Servidores de Justiça em Pernambuco decidem paralisar parcialmente as atividades

O Sindicato dos Servidores de Justiça em Pernambuco (Sindjud-PE) decidiu que a categoria paralisará parcialmente as atividades duas vezes por semana, a partir desta quinta-feira (18). A ação tem por finalidade pedir a atenção da presidência ao pleito da categoria pela reposição salarial das perdas históricas e melhorias nas condições de trabalho.

As paralisações ocorrerão nas terças e quintas-feiras, em dois horários determinados, pela manhã e pela tarde. Essa decisão foi tomada na última terça (16), em assembleia.

O presidente do Sindjud-PE, Michel Domingos, informou que certos serviços não serão prejudicados. “Por enquanto as audiências e os casos de urgência serão mantidos como de praxe”, assegurou. A paralisação dos demais setores ocorrerá das 9h às 12h e das 14h às 17h. Nos casos das unidades, Varas e Comarcas que funcionam das 9h às 18h, as mesmas acompanharão os horários das outras. (Foto arquivo/reprodução)

 

Servidores de Petrolina voltam à Câmara e pedem apoio dos vereadores para retomar diálogo com Executivo

O Sindicato dos Servidores Públicos de Petrolina (Sindsemp) voltou hoje à Câmara Municipal para solicitar a intermediação dos vereadores para que o Poder Executivo volte a dialogar com a categoria. Na última reunião entre a entidade e os representantes do governo municipal, ocorrida no último dia 26 de abril, ainda ficaram 25% do funcionalismo sem reajuste. O acordo seria que a administração enviaria uma proposta. Entretanto, até o momento nada foi encaminhado aos representantes dos servidores.

Conforme o presidente do Sindsemp, a resposta que eles tem é que só em julho que o governo deverá retornar com as conversações sobre as pendências de reajuste do funcionalismo. “Só que a data base dos servidores é 1º de janeiro e julho já é segundo semestre, o que a categoria não pretende aceitar, por isso viemos buscar esse apoio dos vereadores”, destacou Walber, frisando que várias categorias não tiveram reajuste nenhum.

“Nem o repasse da inflação, tiveram. O acordo é que a prefeitura enviaria uma proposta para nossa apreciação. Estão nesta lista servidores da saúde, auditores, várias categorias específicas”, explicou Lins. O presidente frisou ainda que a categoria esta paralisada durante 24 horas nesta terça-feira, 16, sendo resguardadas somente as funções essenciais. (Foto: Ascom)

Reajuste salarial de servidores da Facape poderá ser votado nesta terça na Casa Plínio Amorim

Está previsto para entrar na pauta dos vereadores da Casa Plínio Amorim, na sessão plenária desta terça-feira (16), o projeto de lei 014/2017, de autoria do Executivo Municipal, que propõe reajuste nos salários dos servidores da Autarquia Educacional do Vale do São Francisco (AEVSF)/Facape.

O detalhe é que o projeto ainda não tem o parecer da Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude. O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), solicitou ainda a apreciação de outro projeto, de nº015/2015, o qual trata de valores para a implantação do Difícil acesso para os secretários escolares do município. Mas esse sequer entrou na pauta.

 

Servidores da AMMA adotam bicicleta para ir ao trabalho

Três servidores da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) de Petrolina decidiram fazer sua parte e dar o exemplo para ajudar a diminuir a emissão de poluentes e facilitar a mobilidade urbana. Em vez dos carros, que agora passam mais tempo nas garagens, eles adotaram bicicletas como meio de transporte no trajeto de casa para o trabalho.

O objetivo dos amigos Wagner Linhares, Salomão Pereira e Marcos Victor, idealizador do Projeto ‘Cidade Humanizada’, é apresentar aos petrolinenses uma solução inteligente para resolver alguns problemas de mobilidade, comuns aos grandes centros. “Hoje é inviável sair de casa com o carro logo cedo e perder um tempão procurando onde estacionar. Considerando também os altos custos com combustível e manutenção do veículo e visando contribuir com a redução da poluição, comecei usar a bicicleta como meio de transporte“, lembra.

Além de gastar e poluir  menos, o uso da bicicleta também se mostrou uma prática saudável. São pouco mais de três meses pedalando de casa para o trabalho e vice-versa e uma experiência positiva para Wagner Linhares. “Além da prática de um exercício físico importante para a saúde, pedalar também faz com que tenhamos mais contato com as pessoas e possamos percorrer a cidade de um jeito diferente, mais tranquilo, sem pressa. Dessa forma, podemos olhar Petrolina com mais atenção e ver coisas que até então passariam despercebidas se estivéssemos dirigindo, a exemplo da natureza“, destaca.

Eles acreditam que somente com o engajamento de todos será possível transformar a cidade a partir de conceitos tão simples, mas importantes. “Com as bicicletas, queremos conscientizar as pessoas de que cada um pode fazer sua parte para que tenhamos um mundo melhor, deixando de emitir poluentes na atmosfera através de uma prática sustentável e inclusiva, já que qualquer um, independentemente de classe social, pode se unir a esta causa“, pondera Marcos Victor. (Fonte/foto: Ascom PMP)

Governo reajusta salários de servidores da Funase em Pernambuco

O governo de Pernambuco reajustou em 20% os salários dos assistentes e agentes socioeducativos da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase). O anúncio feito pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) frisa que o reajuste é um reconhecimento da importância da atuação desses servidores que estavam com defasagem nos vencimentos.

