Amupe reunirá municípios para debater fundo de previdência

A Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), que tem como presidente o prefeito de Afogados da Ingazeira (Sertão do Pajeú), José Patriota (PSB), promoverá na próxima terça-feira (18) um seminário para debater o desequilíbrio atual dos Fundos Próprios de Previdência. Hoje, cerca de 140 dos 184 municípios pernambucanos têm previdência própria, mas 95% deles são deficitários – ou seja, a receita é inferior à despesa (pagamento de aposentadorias e pensões).

O evento acontece na sede da entidade, localizada à Avenida Recife, 6.205, bairro de Jardim São Paulo, no Recife. Para falar sobre o tema foram convidados Édson Jacinto, assessor da Associação Matogrossense de Municípios, e Sérgio Aureliano, consultor da CNM (Confederação Nacional dos Municípios).

“Este é um momento importante para discutirmos os rumos da Previdência própria e buscarmos novos horizontes”, diz o presidente da Amupe. (Foto/reprodução )

Especialistas e produtores de cebola debaterão em seminário problemas na Bacia do São Francisco

Um dos eventos de maior relevância para o agronegócio do Vale do São Francisco, o 29º Seminário Nacional de Cebola e 20º Seminário de Cebola do Mercosul irão debater este mês, em Juazeiro (BA), temas como produção, melhoramento genético e mercado. Além disso, abrirá espaço para questões como assoreamento do rio, revitalização e preservação ambiental.  O evento acontecerá entre os dias 26 e 28, no campus da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) da cidade baiana, das 8h às 18h30.

A abordagem será feita pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), que trará para os visitantes o seguinte tema: ‘Bacia do São Francisco – Recomposição e Defesa’. De acordo com o diretor da Área de Revitalização das Bacias Hidrográficas da Codevasf, Inaldo Guerra, serão apresentadas ações do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, incluindo o Plano Novo Chico, um investimento do governo federal da ordem de R$ 34 milhões.

Os participantes dos seminários poderão ainda tirar dúvidas sobre preservação ambiental, obras para conter o desmoronamento da margem do rio, assoreamento e a ocupação de áreas de preservação permanente. “Essas obras promovem a recuperação e a preservação do rio, o que garante mais qualidade e quantidade de água para a população. Os beneficiados são os cidadãos”, afirmou Guerra.

Durante os três dias, o evento – realizado pela e é uma realização da Aprocesf (Associação dos Produtores de Cebola do Médio São Francisco), Anace (Associação Nacional dos Produtores de Cebola) e Embrapa, promoverá ainda palestras com representantes de entidades, a exemplo da Epagri e Embrapa, e de empresas, universidades e instituições ligadas ao setor agrícola.

Também estão previstas as presenças de empresários, produtores, pesquisadores e especialistas da Argentina e Uruguai e dos Estados produtores de cebola do Brasil – Santa Catarina, São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais, Goiás e Rio Grande do Norte. (fonte/foto: CLAS Comunicação)

Codevasf apresenta ações de saneamento no semiárido em seminário no Recife

A contratação e elaboração de projetos de sistemas de tratamento de esgoto implantados pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) em pequenos municípios do Nordeste e Norte de Minas foi tema de palestra proferida pelo diretor de Revitalização de Bacias Hidrográficas da Codevasf, Inaldo Guerra, no Seminário Região Nordeste – Projeto Reúso, que acontece no Recife, na sede da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

“Essa questão da reutilização da água deve ser debatida tanto tecnicamente como conceitualmente porque passa pela mudança na forma de pensar o uso, uma mudança de paradigma. A Codevasf trabalha no nível técnico com grandes contribuições e obras importantes”, explica Guerra.

Em sua apresentação, ele abordou as ações desenvolvidas pela Codevasf na implantação de sistemas de esgotamento sanitário no âmbito do Programa de Revitalização de Bacias Hidrográficas do São Francisco e do Parnaíba, destacando a situação das obras nos estados onde a empresa atua. O chefe do Escritório de Representação da Codevasf em Recife, Marcelo Teixeira, acompanhou os trabalhos.

