Tabira passa a integrar Programa Novo Chico para retomar obra de saneamento

Uma reunião ocorrida entre a Prefeitura de Tabira (PE), no Sertão do Pajeú, e engenheiros da 3ª Superintendência Regional (SR) da Codevasf, em Petrolina, teve como objetivo destravar as obras de sanamento da cidade, que estão paralisadas. A novidade é que o município passará a integrar o Programa Novo Chico – ação do governo federal para investimentos na revitalização do Rio São Francisco

O prefeito Sebastião Dias (PTB) garantiu que sua gestão não medirá esforços para conclusão da saneamento do município, a fim de que a população possa dispor do serviço o quanto antes. “Esse é nosso compromisso prioritário”, reforçou.

Ainda na reunião, ficou decidido que a prefeitura irá dar andamento às contrapartidas, enquanto a Codevasf vai fazendo paralelamente o que lhe cabe. Em até 60 dias, com o cumprimento das  etapas, será  iniciado o processo de licitação. (Foto/divulgação)

 

Juiz determina retirada de conteúdo, em mídias sociais, contra secretário

A força da internet, por meio das mídias sociais, se mostrou uma arma eficaz também na política. E se espalha pelo sertão inteiro.

E a Justiça está agindo. O juiz André Simões Nunes, da Comarca de Tabira, deferiu liminar determinando a retirada de conteúdo postado no Blog do Dincão e na rede social Facebook, pelo ex-prefeito José Edson Cristóvão de Carvalho contra o Secretário de Administração, Flávio Marques.

O conteúdo foi considerado por Marques como “inverídico, ofensivo, calunioso, difamatório e injurioso”. A multa diária em caso de descumprimento da sentença é de R$ 500,00.37

MPPE cobra de Tabira, Mirandiba e São José de Belmonte implantação do Plano Municipal de Atendimento Socioeducativo

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou aos municípios de Tabira, Mirandiba e São José de Belmonte por meio da Prefeitura e da Secretaria de Assistência Social, que elabore e implemente Plano Municipal de Atendimento Socioeducativo nos prazos estabelecidos: Tabira, até o dia 7 de abril, os outros dois municípios, 90 dias. O Plano deve prever programas socioeducativos em meio aberto, destinados ao atendimento de adolescentes envolvidos na prática de ato infracional, correspondentes às medidas socioeducativas de liberdade assistida e prestação de serviços à comunidade.

As promotoras de Justiça Manoela Eleutério (Tabira) e Thinneke Hernalsteens (Mirandiba e São José de Belmonte) recomendam ainda que o programa de atendimento seja inscrito no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica), com a exposição das linhas gerais dos métodos e técnicas pedagógicas e especificação das atividades de natureza coletiva; indicação da estrutura material, recursos humanos e estratégias de segurança; política de formação dos recursos humanos; previsão das ações de acompanhamento do adolescente após o cumprimento da medida socioeducativa; indicação da equipe técnica; adesão ao Sistema de Informações sobre o Atendimento Socioeducativo e sua operação efetiva.

Os municípios deverão ainda cadastrar-se no Sistema Nacional de Informações sobre o Atendimento Socioeducativo (Sinase) e fornecer regularmente os dados necessários ao povoamento e atualização do sistema. Em 15 dias deverão tornar pública a lista do Comdica para toda a rede local de atendimento a crianças e adolescentes. Caso não tenha grupo formado, providenciar processo eletivo, no prazo de 15 dias.

Recomendações

O MPPE ainda recomenda aos municípios que editem normas complementares para a organização e funcionamento do sistema de atendimento, elaborem plano decenal de atendimento socioeducativo e prestem orientação aos socioeducandos sobre o acesso aos serviços e às unidades do Sistema Único de Saúde (SUS). As recomendações também estabelecem ao Comdica de Tabira a orientação de garantir a inserção de adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa na rede pública de educação, em qualquer fase do período letivo. O Comdica nesses municípios também deverá definir, anualmente, o percentual de recursos do Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente a serem aplicados no financiamento das ações previstas na Lei Federal nº12.594/2012, especialmente para capacitação e sistemas de informação e avaliação. (Com informações do MPPE)

Comunidade da zona rural de Tabira é contemplada com trator adquirido por meio de emenda parlamentar

A comunidade do Sítio Boa Vista, na área rural de Tabira, Sertão do Pajeú, onde vivem 86 famílias, foi contemplada com um trator, que será entregue à associação de moradores da localidade. O autor da emenda parlamentar que possibilitou a comprar do equipamento, deputado federal licenciado e atual ministro das Minas e Energia, Fernando Filho compareceu ao município na última sexta-feira, 17. O trator custou R$ 120 mil. O ato teve como palco a sede da Câmara de Tabira.

