Orocó: Problemas no saneamento básico em avenida levam vereador a fazer abaixo-assinado para cobrar solução da prefeitura

Em Orocó (PE), no Sertão do São Francisco, a questão do saneamento básico virou caso de abaixo-assinado. Foi essa a iniciativa tomada pelo vereador Ismael Lira, que protocolou o documento no gabinete do prefeito Gueber Cavalcanti com centenas de assinaturas de toda a comunidade. (mais…)

Operação policial em Orocó termina com prisão de vereador e do irmão dele

Uma operação realizada na madrugada de hoje (1) no Projeto Brígida, em Orocó (PE), Sertão do São Francisco, que contou com a participação de 28 policiais civis e 28 militares, resultou na prisão de um vereador da cidade e de um irmão dele.

Batizada de ‘Brígida’, a operação cumpriu oito mandados de busca e apreensão expedidos pelo juizado da Comarca de Orocó. O vereador detido é Manoel Cícero de Souza. Ele e o irmão, José Eudes de Souza, estavam armados com revólveres calibre 38, que foram apreendidos.

Segundo informações da Polícia Civil, o vereador já responde por tráfico de drogas e seu irmão, por homicídio e tráfico. Após o cumprimento dos mandados, os dois foram recolhidos à Cadeia Pública de Santa Maria da Boa Vista (PE), onde ficam à disposição da justiça. (Foto/Polícia Civil divulgação)

Vereador revela que prefeito Miguel Coelho pretende criar mutirões de regularização fundiária em Petrolina

Aliado do prefeito Miguel Coelho (PSB), o vereador Gaturiano Cigano (PRB), tem como pauta do mandato a luta pela regularização fundiária de bairros que continuam a depender dessa regulamentação em Petrolina. Mas o parlamentar tem boas notícias sobre o assunto para a população de bairros como João de Deus, Pedra Linda, Henrique Leite, Fernando Idalino, Pedro Raimundo e Cosme e Damião.

São bairros que foram estruturados pela Prefeitura, sem problemas para a execução do benefício, mas ainda se encontram sem essa regulamentação. Alguns já com quase 30 anos de fundação. Gaturiano afirma que a população está na expectativa para essa conquista tão aguardada.

“Eu tive conversando com o prefeito Miguel Coelho sobre esse assunto e ele gostou da ideia dos mutirões para realizar essas regularizações. Foram bairros criados pela Prefeitura e não terá nenhuma dificuldade em se colocar em prática essa ação, demanda antiga para quem vive nesses bairros. Miguel me confirmou que fará essa regulamentação o mais urgente possível“, frisou Gaturiano.

Vereador Júnior Gás não sabe se sai ou continua no mandato

Um mistério começou a rondar a Câmara de Vereadores esta semana: a continuidade ou não do mandato do vereador Junior Gás (PR). Suplente do partido, Júnior assumiu temporariamente a vaga deixada pelo titular Cícero Freire (PR), que alegou problemas de saúde para se licenciar.

Só que o prazo da licença já vence nesta sexta-feira (2/06), conforme revelou Júnior, que ainda não tem a menor ideia do seu destino.

“Por mim ficaria. Não conversei mais com o colega Cícero Freire. Minha expectativa é para continuar”, comentou. O vereador espera conversar com Cícero Freire antes do prazo de término da licença do colega. O presidente da Casa, vereador Osório Siqueira (PSB), explicou. “Terminando a licença, ou o titular do mandato renova o prazo do afastamento ou terá que retornar, conforme consta no regimento interno do Poder Legislativo”.

 

 

Edital do concurso da Câmara de Petrolina deve sair no segundo semestre

O presidente da Câmara de Vereadores de Petrolina, vereador Osório Siqueira (PSB), trouxe novidades sobre o concurso público do Legislativo, aguardado desde o ano passado pelos concurseiros de plantão. Conforme o presidente, várias empresas se apresentaram no dia 26 de maio à comissão organizadora do certame e levaram as propostas. Uma delas será escolhida para organizar o concurso.

