Caminhada em defesa do Rio Pajeú leva cerca de mil pessoas às ruas de Serra Talhada

Na última quarta-feira (22), Dia Mundial da Água, cerca de mil pessoas fizeram uma caminhada pelas ruas de Serra Talhada (PE), no Sertão do Pajeú, até a Pedra do Curtume, no Bairro Várzea, para uma visita ao Rio Pajeú. A atividade foi promovida pelo Centro de Educação Comunitária Rural (CECOR), juntamente com outros parceiros locais, e faz parte da programação da 5ª Semana da Água (SEMA)/2017, realizada pelas entidades que compõem a Articulação Semiárido Brasileiro (ASA).

Para o coordenador do Cecor, Expedito Brito, o evento alcançou seu objetivo. “Não podemos falar da importância da água sem citar o Rio Pajeú, que precisa urgentemente ser preservado. Precisamos recuperar as matas ciliares, parar de jogar lixo e esgoto dentro do rio e não desmatar mais a vegetação nativa. É preciso que haja uma conscientização coletiva, que cada um faça sua parte. E acreditamos que o evento atingiu seu objetivo que foi o da conscientização, principalmente dos estudantes, que vão levar a mensagem para o restante da sociedade“, afirmou.

Além da caminhada, houve plantio simbólico e distribuição de mais de 200 mudas nativas doadas pela Secretaria de Agricultura do município. Participaram da atividade alunos e professores de escolas públicas e privadas, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Federal dos Trabalhadores em Agricultura do Estado de Pernambuco (Fetape), prefeitura, entre outros. (foto/divulgação)

Governador anuncia construção do Hospital Geral do Sertão em Serra Talhada

Em visita ao sertão do Pajeú nesta quinta-feira (23), o governador Paulo Câmara ( PSB) visitou o terreno onde será construído, em Serra Talhada, sertão do Pajeú, o Hospital Geral do Sertão (HGS). A área fica às margens da BR-232. Na ocasião, Câmara autorizou o lançamento do edital para a elaboração do projeto do novo equipamento, que contará com um investimento de R$ 35 milhões e terá capacidade para realizar 462 internamentos por mês. A previsão é de que as obras tenham início em janeiro de 2018 e sua finalização aconteça em dezembro do mesmo ano.

“Vamos buscar ampliar o serviço e, ao mesmo tempo, ter na região uma unidade de referência, diminuindo a distância entre os serviços médicos ofertados no Estado, principalmente nos atendimentos de urgência e emergência. O intuito de construir aqui, em Serra Talhada, foi estratégico pela sua posição geográfica, pela consolidação de um polo médico que já existe. Ele será fundamental para melhorar a qualidade do serviço público de saúde e atender uma demanda que hoje existe”, pontou o governador.

Paulo destacou a importância das parcerias na construção de uma gestão de sucesso e que chegue a todos. “A gente espera entregar essa obra até o final de 2018, e a gente espera ter condições de melhorar os serviços ofertados e de saber que os desafios da saúde não se restringem apenas à construção de hospitais, mas à eficácia do atendimento, das boas parcerias do Estado com o município”, registrou.

Quando concluída, a unidade irá atender uma demanda média de 462 internamentos por mês. A estrutura vai contemplar cinco salas de cirurgia, 60 leitos de internamento e dez leitos de UTI, com possibilidade de expansão para um total de 120 leitos de internamento e 20 leitos de UTI. Ao todo, serão 8 mil m² de área construída, com possibilidade de expansão para 12 mil. O atendimento ambulatorial contará com as especialidades de traumato-ortopedia, clínicas geral, cardiológica, neurológica e cirurgia geral.

Além de Serra Talhada, o HGS abrange os municípios de Betânia, Calumbi, Carnaubeira da Penha, Flores, Floresta, Itacuruba, Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Belmonte, e Triunfo. O que representa uma população de mais de  236 mil habitantes, que serão beneficiados com o funcionamento do novo hospital.

“Essa obra será um divisor de águas para a saúde do Pajeú, que sente a falta de um equipamento como esse, bem estruturado e moderno. Serra terá uma nova perspectiva a partir de agora”, afirmou o prefeito Luciano Duque (PT). (Foto: SEI/Imprensa/GovPE)

 

Serra Talhada organiza programação em defesa da Caatinga na Semana Mundial da Água

O Centro de Educação Comunitária Rural – CECOR  – promove na próxima terça-feira, 21 de março, o Seminário “Caatinga Guardiã da Água: Como guardar água por mais tempo”, a partir das 09h, no auditório da instituição, em Serra Talhada, Sertão do Pajeú. O seminário acontece dentro da programação da Semana Mundial da Água (SEMA), que será realizada de 20 a 24 de março no território do Pajeú, e tem o objetivo de debater a importância da preservação da Caatinga para a conservação da água no Semiárido.