A Codevasf já investiu cerca de R$ 1,8 bilhão na implantação de sistemas de esgotamento sanitário. Já foram concluídas 103 obras e outras 23 encontram-se em execução. As ações promovem a recuperação e a conservação hidro ambiental da bacia, melhoram as condições sanitárias locais e contribuem para a conservação dos recursos naturais e para eliminação de focos de poluição.

Interáguas

O seminário, que termina nesta sexta-feira (7), visa a apresentar e discutir sobre resultados preliminares das potencialidades de reuso e critérios de qualidade, além de coletar informação específica a cada região, incluindo iniciativas relacionadas ao tema de água de reúso. O projeto foi concebido especificamente para propor um plano de ações voltado à elaboração de uma política de reuso de efluentes sanitários no Brasil.

O evento está inserido no âmbito do Programa de Desenvolvimento do Setor Água (Interáguas), que tem como instituição executora o Ministério das Cidades, por meio da Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental (SNSA/MCidades), em parceria com o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) e financiamento do Banco Mundial. (Foto: Comunicação/Codevasf)

Diocese de Petrolina realiza seminário dentro da programação da Campanha da Fraternidade 2017

Dentro da programação da Campanha da Fraternidade 2017, que tem como tema a preservação e proteção dos biomas brasileiros, a exemplo do bioma caatinga, no semiárido nordestino, a Diocese de Petrolina programou para a próxima sexta-feira, 31, a realização do seminário- Fraternidade: A Caatinga e o Rio. O evento acontece a partir das 9h, no Centro Cultural Dom Bosco, localizado no Centro da cidade.

A programação contará com expositores, como o professor e ambientalista, Vitório Rodrigues que também é radialista e escritor; o Padre Antônio Moreno, professor, doutor em Ciências da Educação pela Universidade Pontifica Salesiana de Roma, na Itália e diretor do Colégio Dom Bosco; e a terceira palestrante será a pesquisadora da Embrapa Semiárido, Lúcia Kill.

AMMPLA marca presença no 1º Seminário de Fiscalização de Transporte e Segurança

A Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA) participou do 1º Seminário de Fiscalização de Transporte e Segurança, que foi realizado entre 23 e 25 de março, no Sest/Senat. Representantes do trânsito da cidade, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar coordenaram o evento que, além de palestras e debates, proporcionou a interação entre as forças policiais que atuam neste segmento em Petrolina.

Na ocasião, o agente Jilmar Barros, gerente de educação no trânsito da AMMPLAa, ministrou palestra sobre a fiscalização na segurança do transporte alternativo de passageiros. “É importante destacar a influência da fiscalização do transporte alternativo. O objetivo maior é sempre que o usuário tenha segurança, conforto e retorne ao seu lar em paz. Por isso, precisamos ficar atentos se os profissionais estão preenchendo os requisitos exigidos por lei para proporcionar essa segurança aos usuários”, explicou.

“Reforma não pode tirar direitos dos trabalhadores”, diz Armando em seminário no Recife

O senador Armando Monteiro (PTB) participou, nesta segunda-feira (27), de um seminário promovido pelo LIDE-PE, em que tratou de temas ligados à Reforma Trabalhista. O evento, presidido por Drayton Nejaim, contou com a presença do ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, que ministrou palestra sobre os desafios de uma nova legislação trabalhista no Brasil.

Para Armando, o País precisa enfrentar uma agenda de reformas, de modo que possa gerar mais empregos e assegurar a retomada do econômico, mas sem retirar direitos dos trabalhadores. Sobre o olhar da Reforma Trabalhista, o senador defende que o Brasil precisa moldar as instituições para que o mercado de trabalho seja mais dinâmico, gere empregos e possa assegurar o crescimento econômico.

“Mas tudo isso sem ferir os direitos dos trabalhadores. Isso é um ponto fundamental. Não se pode promover reformas para precarizar ou para subtrair direitos dos trabalhadores”, assinalou o parlamentar.

