Artigo do leitor: “Espera castiga a esperança”

Neste artigo, o leitor Thiago Fonseca Nunes destaca que a morosidade no atendimento ainda é o maior inimigo dos pacientes com câncer, mesmo a lei determinando que o prazo para esses pacientes se submeterem a tratamento pelo Sistema Único de Saúde é de até 60 dias.

Confiram:

Cento e vinte dias. Pode até parecer pouco para quem aguarda o dia do casamento, a viagem programada ou até mesmo o dia da sua formatura. Contudo, para quem espera pelo tratamento do câncer é uma eternidade. No Brasil, em média, pacientes diagnosticadas com câncer de mama, através do sistema público, sofrem todo esse tempo para conseguir iniciar a quimioterapia, por exemplo.

Tristemente, cerca da metade das pacientes recebem a confirmação de câncer de mama em estágios já avançados. Associa-se a esse número que 40% têm atendimento em até um ano para obter o diagnóstico, de acordo com dados do TCU (Tribunal de Contas da União). Havendo a necessidade de cirurgia, a angústia da espera chega a oito meses para realizar o procedimento, desde que não ocorra cancelamento nesse intervalo e a data seja protelada.

A lei 12.732/2012 preconiza que o paciente com neoplasia maligna – câncer – tem direito de se submeter ao tratamento no Sistema Único de Saúde (SUS), no prazo de até 60 dias, contado do dia que recebeu o diagnóstico. Porém, estatística do Sistema de informações do Câncer (SISCAN) evidencia que apenas 26,6% do total registrado em 2015 iniciaram tratamento dentro do prazo determinado. Entretanto, em contrapartida ao imbróglio da morosidade encontram-se os pacientes, que não têm um minuto sequer a perder.

Um dos mais importantes centros de estudo e tratamento da doença no país, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) vive atualmente uma triste realidade, pela qual problemas estruturais atingem diretamente os pacientes que usam os seus serviços. Filas quilométricas para atendimento, macas improvisadas, deficiência nos suprimentos hospitalares e até mesmo falta de manutenção. Atente-se ao fato de que estamos falando da maior referência nacional em oncologia e, desse modo, temos a oportunidade de fazer uma reflexão de como andam os demais serviços Brasil afora. Infelizmente, ao passo que o número de leitos destinados a esses pacientes seguem limitados, com crescimento pífio, o número de diagnosticados cresce exponencialmente.

A rapidez na detecção e no tratamento do câncer é decisiva para a cura do paciente. À medida que o tempo avança, reduzem-se as chances e, por isso, não estamos diante de uma discussão banal. Ajustar a realidade ao que é tido como ideal, há de ser sentido em curto prazo. Uma regulação mais eficiente, pela qual disponha de dados precisos quanto ao estágio da doença; ampliação dos serviços oncológicos, gerando descentralização, são alguns dos exemplos. Assim sendo, a otimização melhora o planejamento, promove um gerenciamento eficaz dos gastos públicos e, principalmente, gera menor tempo para início do tratamento.

O câncer não espera! Tampouco aceita medidas casuísticas para resolver o problema. A responsabilidade sobrecai a toda a sociedade, pois devemos ter clareza de posição e reconhecimento da gravidade. Portanto, usemos até mesmo do ativismo da mídia para expor rotineiramente essas necessidades, de modo que o ser humano seja respeitado e a luta pela vida contra o câncer possa ser de fato a realidade. Enfim, o tempo tem duas caras: se bem aproveitado é um grande aliado, mas do contrário é um grande inimigo.

Tiago A. Fonseca Nunes/Leitor

Utilidade pública: Família de Juvêncio da Gama reforça campanha em prol da saúde do líder comunitário

A família de Juvêncio da Gama reforçou a este Blog a campanha em prol da saúde do líder comunitário do Loteamento Recife, que vai passar por um tratamento contra o câncer.