A partir deste mês, os assistentes passam a receber R$ 1.584,00, e os agentes socioeducativos R$ 1.320,00. A partir de maio de 2018, mais 20% será acrescido ao salário, assim como vem sendo defendido pela instituição, desde que o atual secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Roberto Franca, era então diretor-presidente da Funase.

Segundo a atual gestora da Funase, Nadja Alencar, esse reajuste é de fundamental importância para a atuação desses funcionários nas unidades espalhadas por todo o Estado. “Estamos colocando em prática um dos compromissos elencados no Plano de Curto Prazo da instituição, que lançamos neste ano. Essa é uma conquista muito esperada pelos agentes e assistentes socioeducativos e conseguimos graças ao apoio do nosso secretário, Roberto Franca, e a sensibilidade do governador Paulo Câmara, além do secretário de Administração de Pernambuco, Milton Coelho”​,​ ​destacou​ Nadja.​​

Novos servidores

Além disso, a Funase aguarda a convocação de 249 agentes socioeducativos do banco de reserva da Seleção Simplificada de 2013. Os convocados irão complementar o quadro das unidades localizadas na Região Metropolitana do Recife. Também já está autorizada uma nova Seleção Simplificada para contratação de agentes para Vitória, Caruaru, Arcoverde, Garanhuns e Petrolina. O edital está finalizado e será publicado em breve.​​

 

Justiça determina fim da greve do Hemope e retorno imediato dos servidores ao trabalho

O desembargador André Oliveira da Silva Guimarães, do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (TJPE), determinou ao Sindicato dos Servidores da Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Sindshemope) a suspensão imediata da paralisação da categoria, deflagrada na última quarta-feira (3), e o retorno ao trabalho dos servidores. A pena pelo não cumprimento da decisão, emitida nesta sexta-feira (5), é de multa diária de R$ 30 mil, informou a assessoria do TJPE.

A determinação atendeu pedido da Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco (PGE-PE). Em sua decisão, o desembargador avalia que os documentos apresentados pela Procuradoria atestam que a paralisação dos servidores do Hemope foi deflagrada “ao arrepio das disposições da Lei nº 7.783/89, aplicável aos servidores públicos, quer por ter sido estipulada por prazo indeterminado em área estratégica da saúde pública, quer por haver reduzido o número de atendimentos a 30%, por demais insuficiente ao atendimento da demanda”.

Salgueiro: Durante reunião com servidores, prefeito diz não ter como conceder reajuste

Em Salgueiro (PE), no Sertão Central, o prefeito Clebel Cordeiro e o vice-prefeito, Dr.Chico Sampaio, receberam na manhã desta quarta-feira (3), em seu gabinete, uma comissão do comando de paralisação, formada pela presidente do Sindicato dos Servidores Municipais (Simsesal), Edvane Teixeira, agentes comunitários de saúde, engenheiros e professores. Os servidores cruzaram os braços nesta quarta, 3, reivindicando repostas do Executivo à proposta de reajuste da categoria.

Durante o encontro, o prefeito apresentou as contas do município, pediu para que os funcionários voltassem ao trabalho e deixou bem claro que, neste momento, o município não tem como conceder reajuste.

“Aos professores eu tenho como dar o reajuste, porque a verba vem do Governo Federal. O governo municipal, neste momento, não tem como conceder um centavo que seja de reajuste ao servidor municipal. Caiu a receita do município em mais de 60%. Ano passado, nos quatro primeiros meses, o governo arrecadou pouco mais de 4 milhões, e neste quatro primeiros meses, arrecadamos um pouco mais de 2 milhões de reais, então foi uma queda na receita grande”, disse o prefeito.

Receita Federal

Clebel revelou ainda que a Prefeitura de Salgueiro tem uma dívida com a Receita Federal do ano de 2012, dentro do Serviço Auxiliar de Informações para Transparências Voluntárias (CAUC), dívida esta, que foi dividida em 12 parcelas, no valor de R$ 180 mil e o município tem que pagar.

Eu tenho um compromisso com o povo dessa terra. Estou sendo muito sincero com vocês, eu não tenho como conceder esse reajuste. Não vou enganar ninguém, se eu disser que darei não tenho como cumprir, assinalou Clebel.

A informação não foi muito bem aceita pelos servidores que insistem no reajuste.

“Pedimos um reajuste de 6,74% em fevereiro e não foi acatado. Em um momento em que todos estão em luta, em prol de reajuste para todas as categorias, o prefeito só oferece reajuste para  a educação. Não é justo oferecer aumento para uma única categoria e deixar as outras sem nada. Não vamos aceitar”, disse Edvane Teixeira. O prefeito marcou uma nova reunião com a comissão para o dia 18. (Foto: Ascom)

Salgueiro: Servidores cruzam os braços para pressionar prefeitura por reajuste

Em Salgueiro (PE), no Sertão Central, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sisemsal) decidiu cruzar os braços nesta quarta-feira (3). O motivo é a falta de uma contraproposta oficial, por parte da prefeitura, que conceda reajuste a profissionais de saúde, agentes de trânsito, de endemias e comunitários, além de educadores em nível superior, técnicos – entre outros.

