a cobrir furtos, roubos e quaisquer tipos de danos materiais sofridos pelo veículo estacionado dentro desse sistema pago. No entendimento do vereador, se há cobrança por um serviço, há direito para o cidadão.

Alguns municípios já entendem que o estacionamento de Zona Azul deve sim gerar cobertura para furtos, roubos e danos no veículo e em Petrolina temos observado que também se faz necessário essa responsabilização para a empresa operante” comenta Edilsão.

Já o PL nº 009/2017 torna responsabilidade do município a implantação de lombadas nas vias públicas. Hoje, a Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA) se responsabiliza apenas pelo estudo, e cabe aos cidadãos a colocação desse tipo de sinalização.

Pontos de ônibus

A terceira proposta diz respeito aos pontos de ônibus da cidade. O PL nº 008/2017 cria o Programa Municipal ‘Adote um Ponto de Ônibus’, cujo objetivo é estimular empresas privadas a adotar pontos de ônibus existentes ou implantar novos, realizar a manutenção e conservação e, como contrapartida, utilizar o espaço para publicidade, ficando a AMMPLA responsável pela aplicação dessa Lei.

Zona Azul de Juazeiro será suspensa durante Carnaval antecipado

Em virtude do Carnaval antecipado de Juazeiro, o sistema rotativo de veículos – Zona Azul – será suspenso durante o período da festa, que será aberta na noite de hoje (10) e prossegue até domingo (12). A informação é da Companhia de Segurança, Trânsito e Transportes (CSTT).

De acordo com o órgão de trânsito, o serviço retornará à normalidade na próxima segunda-feira (13).

 

 

Companhia de Trânsito de Juazeiro alerta sobre falsos funcionários da Zona Azul

A Companhia de Segurança, Trânsito e Transportes (CSTT) de Juazeiro (BA) recebeu denúncias sobre pessoas não autorizadas que estariam se passando por funcionários da Zona Azul e causando transtornos aos condutores. Em nota, a CSTT alerta à população que a Sinal Park, empresa responsável pelo serviço de estacionamento rotativo na cidade, só trabalha com monitoras devidamente fardadas. “O uniforme consiste em camisa amarela, com o nome ‘Zona Azul’ na cor preta e calça preta“, diz o órgão municipal.

A CSTT ressalta ainda que somente as monitoras estão autorizadas a receber o valor equivalente ao serviço de estacionamento rotativo e emitir o tíquete. “Quem for abordado por pessoas não fardadas, cobrando o valor referente à Zona Azul, deve entrar em contato pelo telefone (74) 3611-0878 e denunciar“, finaliza. (foto/arquivo divulgação)

Após implantação da Zona Azul, tempo para motorista estacionar no Centro de Juazeiro é de cinco minutos, diz prefeitura

zona-azul-juazeiro-estacioanmentoDiferente do trânsito caótico nas vias de acesso ao Centro de Juazeiro (BA), nas ruas centrais é muito fácil encontrar vagas de estacionamento. Antes, a demora era de 30 minutos. Mas segundo a prefeitura, após a implantação da Zona Azul, esse tempo diminuiu para cinco minutos (ou até menos).

Ativado em julho de 2016, o serviço rotativo disponibiliza 1.200 vagas para carros e motos. A prefeitura argumenta que o sistema foi a única maneira que encontrou de “democratizar” o trânsito na área central, que era alvo constante de reclamações. Há, no entanto, quem pense diferente. (foto/arquivo divulgação)

CSTT de Juazeiro alerta motoristas para nova área com zona azul no Centro da cidade

tarvessa-ribeiro-centro-juazeiroA Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT) de Juazeiro (BA) está alertando os condutores, a partir desta segunda-feira (5), sobre a ativação da zona azul na Travessa Ribeiro, Centro da cidade. Durante toda esta semana as monitoras estarão informando os condutores sobre a ativação do estacionamento rotativo e orientando na aquisição do ticket.

Foram instalados 33 parquímetros para atender as 1.200 vagas demarcadas na cidade e contratadas 22 monitoras para atender a demanda, fora os parquímetros. Os condutores podem adquirir o bilhete de estacionamento com as monitoras ou pelo aplicativo Digipare (a aquisição é gratuita na loja virtual para Smartphone). O tempo mínimo de estacionamento é 30 minutos e o máximo de 2 horas: os valores são R$ 0,75 (a hora para moto) e R$ 1,50 (para carro).