O procedimento custará em média R$ 30 mil e, apesar de contar com a ajuda da farmácia do Governo de Pernambuco, as despesas são muito elevadas. A corrente de solidariedade já ganhou o apoio de outros líderes comunitários, amigos de Juvêncio e até da Câmara de Vereadores.

Uma conta-corrente no Banco do Brasil em Petrolina está disponível para quem quiser colaborar com o tratamento de Juvêncio (Agência 0963-6/CC 69075-9).

 

 

River Shopping inaugura estação para tratar esgoto do empreendimento

O River Shopping inaugura nesta quinta-feira, 18, sua Estação de Tratamento de Esgotos (ETE). O projeto é pioneiro em toda a região do Vale do São Francisco. A estação vai absorver, para tratamento, 100% do esgoto lançado pelo shopping (lojas, banheiros, praça de alimentação e outras localidades do mall), eliminando o impacto da emissão de dejetos no meio ambiente.

Toda água utilizada no shopping passa pelo sistema, onde são tratados quase 133,44 metros cúbicos (m³) de esgoto por dia. O volume total desse processo é reutilizado no próprio empreendimento nas descargas sanitárias e irrigação dos jardins, gerando uma redução de custos e significativa economia de água. O excedente, após o tratamento, retorna às águas do Rio São Francisco.

“O tratamento de esgoto é uma medida urgente e necessária, visto a preocupação ambiental, o Rio São Francisco está com o nível muito baixo, cerca de 16% da sua capacidade”, ressalta o Superintendente do River Shopping, Welton Carvalho.

O superintendente do centro de compras já adianta novas ações que estão previstas, como a reutilização dos resíduos produzidos no processo de tratamento da água, rico em nutrientes, os quais serão aproveitados na manutenção de hortas com produtos orgânicos. E para projetos futuros, o River Shopping pretende buscar o Selo Verde – Certificado para as empresas comprometidas com a questão ambiental.

Sustentabilidade

Com esse foco, o River Shopping, desde 2012, realiza o ‘Colaborando’ – Programa de Sustentabilidade – que implantou uma série de ações socioambientais envolvendo clientes, lojistas e prestadores de serviço do shopping. E assim criou novos hábitos e despertou a conscientização para a preservação do meio ambiente.  O Colaborando vem sempre estimulando atitudes sustentáveis através de práticas simples. Foram instalados coletores específicos para o descarte de pilhas, baterias e celulares e outro para jornais e revistas; a Praça de Alimentação, por exemplo, possui amassadores de latinhas, onde o próprio cliente pode fazer a separação, o que facilita a coleta e reciclagem. O material é destinado a instituições parceiras que fazem a reciclagem, reaproveitamento ou reprocessamento do material. (Foto: Reprodução internet)

Utilidade pública: Família de líder comunitário de Petrolina fará rifa para bancar seu tratamento contra o câncer

A família do líder comunitário Juvêncio da Gama realizará mais uma rifa em prol da saúde de Juvêncio, que começará um tratamento contra um câncer.

Para se ter uma ideia, ele vai necessitar de um medicamento que demandará um custo mensal de R$ 5.280,00. De acordo com Emanuele Gama, filha de Juvêncio, esse tratamento deve durar pelo menos seis meses.

Quem puder colaborar, pode entrar em contato com o número (87) 8878-9137 e falar com Emanuele.

Codevasf responde a leitor do Blog que reclamou da qualidade da água que vem abastecendo o povoado de Pedrinhas

 

Em resposta à nota do leitor do Blog, Josemir Gomes de Amorim, que reclamou de sérios problemas quanto à qualidade da água que abastece o povoado de Pedrinhas, área ribeirinha de Petrolina, a Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba), superintendência regional em Petrolina, informou que na agrovila da comunidade, o órgão acabou de concluir reparos no sistema.

Disse que Moreira, morador local que está responsável pela operação do sistema, está impedido de ligar o equipamento porque a presidente da Associação não quer, pois os moradores pararam de pagar a contribuição.

