Sebrae Bahia ultrapassa os 47 mil atendimentos nos primeiros três meses do ano

O Sebrae Bahia realizou um total de 47,5 mil atendimentos nos primeiros três meses de 2017. O dado revela um número crescente de pessoas que estão empreendendo ou que pretendem abrir um negócio. Paralelo aos atendimentos, nesse mesmo período, foram realizadas 423 capacitações, entre cursos, palestras e oficinas, levando conteúdos ligados a gestão e empreendedorismo.

Para o superintendente do Sebrae Bahia, Adhvan Furtado, esses números evidenciam que o empreendedorismo está em alta no estado, seja como uma alternativa para superar momentos de adversidade, seja pela concretização de planos e sonhos. “Sendo por necessidade ou por oportunidade, o fato é que o baiano vem se mostrando cada vez mais empreendedor, e o Sebrae procura acompanhar as tendências e as demandas desse público, atualizando soluções e oferecendo novas ferramentas”, afirma.

Além de sua agenda de cursos e atendimentos presenciais e a distância, o Sebrae acompanha as necessidades dos empreendedores baianos. Exemplo disso foi a grande novidade da instituição para esses primeiros meses do ano: o Radar Sebrae. Lançado em março, o Radar Sebrae é uma ferramenta gratuita inovadora que oferece, em uma busca simples, diversas informações para auxiliar o empreendedor a decidir pelo melhor local para abrir um negócio. A solução foi desenvolvida a partir de uma pesquisa do Sebrae, que revelou que 46% dos empresários não sabiam o número de clientes e o hábito de consumo de seu público ao empreender. Além disso, 38% não sabiam o número de concorrentes que teriam, 37% não tinham conhecimento da melhor localização e 61% não procuraram ajuda de pessoas ou instituições para dar início a essa jornada.

O Radar tem uma base de dados de 14 cidades da Bahia: Barreiras, Camaçari, Feira de Santana, Ilhéus, Irecê, Itabuna, Jacobina, Juazeiro, Lauro de Freitas, Porto Seguro, Salvador, Santo Antônio de Jesus, Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista. De acordo com o interesse do empreendedor e o perfil do negócio que está pensando em iniciar, a solução ajuda com informações sobre locais com maiores potenciais para implantação do negócio, considerando perfil de clientes, concorrência, entre outras. Disponível no site www.radarsebrae.com.br ou em aplicativo para Android e IOS (adquirido via Google Play ou Apple Store), desde o lançamento, em 9 de março, 15.905 pessoas já acessaram a ferramenta – sendo que 71% desses acessos foram feitos via celular.

 

Curso de controle alimentar é oferecido para apicultores de Petrolina

Produtores de mel participaram da primeira aula do curso de segurança alimentar e controle dos processos no último sábado (15), ministrado no N-9 do Perímetro de Irrigação Senador Nilo Coelho. O evento aconteceu na Casa do Mel, sede da Associação dos Criadores de Abelha do Município de Petrolina (Ascamp). O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) é parceiro da iniciativa.

O curso durou todo o dia, mas a programação se estende desta terça (18) a sexta-feira (21). Com uma carga de 32 horas de duração, a ação atende às normativas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), que orienta associações de criadores de abelhas a promover palestras sobre controle de perigos alimentares.

Durante a apresentação, o consultor e especialista em qualidade e segurança alimentar do Sebrae, Roberto Aquino, mostrou quais são os erros de controle de alimentos mais cometidos por apicultores e apontou, também, algumas medidas simples que podem ser determinantes para a “alta qualificação do mel”, entre os consumidores e o Estado.

Segundo Aquino, o mercado exige do produtor uma cultura preventiva, se deseja continuar nele. Ter controle sobre o que entra e sai da casa de mel, porém, é um desafio que exige atenção e domínio de conhecimento no setor. Durante a palestra, Roberto Aquino ainda adiantou como serão as próximas aulas. “Esse curso é de instrução. Então ele [o curso] tanto instigará a prever, como prevenir e corrigir erros”, explica.