O petebista afirmou que é preciso promover mudanças na legislação de modo a oferecer um marco jurídico e ambiente de maior flexibilidade, de forma que o Brasil possa ter um sistema mais dinâmico.

“No ambiente das relações do trabalho, todos reconhecem que o País precisa promover uma modernização das relações porque o mundo do trabalho mudou em função do impacto de novas tecnologias, das novas formas de trabalho, da especialização crescente, da fragmentação do trabalho. É evidente que temos que atualizar o marco legal. O que se constata é que a lei não tem mais a capacidade de poder se moldar às mudanças que ocorrem com grande velocidade no mundo do trabalho. Eu considero absolutamente necessário que o Brasil avance nessa agenda”, disse.

Armando Monteiro pontuou, por fim, que o Congresso Nacional terá um papel fundamental nessa agenda de reformas, de modo a aperfeiçoar as propostas e promover um debate amplo. (Foto: Ascom)

Sintraf Petrolina participa de evento em São Paulo contra reforma da Previdência e Terceirização

O Sindicato dos Agricultores Familiares (Sintraf) de Petrolina, participou na sexta-feira (24) de uma plenária da Força Sindical, em São Paulo (SP), para discutir ações contra a reforma da Previdência e o projeto de lei da Terceirização aprovado na Câmara dos Deputados.  A presidente da entidade local, Isália Damacena, faz parte da diretoria nacional da Força e compartilhou com os demais sindicalistas as preocupações dos agricultores do município.

A plenária, que contou com a presença dos presidentes e líderes da Central nos 26 estados mais Distrito Federal, resultou na indicação de 28 de abril como a data do ‘Dia Nacional de Atos e Paralisações’. Com a iniciativa, a Força pretende pressionar o governo e o Congresso Nacional para atenderem às reivindicações dos sindicatos, como: mudanças na proposta de reforma da Previdência e a aprovação do substitutivo do Projeto de Terceirização, que tramita no Senado.

No evento, Isália Damacena falou em nome dos agricultores familiares e disse que busca “apoio amplo” da Força Sindical para barrar as mudanças na aposentadoria de sua categoria.  “Da forma como está, o agricultor não terá condições de pagar por tanto tempo à Previdência, assim como não vai conseguir se aposentar aos 65 anos. Por isso, é importante estarmos convergindo nessa causa”.

Além da dirigente, outro líder sindical que discursou no encontro foi o deputado federal, Paulo Pereira da Silva, Paulinho (SDD), que é presidente da Força. Segundo ele, está existindo “uma pressão enorme sobre o movimento sindical, com reflexo para o aumento das mobilizações das centrais”. Paulinho afirmou ainda que os agricultores e trabalhadores não vão aceitar reformas “de goela a baixo”. “Estão aprovando o projeto da terceirização, acabando com a contribuição assistencial e pressionando para aprovar a reforma previdenciária. A questão é por que temos de pagar essa conta?”, indagou.

Consequências da Reforma

Entre as mudanças propostas pelo governo Michel Temer e que são rejeitadas pelos sindicatos, está a criação da idade mínima de 65 anos para a aposentadoria de homens e mulheres e a alteração na forma contributiva dos agricultores familiares, que deixariam de ser taxados pelo valor da comercialização de seus produtos para contribuírem sobre o Regime Geral da Previdência (RGPS). Os dois itens têm preocupado principalmente a população da Zona Rural de Petrolina, cuja renda de muitas famílias vem da pensão ou aposentadoria. (Foto- Ascom)

Pernambuco em Ação deixa R$ 123 milhões para o sertão

No encerramento da primeira rodada da primeira etapa do seminário Pernambuco em Ação, o governador Paulo Câmara (PSB) realizou um balanço dos investimentos no Sertão do Estado. Ao todo, foram liberados R$ 123 milhões para as Regiões do Pajeú, Itaparica e Moxotó direcionados para as áreas sócio-econômicas.

