Tudo pelo compromisso: Edilsão do Trânsito participa de audiência na Casa Plínio Amorim fardado de agente

Concursado da Prefeitura de Petrolina no setor da AMMPLA, o vereador Edilsão não pensou duas vezes em participar da audiência pública que discutiu na Casa Plínio Amorim, na última sexta-feira (30/06), várias questões pertinentes ao Rio São Francisco. Como ainda ia cumprir seu expediente como funcionário público, ele foi fardado de agente de trânsito para o debate.

Defensor intransigente do Velho Chico, Edilsão já denunciou ao Ministério Público alguns condomínios da cidade, e até a direção da penitenciária, por despejar esgoto direto no rio. Portanto, o vereador fez questão de participar da audiência, o que só reforçou seu compromisso com a causa ambiental da região.

Em audiência pública sobre interligação das bacias, Ronaldo Cancão lamenta dados sobre revitalização do Velho Chico

Um dos autores da audiência pública sobre a interligação das bacias dos Rios Tocantins e São Francisco,  que está acontecendo neste momento na Casa Plínio Amorim, o vereador Ronaldo Cancão (PTB) apresentou números desanimadores quanto à revitalização do Velho Chico.

Baseando-se em dados do Tribunal de Contas da União (TCU), Ronaldo Cancão afirmou que dos R$ 8,7 bilhões no Orçamento do governo federal para ações como desassoreamento do rio, até o momento apenas R$ 1,3 bilhão saíram do papel.

A audiência conta com a participação de representantes das Prefeituras de Petrolina e Juazeiro (BA), da 3ª Superintendência Regional (SR) da Codevasf e do deputado federal Gonzaga Patriota – autor do projeto da interligação das bacias -, entre outros convidados. Mais detalhes da audiência pelas próximas horas.

Após dois meses de ação conjunta de limpeza, nível de oxigênio no Velho Chico passa dos 500% na margem de Petrolina

Um estudo realizado pela Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), em parceria com a 3ª Superintendência Regional (SR) da Codevasf e o Instituto Federal de Ciência, Tecnologia e Educação do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), diagnosticou na semana passada que a qualidade da água do Rio São Francisco na orla de Petrolina está melhor graças ao trabalho desenvolvido pela prefeitura no Projeto ‘Orla Nossa’, que atua na revitalização do Velho Chico.

A tarefa de eliminar pontos de esgoto que caíam no rio, realizada pela Secretaria de Infraestrutura, Habitação e Mobilidade (SEINFRAHM) juntamente com a Compesa, e a remoção de boa parte das baronesas acumuladas às margens do São Francisco foi essencial para a elevação do oxigênio diluído na água, que saiu de 1,3 mg/L para 8,1 mg/L. Um aumento significativo que ultrapassa os 500%, superando o recomendado pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) para um corpo de água doce de classe 1 – que é 6,0 mg/L.

Além disso, também houve avanço em outros aspectos da água, como turbidez, transparência, pH, salinidade, além da presença de nitratos provenientes de esgoto.

De acordo com o gerente de Projetos da AMMA, Victor Flores, esses indicadores revelam que mesmo em pouco tempo, o trabalho de recuperação do rio está dando certo. “Nós ficamos muito felizes com os resultados dos estudos, que são monitorados desde janeiro (…) Ainda há muito a ser feito e o trabalho deve e precisa continuar com a mesma força que teve até agora“, destaca.

Peixamento

Outro ponto positivo do resultado do estudo da qualidade da água do Velho Chico é que agora os ambientalistas da Codevasf têm a segurança científica para poder realizar um peixamento no rio. A ação está marcada para o próximo dia 5 de junho, data em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, e será mais um marco da recuperação do Velho Chico, já que 20 mil alevinos da espécie nativa Piau vão voltar a povoar o rio nas margens de Petrolina. (Fonte/foto: Ascom PMP)

Águas do Velho Chico serão cenário para 3ª Expedição de Jet Ski para Xingó

As águas do Rio São Francisco vão ser novamente cenário de muita adrenalina. Trata-se da 3ª Expedição de Jet Ski para o Xingó, promovida pelo Grupo Jetbrothers. De acordo com os organizadores, o evento contará com mais de 80 pessoas e mais de 40 jet skis. A expedição acontecerá de sexta (28) até a próxima segunda-feira (1° de maio).

Só para se ter uma ideia, as expedições anteriores consistiram em passeios no Lago de Sobradinho (BA), saindo de Petrolina e subindo o rio, até chegar às dunas de Casa Nova (BA) e à Ilha da Fantasia.

Os participantes também já foram à Vinícola Rio Sol, passando pelo Balneário das Pedrinhas. Além do lado esportivo e turístico o Jetbrothers também pretende, com a iniciativa, colaborar para a preservação do Velho Chico.