Fernando Filho chegou por volta das 21h. Ele foi recebido pelo prefeito Sebastião Dias e pela presidente da Câmara de Vereadores, Nely Sampaio.O representante da comunidade, Juciano Canjão, comemorou a conquista.”Vamos conseguir produzir muito mais agora com a chegada desse trator“, frisou.

Para o ministro, essa foi mais uma conquista importante para a região. Ele afirmou que tem um compromisso histórico com a cidade. “Sabemos que esta é uma luta antiga da comunidade e fico extremamente feliz em poder participar deste momento. O povo de Tabira tem sido sempre muito generoso comigo e nossa obrigação é retribuir tanta confiança”, destacou.

Presidente da Codevasf garante retomar obras do saneamento de Tabira e Araripina até o final do ano

A presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Kênia Marcelino, informou que as obras de saneamento de Tabira e Araripina, respectivamente nos Sertões do Pajeú e do Araripe, devem ser retomadas até o final do ano. Conforme a presidente, a obra está inserida no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal e foi paralisada em 2012, quando 80% dos serviços já estavam executados.

Para ser concluída, a obra necessita de R$ 7 milhões. “A licitação para o restante deverá ser feita até o próximo mês de junho”, garantiu Kênia Marcelino. A gestora repassou a informação também ao senador Armando Monteiro Neto (PTB-PE) e aos prefeitos de Tabira, Sebastião Dias (PTB), e de Araripina Raimundo Pimentel (PSL), durante audiência que tiveram  semana passada com a presidente em Brasília (DF). (foto/divulgação Codevasf)

Tabira: MPPE recomenda à Câmara Municipal revogar lei que prevê reajuste de salários dos vereadores

Camara_municipal tabiraO Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou ao presidente da Câmara de Tabira, Marcos Antônio da Silva, e aos demais vereadores que, no prazo de cinco dias, revoguem a Lei Municipal nº 829/16, que prevê o reajuste do salário dos representantes da casa legislativa. De acordo com o Blog PE Notícias, a recomendação foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (30/11).

A promotora de Justiça, Manoela Eleutério, disse que o MPPE recebeu notícia de fato dando conta de que a realização de sessões para a votação e aprovação da referida lei não teve a divulgação adequada, ferindo o princípio da publicidade. Além disso, Manoela Eleutério explica que, ao fixar os subsídios dos vereadores em termos percentuais aos valores recebidos pelos deputados do Estado de Pernambuco, a Lei nº 829/16 não atendeu o que está prescrito na Lei Orgânica Municipal de Tabira, a qual estabelece que a remuneração do prefeito, do vice-prefeito e dos vereadores será fixada determinando-se o valor em moeda corrente no País.

Também no prazo de cinco dias os legisladores deverão elaborar um Projeto de Lei Modificativo, em caráter de urgência, fixando os subsídios dos vereadores para o mandato de 2017 a 2020, em moeda corrente do país, não utilizando qualquer vinculação. O projeto deverá ser deliberado e votado até o dia 15 de dezembro. No prazo de seis dias, o presidente da Câmara Legislativa de Tabira deverá responder ao MPPE se acata a recomendação. Na hipótese de acolhimento, deverá ser enviado, junto à minuta do projeto, o cronograma das atividades para tramitação. Em caso de negativa, deverá ser encaminhada justificativa para o descumprimento. (Com informações de Anchieta Santos/para o Blog/foto reprodução)

Tabira: Vice eleito já estaria demonstrando “certa insatisfação” com prefeito reeleito

sebastiao_diasEm Tabira (PE), no Sertão do Pajeú, os rumores políticos não param. Primeiro foi há dois anos, quando a vice-prefeita Genedy Brito (hoje no PR) anunciar seu afastamento do prefeito Sebastião Dias (PTB/foto). Na oportunidade Genedy disse que o desgaste já se arrastava por mais de um ano. Agora, Dias obteve a reeleição com o empreiteiro Zé Amaral na vice.

Mas pela personalidade forte do novo vice, tem gente no próprio grupo prevendo um afastamento ainda mais rápido do que foi o de Genedy. Nas rodas políticas os comentários já dão conta de uma “certa insatisfação” de Amaral com Sebastião. Com o que vem por aí depois da diplomação, é bom a chapa estar unida, pois o ex-prefeito Dinca Brandino (PMDB) está com o bote armado para, na justiça, tentar anular a eleição, alegando improbidade do vice-prefeito eleito. (com informações de Anchieta Santos/para o Blog/foto reprodução)

 

Tabira: Assessoria jurídica convence prefeito reeleito a manter familiares na administração municipal

Sebastião-DiasPara combater as práticas de nepotismo nas cidades de Tabira e Solidão, ambas no Sertão do Pajeú, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou aos atuais prefeitos e presidentes das Câmaras de Vereadores das duas cidades, bem como aos reeleitos e eleitos no último dia 2 de outubro, medidas para evitar a nomeação ou contratação de parentes dos gestores públicos para compor as gestões municipais. Mas a recomendação não ‘pegou’ em Tabira.