No último dia, o chefe do executivo anunciou R$ 25 milhões de investimentos em Recursos Hídricos, Educação, Habitação, Agricultura Familiar e Infraestrutura no Moxotó. O grande anúncio foi a autorização para início das obras e serviços de implantação do Sistema Adutor do Moxotó, com aporte de R$ 8,5 milhões do Governo do Estado.

“Desde a última quinta-feira estamos rodando por todo o Sertão, visitando as regiões, pois são momentos como esses que fazem a diferença na priorização das ações. Temos que estar junto da população para buscar a resolução dos problemas. Saio muito motivado e muito determinado a trabalhar por um Pernambuco melhor”, avaliou Câmara.

Sobre a obra realizada pelo Governo do Estado, em parceria com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), e o Governo Federal, o presidente da entidade, Roberto Tavares, explicou que, o equipamento alimentará a Estação de Tratamento de Água de Arcoverde, sertão do Maxoto,  e se interligará aos trechos já construídos da Adutora do Agreste que levarão água para mais seis cidades. São elas Pesqueira, Alagoinha, Sanharó, Belo Jardim, Tacaimbó e São Caetano.

“Todo pernambucano sabe, principalmente, o pessoal do Moxotó, que tem sido muito sofrida a vida do sertanejo. São seis anos consecutivos de seca. Então, a aceleração das obras da Adutora do Moxotó é importante, pois poderá abastecer plenamente Arcoverde e algumas cidades do entorno”, esclareceu Tavares.

O Sistema Adutor do Moxotó é composto pela estrutura de captação na barragem do Moxotó, no Eixo Leste da Transposição, com 70 quilômetros de Adutoras em tubos de ferro fundido de 600mm de diâmetro, 3 estações de bombeamento e vazão de 450 litros por segundo.

FEM 

Entre os anúncios, a certeza de que quatro municípios do Sertão do Moxotó também serão beneficiados com R$ 482.436,75 em recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM). O valor será direcionado para a cidade de Ibimirim na construção de Estádio de Futebol no Bairro Lages e a reforma nas Quadras Poliesportivas no bairro Agrovila IV e João Inocêncio Correia Lima; em Arcoverde, será construída a Praça da Cohab I; em Betânia, será realizada a construção de Praça Pública para Lazer; e para o município de Sertânia, serão duas construções de Muralhas de Creches e de obras de abastecimento de água, nas Vilas Rio da Barra (4º Distrito e Albuquerque NE e 5º Distrito).

Estiveram presentes os secretários de Estado; os deputados estaduais Isaltino Nascimento (líder do Governo), Eduino Brito, Ricardo Costa, Waldemar Borges, Joaquim Lira, José Maurício e Laura Gomes; e os deputados federais André de Paula, Fernando Monteiro, João Fernando Coutinho, Gonzaga Patriota e Kaio Maniçoba. (Foto- Aluísio Moreira-SEI-GovPE)

Seminário de Cebola destaca melhoramento genético e mercado para o produto

 

Melhoramento genético, produção sustentável, irrigação por gotejamento e tecnologia para alto rendimento da cebola são alguns dos temas que vão ser destaques na programação do 29º Seminário Nacional de Cebola e 20º Seminário de Cebola do Mercosul, que acontece de 26 a 28 de abril, no Complexo Multieventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf)  em Juazeiro, BA.

Com representantes de países a exemplo de Argentina, Chile e Uruguai e de estados como São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Norte, o Seminário terá início às 9h, com a abertura oficial do evento. Pouco depois, às 11h, o catarinense Daniel Schmitt apresenta a palestra sobre o “Mercado de Cebola do Mercosul”. Seguida, às 14h, do palestrante Valter Rodrigues, que vai falar do “Melhoramento genético da Cebola na Embrapa”.