“A nossa intenção é que o edital seja publicado no começo do próximo semestre, prazo para a escolha, contestações legais e elaboração do edital pela empresa vencedora da licitação. Nossa preocupação maior é que tudo saia com transparência e dentro da legalidade”, assinalou Osório.

Este será o primeiro concurso público da história do Legislativo petrolinense, que funciona com muitos servidores cedidos pela prefeitura. Serão mais de 20 vagas disponibilizadas nos três níveis de escolaridade: fundamental, médio e superior.

O concurso foi fruto de uma orientação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), que fizeram a exigência do certame, adequando a Câmara de Petrolina aos demais poderes legislativos do País.

Vereador do Recife ‘inventa’ novo linguajar e vira piada em redes sociais; assista ao vídeo

Um vereador do Recife (PE) protagonizou, na última semana, uma cena pitoresca e virou o centro das atenções nas mídias sociais. Marcos di Bira (PSDC) ‘inventou’ um novo linguajar ao ler a Ata da Sessão ordinária na Câmara da capital. Mesmo o fato tendo ocorrido na última semana, o vídeo só viralizou ontem (30).

A leitura da ata passou a ser cômica quando o vereador murmurou palavras incompreensíveis (se é que chegaram a ser palavras). O vídeo da leitura, que ganhou repercussão nas redes sociais, já conta com quase 10 mil compartilhamentos em uma página do Facebook. Quase 300 mil pessoas já assistiram ao vídeo.

Acompanhe:

“Paulo Câmara mentiu e fez o prefeito Miguel Coelho mentir também”, alfineta Ronaldo Silva

O vereador Ronaldo Silva (PSDB) foi à tribuna da Câmara de Petrolina na sessão plenária desta terça, 30, e abriu o verbo. Ele estava na bronca com o governador Paulo Câmara (PSB). O tucano não poupou o socialista e cobrou veementemente a verdade sobre a conclusão da obra da Praça da Juventude do Bairro João de Deus, na zona oeste, que se arrasta há oito anos.

Ronaldo acusou o governador de “mentir” sobre a intervenção, que é uma das mais aguardadas da cidade. E mais: ele disse que o prefeito Miguel Coelho (PSB) também foi induzido a mentir, diante da promessa não cumprida do chefe do Poder Executivo estadual.

“O senhor governador mentiu para a população do Bairro João de Deus, para o prefeito Miguel Coelho, e fez o prefeito também mentir para a população. Disse que entregaria a Praça da Juventude em março. Que março? Uma obra que é uma vergonha para o senhor, que não tem coragem ou vontade política de andar com ela, deixando o povo do João de Deus cada vez mais revoltado”, disparou o vereador.

Vereador Gabriel Menezes quer barrar “assistencialismo à saúde” praticado na Câmara de Petrolina

Uma prática antiga na Câmara Municipal de Petrolina encontrou uma voz que pretende colocar o tema na ordem do dia no Poder Legislativo. Trata-se do vereador de primeiro mandato, Gabriel Menezes (PSL), da bancada da oposição na Casa Plínio Amorim. Conforme argumentou, ele sempre achou essa prática negativa e que já o incomodava antes de se eleger. O tradicional ‘jeitinho’ que parte dos vereadores petrolinenses pratica para atender eleitores, em troca da longa espera dos cidadãos comuns, é para o parlamentar, uma forma desleal para com os demais petrolinenses que penam em filas nos postos e hospitais públicos para conseguir uma consulta ou um exame por mais simples que seja.

“A meu ver, isso está errado e vou focar nessa discussão na Casa Plínio Amorim. Não é justo uma pessoa comum, contribuinte como todas, esperar pela realização de um exame ou o resultado em média um, dois meses, porque vereadores assumiram essa prática de arrumar um jeito e furar a ordem de espera, conseguindo o mesmo procedimento em tempo ágil. Isso não pode acontecer. Essa prática está errada e vamos discutir isso sim”, frisou Gabriel.

