Funcionários da saúde cobram pagamento de salários em atraso em Santa Cruz da Baixa Verde

 

Servidores de Santa Cruz da Baixa Verde, sertão do Pajeú, reclamam que o prefeito Tássio Bezerra, tinha prometido pagar dia 20 o salário dos funcionários da saúde, mas até o momento não foi feito o repasse salarial e nenhuma satisfação ou previsão foi dada a eles.

Conforme os funcionários, o prefeito teria dito que o salário não foi pago porque não teria entrado verba na Prefeitura, mas investigaram no Portal da Transparência e confirmaram que o recurso teria sido repassado sim ao município.

A verba no valor e R$ 37.556,00 entrou como sempre entra, informaram os funcionários que querem receber os salários, direito deles, e pedem para que prefeito seja mais transparente e sincero em suas palavras.

Profissionais de saúde de Ouricuri têm formação sobre parto humanizado

Acontece até esta sexta, 17, o primeiro módulo da formação em assistência humanizada ao parto para profissionais da atenção básica e gestores de saúde do município de Ouricuri. Ministrada pela enfermeira obstétra e educadora do Centro Nordestino de Medicina Popular (CNMP), Edilasy Barbosa Mariz, participam da atividade mais de vinte profissionais da saúde, que está sendo realizada no auditório do Centro de Referências em Saúde do Trabalhador (CEREST). A formação é uma das estrategias que o CNMP desenvolve através do projeto “Mulheres Doulas Articulando Vidas”, com apoio financeiro da União Europeia.

Além desse curso, também se realizam formações para mulheres sobre direitos sexuais e direitos reprodutivos e Doulas, assim como ações de incidência (reuniões nos Conselhos Municipais de Saúde, audiências públicas e ações culturais). Até agosto de 2018, o CNMP trabalhará para contribuir com a redução da morbidade e mortalidade materna em nove municípios: seis do sertão do Araripe (Lagoa Grande, Cabrobó, Santa Filomena, Ouricuri, Ipubi e Trindade) e três da Região Metropolitana do Rio Grande do Norte (São Gonçalo do Amarante, Natal e Parnamirim).

O Fórum de Mulheres do Araripe, a ONG CAATINGA e a Articulação Nacional de Educação Popular em Saúde (ANEPS – RN) colaboram ativamente como organizações parceiras para a implementação e realização do projeto. (Foto: Ascom)

HDM/Imip orienta sobre saúde integral da mulher no mês dedicado a elas

No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, além das homenagens, o Hospital Dom Malan (HDM)/Imip de Petrolina ressalta a importância dos cuidados com a saúde integral da mulher em todas as suas etapas de vida. Para isso, o médico ginecologista/obstetra da unidade materno/infantil, Marcelo Marques, fala sobre cada fase, com destaque para o acompanhamento específico necessário em cada uma delas, a começar pela infância. (mais…)

Prefeitura de Santa Maria da Boa Vista planeja saúde do município com agentes comunitários

A sexta-feira, 3, foi produtiva para os agentes comunitários de saúde em Santa Maria da Boa Vista, no sertão do São Francisco. Todos se reuniram com a secretária municipal de Saúde, Michelly Rabelo, para discutir com representantes da Univasf (Universidade Federal do Vale do São Francisco), ações que possam facilitar e melhorar a dinâmica de atendimento dos pacientes no município.

Serviços oferecidos como o TFD – Tratamento Fora de Domicilio – foi um dos pontos importantes do encontro. Hoje, conforme a secretária, Santa Maria da Boa Vista não tem médicos especialistas atendendo em hospitais e os boavistanos precisam se deslocar para outras cidades para serem atendidos, no entanto, no caso de Petrolina, se esbarram na falta de um local de apoio. A proposta e a criação de uma casa para que as famílias possam ficar na maior cidade da região durante os procedimentos, já que a maioria não tem dinheiro para pagar diárias em hotéis ou pousadas.