Ainda segundo a Codevasf, Pedrinhas só terá a água tratada quando o novo sistema operar. Enquanto for o antigo, não tem como, e o abastecimento continuará sem tratamento. O caminho conforme a Companha, é que a população procure a responsável pela associação dos moradores, pois a Codevasf cumpriu com sua obrigação.

Utilidade pública: Amigos prosseguem com campanha para tratamento de saúde do Palhaço Gasparito

Fagner Bezerra Cabral – ou “Palhaço Gasparito” – continua precisando de ajuda para custear um tratamento de saúde. Ele tem 24 anos, mora em Petrolina e foi diagnosticado recentemente com um câncer, já tendo iniciado tratamento.

Familiares e amigos de Fagner estão mobilizados numa campanha para conseguir recursos para tratamento deste jovem, que criou um dos personagens mais queridos do Vale do São Francisco. O tratamento depende de muitos despesas: exames, consultas e medicamentos. A família de Gasparito não possui condições financeiras suficientes, por isso o apelo dos amigos para quem já fez tantas campanhas pelo próximo e que precisa ficar bem para voltar a alegrar ainda mais crianças e jovens de bairros carentes de Petrolina.

Quem quiser colaborar pode depositar o valor que puder numa conta da Caixa Econômica Federal, que foi aberta para doações. A agência é 2991, operação 013, conta poupança número 19.713-7, em nome de Fagner Bezerra Cabral. (foto/divulgação)

Utilidade pública: Amigos iniciam campanha para tratamento de saúde do Palhaço Gasparito

Ele criou um projeto social em Petrolina para acolher crianças e jovens no Bairro Dom Avelar e comunicadas vizinhas, se dedicando com afinco a sua missão. Agora é ele, Fagner Bezerra Cabral – ou Palhaço Gasparito – quem precisa de ajuda e apoio dos petrolinenses, e de todos que o conhecem, para custear um tratamento de saúde. Fagner tem 24 anos e foi diagnosticado recentemente com um câncer, já tendo iniciado tratamento.

Para ajudar Fagner, um grupo intitulado ‘Amigos do Palhaço Gasparito’ está se mobilizando para conseguir recursos para tratamento deste jovem, que criou um dos personagens mais queridos do Vale do São Francisco. O tratamento depende de muitos despesas: exames, consultas e medicamentos. A família de Gasparito não possui condições financeiras suficientes, por isso o apelo dos amigos para quem já fez tantas campanhas pelo próximo e que precisa ficar bem para voltar a alegrar ainda mais crianças e jovens de bairros carentes de Petrolina.

Quem quiser colaborar pode depositar o valor que puder numa conta da Caixa Econômica Federal, que foi aberta para doações. A agência é 2991, operação 013, conta poupança número 19.713-7, em nome de Fagner Bezerra Cabral. Conforme amigos de Gasparito que estão à frente dessa campanha, qualquer quantia depositada será bem vinda.

Em 9 anos, Juazeiro registra quase 600 casos de Aids

A cidade de Juazeiro (BA) notificou quase 600 casos de Aids nos últimos nove anos. A informação foi divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), que realizou ontem (1º) – Dia Mundial de Luta contra a doença – várias atividades para alertar a população.

O vírus HIV, causados da Aids, pode ser transmitido por meio do contato de fluídos corporais do infectado com o sangue de uma pessoa saudável, por meio de relações sexuais sem preservativo (camisinha), transfusões de sangue ou compartilhamento de seringas e agulhas.

O teste do HIV é realizado na rede SUS de Juazeiro e é um exame para se confirmar se o indivíduo é portador do vírus HIV. O exame é indicado para indivíduos que tenham tido algum comportamento de risco, como ter relações sem preservativo ou que tenha utilizado drogas injetáveis. O teste é também realizado durante a gravidez para saber se a mãe é portadora do vírus e, assim, diminuir o risco de contaminação do bebê.

