Vídeo Blog: Cães tiram sossego de moradores de condomínios em Petrolina

Operação Sossego fiscaliza novas áreas e estabelecimentos em Petrolina

A Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA) realizou neste final de semana, mais uma edição da “Operação Sossego nos Bairros”, com o apoio da Guarda Municipal e da Ordem Pública para coibir irregularidades. Na ação, que aconteceu nos bairros Jardim São Paulo, Quati, João de Deus, Cosme e Damião, São Gonçalo e na Rua do Cajueiro, no bairro Areia Branca, foram realizadas notificações por uso abusivo de som automotivo e um  bar que encerrou suas atividades por realizar evento sem autorização dos órgãos competentes.

Conforme informações do agente Jilmar Barros, gerente de educação no trânsito, a Operação vai ocorrer de forma contínua e objetiva realizar fiscalizações de trânsito e abordagens de pessoas visando coibir a prática da perturbação da tranquilidade e do sossego público provocada pelos altos volumes de som.

“A Operação Sossego nos Bairros acontece todo final de semana. Estaremos nas ruas para combater a criminalidade e manter a ordem pública, inibindo, principalmente, o uso de som alto”, comentou Jilmar. Quem quiser denunciar casos desse tipo pode acionar a ouvidoria da Ammpla, através do número 156. (Foto: Ascom)

Som alto de academia de zumba tira o sossego de moradores em bairro de Juazeiro

SOMNO_~1O barulho de uma academia de zumba, localizada no bairro Novo Encontro, em Juazeiro (BA), tem deixado alguns moradores da região bastante irritados. Uma comunitária, Rosalina Pinheiro, enviou e-mail a este Blog, informando que ninguém consegue ter sossego, pois o estabelecimento começa a funcionar às 6h (segundas, quartas e sextas-feiras) com um som bastante alto.

Rosalina informou ainda que o Setor de Postura da prefeitura e a Polícia Militar já foram acionados, mas até o momento nada foi feito. Ela ressalta que os moradores não querem que a academia saia do local, mas que seja feito algo para não incomodar a vizinhança.

Acompanhe o desabafo completo:

No bairro Novo Encontro, em Juazeiro, os moradores não conseguem mais ter paz. Uma academia de zumba vem incomodando e tirando a paz e o descanso de todos. O direito de um cidadão termina onde começa o do outro… As aulas são às 6h (segundas, quartas e sexta-feiras), e também das 18h às 21h (segundas, quartas e sextas-feiras).

Ninguém consegue descansar, ver TV ou simplesmente conversar dentro de casa. Muitas foram as tentativas de conversar amigavelmente para que o som seja diminuído de volume. A Postura da Prefeitura Municipal de Juazeiro foi acionada e nada resolveu. Também acionamos a Polícia Militar, que também não resolveu.

Não sabemos mais o que fazer ou a quem recorrer. Continua o incômodo, continuamos sem poder usufruir de nossas casas em paz. Não queremos que a zumba do Novo Encontro saia de lá. Queremos é conviver de forma pacífica, onde um não incomode e nem  interfira na vida e sossego do outro!!

Rosalina Pinheiro/Comunitária

AMMA já estuda viabilidade de espaço para ‘paredões de som’ em Petrolina

Parque paredões 1O projeto de lei do vereador Zé Batista – que regulamenta os ‘paredões de som’ em Petrolina – ainda não foi votado pela Casa Plínio Amorim, mas técnicos da Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA) já se anteciparam: Na manhã desta quinta-feira (19), eles foram vistoriar a área do Parque de Vaquejada Amaro Ivaldo, possível espaço para o encontro de ‘paredões’.

Situada às margens da BR-407 e a cerca de 15 quilômetros do Centro de Petrolina, a área de 9 hectares foi sugerida pelos próprios donos de paredões. A equipe de Monitoramento e Fiscalização da AMMA verificou se o local oferece de fato a viabilidade ambiental para este tipo de empreendimento. No entanto, a assessoria de comunicação do órgão ainda não informou qual o resultado da vistoria.

Uma das propostas do projeto de lei é permitir com que os proprietários de paredões possam participar de eventos devidamente regulamentados, além de facilitar a própria fiscalização por parte de órgãos como a AMMA, Ministério Público e Polícia Militar.

O objetivo é disponibilizar uma área que possa cumprir com o que é preconizado nas leis ambientais e possibilitar o sossego público, garantindo ainda a geração de emprego e renda das pessoas que promovem este tipo de evento, além de equipadoras, ambulantes, entre outros.  (Foto: Ascom AMMA)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br