Grupo de Estudos de Gênero e Sexualidades da Univasf está com inscrições abertas para novos participantes

O Grupo de Estudos de Gênero e Sexualidades da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) está com inscrições abertas, até o dia 3 de março, para interessados em participar das ações que serão desenvolvidas durante este ano. Podem se inscrever estudantes, profissionais ou qualquer pessoa que queira s e aprofundar nessa temática. O grupo surgiu há dois anos e possui uma proposta interdisciplinar para a discussão da igualdade de gênero.

Para se inscrever, o interessado deve enviar e-mail para selecao.sexualidades2017@gmail.com, informar nome completo e contato telefônico e anexar uma carta de intenção, com no máximo uma página, sobre o interesse em participar das atividades. A primeira reunião acontecerá no dia 4 de março, às 8h30, na sala 10 do Bloco de Salas de Aula, localizado no Campus Petrolina Sede, para definir as ações que serão realizadas durante o ano.

O grupo realiza pesquisa, extensão e intervenções junto à comunidade, e conta também com a participação de professores e profissionais da Univasf da área da saúde. De acordo com coordenadora do grupo, a professora do Colegiado de Psicologia, Sâmella Vieira, “o objetivo é lutar pela igualdade de gênero e fazer uma discussão de igualdade de forma mais ampliada, garantindo o direito sexual das pessoas”, frisou.

MEC já garantiu mais de R$ 4 milhões para modernização de centro cirúrgico do HU

Administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC), o Hospital Universitário (HU) de Petrolina já recebeu, desde 2016, mais de R$ 4 milhões para a compra de equipamentos cirúrgicos. Os recursos foram liberados pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, através da EBSERH.

“Recentemente, a equipe de neurocirurgiões passou a ter à disposição um aspirador ultrassónico, utilizado na remoção de tumores cerebrais e do sistema nervoso central”, anunciou Mendonça Filho. O HU, que atualmente faz parte da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), é o único hospital da região detentor do aparelho que, através de um feixe de ultrassom, desprende apenas o tecido lesado, e com o sistema de sucção, remove o tumor de maneira minimamente invasiva.

As melhorias no aparato tecnológico do bloco cirúrgico já contribuíram para o número expressivo de 388 neurocirurgias realizadas em 2016. Somente em dezembro, foram 49 cirurgias. Esses números são ainda mais significativos quando se considera o alto grau de complexidade desses procedimentos, já que, em média, uma neurocirurgia leva no mínimo quatro horas para ser concluída.

De acordo com o chefe da Unidade Neuromuscular, Ricardo Brandão, a disponibilidade desses equipamentos é importante tanto para os pacientes quanto para os profissionais. “Ajuda muito a equipe, pois proporciona um conforto maior para quem está operando, aumentado a margem de segurança do neurocirurgião. O tempo cirúrgico e o tempo anestésico são abreviados, o que diminui todas as complicações que poderiam advir disso“, disse.

Reforço

Brandão ainda destacou que a aquisição dos aparelhos oportunizou a realização de procedimentos de alta complexidade sem a necessidade de transferir pacientes para centros maiores, como Recife ou Salvador. Ao longo de 2017, novos equipamentos reforçarão a estrutura do bloco cirúrgico do hospital, conforme afirmação do chefe do Setor de Infraestrutura Física, Carlos Henrique Melo. “Em 2016 foi investido mais de R$ 1 milhão na modernização do centro cirúrgico. Além disso, foram investidos mais de R$ 3 milhões na compra de equipamentos que chegarão nos próximos meses. As seis salas no bloco cirúrgico estão sendo preparadas para terem porte para grandes cirurgias, após sete anos. Anteriormente, havia apenas duas com capacidade para estes procedimentos”, explicou. As informações são da assessoria. (foto/divulgação)

Univasf divulga 1ª Convocação da lista de espera do Sisu 2017 e alerta candidatos

Foi divulgada a 1ª Convocação da lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2017 para os cursos de graduação da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). De acordo com a Comissão Gestora do Processo Seletivo para Ingresso nos Cursos de Graduação (PS-ICG) 2017, serão preenchidas 705 vagas remanescentes nos 28 cursos de graduação presenciais da instituição, com entradas nos dois semestres letivos do ano. Os candidatos deverão confirmar seu interesse em permanecer na lista de espera da Univasf, nos próximos dias 13 e 14 de março.

