Política se mistura a forró, sertanejo e sofrência no São João de Petrolina

Como acontece todos os anos, os festejos juninos de Petrolina sempre abrem espaço para política. Este ano, não foi diferente. Aliás, o que não faltou foi política.

Desde nomes do cenário nacional convidados pelo prefeito Miguel Coelho (PSB) para curtir o São João da cidade, a exemplo do ministro Marx Beltrão (Turismo), até os vereadores governistas, todos se deleitaram ao som do forró, sertanejo e ‘sofrência’. Ano que vem, então, nem se fala.

Câmara de Juazeiro realizará sessão extraordinária nesta quinta para votação de projetos do Executivo

O presidente da Casa Aprígio Duarte Filho, Alex Tanuri (PSL), convocou para esta quinta-feira (22), a partir das 15h, seus pares no Legislativo de Juazeiro (BA) para uma sessão extraordinária.

De acordo com a assessoria da Câmara, serão apreciados e votados três projetos de lei oriundos do Executivo. Um deles é o 3319/2017, o qual altera a lei que criou o Conselho Municipal da Juventude.

Há ainda um projeto de lei complementar 026/2017, que dispõe sobre o Programa de Parcelamento Especial do município.

Depois dos pastores, comunidade cigana de Petrolina terá também o seu dia

A comunidade cigana em Petrolina, a exemplo da evangélica, também será homenageada com um dia no calendário de festas e eventos da cidade.

Os vereadores da Casa Plínio Amorim aprovaram o projeto de lei 071/2017, que institui o Dia do Povo Cigano, a ser comemorado anualmente em 24 de maio. A proposta foi de autoria do vereador Gaturiano Cigano (foto). Um dos que enalteceram a iniciativa foi o colega de bancada de Gaturiano, Ronaldo Silva.

Vereadores encerram sessão após explosão de barraca de fogos de artifício no Centro de Petrolina

A sessão desta manhã na Casa Plínio Amorim foi encerrada agora há pouco, depois que os vereadores souberam da explosão de uma barraca de fogos de artifício no Centro de Petrolina. (mais…)

Dormentes: Com voto de aliado de Geomarco, vereadores aprovam requerimentos cobrando informações sobre programas de habitação

Em Dormentes (PE), no Sertão do São Francisco, a Câmara Municipal aprovou na última sexta-feira (16) requerimentos do vereador oposicionista Chiquinho de Dodora. O motivo é a construção de unidades habitacionais na zona rural, a cargo de uma empresa contratada pelo município.

Um dos requerimentos, 006/17, pede informações sobre programas de habitação urbana, demanda existente, quantidade de pessoas que poderão ser contempladas, critérios de escolhas dos beneficiários e legislação que estabelecem normas para os eventuais programas. Na mesma sessão foi aprovado o requerimento 005/17, pedindo as mesmas informações sobre existência de programas de habitação na zona rural, para o qual o município já convocou as famílias interessadas, através de veículos de comunicação da região, para os devidos cadastramentos.

Para o vereador, o programa é importante, mas está “faltando transparência” em sua condução. Até aí tudo bem. Esse, de fato, é papel do legislativo. O que chama a atenção, no entanto, é que os dois requerimentos respaldados pela bancada de oposição – que além de Chiquinho tem também Jeolândio Coelho, Jurandir, Corrinha e Betinha – contou com o voto do vereador Nandinho, o qual integra a base do prefeito Geomarco Coelho (PSB) na Casa.

Moção de repúdio, polêmica do beijo gay e as expectativas para próxima sessão da Casa Plínio Amorim

As expectativas geradas em Petrolina pela moção de repúdio do vereador Elias Jardim (PHS) contra uma reportagem da TV Grande Rio referente ao Dia dos Namorados, a qual mostrou o beijo entre dois homens, são grandes. Elias prometeu apresentar a moção na sessão plenária da próxima terça-feira (20) na Casa Plínio Amorim.

Até lá, sobram indagações sobre como se comportará a maioria dos vereadores das duas bancadas. Se sexo e religião, individualmente, continuam sendo assuntos sempre suscetíveis a polêmicas, que dirá então os dois juntos.

Na sessão da última terça (13), já não houve quórum suficiente para votar a moção. E na semana que vem, haverá? Já tem vereador governista se esquivando do debate por acreditar que a opção sexual de todos deve ser respeitada. Uma mobilização da classe LGBT está sendo planejada para acompanhar de perto a votação. Por sua vez, o vereador Professor Gilmar Santos (PT) já prometeu uma moção de aplausos para contrapor à iniciativa de Elias. Esse é o cenário.

Vereadores de Juazeiro aprovam projeto que reduz taxa de apresentações artísticas e eventos e colocam fim em polêmica

Por unanimidade, os vereadores de Juazeiro (BA) votaram e aprovaram na sessão de ontem (13) o Projeto de Lei Complementar 025/2017 que altera a “taxa de fiscalização de localização, de instalação e de funcionamento”, definindo novos valores para eventos de diversões públicas, a exemplo de circos e parques, no município de Juazeiro.