“Nosso sonho seria ter condições de manter uma casa de apoio em Petrolina. Temos uma Recife que custa ao município mais de R$ 60 mil e sabemos da importância que é esse apoio para o paciente e os familiares, que precisam de um tratamento especifico. Nossa gestão quer trabalhar com transparência e pensamos até em trazer um especialista pra cá, de uma área das mais necessitadas, como ortopedia, por exemplo, mas isso deve ser feito dentro das possibilidades do município e das contrapartidas da União e Estado, pois um especialista chega a cobrar cinco vezes mais que um clinico geral”, afirmou a secretária Michelly Rabelo.

A logística dos atendimentos feitos pela UPA em Petrolina e Hospital Universitário foram questionados, principalmente como esse atendimento pode ser mais rápido e eficaz, sem muita espera para o paciente que já está sofrendo. Da consulta a cirurgia, tudo foi abordado, inclusive o atendimento dentro dos postos de saúde de Santa Maria, as marcações das consultas, pois algumas pessoas marcam e não aparecem e acabam prejudicando toda uma demanda, além das dificuldades enfrentadas pelos agentes de saúde, pois são eles que fazem o primeiro contato entre o paciente e a secretaria.

Conforme Michelly, por isso a reunião de planejamento ser destinada aos agentes, que são consideradas peças importantes na gestão do prefeito Humberto de Mendes (PTB), onde a proposta é oferecer uma saúde com mais praticidade e menos burocracia. Para traçar um plano de ação todos os agentes deram sua opinião e contribuição para melhorar os serviços na saúde.

Michelly já marcou uma nova reunião com os agentes para definir novas metas de trabalho e também de reaproximação com os representantes da Univasf. “São hoje grandes parceiros do município e tem ajudado a cidade a enfrentar as dificuldades diárias e fazer uma saúde de menos espera e mais atendimento à população”, finalizou a secretária. (Foto: Ascom)

Caso de adolescente morta durante parto no HDM/Imip leva vereadores a pressionar por Maternidade Municipal de Petrolina

 

O caso da adolescente Adriana Silva, de 17 anos, que morreu na última sexta-feira, 10, durante o parto no Hospital Dom Malan (HDM)/Imip, em Petrolina, ocupou parte dos debates da sessão desta terça-feira, 14, da Câmara Municipal. A vereadora Cristina Costa (PT) apresentou requerimento às Comissões de Saúde e de Direitos Humanos da Casa Plínio Amorim e ao Juizado da infância, solicitando a implantação urgente da maternidade municipal para desafogar a unidade médica.

O requerimento foi solicitado também ao município, cobrando prazo para construção da maternidade municipal, que deve ocupar o antigo prédio da Secretaria de Saúde.

(mais…)

Comissão de Saúde da Alepe vai atuar para ampliar interiorização da UPAE no estado

Colocar as UPAEs (Unidades de Pronto Atendimento de Pernambuco) para funcionarem de maneira mais dinâmica e ampliar a interiorização do serviço no Estado. Esses foram os compromissos defendidos pela nova composição da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), que passa ser presidida pela deputada estadual Roberta Arraes (PSB), tendo como vice-presidente o deputado estadual Odacy Amorim (PT), que foi reeleito  para continuar na função.

Os parlamentares foram escolhidos nesta quarta, 8, durante reunião de instalação das Comissões Permanentes para o biênio 2017/2018. De acordo com o líder do governo na Alepe, deputado estadual Isaltino Nascimento (PSB), a permanência de Odacy no colegiado é importante diante de sua experiência de atuação na Comissão.

“Odacy tem uma contribuição muito forte aqui na Casa Joaquim Nabuco. Certamente a continuidade dele na Comissão de Saúde vai ajudar na condução da deputada Roberta Arraes, procurando construir novas temáticas na área da saúde”, destacou o socialista. (Foto: Ascom)

 

9ª Geres em Ouricuri traça estratégias para 2017 com gestores de saúde no Araripe

Em Ouricuri (PE), no Sertão do Araripe, a 9ª Gerência Regional de Saúde (Geres) vem promovendo, desde janeiro deste ano, reuniões com os secretários municipais de Saúde e equipes técnicas dos dez municípios do Araripe, além de Parnamirim (Sertão Central) – que também compõe a 9ª Geres. O objetivo é discutir o diagnóstico para o setor de cada município e apoiar os profissionais no intuito de traçar estratégias para o ano corrente.