Tratamento

O Centro de Informações de Infecção Sexualmente Transmissível de Juazeiro presta atendimentos especializados, testagem de sorologia (HIV, sífilis e hepatites virais) e acolhimento aos usuários de Juazeiro e de municípios da Macrorregião Norte da Bahia. Além disso, realiza consultas e atendimentos pela equipe multiprofissional do Núcleo, formada por médico, dentista, farmacêutico, psicóloga, enfermeira, assistente social e auxiliar de enfermagem. O Núcleo funciona das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, mas para o público atende até a quinta com serviços como distribuição gratuita de medicamentos, preservativos, além da realização de exames de sorologia para HIV, Sífilis e Hepatite. Na sexta há expediente interno. O CIDHA fica localizado na Rua 07, nº 279, Bairro Maringá, onde funcionava o antigo posto de saúde.

UPAE de Petrolina dispõe de profissional para avaliar riscos decorrentes do uso prolongado do cigarro

tabagismo-cigarroO tabagismo é a principal causa de morte evitável do mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). No Brasil, estima-se que aproximadamente 22 milhões de pessoas fazem o uso do tabaco. O fumo mata seis milhões de seres humanos por ano, 600 mil deles fumantes passivos, ou seja, atingidos involuntariamente pela fumaça expelida pelos viciados. O mais grave é que 31% das mortes atribuídas ao fumo passivo ocorrem em crianças.

Para avaliar os riscos decorrentes do uso prolongado do cigarro, em Petrolina a Unidade de Pronto Atendimento Especializado (UPAE) dispõe de pneumologista e exames que podem analisar o estado dos malefícios provocados pelo fumo. Para ter acesso ao serviço oferecido gratuitamente pela UPAE de Petrolina, o interessado deve buscar o encaminhamento através do Posto de Saúde do seu bairro.

Campanha

Hoje (31) é lembrado como Dia Mundial Sem Tabaco desde 1987, pela OMS – que é vinculada à Organização das Nações Unidas (ONU). Este ano, a campanha do Ministério da Saúde propõe uma reflexão sobre os malefícios do fumo e a padronização das embalagens de cigarros e correlatos, como forma de inibir o consumo. O tabagismo tem relação com mais de 50 doenças. O vício é responsável por 30% das mortes por câncer de boca, 90% por câncer de pulmão, 25% por doença do coração, 85% por bronquite e enfisema e 25% por derrame cerebral.

Incidência de Tuberculose ainda é alta em Petrolina, alerta UPAE

A tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível que afeta, prioritariamente, os pulmões. No Brasil, a tuberculose é um sério problema de saúde pública, com profundas raízes sociais. A cada ano, são notificados aproximadamente 70 mil casos novos e ocorrem 4,6 mil mortes em decorrência da doença. Em Petrolina, o cenário não é diferente. A incidência da doença ainda é alta, e nesta quinta-feira (24) – Dia Mundial de Combate à Tuberculose – os profissionais da Unidade de Pronto Atendimento e de Atenção Especializada de Petrolina (UPAE), chamam a atenção para a importância do diagnóstico precoce e da continuidade do tratamento.

A tuberculose é curável e o diagnóstico pode ser feito na própria Unidade Básica de Saúde. “Tosse prolongada por mais de 30 dias deve ser investigada. Se o diagnóstico não puder ser fechado na UBS, deve ser feito um encaminhamento aqui para a UPAE, onde nós temos total condição de fazer a inclusão ou exclusão da doença, através de exames específicos. Temos um pneumologista e um infectologista; além de exames complementares, que vão até a biopsia de pulmão”, explica o pneumologista André Brandão.

De janeiro para cá recebemos 2 pacientes de TB com confirmação da doença, 1 sem confirmação e 16 com sequelas respiratórias”, são os dados mais recentes apresentados pela Enfermeira Gerente, Ana Carolina Freire.