Sugestões, dúvidas ou reclamações a população pode entrar em contato com a CSTT pelos telefones (74) 3611-8402/3611-8836 ou ligar para a empresa Sinal Park Juazeiro (74) 3611-0878. (foto/ divulgação)

Saiba como as notificações da Zona Azul em Juazeiro se transformam em multa de trânsito

notificacao-zona-azul-juazeiroO sistema de estacionamento rotativo Zona Azul implantado em Juazeiro (BA) na primeira quinzena de julho deste ano trouxe para os condutores maior mobilidade e rapidez quanto ao estacionamento na área central. Mas quem opta em estacionar e não pagar, acaba ficando vulnerável a fiscalização e notificações. A Companhia de Segurança, Trânsito e Transportes (CSTT) informou que as monitoras da Zona Azul não lavram multas. O serviço de fiscalização exercido por elas é quanto ao cumprimento das regras da Zona Azul, em conformidade com a Lei Municipal nº 2.254/2011 e o Decreto nº 436/16. Quando constatada uma ocorrência de descumprimento do regulamento da Zona Azul, a monitora faz o registro e emite o aviso de irregularidade, também conforme a legislação do estacionamento rotativo.

O aviso de irregularidade é lavrado utilizando equipamento com software homologado pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) para esse fim. O registro contempla os requisitos exigidos no Artigo 280 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).  Após o preenchimento, o aviso de irregularidade é fixado no painel do carro ou da motocicleta e o condutor tem 10 minutos para efetuar a compra do bilhete de estacionamento. Caso o usuário adquira o bilhete de estacionamento dentro do tempo máximo, o aviso é anulado e arquivado.

Se o usuário não realizar a compra do bilhete de estacionamento dentro desse prazo, o condutor terá até um dia útil para regularizar com o pagamento da taxa de valor equivalente a 10 vezes o valor da tarifa básica do tipo de veículo registrado, sendo o valor da taxa de regularização de R$ 15,00 para carro e R$ 7,50 para motos. Caso o pagamento não seja realizado no prazo estipulado, o registro é referendado pela autoridade de trânsito através de software homologado pelo Denatran para esse fim, conforme a resolução nº 404/2012 do Código Nacional de Trânsito (Contran) e lavrado o Auto de Infração de Trânsito (AIT), em conformidade com a legislação de trânsito em vigor.

Recurso

Mesmo após o recebimento da multa, é garantido ao condutor apresentar o recurso através de requerimento, devendo o mesmo se dirigir à sede da CSTT, na Rua Oscar Ribeiro, Centro da cidade, dentro do prazo estipulado na notificação. “O sistema utilizado pela empresa SinalPark Juazeiro é devidamente homologado pelo Denatran e o seu funcionamento é basicamente parecido com o radar, pois o registro do aviso de irregularidade é feito no ato, não podendo sofrer qualquer alteração de data, horário, e todos os registros não regularizados são válidos pela autoridade de trânsito“, pontuou o diretor-presidente da CSTT, Vilmar Ferreira. (foto/divulgação)

Zona Azul: Campanha educativa não surte efeito e notificações e autuações continuam aumentando em Juazeiro

zona-azul-juazeiro-estacioanmento

Um relatório apresentado pela Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT) de Juzeiro (BA) mostra que os condutores de veículos continuam infringindo a lei quanto ao sistema de Zona Azul no Centro da cidade. Mesmo com mais de 30 dias de campanha educativa sobre as diversas modalidades de pagamento e aquisição do tíquete de estacionamento, que pode ocasionar até multas para quem não comprar o bilhete, os condutores parecem ignorar a iniciativa da CSTT.

Dados do sistema de Zona Azul registraram no mês de julho a emissão de 1.975 avisos de regularidade; em agosto, 4.230; em setembro, 3.527; e até o dia 25 de outubro, 1.698 das mais diversas notificações. A soma geral destes números chega a 11.430 notificações. Desse quantitativo, mais de 42% dos condutores buscam a regularização da situação com as monitoras. As punições mais registradas por elas são os tíquetes vencidos. Só nesta modalidade foram registrados em julho 1.723 avisos vencidos, em agosto 625 e em setembro, 567. Através dos números é notória a queda quanto à renovação do bilhete vencido.