Qualificação e competitividade

Além de atender às normas do MAPA, o presidente da Ascamp, Natalício Sá, disse que a execução do curso visa principalmente à qualificação e ao aumento da competitividade dos produtores participantes da qualificação. De acordo com o dirigente, a Ascamp já é responsável pelo abastecimento de escolas municipais, abrigos para menores, restaurantes populares, verdurões e supermercados da região, mas a meta da entidade é ambiciosa. “Buscamos levar ao consumidor final um produto de excelente qualidade, de forma que ele fique satisfeito e seja o nosso maior divulgador”. ressalta Natalício. “Queremos vender nosso mel não só para Petrolina, Lagoa Grande e região, nosso objetivo é alcançar todo o estado, e, quem sabe, nacionalizarmos”, afirmou o presidente da Ascamp.

O apicultor George Junior Rodrigues, 35 anos, que segue os passos do pai, também produtor de mel, acrescenta mais um motivo para se preparar melhor para a atividade. Ele disse participar do curso porque deseja aperfeiçoar seus conhecimentos. “A gente trabalha com abelhas e sabe que existem muitos detalhes na apicultura. Então temos que aprender para podermos fazer a manipulação de forma correta”, conclui. (Foto: Ascom)

Mais de 200 vagas em cursos ofertados pelo Sebrae em Juazeiro e Paulo Afonso

Estão abertas as inscrições para o programa de capacitação oferecido pelo Sebrae no mês de abril nos municípios de Juazeiro e Paulo Afonso, no norte da Bahia. São cerca de 200 vagas disponíveis em palestras, cursos e oficinas nas áreas de empreendedorismo, formalização, moda, marketing e vendas, que visam qualificar quem planeja abrir um negócio ou os empresários que já estão no mercado e buscam a expansão ou recolocação dos negócios.

Em Juazeiro a programação começa com a palestra “como a internet pode ajudar os pequenos negócios”, que será ministrada na próxima quarta-feira, 12, no Sebrae em Juazeiro. A capacitação vai mostrar como os empresários podem utilizar a internet para direcionar propagandas para um público específico, além de atrair novos clientes. A palestra é gratuita começas às 19h.

De 17 a 20 de abril, das 18h às 22h, será oferecido o curso “gestão estratégica de vendas”, destinado a empresários, gerentes de vendas e vendedores de microempresas de Juazeiro e região, que desejam implantar estratégias de vendas na empresa, além de criar condições necessárias para que os participantes desenvolvam competências para promover as vendas de produtos e serviços. O investimento da capacitação é de R$ 100 e dá direito a dois participantes por empresa. O mesmo curso será realizado para os empreendedores de Paulo Afonso, entre os dias 24 a 28 de abril.

O Sebrae em Juazeiro promove ainda, no dia 19 de abril, o encontro com especialista em moda. A capacitação voltada para profissionais, estudantes e interessados na área de moda acontece das 18h30 às 22h na sede do Senai no município. O evento é aberto ao público e a programação inclui apresentação do Sebrae das ações para o segmento de moda na região e as palestras “Criatividade gera inovação – a importância do design na atualidade” e “Inova moda – Tendências e inovações di universo da moda”.

Há oportunidade também para potenciais empreendedores e microempreendedores individuais, que poderão tirar dúvidas sobre as vantagens e os benefícios da formalização, na oficina “Formalização para começar bem”, que será realizada no dia 26 de abril em Juazeiro. A oficina gratuita busca auxiliar empreendedores na realização de uma ideia de negócio ou quem já têm experiência em trabalhar por conta própria. O conteúdo vai abordar ainda as garantias da formalização, tais como o registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), isenção de alguns tributos e acesso aos benefícios da Previdência Social, como salário maternidade e auxílio-doença.