Vereador chama a atenção para a situação da Ilha do Fogo em Petrolina

Um dos símbolos da região e ponto tradicional do Vale do São Francisco, a Ilha do Fogo – que fica entre os municípios de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) – tem uma série de necessidades a serem executadas em sua estrutura para que realmente se consolide como destino turístico.

Diante de sua importância histórica, a melhoria da Ilha do Fogo está na ordem do dia do vereador Aero Cruz (PSB), que chama a atenção para ordenamento e obras de infraestrutura na Ilha após visitar o balneário. O socialista assegurou que tem provocado essa discussão com a secretária Maria Elena (de Cultura, Turismo e Esportes). Inclusive ele revelou que a visita que fez à Ilha do Fogo foi acompanhada por técnicos da pasta.

Aero também pretende chamar o prefeito de Juazeiro, Paulo Bonfim (PCdoB) e os vereadores da vizinha cidade baiana para se integrar a essa recuperação de um dos cartões postais do vale.

 “O que vem funcionando são as pessoas, que mesmo com imensos problemas, visitam o espaço. Vamos buscar nos reunir na Comissão de Obras e convidar os colegas vereadores”, frisou. Aero listou o que é prioridade na ilha, como a construção de banheiros, grades de proteção e melhorias no acesso, serviços que precisam ser executados com maior urgência.

Vereador de Dormentes faz ressalvas à Caprishow 2017

O vereador de Dormentes (PE), Jeolândio Coelho, criticou a este Blog alguns detalhes ocorridos durante a Caprishow deste ano, evento de caprinos e ovinos realizado no município do Sertão do São Francisco.

Confiram:

Caprishow 2017: um grande evento que poderia ter sido melhor, se alguns organizadores não pensassem apenas em si

A Caprishow foi idealizada há alguns anos e, hoje, se consagrou como marco para nossa cidade. Dessa forma, qualquer prefeito em gestão tem o dever de apoiá-la. A festa é do nosso povo guerreiro e trabalhador, possuidor principalmente da força e da garra que os nordestinos têm. Tive a oportunidade de participar de todas as edições da Caprishow, sempre dando minha contribuição como cidadão dormentense, muitas das vezes colocando a mão na massa para ver as coisas darem certo, coordenando equipes ou sendo coordenado por alguém.

Sempre tentei colaborar fazendo minha parte, e, desde 2013, como Vereador do município, venho vivenciando situações diferentes. Faço parte da ASCOD (Associação dos Criadores de Caprino e Ovino de Dormentes) e, desde 2016, trabalho na pesagem dos animais. Este ano tive a oportunidade de ver mais um recorde: um animal com apenas segunda muda pesar 191,400 kg; mostrando a qualidade do rebanho da nossa região, bem como o zelo que os criadores têm para com os seus animais.

Vi uma cabra produzir em um único dia mais de 10 kg de leite. Fantástico! Tratando-se da festa à noite, pouco participei, pois estava um pouco doente. Mas reconheço a grande importância desse evento, pois ele proporciona a comercialização de animais, aquecimento do comércio local, financiamentos dos bancos e outras parcerias. Contudo, muitas vezes nos deparamos com uma triste situação: pessoas que pensam ser a festa patrimônio delas. Acredito e apoio a concepção de que a festa é patrimônio do nosso povo. Assim, manifesto a minha indignação e repúdio contra alguns fatos que vi acontecer.

Como fiscal do município que sou, sempre questionei o porquê da Secretaria de Infraestrutura organizar e fazer cobrança das taxas de camelôs, barraqueiros, ambulantes e similares, nas feiras semanais e, todavia, na Caprishow não há a cobrança das referidas taxas por parte da Secretaria citada, deixando que pessoas de outros setores, às vezes até sem vínculo com o município, façam este tipo de serviço com a vaidade de agir como se só elas soubessem organizar ou tivessem algum interesse em especial. Sobre isso, recebo muitos questionamentos e solicitarei explicações, seja através de requerimentos que serão apresentados no Plenário da Câmara Municipal ou através da Lei de Acesso a Informação nº 12.527/2011.