Os condutores que verificarem nos paineis dos carros os avisos de regularidades, têm até 10 minutos para regularizar a situação e cancelar a notificação, mas se ultrapassarem esse tempo terão até 24 horas úteis para pagar o aviso, que corresponde a 10 vezes o valor de uma hora; para carro será R$ 15,00 e moto R$ 7,50. A não regularização acarretará em autuação de trânsito – dados da CSTT dão conta que já foram registradas pela autarquia 1.014 autuações, só pela zona azul.

Mobilidade

De acordo com a Companhia, o objetivo do sistema é trazer mobilidade e rotatividade no estacionamento na área central. Conforme a CSTT, antes um condutor levava em média 30 minutos para estacionar, hoje em menos de 5 minutos já é possível encontrar uma vaga. (foto/divulgação)

“Não seremos um governo de ‘grupetos’ políticos que usufruem de dinheiro público”, afirma Marcio Feitosa

marcio feitosaO candidato a prefeito de Juazeiro (BA), Márcio Feitosa (PRP) , disse que, caso eleito, seu governo não será de ‘grupetos’ políticos que usufruem de dinheiro público. “Não seremos um governo de poucos, de ‘grupetos’ políticos com o objetivo de usufruir dos cofres públicos. Nosso governo será feito com a participação das pessoas e totalmente transparente”, comentou, em entrevista a uma rádio local.

Feitosa também mostrou sua indignação com a Zona Azul em Juazeiro, pois, segundo ele, o atual contrato estabelece 88% do valor faturado para a empresa prestadora do serviço e somente 12% para a prefeitura. O candidato se comprometeu, caso eleito, a rever esse contrato, para que o município opere o sistema e fique com todo o recurso para investir na cidade, especialmente em mobilidade urbana, prevenindo acidentes de trânsito, sobretudo com motocicletas.

Ele também ressaltou a necessidade de contratação de especialistas para atendimento pela Secretaria Municipal de Saúde. Destacou ainda o setor de turismo, inclusive com reativação da linha férrea para Carnaíba, Juremal e Massaroca, na zona rural do município. (foto/divulgação)

Mais duas ruas com Zona Azul serão ativadas em Juazeiro a partir desta quarta-feira

zona azul juazeiroA Companhia de Segurança, Trânsito e Transportes (CSTT) de Juazeiro (BA) enviou nota ao Blog informando que a partir desta quarta-feira (3) mais duas vias com Zona Azul – as Ruas Oscar Ribeiro e Lauro de Freitas – serão ativadas.

Segundo a CSTT, a empresa Sinal Park contratou mais cinco monitoras para orientar e auxiliar os condutores no manuseio dos parquímetros e aquisição dos bilhetes de estacionamento nas ruas. Já foram instalados 33 parquímetros para atender as 1.200 vagas demarcadas na cidade.

Fora os parquímetros, os condutores podem adquirir o bilhete de estacionamento com as monitoras ou pelo aplicativo ‘Digipare’ para smartphones com Android ou IOS, cujo aplicativo pode ser baixado gratuitamente nas respectivas lojas virtuais. O tempo mínimo de estacionamento é de 30 minutos e o máximo de 2 horas. Os valores são R$ 0,75 a hora (para motocicletas) e R$ 1,50 (para carros). (foto/arquivo divulgação)

Candidato a vereador Alvorlande Cruz quer acabar cobrança de Zona Azul em Petrolina

IMG-20160725-WA0002Depois de conseguir derrubar, junto com o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), a cobrança do estacionamento no River Shopping em seu primeiro mandato na Casa Plínio Amorim, o candidato a vereador Alvorlande Cruz (PSL) vem com outra polêmica proposta de campanha. Ele disse que, se eleito, vai propor a extinção da Zona Azul em Petrolina.

De acordo com Alvorlande, a Zona Azul veio para disciplinar o trânsito no Centro da cidade, mas para isso não é preciso que os petrolinenses sejam obrigados a pagar. “O que se precisa é haver conscientização e condições (estruturais), até porque já pagamos uma carga de impostos muito grande, a exemplo do uso do solo e o do IPTU”, argumentou.

Outra plataforma de sua campanha, segundo o candidato, será a elaboração do Projeto ‘Calçada Legal’, que tem o objetivo de facilitar a mobilidade dos cidadãos, especialmente dos cadeirantes, sugerindo ao município a padronização das calçadas.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br