O projeto foi enviado à Câmara após polêmica no mês de maio, quando donos de estabelecimentos e músicos se revoltaram com o valor da cobrança, que aumentou em mais de 800%.

As taxas são em Valor de Referência Fiscal (VRF), com valor unitário de R$ 120,65; a  que incide sobre apresentação de voz e violão, por exemplo é igual a 0,40 VRL multiplicado por R$ 120,65 – que é igual a R$ 48,26. Os novos valores estabelecidos pela Lei Complementar podem ser conferidos acessando aqui.

Carnaíba: Prefeito mostra força na Câmara Municipal e deve emplacar polêmica redução de diárias dos servidores

Em Carnaíba (PE), no Sertão do Pajeú, um polêmico projeto de lei de autoria do Executivo Municipal vem rendendo assunto pelos quatro cantos da cidade. Orientados pelo prefeito Anchieta Patriota (PSB), os vereadores Alex Mendes, Victor Patriota, irmão Adilson, Antônio Chico, Cícero Batista e Everaldo Patriota querem reduzir as diárias do funcionalismo municipal de acordo com o projeto de Lei de Anchieta Patriota de N° 04/2017, que trata da disciplina e concessão de adiantamentos aos servidores para a realização de atividades administrativas fora da sede ou para realizações de eventos, feiras e programas especiais do município.  (mais…)

Ausências criticadas

Ainda dá o que falar a audiência pública realizada ontem (9) na Casa Plínio Amorim, que debateu o funcionamento do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) em Petrolina. Ou, pelo visto, o que está se falando mesmo é sobre a falta de debate. Pelo menos foi o que deixou transparecer a presidente do Sindicato dos Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares Rurais (Sintraf), Isália Damasceno.

Visivelmente chateada, ela não poupou de críticas à ausência da maioria dos vereadores, bem como de representantes do Poder Executivo à audiência.

Dos convidados, apenas seis vereadores efetivaram presença na Casa Plínio Amorim. Mesmo assim, metade deles foi embora antes do final da audiência. (Foto/divulgação)

Ipubi: Secretário vai à Câmara discutir melhorias na infraestrutura da cidade

Em Ipubi (PE), Sertão do São Francisco, a sessão ordinária de hoje (9) na Câmara Municipal foi movimentada. Os vereadores receberam o secretário municipal de Obras e Urbanismo, Helem Marcos, que foi à Casa discutir ideias e possíveis soluções referentes a esgotos, infraestrutura das estradas, calçamento de ruas, entre outros temas. As propostas englobam as zonas urbanas e rural do município.

Foram tratadas também de melhorias no trânsito da cidade, nas feiras livres e valorização das praças. Sobre o distrito de Serra Branca, Marcos assegurou que o serviço de iluminação pública será intensificado. Como já vem acontecendo, em todas as sessões um secretário da gestão do prefeito Chico Siqueira (PSB) vai à Casa Legislativa para apresentar as demandas do município. (foto/divulgação)

Oposição em Salgueiro pega no pé do prefeito Clebel

Os vereadores de oposição não estão facilitando para o prefeito de Salgueiro (PE), no Sertão Central, Clebel Cordeiro (PMDB). Um dos motivos continua sendo o reajuste salarial dos servidores municipais da educação, saúde, além de agentes de trânsito e profissionais de nível superior, técnicos entre outros. De acordo com o gestor, o município não tem como conceder reajuste.

Numa audiência pública realizada nesta semana para debater o assunto, Clebel voltou a ser criticado por alguns vereadores. O secretário de Planejamento e Administração do Município, Geraldo Júnior, participou do encontro e disse ter ficado magoado com o tratamento pelos servidores.  Citou a crise econômica como fator impactante na economia do município.

Clebel também já teve uma baixa no seu governo. O farmacêutico e empresário Edilton Carvalho entregou o cargo de secretário de Saúde antes mesmo dos 100 dias de governo. Ele pediu exoneração, mas o estranho é que Edilton  vinha com seu trabalho aprovado pela população. Parece que Clebel vai ter que se virar nos trinta. (foto/divulgação)

Vereadores de Juazeiro se mobilizam para tentar frear afogamentos no Rio São Francisco

Dezenas de vidas já foram ceifadas nos últimos meses num trecho do Rio São Francisco conhecido como ‘prainha’, na Orla Dois de Juazeiro (BA). A última morte registrada no local foi na segunda-feira (5), quando uma jovem de 18 anos tomava banho com o namorado e veio a óbito após se afogar.