Ainda no mesmo dia (26), o público poderá conferir palestras sobre “Nutrição eficiente para altas produtividades”, que começa às 15h; o “Cultivo de cebola por semeadura direta”, às 16h20; e a “Produção sustentável de cebola”, a partir das 17h. Além disso, os visitantes vão participar, às 17h45, de uma assembleia com o presidente da Associação Nacional dos Produtores de Cebola (ANACE), Antônio Carlos Pagano.

Na quinta-feira (27), as palestras começam logo cedo. Já a partir das 8h20 será realizada uma discussão sobre o “Armazenamento de Cebola Longa Vida”. Às 9h, o tema será “Desafios da produção de sementes de cebola no semiárido” e, a partir das 10h, os produtores vão debater a “Bacia do São Francisco – recomposição e defesa”. Já a aguardada palestra “Melhoramento genético da cebola para clima tropical trás benefícios para produtores” está prevista para 11h.

O quadro de debates do Seminário da Cebola segue à tarde. A “Irrigação por gotejamento – tecnologia para alto rendimento da cebola” inicia às 14h, porque às 15h o palestrante Guilherme Ogata, da empresa Arysta, ministra o “Manejo produtivo da cultura da cebola”. Ainda às 16h20, um Painel dos Estados e do Mercosul apresenta aos produtores da região dados de produção de cebola e consolidação do quadro de oferta. O painel terá a presença de representantes dos países e estados participantes do evento.

A coordenação do seminário separou para o último dia, na sexta-feira (28), uma visita de campo à área do Projeto Salitre, em Juazeiro, às 8h, onde estrangeiros e especialistas vão tomar conhecimento das atividades e projetos desenvolvidos na região.

A realização do 29º Seminário Nacional de Cebola e 20º Seminário de Cebola do Mercosul é da Aprocesf – Associação dos Produtores de Cebola do Médio São Francisco, Anace e Embrapa Semiárido. Mais informações pelos contatos: (87) 3862-1892 ou pelo site: www.seminarionacionaldecebola.com.br/wp.

Emendas de FBC e Fernando Filho contemplam sertão com perfuração de poços

 

A perfuração de 65 poços no sertão do estado para minimizar os efeitos do sexto ano consecutivo de estiagem como obras realizadas pela Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), foi um dos investimentos anunciados nesta sexta, 24, no evento Pernambuco em Ação, coordenado pelo governador Paulo Câmara (PSB). Quem deu a boa notícia foi o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB), cujo recursos para a intervenção, serão viabilizados via emendas parlamentares de sua autoria e do deputado federal Fernando Filho, atualmente licenciado para assumir o ministério de Minas e Energia.

Serão 21 poços no Sertão de Itaparica, 28 no Pajeú e 10 no Moxotó, além de seis poços profundos, localizados também no Moxotó. O anúncio foi feito durante o seminário Pernambuco em Ação, promovido pelo governo do estado, na cidade de Petrolândia. A agenda envolve todo o secretariado estadual, deputados federais e estaduais da região e foi coordenada pelo governador Paulo Câmara (PSB).

O senador elogiou a iniciativa do governo em repactuar as metas assumidas em 2014, por conta do agravamento da crise. “É importante que possamos dizer às pessoas o que não poderá ser feito e elencar prioridades. O Brasil mergulhou na maior recessão da sua história, com 12 milhões de desempregados e as receitas estaduais caíram muito”, ponderou o senador.

Fernando defendeu junto ao governador a ampliação da malha viária da região, especialmente a estrada do Ibó, na cidade de Belém do São Francisco. A estrada irá ajudar a escoar a produção de mangas, o mais importante vetor da economia local. Para o senador é fundamental que o estado consiga potencializar as obras da transposição do São Francisco no Sertão de Itaparica, concretizando o projeto de irrigação na região da cidade de Floresta, cobrindo uma área de 10 mil hectares.

“Além disso, em Ibimirim podemos irrigar outros 5 mil hectares. Com estas ações vamos beneficiar milhares de trabalhadores e trabalhadoras do Sertão, que vão poder produzir com segurança e mudar de vida”, disse.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br