Inscrições

Potenciais empreendedores e empresários de micro e pequenas empresas, na região norte da Bahia, podem se inscrever no Sebrae em Juazeiro ou no ponto de atendimento da instituição em Paulo Afonso.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 74 3612-0827 (Juazeiro) e 75 3281-4333 (Paulo Afonso).

Empreendedorismo será incluído no currículo escolar de escolas do norte baiano

Estudantes do ensino fundamental de escolas públicas nos municípios de Sobradinho, Remanso, Sento Sé, Canudos e Paulo Afonso, no Norte da Bahia, vão aprender na sala de aula noções de empreendedorismo.

Durante um ano, as escolas classificadas no edital do Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), desenvolvido pelo Sebrae, vão inserir a disciplina de empreendedorismo na grade curricular da escola ou por meio de atividades extras. Em todo o estado, 43 municípios serão beneficiados. O objetivo do programa é disseminar o empreendedorismo no ensino formal e despertar nas crianças características empreendedoras que as tornem no futuro jovens e adultos inovadores e atuantes. Assim, o curso, aliado a um ambiente de aprendizagem, incentiva os alunos a buscarem o autoconhecimento, novas experiências, além do espírito de coletividade.

Para o gerente regional do Sebrae em Juazeiro, Carlos Cointeiro, a educação exige novos métodos de ensino que preparem os estudantes para o atual cenário econômico e social do país. “Nós estamos contribuindo com esse processo, levando a cultura empreendedora, por meio do JEPP, para dentro das escolas. E essa parceria possibilita que o empreendedorismo faça parte da rotina dos alunos e forme cidadãos criativos e com espírito empreendedor”, destaca.

De forma dinâmica e interativa, o JEPP vai tratar em nove cursos, temas ligados ao comportamento empreendedor, cultura da cooperação e da inovação, sustentabilidade, ética, cidadania, em diversas áreas de mercado, como indústria, comércios, serviços. Para atender essa proposta os professores das instituições de ensino classificadas no norte baiano serão capacitados no mês de maio para atuar no programa. A metodologia será aplicada aos estudantes a partir do segundo semestre deste ano e segue até 2018.

Curso sobre exportação está aberto no Sebrae em Petrolina

 

Estão abertas as inscrições para o curso Passaporte para a Exportação, em Petrolina. O curso, que será realizado de 03 a 11 de abril, é voltado para produtores da fruticultura, agroindústrias e empresários de micro e pequenas empresas com potencial para exportação. Realizado pelo Sebrae em Pernambuco, por meio da  Unidade do Sebrae no Sertão do São Francisco, o curso tem o objetivo de capacitar os produtores e empresários interessados em ampliar seus mercados, exportando produtos com qualidade e adaptados as especificidades locais.

A capacitação destaca ainda a importância do planejamento para a internacionalização com sustentabilidade, possibilitando o aumento da competitividade dos produtos das micro e pequenas empresas. Permitindo ao empresário responder a questões como: Porque exportar? Minha empresa está pronta para exportar? O preço do meu produto é competitivo? O participante conhecerá também a documentação necessária, habilidades e formas de pagamento na exportação.

O treinamento é uma oportunidade para os que já exportam e para os que pretendem desenvolver um projeto para exportação. Com carga horária de 45 horas, em 13 encontros, a programação também inclui duas horas de consultorias individuais por empresa participante, e visita técnica ao Terminal de Cargas do Aeroporto de Petrolina – Teca.

Estão sendo oferecidas 20 vagas, e as inscrições podem ser feitas até a manhã do dia 03, na Unidade do Sebrae, localizada na Avenida 31 de Março, no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho, Centro de Petrolina. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (087) 2101-8902/2101-8904/2101-8918. O investimento é de R$160.