O painel de debate está previsto para começar às 10h, com a participação de entidades, sindicatos, Universidade Federal Rural de Pernambuco – UAST, igreja, agricultoras e agricultores familiares. Haverá ainda exibição de vídeo e recitação de poesia. Outros dois seminários serão realizados durante a Semana da Água na região.  Na quarta-feira (22) será em Triunfo, com o tema “Caatinga guardiã da água: Reaproveite a água que você usa” e na quinta-feira (23) será em Afogados da Ingazeira, com o tema “Caatinga guardiã da água: A água que a Caatinga guarda”.

Na quarta, haverá ainda em Serra Talhada um Ato Público em defesa do Rio Pajeú. A concentração será às 08h, no trecho do rio que fica no Bairro da Caxixola. Às 13h30 tem palestra no IF Sertão – Campus Serra Talhada e às 19h palestra no Centro Tecnológico.

 

Serra Talhada promove programação especial para o mês da mulher

A partir desta segunda-feira (13), a Secretaria de Saúde de Serra Talhada, sertão do Pajeú, abre a Campanha Saúde da Mulher que intensificará durante todo o mês de março a marcação de mamografias, exames de Papanicolau, testes rápidos e exames clínicos de hanseníase nas Unidades de Saúde. Haverá ainda aulão de ginástica no dia 30 e palestra para as profissionais de saúde no dia 31, às 14h, na Câmara de Vereadores.

Na terça-feira (14), às 08h, no CEU das Artes, A Secretaria Executiva da Mulher promoverá o Seminário “Transformando a economia a partir da nossa história”, com mesa de debate e exposição de linhas de créditos para empreendedoras e organizações produtivas.  Nos dias 17 e 23 tem oficinas para mulheres nos distritos Bernardo Vieira e Varzinha, e no dia 29 haverá Cine Mulher, às 19h, no CEU das Artes, com exibição do filme Terra Fria e roda de conversa.

Paulo Câmara programa visita ao sertão dia 20

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), visitará o sertão do Pajeú no próximo dia 20. O novo giro do gestor estadual pelo interior deverá ter no roteiro as cidades de Afogados da Ingazeira e Serra Talhada, mas Câmara ainda não decidiu qual das duas deverá visitar nesta agenda.

“O mais provável é que seja em Afogados”, afirmou. O Pajeú tem 17 municípios, sendo Serra Talhada o mais populoso. No entanto, para o Governo, leva a desvantagem de ser administrado por um prefeito não aliado – Luciano Duque, do PT. (Com informações de Anchieta Patriota)

ONG implementa novas tecnologias sociais de armazenamento d’água no Sertão pernambucano

O Centro de Educação Comunitária Rural (Cecor), situado em Serra Talhada (PE), no Sertão do Pajeú, iniciou a construção de novas tecnologias sociais de armazenamento de água e incremento à produção de alimentos do Programa Pernambuco Mais Produtivo (PE+P) nos municípios de Santa Cruz da Baixa Verde, Triunfo, Flores, Carnaíba, Quixaba e Santa Terezinha, todos no Pajeú.

No total, serão construídas 270 novas tecnologias, sendo 50 tanques de pedra, 20 barreiros lonados e 200 abrigos de secagem. Essas tecnologias estão sendo construídas na propriedade das famílias rurais que já receberam as cisternas calçadão. O Cecor já concluiu a meta da primeira etapa do PE+P, sendo construídas 3.775 cisternas calçadão de 52 mil litros e está executando atualmente a segunda etapa, que tem como meta a construção de 2.025 cisternas em vinte e três municípios dos Sertões do Pajeú e Moxotó.

As novas tecnologias são as seguintes:

Tanque de pedra (ou caldeirão) – É uma tecnologia comum em áreas de serra ou onde existem lajedos, que funcionam como área de captação da água de chuva. São fendas largas, barrocas ou buracos naturais, normalmente de granito. O volume de água armazenado vai depender do tamanho e da profundidade do tanque. Para aumentar a capacidade, são erguidas paredes na parte mais baixa ou ao redor do caldeirão natural, que servem como barreira para acumular mais água. É uma tecnologia de uso comunitário. A água armazenada é utilizada para o consumo dos animais, plantações e os afazeres domésticos. Lavar a roupa é uma das práticas mais comuns.

Abrigo de Secagem – São pequenas casas de alvenaria (medindo 5m x 2,5m) que servem para estocagem da produção de grãos e forragens. Os abrigos de armazenamento surgiram a partir da demanda da cisterna-calçadão.

Barreiro lonado – Tanque longo, estreito e fundo escavado no solo, que armazena água por mais tempo, diminuindo a evaporação durante a estiagem. Diferente do barreiro comum, o tipo lonado tem o seu fundo e superfície cobertos por uma lona plástica, com capacidade de armazenar mais de 150 mil litros. (foto/divulgação)

Serra Talhada: TCE-PE julga procedente denúncia contra ex-prefeito e aplica multa de R$8 mil

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) julgou procedente na sessão da quinta-feira (16) uma denúncia formulada por quatro vereadores de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú, contra o ex-prefeito Carlos Evandro Pereira de Meneses por ter contratado, com intermediação da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), o escritório de advocacia Monteiro Advogados Associados para reaver recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) não repassados pela União. O conselheiro e relator do processo, Marcos Nóbrega, aplicou uma multa no valor de R$ 8.000,00 ao ex-prefeito.