Degradação do Velho Chico aumenta a olhos vistos. E as providências?

O cenário de descaso que atinge o Rio São Francisco, há muito tempo, não deixa de ser criticado por leitores deste Blog. (mais…)

Acordo entre Ministério da Integração e Governo de SP antecipará chegada da água do Velho Chico a Pernambuco e Paraíba

canal transposição cabrobóO ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, solicitou ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, a disponibilização de quatro conjuntos de motobomba e outros equipamentos da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) para antecipar a chegada da água do Rio São Francisco aos estados da Paraíba e de Pernambuco. O Termo de Cessão de Uso não Oneroso foi assinado nesta segunda-feira (26) pelo ministro e o governador durante cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo (SP). Estiveram presentes a vice-governadora da Paraíba, Lígia Feliciano, e o presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Roberto Tavares.

Na reta final de conclusão do Projeto de Integração do Rio São Francisco e com ritmo avançado das obras, a preocupação do Governo Federal é assegurar que todas as medidas possíveis sejam adotadas para acelerar a entrega de água à população castigada pelo quinto ano seguido de seca.

O empréstimo dos equipamentos – utilizados durante o período de restrição hídrica em São Paulo – vai acelerar a passagem da água pelas estruturas já construídas do Eixo Leste do Projeto São Francisco e permitir que os paraibanos, principalmente, os moradores da cidade de Campina Grande, sejam beneficiados ainda no começo de 2017. A Paraíba é um dos estados mais castigados pelos seguidos anos de estiagem que atingem toda a região Nordeste.

O maquinário será levado ao canteiro de obras do Projeto São Francisco, em Floresta (PE), no Sertão de Itaparica, e será instalado dentro do reservatório de Braúnas, onde as bombas vão elevar as águas do Velho Chico para abastecer o próximo reservatório, de Mandantes, no mesmo município. A previsão é de que esse procedimento acelere o caminho da água e encurte em até 30 dias a chegada das águas ao município de Monteiro, primeira cidade paraibana a ser beneficiada. De Monteiro, as águas seguirão pelo rio Paraíba até Campina Grande (PB). A equipe técnica do Ministério da Integração Nacional está estudando também a possibilidade de utilização das bombas no reservatório de Campos, em Sertânia.

Motobomba

Serão disponibilizados quatro conjuntos de motobomba flutuante, com capacidade de 2 metros cúbicos por segundo (m³/s) cada e potência de 350 CV; dois conjuntos girantes completos com motores de 175 CV e 440 V; oito inversores de frequência com capacidade de 250 CV e tensão 440 V cada; um Quadro Geral de Baixa Tensão (QGBT) classe isolação 1 kV; 1.800 metros de tubos de Polietileno de Alta Densidade (PEAD) de 1.000 mm de diâmetro; oito reduções metálicas de diâmetro 1000 mm para 700 mm; oito acoplamentos colarinho/flange, de diâmetro 1000 mm; e 1.360 metros de cabos isolados de secção com mm² diferentes.

O Ministério ficará responsável pelas despesas de transporte e seguro dos equipamentos durante o período de uso, que tem previsão de 120 dias. As informações são do Ministério da Integração. (foto/arquivo Blog)

Cenário antigo: Lixo cada vez aumenta mais nas margens do Velho Chico em Petrolina

lixo margens velho chico

O cenário é tão antigo quanto o alerta dos ambientalistas: o lixo que atinge as margens do Rio São Francisco, do lado de Petrolina, chama cada vez mais a atenção.

Em contrapartida, as ações do Poder Público para coibir o problema caminham a passos de tartaruga. A foto foi registrada por um leitor do Blog, que reforça o clamor por providências.

Em evento, ministro garante que obras de integração do Velho Chico estão “aceleradas e acima da média”

helder-barbalhoAs obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco, que garantirá segurança hídrica a mais de 12 milhões de pessoas nos Estados do Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte, estão em ritmo acelerado e com média de execução acima da que vinha sendo registrada antes da gestão do presidente Michel Temer. Em paralelo, e para assegurar água em quantidade e qualidade para a população, o Governo Federal lançou o programa de revitalização do Rio São Francisco – o ‘Novo Chico’ -, que está investindo em obras de tratamento de resíduos sólidos.

As afirmações são do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, durante o Seminário Nacional de Saneamento Sustentável, realizado nesta terça-feira (29), em Brasília. “É fundamental agirmos de maneira rápida sob pena do rio São Francisco ficar comprometido e também ter a sua oferta hídrica prejudicada. Como rio da integração nacional, é ele que vai ofertar água para os estados que compõem a transposição”, explicou.

De acordo com Helder Barbalho, as obras do Projeto de Integração estão em plena execução. Sobre a revitalização do São Francisco, o ministro destacou que existe uma ampla carteira de investimentos dos Ministérios das Cidades e da Integração Nacional destinada às obras de esgotamento sanitário nas mais de 500 cidades que compõem a bacia hidrográfica do rio.

