Durante evento no RJ, Fernando Filho mostra-se otimista com futuro do país

“Acima de tudo vejo um país melhor, com um presente e uma expectativa otimista. Vejo avanços e muito trabalho”. A frase é do ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, o sexto convidado do encontro “E agora, Brasil?”, promovido pelo Jornal o Globo, na manhã de ontem (16), ocorrido na Maison de France, consulado francês no Rio de Janeiro. O encontro contou com a participação das maiores autoridades do setor energético do país, editores e colunistas do Jornal o Globo, demais setores da imprensa entre outros convidados.

O ministro tratou das pautas do Ministério de Minas e Energia, o diagnóstico encontrado e dos progressos durante o primeiro ano do seu trabalho à frente de um dos mais importantes e mais bem avaliados ministérios do governo.

Este projeto se propõe a reunir sempre um convidado para conversar sobre o cenário atual do país junto com 10 colunistas do Jornal o Globo (Ancelmo Góis, Miriam Leitão, Merval Pereira, Lauro Jardim, Jorge Moreno, Ricardo Noblat, entre outros).

Antes de Fernando Filho já tinham sido convidados o ex-ministro Pedro Malan, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o juiz Sergio Moro e na última edição, em março, a Presidente do STF Carmem Lucia.

Fernando Filho é escolhido personalidade do ano por revista especializada do setor energético

O ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, foi escolhido pela revista Full Energy – a mais importante publicação do setor energético no Brasil – como a personalidade do ano na esfera pública. O ministro pernambucano também estampa a capa da mais recente edição da Full Energy, concedendo uma entrevista ao veículo.

“O nosso desafio é retomar a atração de investimentos para nosso país, recuperar a confiança no setor, para que possamos melhorar e ampliar a oferta de energia”, afirma o ministro à Full Energy. Fernando Filho está nesta quarta-feira (18) em Davos, na Suíça, onde representa o Brasil no fórum Econômico Mundial. Ele será um dos debatedores da mesa “Desencadeando o Poder da Quarta Revolução Industrial no Sistema Energético”, exclusiva para ministros de energia e CEOs de empresas desse segmento.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br