Com este objetivo, a instituição está chamando nesse primeiro momento um número 15 vezes maior que a quantidade de vagas remanescentes de cada curso, por modalidade de concorrência. Os candidatos deverão comparecer, pessoalmente ou por meio de procurador, à Confirmação da Permanência na Lista de Espera (CPLE) da Univasf, nos dias 13 e 14 de março, das 8h às 11h e das 14h às 17h, conforme sua opção de curso/campus/modalidade como disposto no Anexo 1 da Portaria Nº2/2017.

Esta confirmação é obrigatória para que o candidato continue concorrendo às vagas remanescentes. Aqueles que mesmo sendo convocados não comparecerem à CPLE perderão o direito de continuar na lista, concorrendo a uma vaga. Os candidatos que registrarem presença na CPLE serão classificados por ordem decrescente de nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016. Os candidatos que forem classificados dentro do número de vagas disponíveis realizarão a matrícula nos dias 15 e 16 de março.

Candidatos convocados nas vagas reservadas para os Grupos L1 e L2 (renda per capita de até 1,5 salário mínimo) devem preencher o questionário socioeconômico, através do endereço eletrônico do Sistema de Avaliação Socioeconômica (Sase) e postar os documentos comprobatórios até as 16h do dia 16 de março. O procedimento pode ser consultado em Nota da SRCA sobre o procedimento.

Matrículas

As matrículas serão realizadas nos dias 15 e 16 de março nos campi onde o curso selecionado pelo candidato é ofertado, exceto os convocados para os cursos ofertados nos campi de Petrolina e Juazeiro (BA), cujas matrículas serão concentradas no Campus Juazeiro. Os documentos necessários para a matrícula estão disponíveis no edital n°1 do PS-ICG 2017. Os candidatos que participaram da CPLE, mas não foram classificados dentro do número de vagas, irão integrar a lista de remanejamento e poderão ser convocados para matrícula posteriormente, caso haja desistências. Todas as informações referentes ao PS-ICG 2017 estão disponíveis no Portal do Processo Seletivo. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone da Secretaria de Registro e Controle Acadêmico (SRCA) – (87) 2101-6764 – e pelo e-mail srca@univasf.edu.br.

Professora sofre tentativa de assalto dentro do campus da Univasf em Petrolina

Uma professora do colegiado de Administração da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), campus Petrolina, sofreu uma tentativa de assalto dentro do campus. A professora Alvany Santiago conta no Boletim de Ocorrência (B.O) que o fato ocorreu por volta das 19h20 da última quinta-feira, 16. Ela se encaminhava para o colegiado, quando foi abordada por um homem jovem numa bicicleta.

“A minha reação automática foi sair correndo pelo estacionamento gritando pelos seguranças. No entanto, apenas um estudante que estava no primeiro andar do prédio de aulas veio em meu encontro, que afirmou que viu o assaltante contornando e saindo pelo Hospital de Traumas (HU)”, relatou a vítima.

Após a tentativa de assalto, a professora pediu ajuda a outro estudante, que foi à procura dos seguranças. A professor Alvany disse ainda que ligou duas vezes para o número 190, da Polícia Militar, e parecia que atendiam a ligação, mas ela não escutava. Diante do fato, a professora demonstra preocupação com a segurança na instituição, especialmente com os estudantes que estudam à noite.

“Realmente fico preocupada com os estudantes que chegam à Univasf para as aulas noturna. Só tenho a lamentar”, concluiu.

Univasf dá início à construção do Campus Paulo Afonso

Um complexo composto por salas de aula, laboratórios, biblioteca, auditórios e infraestrutura administrativa começa a ser erguido na cidade de Paulo Afonso, no norte da Bahia. Trata-se das instalações do Campus Paulo Afonso da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), cujas obras iniciaram no último mês de dezembro. O reitor da Univasf, Julianeli Tolentino, acompanhou recentemente o andamento da obra, que tem previsão de término para julho de 2018.