Este ano também presenciei algo que me entristeceu e envergonhou. Como de costume, todos os anos visito alguns camarotes, entre eles o do grande empresário Mateus Reis. Sendo proprietário de alguns lotes no local, sempre coloca o seu camarote individual, para onde leva funcionários, representantes comerciais, prefeitos de outros municípios e amigos de outras cidades que vêm prestigiar a festa. Infelizmente este ano ocorreu uma grande falta de respeito por parte de alguns organizadores. Por motivos de diferenças políticas, pela primeira vez na história do evento, colocaram os camarotes particulares (arrendados por um dos organizadores do evento) de forma a tomar 100% da visão do camarote do empresário para o palco principal.

Além de ser cidadão dormentense, esse empresário também investe e emprega, dando enorme contribuição para o crescimento de nossa cidade. Pelo que eu conheço do prefeito, essa desconsideração foi praticada sem sua autorização. Provavelmente tenha partido de pessoas que nunca saíram do poder, sempre buscando ficar perto de quem tem chances de ganhar, com a finalidade de tirar proveito de quem estiver no poder para de alguma forma tirar proveito em cima dos recursos do nosso povo.

Por motivos como tal a política brasileira está desacreditada, a corrupção não se limita a cenários de grande destaque e visibilidade em nossa política nacional. Pelo contrário, ela está presente em conjunturas menores também. Em Brasília, constantemente ouvimos falar em desvios de bilhões de reais por pessoas, grupos ou partidos políticos que sempre se aproximam de quem tem mais probabilidade de ganhar, a fim de sugarem do dinheiro público. Estejamos atentos a isso. 

Por fim, como ideia para o gestor, por receber algumas reclamações sobre o assunto, solicito a revisão da quantidade de dias do evento. Uma sugestão é ouvir todos os expositores, pois eles são os protagonistas da Caprishow.

Grato,

Jeolândio Coelho/Vereador-Dormentes (PE).

(Foto/arquivo reprodução)

‘Errando a mão’

Um vereador de Petrolina disse a este Blog, reservadamente, entender as divergências que vêm acontecendo nas últimas sessões da Casa Plínio Amorim. Afinal, segundo ele, o plenário é para isso mesmo. No entanto, o vereador acredita que alguns de seus colegas estão ‘errando a mão’.

“Acho que está havendo um pouco de exagero. De minha parte, por exemplo, ninguém vai me ver exaltado além da conta. Não sou disso”, afirmou. Recado mais direto, impossível.

Sem saber que Odacy e Lucas não foram convidados para audiência pública sobre Compesa, Osinaldo critica ausência de deputados

Um dos vereadores a usar a tribuna da Câmara de Petrolina durante a audiência pública que discutiu serviços de saneamento e atuação da Compesa em Petrolina, realizada ontem, 25, Osinaldo Souza (PTB) não poupou críticas aos deputados estaduais Odacy Amorim (PT) e Lucas Ramos (PSB), representantes do município na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), por estarem ausentes na discussão. Outra reclamação do petebista foi a falta também de um representante da Agência Reguladora do Estado (Arpe) na audiência pública.

“Por ser um órgão estadual, seria interessante estarem presentes. Não vimos interesse por parte dos deputados, nem da Arpe de participar do debate”, frisou o vereador.

A vereadora Cristina Costa (PT), autora do requerimento da audiência pública junto com o vereador Cícero Freire (PR), explicou ao colega que realmente não houve convites aos deputados por entender que eles não poderiam participar, por estarem em dia de reunião legislativa na Alepe. Quanto à Arpe, a vereadora acredita que a Armupe (Agência Reguladora de Petrolina) estava no debate, o que atendia a organização.