Projeto incentiva cortes especiais de carneiro antes só vistos na carne de boi

Um Supermercado de Juazeiro e outro de Casa Nova, ambas as cidades no norte da Bahia, estão investindo em um novo produto para atrair os consumidores. Quem for ao Mercadinho Econômico de Juazeiro comprar carne ganhou a possibilidade de adquirir cortes especiais de carneiros. O que antes era disponibilizado apenas em cortes de carne bovina, agora também é possível levar para casa picanha, pernil, paleta, costela, lombo e até carré francês de ovinos.

Através uma parceria com o IDESA – Instituto de Desenvolvimento Sustentável Araci, abatedouro Campo do Gado e o Projeto Bioma Caatinga do SEBRAE e Fundação Banco do Brasil, o estabelecimento treinou os funcionários que trabalham no setor de carnes para fazerem os cortes no próprio estabelecimento. O curso foi oferecido pelo IDESA que contratou um profissional especializado em cortes para orientar os funcionários do mercadinho.

O abatedouro Campo do Gado é responsável pelo o abate e inspeção dos animais e o Bioma Caatinga somou ao projeto à orientação técnica e gerencial as empresas envolvidas.

Os animais utilizados para os cortes especiais são produzidos na Fazenda Icó que fica no Distrito de Itamotinga, em Juazeiro-BA, fazenda modelo do Projeto Bioma Caatinga. Lá, os animais recebem todo o manejo adequado como vacinação, vermifugação, alimentação e água em abundância, para serem abatidos com idade entre quatro a cinco meses de vida, o que possibilita uma carne macia e saborosa sem muita gordura, e a torna mais nutritiva.

Atualmente estão sendo abatidos vinte cordeiros por semana com peso médio de 12 kg de carcaça. Mas esse número pode aumentar à medida que o consumo cresça. Outras duas empresas que trabalham de maneira semelhante à Fazenda Icó devem passar a fornecer animais também nas próximas semanas.

Nova forma de gestão

Para garantir a viabilidade do negócio foi criado um conselho gestor com representantes das fazendas, do mercadinho, do Projeto Bioma Caatinga, do abatedouro Campo do Gado e dos consumidores. É esse conselho que define preços, a cota de cada empresa envolvida no processo e as regras do fornecimento e comercialização dos animais. As decisões são tomadas em conjunto com a participação de todos.

Para o coordenador geral do Projeto Bioma Caatinga, Robério Araújo, a chegada desses cortes especiais ao mercado é a concretização de um sonho. “Quinze anos de insistência, mas enfim, hoje estou levando para casa o que sempre imaginei que um dia chegaríamos. Demorou, mas chegou a hora”, comentou o coordenador.

Casa Nova

Na cidade Casa Nova-BA, é o Supermercado Pereira que está investindo na comercialização de cortes especiais de ovinos e caprinos. A empresária, Elizângela de Souza Silva, por orientação dos técnicos do Projeto Bioma Caatinga, contratou uma equipe do SENAI Petrolina para treinar sua equipe de açougueiros. Foram três dias de curso dentro do próprio estabelecimento. Os funcionários receberam aula teórica sobre noções de manejo e higiene com a carne e também aulas práticas para aprender a fazer os cortes especiais. (Foto: Ascom)

Araripina ganha Sala do Empreendedor

A Prefeitura de Araripina e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, promovem a partir desta terça, 21, a abertura da Sala do Empreendedor. Uma parceira com a Câmara de Dirigentes Lojistas e Sebrae, unidade do sertão do Araripe.

O local será a base de apoio para os empresários obterem informações sobre a abertura, funcionamento, formalização de empresas de maneira simples e facilitada, além da orientação e capacitação para os Microempreendedores Individuais.

O local irá facilitar para que mais empresas e empregos sejam gerados em nossa cidade”, disse o prefeito Raimundo Pimentel.

Sebrae e BNDES capacitam empreendedores do sertão do Araripe sobre crédito

A Unidade do Sebrae no Sertão do Araripe, em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), realiza nesta terça, 21 e quarta-feira, 22, Seminários de Crédito para micro e pequenos empresários da região em Araripina e Ouricuri.