Os servidores também pretendem realizar um movimento em frente à sede da prefeitura, a partir das 9h, de onde devem seguir posteriormente para a Câmara de Vereadores.

Quem também vai aderir aos protestos será a categoria dos professores, que apesar de terem sidos informados que seria concedido o reajuste da classe, ainda estão aguardando o projeto chegar à Câmara Municipal para realmente se concretizar.

A decisão foi tomada na última assembleia geral do Sisemsal, no último dia 20 de abril. Mesmo a entidade informando previamente sobre a paralisação, não houve nenhuma resposta do Executivo.

Balanço

Segundo a presidente da Associação dos Agentes Comunitários de Saúde de Salgueiro, Josenilda Rosendo de Farias, todos os servidores efetivos devem aderir à paralisação. “Quem for a unidades de saúde básica do município, por exemplo, vai encontrar atendimento apenas dos contratados e de quem ocupa cargos comissionados. E pode ser que alguns servidores tenham receio em perder o dia de trabalho, mas é preciso que a gente lute por nossos direitos, até porque só estamos pedindo o que é nosso direito. Eu prefiro perder hoje do que perder amanhã”, declarou.

Caso as reivindicações não sejam atendidas com a paralisação, os servidores estão dispostos a iniciar uma greve por tempo indeterminado. As informações foram repassadas pela assessoria do sindicato. (foto/arquivo reprodução)

Prefeituras do Sertão antecipam pagamento de funcionários devido à greve geral

Por conta da greve geral marcada para esta sexta (28), prefeituras do Sertão resolveram antecipar o pagamento de servidores. Duas pelo menos fizeram questão de anunciar: Santa Cruz, no Sertão do Araripe, e Afogados da Ingazeira, no Pajeú.

 “Como os bancos estarão fechados, buscamos antecipar o pagamento para garantir mais comodidade aos nossos servidores durante esse final de semana que antecipa o feriado do trabalhador,” destacou o secretário de Finanças de Afogados, Ney Quidute.

Estamos mais uma vez honrando com os nossos compromissos e garantindo ao nosso servidor mais um mês pagando em dia. Em meio à crise, onde vemos diversos Estados e municípios sem poder honrar com seus compromissos, Afogados mais uma vez dá exemplo de bom planejamento orçamentário,” destacou o prefeito José Patriota.

Já a prefeita Eliane Soares (PR), de Santa Cruz, justificou. “Tenho procurado manter em dia os salários. O servidores já terão amanhã os vencimentos do mês garantidos”, assinalou a gestora.

 

 

 

 

 

 

 

 

Com mediação da Câmara, servidores e Prefeitura de Petrolina fecham acordo e projeto de reajuste é aprovado na Casa

Depois de vários dias de impasse entre os servidores públicos de Petrolina e o Governo Miguel Coelho (PSB), um acordo foi firmado sobre 0 reajuste salarial do funcionalismo público que teve grande parte da categoria contemplada com a reposição da inflação, que ficou em 6,29% em 2016. A Câmara inclusive colocou em pauta nesta quinta-feira, 20, o projeto de lei que concede o reajuste dentro do percentual de perdas da inflação. A matéria foi aprovada por 17 votos. O reajuste é retroativo ao mês de janeiro, data base da categoria.

Sem muitas discussões, até porque o acordo entre a categoria representada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrolina (Sindsemp) com a administração municipal tinha sido construído com a intermediação do Poder Legislativo Municipal, o texto deixou de fora as categorias específicas que estão há mais tempo sem aumento e que possuem leis próprias. Neste caso, o sindicato e o Poder Executivo sentarão novamente à mesa de negociações no dia 26, às 17h, para buscar um percentual de reajuste.

“Restabelecemos o piso no nível elementar com o salário minimo sendo o menor salário a ser pago ao um servidor do município; tivemos de volta a gratificação de difícil acesso para os secretários escolares, mas ainda pesam as categorias que estão sem reajuste há bastantes tempo e que estão sobre legislação específicas. São 115 efetivos e 120 contratados, e não é um numero grande. Por isso temos perspectivas de avançar nessa discussão dia 26″, contou o presidente do Sindsemp, Walber Lins.

O sindicalista agradeceu à Casa Plínio Amorim, que fez a mediação do processo de negociação junto ao Executivo. “Também agradecemos ao servidor, que participou ativamente para a construção dessa conquista”, frisou Lins. Walber reforça a importância do diálogo para construir o acordo e esperar novamente que ocorra na mesa de negociação, no dia 26. “Essa mesa irá contemplar os que não entraram, e que somam 25% do funcionalismo com a reposição inflacionária que será feita com efeito retroativo”, assinalou o presidente do Sindsemp.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br