Segundo ele, a Amupe não tem legitimidade para representar em juízo o ente municipal, postulando em nome próprio um direito deste e através de “notória burla” ao processo licitatório. Afirma ainda que o termo de adesão da prefeitura ao contrato celebrado com o escritório de advocacia é “antieconômico” porque estipula o pagamento aos advogados de 20% de todos os ganhos obtidos pelo município, “promovendo verdadeira sociedade entre o erário municipal e o particular contratado”.

Alega também que a contratação desse escritório foi desnecessária porque o município já requereu o mesmo direito em outro processo (2005.83.03.000798-5) e a decisão de mérito (já transitada em julgado) lhe foi favorável. O relator determina no seu voto, Processo TC n. 1306068-5,  que o atual prefeito do município, Luciano Duque, providencie imediatamente a rescisão do contrato e que a Coordenadoria de Controle Externo do TCE verifique o cumprimento desta decisão. O Blog reserva espaço para algum esclarecimento do ex-prefeito de Serra Talhada. (Com informações do TCE-PE)

Pesquisadora do Reino Unido visita municípios sertanejos para estudar os impactos da globalização no meio rural

A pesquisadora italiana Francesca Fois, economista e doutora em Geografia Humana, da Universidade de Aberystwyth, localizada no País de Gales, no Reino Unido, está em Serra Talhada (PE), no Sertão do Pajeú, visitando famílias agricultoras acompanhadas pelo Centro de Educação Comunitária Rural (Cecor), pesquisando os impactos da globalização no meio rural.

Segundo Francesca, a pesquisa será realizada em todos os biomas brasileiros. “Começamos visitando um trecho da Mata Atlântica na Bahia, vinhemos aqui para o Semiárido e na sequência vamos para Porto Alegre pesquisar os impactos do agronegócio e exportação. Pesquisaremos ainda a conservação e desmatamento da Amazônia e o turismo rural da Chapada Diamantina”, relatou.

Intitulada de Global Rural, a pesquisa é financiada pela União Europeia e ainda vai durar uns dois anos para ser concluída. Além do Brasil, os pesquisadores estão visitando diversos países em todo o mundo, como Austrália, China, Itália, África do Sul, entre outros.

Nosso objetivo principal é investigar como os povos rurais são afetados pela globalização, como foi o desenvolvimento rural nas últimas décadas, a segurança alimentar e as estratégias alternativas de acesso à água durante a seca”, disse Francesca.

Foco

Na região, estão sendo visitadas famílias de Serra Talhada e Santa Cruz da Baixa Verde que já tem cisternas de placas do Programa Uma Terra e Duas Águas (P1+2) e/ou trabalham com a Agroecologia. “O foco é conhecer essas práticas agrícolas alternativas voltadas para a Agroecologia e como essas tecnologias, como a cisterna, ajudam a enfrentar as dificuldades climáticas”, completou. (foto/divulgação)

Serra Talhada: Secretaria de Educação se planeja para início das aulas em março na rede municipal

Em Serra Talhada (PE), no Sertão do Pajeú, a Secretaria de Educação divulgou o calendário de atividades preparatórias para o início do ano letivo de 2017 em todas as escolas da rede municipal de ensino.

Nos próximos dias 22 e 23 de fevereiro será realizada uma formação continuada para os professores da rede municipal, a partir das 8h, na Câmara de Vereadores. Já nos dias 23 e 24 do mesmo mês, os professores retornarão às suas unidades de ensino para o processo de organização escolar. As aulas começarão no dia 2 de março em toda rede municipal.

A Secretaria lembra que ainda há vagas em algumas escolas. Os pais ou responsáveis que ainda não matricularam seus filhos devem procurar as secretarias das escolas o mais rápido possível. Os alunos do 6º ao 9º ano e de todas as modalidades do Ensino de Jovens e Adultos (EJA) do Alto do Bom Jesus já podem estudar na nova escola do bairro, que será inaugurada no início de março. As matrículas estão sendo feitas nas escolas vizinhas – Antônio Medeiros e Pequeno Mandacaru.

 

Serra Talhada terá primeira TV digital pública municipal do País

O prefeito de Serra Talhada (PE), no Sertão do Pajeú, Luciano Duque (PT), anunciou que a cidade será pioneira em implantar a primeira TV digital pública do Brasil. Duque aproveitou a inauguração do campus do Instituto Federal Sertão Pernambucano (IF-Sertão) na cidade na segunda, 30/01, para solicitar a implantação de um curso profissionalizante na área de audiovisual na instituição, com a finalidade de capacitar futuros profissionais da região que atuarão no veículo.

“Aproveitamos a presença da reitora do IF Sertão-PE, a professora Maria Leopoldina, para fazer essa solicitação e assim preparar profissionais para esse seguimento”, afirmou Duque.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br