“Além de garantirmos a qualidade da água, temos também que ter segurança sobre a sua quantidade. Diversos esforços estão sendo trabalhados por órgãos federais para otimizar os recursos para a irrigação, recomposição e proteção de nascentes e matas ciliares. As ações estão dentro do portfólio construído por nós e que será executado pelos próximos dez anos“, explicou. As informações são do Ministério da Integração. (foto/arquivo divulgação)

Brincadeira criada por estudantes de faculdade em Juazeiro ajuda a conscientizar população sobre problemas do Velho Chico

brincadeira-estudantes-fasj-rio

Se muitas pessoas ainda não têm noção dos sérios problemas ambientais que afligem o Rio São Francisco, ao menos as iniciativas para mudar essa realidade começam a aparecer. E de onde deveria.  Estudantes do 4º período do curso de Publicidade e Propaganda da FASJ idealizaram a campanha ‘Salve o Futuro do Velho Chico’. Eles criaram a brincadeira para conscientizar a população a respeito do tema.

A brincadeira funcionará como uma espécie de “caça ao tesouro” no mundo real, onde o mapa estará disponível nas redes sociais da campanha: FanPage no facebook e Perfil no instagram.

O tesouro serão vouchers, que estarão espalhados em alguns pontos de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE) e que valerão brindes específicos. Ao longo dos dias serão lançadas dicas e charadas sobre a localização dos vouchers, para que as pessoas possam encontrá-los.

Os participantes poderão ganhar diversos prêmios das empresas parceiras da brincadeira. Logo depois que o voucher é encontrado, a pessoa que o achou deverá fazer um registro fotográfico segurando o objeto no local da descoberta.

Quem quiser acompanhar a brincadeira pelas redes sociais para ganhar prêmios e contribuir com o rio, é só acessar:

www.facebook.com/salveofuturodovelhochico

www.instagram.com/salveofuturodovelhochico

 

Colégio da rede estadual de Juazeiro promoverá nesta quinta 2° ‘Caldeirão Cultural’ voltado à causa do Velho Chico

caldeirao-culturalMais uma instituição de ensino de Juazeiro engaja-se na causa ambiental em prol do Rio São Francisco. O Colégio Cecílio Mattos, da rede estadual de ensino, promoverá nesta quinta-feira (24) a 2ª edição do ‘Caldeirão Cultural’, que acontecerá no Centro de Cultura João Gilberto, a partir das 17h.

A programação contará com exposição fotográfica e apresentações de dança teatro e música, que mostrarão um pouco da história do município e a preocupação pela qual todos os ribeirinhos devem ter com o Velho Chico.

Mergulhadores promovem ação ambiental no Velho Chico e equipe do Blog comenta

Vídeo Blog: Representante do CBHSF crê em novos rumos para revitalização do Velho Chico

Em novo mutirão ambiental, grupo de mergulhadores retira até placa de sinalização jogada no Velho Chico

mergulhadores-mutirao-rio-sao-francisco

Em mais um mutirão ambiental em prol do Rio São Francisco, um grupo de mergulhadores de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA), com apoio de caiaqueiros, se juntou para retirar vários objetos despejados nas águas do Velho Chico. (mais…)

Salve, Chico

img_8658

Novo colegiado do CBHSF toma posse com desafio de implementar revitalização do Velho Chico

rio são francisco

O novo colegiado do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) tomou posse em Belo Horizonte (MG), para um mandato de quatro anos. Nesta gestão, os novos integrantes terão como desafio firmar a tão reivindicada revitalização do Velho Chico, por meio de ações sustentáveis que vão desde a implantação de obras de infraestrutura hídrica a trabalhos de educação ambiental ao longo do Rio da Integração Nacional. O reitor da Univasf, Julianeli Tolentino, é um dos que fazem parte do colegiado.

Todo o processo de renovação dos 124 membros, distribuídos entre titulares e suplentes, foi conduzido pela Câmara Técnica de Articulação Institucional (CTAI), que assegurou ao processo a eleição dos segmentos representativos da entidade, como abastecimento urbano, indústria e mineração, irrigação e uso agropecuário, hidroviário, pesca, turismo e lazer, hidroeletricidade, Organizações Não Governamentais (ONGs), organizações técnicas de ensino e pesquisa, comunidades tradicionais, povos indígenas, consórcios, associações intermunicipais ou de usuários, além dos poderes público municipal, estadual e federal.

Como primeira tarefa os membros terão de eleger a nova diretoria colegiada do CBHSF, integrada pelo presidente, vice-presidente, secretário e coordenadores das Câmaras Consultivas Regionais do Alto, Médio, Submédio e Baixo São Francisco). O mandato também será para quatro anos.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por agencialaguz.com.br