Sento-Sé: População começa a ser vacinada contra a febre amarela

O município de Sento-Sé, no norte da Bahia,deu início à campanha de vacinação contra a febre amarela nos distritos, zona rural da cidade. Foram destinadas 500 doses para a vacinação dos primeiros locais, o distrito de Piri, seguido do Piçarrão. Mais doses serão disponibilizadas para o restante da população do interior. O calendário completo pode ser conferido acessando aqui.

A vacinação no interior de Sento-Sé seguirá as determinações da Secretaria de Saúde do Estado, contemplando bebês de nove meses a adultos de 59 anos de idade – depois dos 60 anos só com prescrição médica. Após a primeira dose aos nove meses, haverá um reforço aos 4 anos; a partir dos 5, quem já tem duas doses não precisa mais se vacinar, e quem não tem toma uma dose e reforço após 10 anos. Vale lembrar que esse público-alvo não deve ter doenças como câncer, nem seja HIV positivo ou alérgico a proteína do ovo e a gelatina e não fazer uso de medicamentos como corticoide. Gestantes ou que estejam amamentando também não serão vacinadas.

Para receber a imunização, os moradores do distrito deverão estar munidos de documento de identidade. O atendimento vai acontecer das 8h às 12h e das 14h às 17h, nos postos de saúde e escolas no interior que não tem posto, até dia 20 de março. Mais informações pelo telefone do Setor de Vigilância em Saúde, na Secretaria de Saúde: (74) 3537-2592.

Petrolina descarta risco sobre surto de febre amarela

Desde a semana passada, quando um surto de febre amarela no Estado de Minas Gerais ganhou os noticiários do país, aumentou a procura por vacina contra a doença. Diante disso, a Secretaria Municipal de Saúde de Petrolina tranquiliza a população de que não há riscos da doença na cidade. A diretora técnica de saúde, Ana Carolina Freire, deixa claro: “não somos área de risco, nem fazemos fronteiras com essas áreas. A população não precisa ficar assustada”.

Petrolina tem duas Unidades de Saúde de Referência para vacinação contra febre amarela. A AME Amália Granja, localizada no Bairro Vila Mocó, nas imediações do Parque Josepha Coelho, e a AME Roza Maria Ribeiro, no Bairro Gercino Coelho, próximo à Rodoviária. A vacinação contra febre amarela começa a ser aplicada a partir das 10h e segue até às 17h, de segunda a sexta-feira.

A vacinação é feita apenas para quem pretende viajar para regiões consideradas de risco da doença pelo Ministério da Saúde, como os Estados das Regiões Norte, Centro-Oeste e algumas cidades do Sul. É importante tomar a vacina 10 dias antes da viagem. “As pessoas podem ir às unidades de saúde de referência e apresentar o comprovante de viagem, que pode ser o tíquete da companhia de transporte aéreo ou terrestre”, explica Ana Carolina.

No calendário de vacinação, a dose deve ser aplicada em crianças a partir dos nove meses de vida, com reforço após 10 anos. Gestantes e mães em fase de amamentação não podem tomar a vacina. Também não podem ser vacinadas pessoas com doenças autoimunes, como Aids e lúpus.

Vacinação contra a febre aftosa em Pernambuco fica acima da meta do Ministério da Agricultura

A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) alcançou 94,4% de cobertura, na segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa, realizada no mês de novembro do ano passado. O percentual é acima do mínimo de 90% exigido pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Nessa segunda fase foram imunizados 1.787.661 bovídeos, de um rebanho correspondente a 1.893.393 animais. “Intensificamos a orientação sobre a importância da vacinação para a pecuária pernambucana e esse trabalho tem proporcionado resultados satisfatórios, sempre superiores ao percentual recomendado pelo MAPA”, explicou o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota.

Pernambuco é reconhecido internacionalmente como área livre de febre aftosa com vacinação desde 2014.  “Os dados comprovam que os produtores estão comprometidos com a sanidade animal do nosso Estado, imunizando seu rebanho e declarando nos escritórios da Adagro“, pontuou a presidente da Adagro, Erivânia Camelo.

A Campanha é realizada duas vezes por ano, nos meses de maio e novembro, em quase todos os estados da federação, como determina o calendário anual do Ministério da Agricultura. A febre aftosa é uma doença altamente contagiosa, que atinge bois, búfalos, cabras, ovelhas e porcos, mas apenas os bovinos e bubalinos podem ser vacinados. O vírus causa febre, ferimentos na boca, garganta e na pele ao redor dos cascos. Os animais ficam bastante debilitados, produzindo muita saliva, parando de andar e comer. (fonte: Ascom SARA/foto arquivo divulgação)

Vacinação contra HPV em meninos começa nesta terça-feira em Petrolina

A Secretaria de Saúde de Petrolina começa nesta terça-feira (10) a vacinar os meninos com idades entre 12 e 13 anos contra o Papilomavírus Humano (HPV). O órgão municipal recebeu do Ministério da Saúde 2.500 doses de vacinas. Esse volume é para atender a demanda do mês de janeiro.

O objetivo é prevenir esse público contra câncer de pênis e lesões pré-cancerosas. Recebendo a vacina, os meninos colaboram para a redução dos índices de câncer de colo nas mulheres, doença que causa morte, já que é a população masculina a responsável pela transmissão do HPV.

A meta é vacinar. Em todo o ano de 2017, aproximadamente 6.453 meninos. As meninas entre 9 e 14 anos também continuarão a receber a HPV. Depois da primeira dose, a vacina deverá ser repetida seis meses depois para completar a imunização.