Diante da situação, os vereadores da Casa Aprígio Duarte Filho resolveram tomar novas medidas para tentar frear essa onda de afogamentos nas áreas de banho em Juazeiro. Domingão da Aliança (PRTB) usou a tribuna na sessão ordinária de ontem (6) para informar sobre a reunião que participou na sede da Agência Fluvial de Juazeiro com o Capitão-Tenente Silvio Miranda Pinto Júnior, titular da agência´, da qual também participaram Gleidson Medrado (PSD), Fábio Luiz (PRB), Anastácio Assis (PCdoB), Jean Gomes (PT) e o presidente Alex Tanuri (PSL).

Domingão, que também perdeu seu filho vítima de afogamento em outubro de 2016 no mesmo local, prestou solidariedade aos pais da jovem, que era moradora do Bairro Antonio Guilhermino.

Audiência

Durante a reunião foi agendada uma audiência para esta quinta-feira (8), às 10h, na própria Agência, com representantes da Companhia de Segurança, Trânsito e Transportes de Juazeiro (CSTT), Secretaria de Meio Ambiente e Ordem Pública, Câmara Municipal de Juazeiro, Agência Fluvial de Juazeiro, 9º Grupamento de Bombeiros Militares (GBM) e Secretaria Municipal de Turismo.

Audiência pública discutirá impasse nas vendas de produtos dos agricultores familiares de Petrolina para PAA

Os agricultores familiares de Petrolina andam se queixando de dificuldades para vender seus produtos ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) do município. Diante do impasse, uma audiência pública está programada para a próxima semana, dia 9, na Câmara de Vereadores. Uma reunião nesta sexta-feira, 2, na Câmara de Vereadores, entre lideranças do Sindicato dos Agricultores Familiares de Petrolina (Sintraf) e representantes do Legislativo definiu a data da audiência.

Conversamos com os vereadores e queremos saber qual o impasse que está ocorrendo. Ano passado, vendíamos sem problemas, por isso fomos à Câmara solicitar ajuda dos vereadores para debatermos o assunto e buscarmos uma solução”, disse Isália Damascena, presidente do Sindicato dos Agricultores Familiares de Petrolina (Sintraf).

Conforme Isália, serão convidados para a audiência, representantes da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário, de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (Comsea), Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável de Petrolina e os próprios agricultores familiares.

“Buscaremos reunir o máximo de agricultores para resolver isso. Já entramos no mês de junho, logo começa o segundo semestre e os nossos associados correm o risco de perder sua produção”, revela a dirigente sindical. A reunião contou com os vereadores da oposição, Cristina Costa (PT), Paulo Valgueiro (PMDB), Domingos de Cristália (PMDB) e Gabriel Menezes (PSL).

 

 

Aliado de Miguel Coelho, Ronaldo Silva questiona secretária de Saúde sobre “carnaval de alugueis” da pasta

Aliado do prefeito Miguel Coelho (PSB), o vereador Ronaldo Silva (PSDB) se comportou quase como um oposicionista na hora dos questionamentos dos vereadores à secretária de Saúde de Petrolina, Magnilde Albuquerque. A gestora esteve na Câmara Municipal nesta quinta-feira, 1º, apresentando o relatório do primeiro quadrimestre da prestação de contas da Pasta.

Ronaldo pediu esclarecimentos sobre 14 alugueis que ainda seriam fruto da gestão anterior, e que permanecem na folha de pagamento da secretaria municipal. Num desses imóveis, o aluguel é de R$ 20 mil mensais. Ele avaliou tal despesa como desnecessária, já que o órgão poderia receber muitos dos serviços que estão ocupando os imóveis alugados.

“Eu creio que esses contratos devam ser revistos, ser feito o destrato. Tem imóvel, como a Casa de Apoio no Recife, que custa um absurdo. Então espero que a secretária reveja, ocupe espaços na estrutura pública da secretaria e acabe com esse carnaval de aluguéis”, enfatizou Silva.

Sobre o porquê de fazer um questionamento que poderia causar uma ‘saia justa’ à titular da Saúde, já que apoia o governo, o tucano disse que em primeiro lugar está “ao lado do povo”, seja que prefeito for. “Eu nunca tive lado, eu estou ao lado do povo. O que é errado, seja qual for o prefeito, estou aqui é para fazer as críticas construtivas, e não destrutivas”, disparou Ronaldo Silva.

Maioria dos petrolinenses reprova “assistencialismo” de vereadores na rede pública de saúde

A polêmica questão do “assistencialismo” de vereadores na saúde pública de Petrolina não só rendeu panos para mangas. Pode estar trazendo também o primeiro desgaste para a Casa Plínio Amorim na atual legislatura.

Pelo menos sob o ponto de vista da população petrolinense, essa história de haver vereador agilizando o atendimento de pacientes ao tirá-los das filas de espera, não foi bem assimilada. E diante da repercussão que o assunto ganhou na Câmara Municipal, é possível que as denúncias em relação a essa prática ganhem mais força.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br