Por lá, o prefeito releeito Sebastião Dias (PTB/foto) decidiu comprar briga com o MPPE, após ser convencido pela assessoria jurídica do município, mantendo a esposa Ieda Melo à frente da pasta de Assistência Social, e seu filho Alan Dias na Secretaria de Saúde.

Segundo a assessoria jurídica, os cargos são “de caráter político” e o Supremo Tribunal Federal (STF) teria reconhecido que não se fazia necessário. Em compensação, a Promotoria – representada por Manuela Eleutério – já estaria instaurando procedimento de improbidade contra Dias pelo descumprimento da recomendação. O prazo dado pelo MPPE era de 15 dias para que o prefeito exonerasse seus parentes. Quanto à Câmara de Tabira, o atual presidente Marcos da Silva (o ‘Marcos Crente’), não tinha nenhum parente, mas existiam dois servidores da Casa Legislativa constando como parentes de vereadores, os quais já foram afastados. Em relação à prefeitura e à Câmara de solidão, não há informações até o momento. (Com informações de Anchieta Santos/para o Blog/foto arquivo reprodução)

Tabira: Atual vice-prefeita sugere novas eleições no município

eleições 2016Sem entrar em detalhes quanto às denúncias que pesam sobre o vice-prefeito eleito de Tabira (PE), José Amaral (PSDC), a atual vice-prefeita Genedy Brito (PR) – que enfrentou a reeleição no palanque adversário de Nicinha de Dinca (PMDB) – disse ontem (7) a uma rádio local que “muita coisa ainda pode mudar” na sucessão daquele município do Sertão do Pajeú.

Segundo Genedy, o caso foi entregue ao departamento jurídico da campanha, que fará a representação logo após a diplomação do prefeito eleito, Sebastião Dias, e do seu vice José Amaral. (Com informações de Anchieta Santos/para o Blog)

Morte da esposa de vereador eleito de Tabira pode ter sido crime passional; fisioterapeuta apontada como mandante é presa

fisioterapeuta presa tabiraNo mesmo dia do crime que chocou a população de Tabira (PE), no Sertão do Pajeú, a polícia prendeu ontem (1) a fisioterapeuta Sílvia Patrício, 44 anos, apontada como sendo a mandante do assassinato de Érica de Souza Leite, 30, esposa do vereador eleito e odontólogo Marcílio Pires. Ela foi presa em flagrante pelos delegados Germano Ademir e Jorge Damasceno. Segundo o Blog do Nill Júnior, a prisão foi possível após o assassino confesso, José Tenório da Silva – o ‘Zé Galego’ – ter sido preso entre os municípios de Tabira e Solidão, ainda na tarde de ontem. Ele foi ouvido pelos delegados em Afogados da Ingazeira.

A primeira versão de Zé Galego foi a de que a vítima devia a ele uma importância em dinheiro. A polícia não acreditou, já que trabalhava em uma oficina sem muitos recursos e não tinha nenhuma relação profissional com a vítima, que sequer o conhecia. No curso dos depoimentos, o assassino revelou que Sílvia Patrício teria pago R$ 1 mil para que ele executasse a jovem. A fisioterapeuta tem negado, mas os investigadores não têm dúvida de que seja ela a mandante.

Silvia e Tenório estão na sede da Área Integrada de Segurança (AIS) de Afogados da Ingazeira, onde funcionam a delegacia e o 23º Batalhão de Polícia Militar (BPM). Eles estão escoltados por policiais em celas da unidade. Zé Galego deve ser levado à Cadeia Pública de Afogados, enquanto Silvia ser levada ao Presídio Feminino de Buíque. Mas para isso, o juiz de plantão terá que acatar o flagrante na audiência de custódia.

Crime passional

A polícia acredita que o crime pode ter sido passional, uma vez que Marcílio e Sílvia tiveram um relacionamento há quase dez anos. Desde então, ela vivia inconformada com o término da relação e passou a assumir, segundo o odontólogo, “uma postura obsessiva, de perseguição” a ele e às parceiras que teve depois disso. Marcílio já chegou a denunciá-la por ameaça à sua esposa, pelo que foi apurado. A acusada pela morte de Érica é natural de Carnaíba (PE), Sertão de Itaparica. Nas últimas eleições, foi candidata a vereadora pelo PTC, obtendo 41 votos. Recentemente, iniciou a participação em uma comissão que buscava reduzir os salários de vereadores tabirenses. (foto: Blog do Nill Júnior/reprodução)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br