Na terça-feira (21), o evento acontecerá às 19h, no auditório do Sebrae em Araripina. Quarta-feira (22) é a vez de Ouricuri receber o Seminário, que será realizado às 19h, no auditório do SINDSEP. Os Seminários são gratuitos e tem o objetivo de apresentar para as micro e pequenas empresas soluções financeiras, orientando como acessar as melhores linhas de crédito do mercado.

Ainda durante os eventos, acontecerão Rodadas de Crédito, onde os empresários poderão conhecer detalhadamente os produtos e serviços apresentados, bem como, gerar oportunidades de negócios. “É uma importante oportunidade para que os empresários ampliem seus conhecimentos e fortaleçam seus negócios a partir das soluções apontadas”, ressalta a analista no Sebrae no Sertão do Araripe, Mara Vivianni Almeida.

As inscrições para os Seminários podem ser feitas na loja online do Sebrae (loja.pe.sebrae.com.br). Estão sendo disponibilizadas apenas 90 vagas para cada seminário.

 

Sebrae abre mais de 200 vagas para capacitar empreendedores no Norte da Bahia

O Sebrae abriu inscrições para a agenda de cursos, oficinas e palestras no mês de março nas cidades de Juazeiro, Sobradinho e Paulo Afonso, no Norte da Bahia. As oportunidades de qualificação vão atender desde o potencial empresário, que planeja abrir o próprio negócio, até quem já é microempreendedor individual (MEI) ou comanda uma micro ou pequena empresa nesses municípios.

As capacitações abordam temas ligados ao empreendedorismo, planejamento, estratégias de vendas e de marketing, modelo de negócios, finanças, gestão empresarial, acesso a linhas de crédito, formação de preço e normas de manipulação de alimentos.

De acordo com o gerente do Sebrae em Juazeiro, Carlos Cointeiro, além de disseminar conhecimento, as capacitações vão auxiliar os empreendedores a melhorar a gestão dos negócios. “O sucesso de um negócio passa pela capacidade do empreendedor de buscar conhecimento constante e compartilhar com toda equipe, além de investir em inovação para a empresa, precisa está sempre reinventando”, frisa Carlos.

As vagas são limitadas e para se inscrever basta ir até a sede do Sebrae em Juazeiro, na Rua Coronel João Evangelista, 22, Centro da cidade, ou no ponto de atendimento do Sebrae em Paulo Afonso, na Rua São Francisco, 233, Centro. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (74) 3612 0827 ou (75) 3281 4333.

 

 

Sebrae de Paulo Afonso capacita MEI sobre melhor caminho para ter acesso ao crédito

Com o objetivo de orientar os empresários sobre a gestão financeira do negócio, o acesso e o uso consciente de crédito e linhas financeiras, a unidade do Sebrae em Paulo Afonso, promove um treinamento sobre o melhor caminho de acesso ao crédito voltada para microempreendedores individuais (MEI).

A empresária Quitéria Barbosa, sempre trabalhou na área de alimentação, há quatro anos montou uma hamburgueria na cidade e planeja expandir o negócio. Ela precisa dessa capacitação para conhecer linhas de crédito que possam ajudá-la a realizar mais em sua atividade. “Além de buscar conhecimento, a minha ideia é conhecer opções de crédito que possam atender minhas necessidades e se adaptem a minha realidade financeira. Quero crescer, mas com os pés nos chão”, explicou.

O técnico do Sebrae, Paulo Alves, salientou que na capacitação os empresários aprenderem noções de capital de giro, fluxo de caixa e como preparar a empresa para receber o crédito planejado. “O MEI precisa conhecer sua realidade financeira, sua necessidade de capital de giro e capacidade de pagamento. As instituições bancárias oferecem linhas de crédito específicas para esse público. O uso consciente do crédito, aliado ao planejamento, são fatores essências para o sucesso do negócio”, frisou.

 

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br