De acordo com a gerente da 9ª Geres, Joelma Rodrigues, esses encontros servem também para troca de experiências, ressaltando a “grande importância” disso para os gestores e profissionais de saúde. “Tendo em vista que esse ano dez municípios trocaram as gestões e os secretários de saúde, e que esses encontros servem de orientação para essas secretarias trabalharem a saúde em seus devidos municípios”, enfatiza Joelma.

Leitora cobra profissionais para realizar exames na AME do Pedra Linda

Uma leitora do Blog demonstra indignação com um fato ocorrido na AME do Bairro Pedra Linda, em Petrolina. Ela contou que levou solicitação médica em janeiro para a realização de exames de sangue em sua mãe, que sofre de doenças crônicas. Ela ressaltou que no dia 23 de janeiro agendou para que o exame fosse feito dia 26. Um dia antes, 25, solicitou ao marido para pegar um recipiente na unidade para a realização de exame de urina e ele, então, foi informado que não estava fazendo o exame porque a unidade está sem profissional para realizar a coleta e os demais procedimentos do exame já marcado.

Ela voltou à unidade no dia 29 para checar se já podia ser feito o exame, mas mais uma vez disseram que não tinha ainda ninguém e nem previsão. Ela questiona por que a Secretaria de Saúde está pedindo para marcar o exame, se não tem que faça, e revela que sua mãe precisa ter acompanhamento de rotina, por conta da série de problemas de saúde que possui.

A leitora aproveita para solicitar ao prefeito Miguel Coelho que, mesmo ainda praticamente recém empossado,  dê prioridade a esta questão de exames e dos hospitais públicos que Petrolina possui.

Presidente da Fiocruz diz que hoje é impossível erradicar o Aedes aegypti

A presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Nísia Trindade, disse nesta segunda-feira (31) que atualmente é praticamente impossível erradicar o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika, chikungunya e também da febre amarela.

“O combate ao Aedes talvez seja o maior desafio da saúde pública, afinal, existe uma série de fatores que deveriam ser realizados para que esse combate fosse de fato eficiente e acabasse com o vetor dessas doenças. Hoje é praticamente impossível acabar com ele”, constatou a presidente.

Conforme a dirigente, o verão é a ocasião perfeita para a reprodução desse inseto, mas o combate tem que ser o ano inteiro. “Monitorando a saúde como uma só, tanto de seres humanos como de animais, já que os macacos fazem parte do ciclo silvestre da febre amarela”, frisou Nísia.

Com relação à febre amarela, Nísia buscou tranquilizar a população. “Temos vacina suficiente para aplicarmos naqueles que necessitam, e os que não precisam, peço que, por favor, não façam uso da medicação, pois estarão retirando do público-alvo”, destacou. (fonte: Agência Brasil)

Lideranças políticas do norte baiano pleiteiam melhorias para o sistema de saúde local

Prefeitos de três cidades do norte baiano, juntamente com o deputado Zó (PCdoB), se reuniram ontem (19) com o secretário de Saúde do Estado, Fábio Villas Boas. O encontro teve como objetivo pleitear melhorias para o sistema de saúde dos municípios.

O secretário ouviu atentamente o pleito de representantes de cada município, pontuando o que poderia ser atendido em médio prazo. Vilas Boas também se comprometeu em viabilizar equipamentos e apresentou sugestões para priorizar a saúde da população nos municípios, reduzindo assim o custo financeiro como transporte de pacientes para outras cidades. O secretário delegou os assessores especiais, Cássio Garcia e Petrivone Sampaio, para fazer o diagnóstico e acompanhar as demais solicitações.

Participaram do encontro os prefeitos Enilson Rodrigues (Campo Alegre de Lourdes), Humberto Ramos (Chorrochó) e Lindomar Dantas (Uauá). Também estiveram presentes a secretária de Saúde de Uauá, Aline Ribeiro;  o vice-prefeito de Chorrochó, Dilan Oliveira; a secretaria de Saúde, Sheila Araújo; e o vereador Joelson Moreira. (foto/divulgação)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br