Os pacientes com suspeita de tuberculose, atendidos na UPA 24 horas, são notificados para dar seguimento a investigação e tratamento, no local de origem do paciente. Os pacientes conduzidos ao setor ambulatorial com diagnóstico da doença são acompanhados na UPAE, por meio de marcação de consulta com o especialista, encaminhado pela atenção básica do município. “Nós fechamos o diagnóstico e enviamos o paciente para a unidade básica, onde será feito o tratamento. Posteriormente, esse paciente retorna para que possamos dar alta. Se acontecer alguma intercorrência nesse meio período ele volta à UPAE”, explica o Dr. Brandão.

Transmissão e tratamento

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa causada por uma bactéria que afeta principalmente os pulmões, mas também pode ocorrer em outros órgãos do corpo, como ossos, rins e meninges (membranas que envolvem o cérebro). A transmissão da tuberculose é direta. A pessoa com tuberculose expele, ao falar, espirrar ou tossir, pequenas gotas de saliva que contêm o agente infeccioso e podem ser aspiradas por outro indivíduo contaminando-o. Má alimentação, falta de higiene, tabagismo, alcoolismo, ou qualquer outro fator que gere baixa resistência orgânica, também favorece o estabelecimento da tuberculose.

Alguns pacientes não exibem nenhum indício da tuberculose, outros apresentam sintomas aparentemente simples que são ignorados durante alguns anos (ou meses). Contudo, na maioria dos infectados com tuberculose, os sinais e sintomas mais frequentemente descritos são: tosse seca contínua no início, depois com presença de secreção por mais de quatro semanas, transformando-se, na maioria das vezes, em uma tosse com pus ou sangue; cansaço excessivo; febre baixa geralmente à tarde; sudorese noturna; falta de apetite; palidez; emagrecimento acentuado e rouquidão.

Tratamento da obesidade será tema de palestra gratuita em Petrolina

sim-clinicas-salvador-obesidade-540x280Quem deseja obter informações sobre o tratamento da obesidade terá uma boa oportunidade em Petrolina. No próximo dia 24 de outubro será realizada uma palestra sobre o tema.

Intitulada ‘Tratamento da Obesidade com Saúde e Bem-estar’, a palestra é gratuita e acontecerá a partir das 9h no auditório do Kris Hotel, no bairro Atrás da Banca, área central da cidade.

Na oportunidade serão abordados temas sobre os desafios que cercam o emagrecimento como um todo. Segundo organizadores, durante o encontro profissionais discutirão aspectos psicológicos na obesidade, além de nutrição no tratamento à doença, as consequências do sobrepeso no corpo – entre outros assuntos.

Outras informações podem ser obtidas no Centro Integrado de Saúde, através dos números (74) 98803-1108 e (87) 3862-3313.

Paulo Afonso: Com estatura de criança, jovem de 20 anos busca tratamento e sonha em ser arquiteto

fabrícioO estudante Fabrício Alves dos Santos, morador de Paulo Afonso, norte da Bahia, tem 20 anos, mas sua aparência é de uma criança com cerca de 8 anos, de acordo com o neurologista José Lima Souza. A causa da baixa estatura ainda não foi esclarecida pelos médicos. O jovem  terminou o Ensino Fundamental, mas interrompeu os estudos para priorizar a saúde. (mais…)

Sento Sé: Comunitário denuncia suposta falta de tratamento na água que abastece população

ETA SAAE - SENTO SÉO leitor Lourenço Aguiar questionou ao Blog a qualidade da água que está abastecendo o município de Sento-Sé, no norte da Bahia. No texto, ele faz uma grave denúncia sobre o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE). Segundo o leitor, a água que a população está recebendo nas torneiras, apesar da coloração, não teria qualquer tipo de tratamento.

Acompanhe:

O Sistema de Abastecimento de Água, que nunca havia sido eficiente, passa pela sua pior crise e aumenta a denúncia contra um povo bom, porém “treinado” a adotar a lógica do individualismo, do clientelismo político que lhes custam sequelas sociais que sangram em quase todas as criaturas, e poucos veem.