Também participaram da visita o coordenador do Colegiado de Medicina, professor Romero Henrique de Almeida Barbosa; a coordenadora administrativa do campus, Cristiany Araújo Santos; a chefe de Gabinete da Univasf, Edilene Bezerra; e representantes da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf). Para o reitor Julianeli Tolentino, este é um passo importante para a instituição e para a cidade.

A estrutura definitiva do Campus Paulo Afonso dará suporte às atividades do curso de Medicina, já em execução, e contribuirá para uma melhor qualidade das ações previstas no projeto pedagógico do curso, além de possibilitar melhores condições de trabalho para nossos servidores. Também possibilitará a provável oferta de novos cursos de graduação e pós-graduação, que contribuirão para a consolidação do Campus e para o desenvolvimento da região de Paulo Afonso“, destaca o reitor.

A Univasf investiu cerca de R$ 15,5 milhões na obra, que está organizada em uma etapa, composta por serviços preliminares, fundação, superestrutura e acabamentos. Atualmente estão sendo realizados os serviços de fundação do prédio. O projeto arquitetônico foi desenvolvido pelo arquiteto Robério do Nascimento Coelho e a construção do complexo está sendo executada pela empresa AB Engenharia.

Campus

O Campus Paulo Afonso da Univasf iniciou suas atividades acadêmicas em setembro de 2014, com a primeira turma do curso de Medicina. Desde então, o campus funciona em instalações provisórias, cedidas por meio de parceria com a Chesf, no Centro de Formação Profissional de Paulo Afonso (CFPPA).

Artigo do leitor: Estudante da Univasf critica condutor de ônibus da universidade que o ignorou em parada

O estudante da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Vladimir Nunes, lamenta um episódio ocorrido na noite de ontem (9), em Juazeiro (BA), após o ônibus da Univasf não ter parado para ele, apesar de o estudante ter feito sinal para que parasse.

Confiram:

Caro Carlos Britto,

Venho ao seu Blog expressar minha completa indignação e sensação de humilhação em relação ao constrangimento sofrido no início da noite desta quinta-feira, 09/02. Sou estudante do curso de Ciências Biológicas da Univasf, mas moro e trabalho em Juazeiro. Apesar das dificuldades decorrentes da tentativa de conciliar trabalho e estudo, faço o possível para conseguir “dar conta” dessas duas atividades.

Contudo nesta quinta-feira, exatamente às 18h05, no ponto de ônibus do Bairro Alto do Cruzeiro, ao lado da avenida, aguardando o ônibus “A” da Univasf, que deveria chegar a este local às 18h13, conforme itinerário atualizado que segue no link, fui surpreendido por completo ao pedir sinal ao motorista para que parasse e o mesmo me ignorou e seguiu seu trajeto, sem fazer a curva para entrar na parada de ônibus.

Imagine minha sensação de impotência e humilhação, carregado do peso dos livros, depois de ter trabalhado durante toda a manhã e tarde da quinta feira, aguardando ansiosamente pegar o ônibus para ir à biblioteca do Campus Juazeiro e utilizar 4 preciosas horas da noite para atualizar meu estudo semanal. O mesmo veículo, segundo o itinerário, chega ao Campus Juazeiro às 18h25. Sem um centavo sequer no bolso, voltei arrasado para meu local de trabalho para tentar estudar lá mesmo.

O episódio deixa transparecer que talvez, para o estudante pobre, não haja tanto respeito ou garantia de prestação de um serviço que deveria ser garantido a todos os estudantes. Ando de ônibus porque preciso, mas tenho certeza de que muitos de meus colegas ricos, que dispõem de veículo próprio, chegam no horário certo às aulas e aos estudos. Que episódio vergonhoso!

Espero que mais nenhum estudante precise passar pela mesma situação que passei.

Vladimir Nunes/Estudante de Ciências Biológicas – Univasf

Salas de aula do Campus da Univasf em Juazeiro são alvo de pichadores

O campus da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) em Juazeiro (BA) foi alvo de pichadores. (mais…)

Univasf divulga aprovados na Chamada Regular do Sisu 2017 e convoca para matrículas a partir de hoje

A relação de candidatos aprovados na Chamada Regular do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para os 28 cursos presenciais de graduação da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) foi divulgada ontem (2), por meio da Secretaria de Registro e Controle Acadêmico (SRCA). As matrículas para as 1.530 vagas ofertadas pela Univasf terão início hoje (3) e prosseguirão nas próximas segunda (6) e terça-feira (7). Os candidatos selecionados devem ficar atentos ao local das matrículas, que ocorrerão em quatro dos seis campi da instituição, de acordo com a opção do curso.

