Câmara de Petrolina muda mais uma vez dia de sessão ordinária

Pegando carona na pauta das audiência públicas propostas pelos vereadores da atual legislatura de Petrolina, o presidente da Câmara Municipal, vereador Osório Siqueira (PSB), transferiu mais uma vez para sexta, agora no dia 31, a sessão ordinária desta quinta, 30. No ofício encaminhado aos vereadores, população e veículos de comunicação, Osório ressalta que a sessão não sera 9h como nos dias normais de reuniões, mas acontecerá às 19h, dentro da audiência pública sobre segurança proposta pelo vereador Ronaldo Cancão (PTB).

A audiência está marcada para ocorrer no ginásio da Escola José Joaquim André Cavalcante, localizada na Avenida Francisco Coelho de Amorim, S/N. bairro José e Maria, zona norte de Petrolina.

“Na oportunidade será discutido assuntos sobre a Segurança Pública na cidade de Petrolina, no que se refere aos grandes transtornos causado pela falta de segurança”, conclui Osório no ofício sobre a mudança de dia e horário das sessões plenárias da Casa Plínio Amorim.

A primeira mudança das reuniões ordinárias ocorreu no começo do mês quando da realização do debate sobre a reforma da previdência social, pautada pelo vereador Osinaldo Souza (PTB) que também ocorreu numa sexta-feira, tendo junto a reunião ordinária do poder legislativo petrolinense que regimentalmente tem como dias de sessão, terças e quintas-feiras.

Enfermeiros de Petrolina participam de primeira assembleia do ano para discutir demandas da categoria

O Sindicato do Enfermeiros do Estado de Pernambuco (SEEPE), subsede de Petrolina, reúne nesta sexta-feira, 24, a partir das 9h, na sede da entidade localizada no bairro Gercino Coelho, a categoria para a primeira assembleia da entidade do ano. Segundo o diretor do SEEPE Petrolina, Edson Freitas, o encontro desta sexta servirá para que sejam passadas informes de como anda também a discussão de reajuste dos enfermeiros do município.

Entregamos a nossa proposta à secretária de Saúde e estamos no aguardo do retorno por parte do município. Nossa proposta é para um reajuste de 15%, já que as enfermeiras do quadro do município não têm reajuste há dois anos. Também iremos discutir o reconhecimento de uma lei municipal que foi aprovada na Câmara, implantando a jornada de 30 horas“, comentou Edson, frisando que a categoria também é contraria à reforma da previdência..

Para mais informações sobre a campanha salarial e outras informações sobre a categoria, é só procurar o SEEPE. O atendimento aos profissionais é feito na parte da manhã e o sindicato disponibiliza às terças-feira assessoria jurídica com atendimento na parte da tarde. O profissional pode também ligar ou mandar mensagem via Whatsapp para o 087 9 9610-0212 e tirar dúvidas sobre a atuação do SEEPE na região. A subsede da entidade sindical em Petrolina foi inaugurada em julho do ano passado.

Importante que os colegas procure o sindicato para que possamos atuar cada vez mais próximo da categoria“, concluiu Edson.

Sessão da Câmara de Petrolina acontece nesta sexta com audiência pública sobre PEC da reforma da previdência

 

A sessão ordinária da Câmara Municipal de Petrolina foi adiada desta quinta-feira, 9 para amanhã, sexta, 10, em virtude da audiência pública que irá debater a proposta de emenda à Constituição (PEC) da reforma da previdência social. O debate tem como autor o vereador Osinaldo Souza, do PTB.

Conforme Osinaldo, foram convidados parlamentares que representam Pernambuco e que irão votar a reforma, especialmente os do sertão. O parlamentar disse que quer ouvir a posição, junto com a população e convidados para o evento, como irão votar e por que os deputados e senadores do estado na PEC que tem gerado debates polêmicos em todo o país desde que o governo federal propôs as mudanças que mexem em pontos como tempo de contribuição e idade para ter o direito a aposentadoria.

O petebista convidou especialistas na área de legislação previdenciária, de entidades da sociedade civil organizada, Ministério Publico, INSS, entre outros órgãos que deverão comparecer à discussão marcada para iniciar às 10 no plenário da Casa Plínio Amorim.

“Não vamos aceitar essa reforma absurda, desumana e brutal contra o cidadão brasileiro. Eles vão ter que discutir e dizer de forma humana, como poderemos contribuir, mas que sejamos tratados com dignidade,” argumentou o autor do debate.

Vários deputados já confirmaram presença na audiência pública desta sexta que deverá contar ainda com os três senadores pernambucanos: Fernando Bezerra Coelho (PSB), Humberto Costa (PT) e Armando Monteiro (PTB). “Estamos só aguardando a confirmação. Fizemos o convite aos três”, comentou o vereador Osinaldo Souza.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br