“Mas na sessão itinerante da Câmara, que acontece nesta quinta, dia 26,  no bairro Santa Luzia, fizemos questão de convidar todos os deputados, o prefeito Miguel Coelho, secretários, para debater esse assunto que há anos tira o sono dos moradores daquela região de Petrolina”, explicou.

Contrato

Em seu discurso na audiência pública, Osinaldo também sugeriu ao prefeito Miguel Coelho (PSB) rever o contrato do município com a Compesa. “Se tem mistério em rever essa concessão com a Compesa não sei, mas o que vemos é que nenhum prefeito conseguiu mudar essa situação e se conseguisse, Petrolina poderia estar bem melhor no quesito saneamento básico”, avaliou Osinaldo.

Gati erradica plantio de maconha em Santa Filomena na roça de vereador

Policiais do Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati) da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) erradicaram no final da tarde desta terça-feira, 26, uma plantação de maconha localizada no Sitio Seriema, zona rural de Santa Filomena, Sertão do Araripe.

Conforme informações, a roça seria de um vereador de Ouricuri. O plantio foi erradicado e queimado. A operação, segundo o Gati, conseguiu efetuar algumas prisões na operação. (Foto/divulgação)

 

 

Vereador diz que Miguel Coelho terá que rever áreas doadas em troca de extinção do Ceape

A polêmica desativação do Ceape, antigo centro de abastecimento de Petrolina, continua rendendo assunto para o vereador governista Ronaldo Cancão (PTB). Agora ele revela que o prefeito Miguel Coelho (PSB) terá que rever o processo de doação de terrenos ocorrido na gestão passada, em troca do extinção do equipamento.

Segundo o petebista, cerca de 40 permissionários não receberam esses terrenos e reclamam na justiça o cumprimento da lei votada na Câmara para a desativação do Ceape. Cancão fez questão de lembrar que votou contra a matéria ocorrida na legislatura passada.

“Quero a reversão de área, a relação dos contemplados e quem vendeu as áreas que a lei de desativação do espaço não permitia. Todas as doações foram feitas na gestão passada e vêm ocorrendo essas irregularidades. Permissionários que têm direito à área e que não foram contemplados. Todos estão com ação na justiça e o prefeito terá que rever os terrenos de quem cometeu irregularidades nesse processo, caso contrário irei procurar o Ministério Público”, alertou Cancão.

Mobilidade do Dom Avelar na pauta do vereador Edilsão do Trânsito

Os problemas de mobilidade no bairro Dom Avelar, zona norte de Petrolina, são motivos de queixas da população e o vereador Edilsão do Trânsito (PRTB) visitou algumas ruas para conhecer a situação e fortalecer as reivindicações da comunidade.

Edilsão visitou as Ruas do Pensamento, da Ordem e da Felicidade. Durante a vistoria o vereador ouviu os pedidos dos moradores e levou as demandas à Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade.

“Na Rua da Ordem e Rua do Pensamento a principal cobrança dos moradores é a recuperação da pavimentação que praticamente nem existe mais e na Rua da Felicidade é preciso que seja feito desde o cascalhamento até a pavimentação” destacou.

Outro bairro com problemas na infraestrutura é o Parque Massangano. No último dia 09 a Associação de Moradores realizou uma reunião com alguns vereadores de Petrolina e após ouvir as cobranças, Edilsão se prontificou a cobrar a inserção de uma linha de ônibus no bairro, assim como a limpeza.

Em resposta a Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA), ele informou que a linha de ônibus exclusivamente para o bairro somente será implantada após serem executadas as obras de saneamento e pavimentação do Parque Massangano.

Quanto a limpeza, o vereador esteve no local esta semana para acompanhar a execução do serviço e agradeceu ao Poder Executivo pelo compromisso com os pedidos apresentados. (Foto: Ascom)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br