As matrículas serão realizadas presencialmente, das 8h às 11h e das 14h às 17h, no campus onde é ofertado o curso selecionado pelo candidato (exceto os convocados para os cursos ofertados nos campi de Petrolina e Juazeiro, cujas matrículas serão concentradas no Campus Juazeiro), com a documentação exigida no Edital N° 1 do Processo Seletivo para Ingresso nos Cursos de Graduação (PS-ICG) 2017. Os locais de matrícula por curso/campus estão disponíveis abaixo e na Portaria N° 1/2017.

O questionário socioeconômico, que deve ser obrigatoriamente preenchido pelos candidatos aprovados nas vagas reservadas para os Grupos L1 e L2 (renda per capita de até 1,5 salário mínimo) para comprovar a renda, está disponível para preenchimento no Sistema de Avaliação Socioeconômica (Sase). Os candidatos devem responder o formulário até às 16h do dia 7 de fevereiro. A Nota da SRCA sobre o procedimento pode ser consultada. Aqueles que não se classificaram na Chamada Regular do Sisu 2017 precisam declarar interesse em participar da Lista de Espera do curso de sua primeira opção. O prazo para participar da Lista de Espera vai até as 23h59 (horário oficial de Brasília) do dia 10 de fevereiro, pelo site do Sisu.

Todas as informações referentes ao Processo Seletivo 2017 da Univasf estão disponíveis no Portal do Processo Seletivo. Para obter esclarecer dúvidas, os candidatos podem entrar em contato com a Secretaria de Registro e Controle Acadêmico pelo telefone (87) 2101-6764 e pelo e-mail srca@univasf.edu.br. Os locais de matrícula podem ser conferidos acessando aqui.

Aprovado novo Calendário Acadêmico 2016 da Univasf; semestre letivo referente ao ano passado será reiniciado na próxima segunda

O Conselho Universitário (Conuni) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) aprovou o novo Calendário Acadêmico 2016, com os ajustes realizados após o final da greve, ocorrida no segundo semestre do ano passado, que será reiniciado na próxima segunda-feira (6) em todos os campi da Univasf.

De 13 a 16 de fevereiro, os estudantes poderão solicitar o cancelamento de disciplinas de 2016.2 sem ônus, conforme decisão do Conuni, devido ao período de greve. O calendário define datas de ajuste de matrícula, períodos de recesso acadêmico em função de feriados oficiais e datas para inscrição para o programa de mobilidade estudantil regional, entre outras.

O calendário prevê diferentes datas para o encerramento das aulas em cada campus. Nos campi Petrolina e Paulo Afonso, o último dia de aula será 22 de abril; no Campus Juazeiro, 29 de abril; no Campus Ciências Agrárias, 6 de maio. Os Campi Senhor do Bonfim e Serra da Capivara encerrarão suas aulas em 20 de maio. O período de exames finais de cada campus varia de acordo com a data final das aulas. O semestre letivo 2016.2 da Univasf será encerrado em 30 de maio em todos os campi. O Calendário Acadêmico 2016 da Univasf pode ser acessado aqui.

Desafios dos Jardins Botânicos no Século XXI serão tema de palestra amanhã em Petrolina

O Núcleo de Ecologia e Monitoramento Ambiental da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) promoverá uma palestra nesta quarta-feira (1º/02), no Auditório da Biblioteca do Campus Petrolina Centro, sobre a revitalização do Jardim Botânico do Recife.

A palestra, intitulada “Desafios dos Jardins Botânicos no Século XXI”, será ministrada pelo biólogo Jefferson Maciel e terá início às 19h.

Quem for ao local vai poder conferir detalhes da revitalização e o palestrante ainda vai falar sobre paisagismo, educação ambiental, além de diversos outros assuntos relacionados à área. O evento é aberto ao público em geral. Quem deseja participar não precisa realizar inscrição. Outras informações podem ser obtidas através do telefone (81) 99932-9640 (também é WhatsApp).

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br