A vacinação começará na sede do município, nas AMES e Unidades Básicas de Saúde (UBSs), nesta terça, e até sexta-feira (13) nas unidades de saúde do interior. Em 2016 foram imunizadas 1.330 meninas contra o HPV em Petrolina. A Secretaria ressalta a importância de os adolescentes levarem o cartão de vacinação.

Novidade

Será introduzido no calendário de vacinação a Meningo C, contra a meningite do tipo C. O público alvo é de meninos e meninas com idade entre 12 e 13 anos. Foram disponibilizadas 1.056 doses para as unidades de saúde. A Meningo C é aplicada em dose única. Os postos de saúde da sede funcionam de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. Na zona rural, das 8h às 13h. as informações são da assessoria. foto/divulgação)

Segunda etapa de vacinação contra febre aftosa em Pernambuco começará na próxima semana

vacinacao-febre-aftosa-adagroA segunda etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa irá acontecer de 1º a 30 de novembro no Estado de Pernambuco. Todo o rebanho bovino e bubalino deve ser imunizado. Mesmo com o estatus de área livre da aftosa, autoridades sanitárias do Estado alertam que é preciso continuar protegendo os animais da doença. A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado (Adagro) espera imunizar mais de 90% do rebanho, que hoje é de cerca de 1,9 milhões de animais.

Em Pernambuco, mais de 99 mil produtores rurais são obrigados a adquirir a vacina nas casas agropecuárias e declarar nos escritórios da Adagro a vacinação. O criador que não vacina fica impedido de tirar a Guia de Trânsito Animal (GTA) e não pode se cadastrar em programas do governo estadual, além de pagar multa de no mínimo R$ 60,00.

A vacina só é eficaz se conservada no gelo. Para evitar o estresse dos animais, é recomendada a aplicação nas horas mais frias do dia, pela manhã ou no fim da tarde. Os animais recém-nascidos também devem ser imunizados. (foto/divulgação)

Comunitária petrolinense questiona horários de vacinação nos postos de saúde

VacinaçãoO horário de vacinação nos postos de saúde em Petrolina está gerando questionamentos por parte da comunidade. É o caso da moradora Marta Melo.

Segundo ela, as mães que chegam aos postos antes das 9h e depois das 11h não estão conseguindo as vacinas. Pela tarde, das 14h às 16h, também não.

Segundo Marta, o que foi repassado a ela pela Secretaria Municipal de Saúde é que o atendimento nos postos é das 8h às 12h e das 14h às 16h, ou seja, dentro do previsto. O Blog entrou em contato com a assessoria da Prefeitura de Petrolina, através de e-mail, na última segunda-feira (26), e ainda não obteve resposta.

Vacinação contra raiva continua sendo oferecida no Centro de Zoonoses de Petrolina

cms-image-000465456O período oficial da Campanha de Vacinação Antirrábica já se encerrou, mas a vacinação contra raiva continua acontecendo no Centro de Controle de Zoonoses de Petrolina (CCZ). Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ao todo, 32.475 cães e gatos já foram imunizados na cidade.

Os animais que ainda não foram vacinados devem ser levados ao CCZ, localizado na Rua Pedra do Bode, s/n°, Jatobá, de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 14h às 16h30. O animal precisa ter mais de 3 meses de vida para tomar a vacina.

 

Juazeiro vacina 90% do público-alvo contra a gripe H1N1, mas campanha prossegue até próxima terça

Em Juazeiro (BA), a campanha de vacinação contra a gripe H1N1 foi prorrogada até a próxima terça-feira (31). Segundo a Secretaria de Saúde, até o momento cerca de 40 mil pessoas foram imunizadas, o que representa 90% da meta estabelecida pelo Ministério da Saúde.

O público-alvo que necessita atingir a meta estabelecida são pessoas com 60 anos ou mais de idade, crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias) e gestantes. A meta é vacinar no mínimo 80% das 44 mil pessoas que pertencem a esses grupos.

A vacina está disponível nas unidades básicas de saúde das 8h às 12h e das 14h às 17h, na zona urbana, e das 7h30 às 13h na zona rural. A vacina protege contra os três subtipos do vírus determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para este ano. São eles: A/H1N1; A/H3N2 e influenza B.

Secretaria de Saúde de Petrolina prorroga campanha de vacinação contra gripe H1N1

vacinação-A vacinação contra a gripe H1N1 foi prorrogada em Petrolina até o dia 3 de junho. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, até o momento já foram vacinadas 42.832 (75,81%) das pessoas que fazem parte do grupo prioritário. A meta é vacinar 80% do público-alvo contra os vírus H1N1, H3N2 e B.

A campanha é direcionada a idosos, gestantes, crianças de seis meses a menores de cinco anos, trabalhadores da saúde, puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto), pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

As Unidades de Saúde funcionam de segunda a sexta, das 8h às 17h (zona urbana) e das 7h às 14h (zona rural). (foto/divulgação)

Vacinação contra febre aftosa começa neste domingo

imagesComeça neste domingo (1º) e segue até 31 de maio em Pernambuco a  primeira etapa de vacinação contra febre aftosa. A imunização de todos os bovinos e bubalinos é obrigatória por lei, independente da idade do animal. Na segunda-feira (2), todas as farmácias veterinárias cadastradas já estarão disponibilizando doses da vacina que devem ser adquiridas pelos criadores pernambucanos.

(mais…)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br