Depois de avisado, sigilosamente, fui à ETA do SAAE fazer uma visita e observei que a situação é calamitosa, catastrófica, desastrosa, e, como a água do rio está indo do rio para as casas com aspecto de claridade, a população nem está observando que não tem nada de cloro, nem qualquer tipo de tratamento, pondo a saúde e a vida humana em risco. A falência do sistema é evidente e preocupante: funcionários com três férias sem receber o dinheiro; não existe mais data para pagamento de funcionário; falta segurança no setor, o que representa um perigo para a vida da população(…); enorme desperdício de água, num vazamento por baixo dos filtros na caixa, que seria para o tratamento; há muito tempo o sistema não passa por qualquer tipo de manutenção preventiva; e a inadimplência (falta de pagamento da conta mensal) dos usuários do serviço é do tamanho da bancarrota em que se encontra a autarquia municipal.

Sem brincadeira, o exemplo do Serviço Autônomo de Água e Esgoto é similar aos dos demais setores que deveriam atender os direitos coletivos, criados com lutas, para dar à vida o exercício da cidadania. O questionamento não é de evidência pessoal, nem partidária, imagine ideológico!… A questão é mesmo de “vida ou morte”, pois, o consumo de água poluída é “meio caminho” andado para adoecer e tornar a vida coletiva muito mais doentia e com a certeza da morte precoce!

O homem que me avisou do abandono com a importante empresa (SAAE), pediu sigilo do seu nome, demostrou medo, o que prova que a violência da Política Municipal é viva, clara e amedrontadora!… Porém é como diz uma expressão de um líder internacional: “Os sinos que soam pelos que morrem (por usar água poluída) hoje, soarão amanhã para todos aqueles que não souberem reagir”.

Tenho certeza que a culpa por essa calamitosa realidade não é exclusiva de nenhum político, mesmo que pessoalmente alguns possam ter tido maior oportunidade de contribuir para evitar, ou amenizar, a grave e preocupante problemática. 

Laurenço Aguiar/Comunitário

Paraibano de 420 quilos passa por avaliação para iniciar tratamento no Recife

carlinhos obesoO paraibano Carlos Antônio dos Santos Freitas, que pesa 420 quilos e tem 28 anos, chegou ao Recife (PE) por volta das 8h30 desta quinta-feira (9). Ele foi internado no Hospital das Clínicas, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), para dar início ao tratamento de emagrecimento. Segundo a equipe médica, o paciente será submetido a um tratamento físico e psicológico a fim de perder o peso necessário para a realização de uma cirurgia bariátrica.

Carlinhos, como é conhecido, vai passar por tratamento até fazer uma cirurgia de redução de estômago. Apesar do cansaço das sete horas de viagem, ele chegou animado à capital pernambucana.

O jovem tem obesidade mórbida e, por causa do peso, não consegue andar, deitar e nem sair de casa. De acordo com a família, começar o tratamento aumentou a esperança e a ansiedade dele em ter uma vida normal.

Para retirar Carlinhos da van foi preciso o apoio do Corpo de Bombeiros e do Samu. O Hospital das Clínicas também passou por adaptações para receber o jovem. Segundo os médicos, Carlinhos não vai poder passar por cirurgia neste momento. Somente depois da avaliação de vários profissionais, será decidido o procedimento mais adequado. (fonte/foto: TV Jornal)

Julio Lossio vai para São Paulo aprofundar exames

Júlio Lóssio nova1O prefeito de Petrolina, Julio Lossio (PMDB), vai cuidar da saúde em São Paulo. O Blog apurou que a pressão arterial de Lossio já estaria controlada, mas o médico que o assiste, Dr.José Carlos Moura, o teria aconselhado a ir até a capital paulista monitorar melhor sua situação.

Lossio foi vítima, há alguns anos, de um aneurisma cerebral, mas se recuperou. O cuidado, nesse momento, é evitar que o problema se repita. Para maior segurança, segundo uma fonte do Blog, Lossio deve seguir para a capital paulistana não em um avião de carreira, mas em uma unidade de UTI aérea da Unimed.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por agencialaguz.com.br