Câmara aprova projeto que regulariza salários dos médicos da família em Petrolina

Aprovado por 16 votos o projeto de lei 009/2017 de autoria do Poder Executivo que regulariza os salários dos médicos que atuam no Programa de Saúde da Família (PSF) e no Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf). A aprovação ocorreu na sessão desta terça, 7, e fez parte das primeiras matérias apreciadas na Casa nesta legislatura.

A proposta visa regulamentar o pagamento de R$ 2 mil que os profissionais recebiam por estarem no programa, mas que não estava inserido nos salários, formalmente. Com a aprovação, os médicos do PSF passam de um salário de R$ 6.712,0 para R$ 8.712,00.

Veto

Ainda na sessão desta terça, os vereadores aprovaram o veto ao projeto aprovado por eles próprios no final do ano passado que instituía o programa de enfrentamento à obesidade mórbida. Por 18 voto favoráveis e nenhum contra, o veto foi mantido. O PL não tinha sido sancionado pelo ex-prefeito Julio Lóssio (PMDB), cabendo a missão ao prefeito Miguel Coelho (PSB) que logrou êxito, tendo inclusive o voto da oposição.

O líder da oposição na Câmara, vereador Paulo Valgueiro (PMDB), frisou a importância do programa e justificou por que acompanhou a situação na aprovação do veto. “Sabemos da importância dessa questão da obesidade mórbida atualmente. Deixamos o prefeito à vontade para que ele envie o projeto, para assim a saúde municipal beneficiar pessoas que sofrem com a doença, mas não têm condições de se tratar“, declarou o vereador.

Ednaldo Lima alerta para possível redução em equipes de Saúde da Família, se projeto de Dr.Pérsio fosse sancionado

ednaldo lima

O líder de governo na Casa Plínio Amorim, vereador Ednaldo Lima (PMDB), alertou para uma possível redução nas equipes de Saúde da Família, caso o projeto de lei 045/15, de autoria do Dr.Pérsio Antunes (PMDB), regulamentando a redução da jornada de trabalho dos enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem, de 40 para 30 horas semanais, fosse sancionado.

A proposta passou ontem (11) na Casa, em meio a muito bate-boca entre oposicionistas e governistas. Mas Ednaldo acredita que o prefeito Julio Lossio (PMDB) irá vetá-la porque implica em matéria financeira, ou seja, os vereadores não podem legislar sobre o tema.

Segundo o líder governista, atualmente o município dispõe de mais de 90 equipes de Saúde da Família. Em 2009, quando Lossio assumiu a prefeitura, encontrou apenas dez. “Isso só foi possível porque planejamos uma política consolidada hoje. E o projeto de Pérsio, caso fosse executado por uma gestão futura, só se dará através da redução das equipes de Saúde da Família. E qual a comunidade que ficará descoberta? O João de Deus? O Henrique Leite? as áreas irrigadas, que hoje têm uma cobertura importante?”, indagou.

Ednaldo insistiu em dizer que a proposta não aponta de onde a administração tiraria os recursos para contratar novos profissionais, já que a redução da jornada obrigaria essa necessidade. Ele reforçou ainda o fato de que os recursos oriundos do Ministério da Saúde para o setor no município são normatizados, incluindo o pagamento das 40 horas aos profissionais. Além de atribuir inconstitucionalidade ao projeto, Ednaldo também ratificou o teor “eleitoreiro” do mesmo. “É um projeto que ficou 12 meses tramitando nesta Casa, aguardando entrar o ano da eleição para ser colocado em pauta”, destacou.

SUS

O líder fez questão de ressaltar, contudo, não ser contra à redução da jornada e à melhoria na qualidade de vida dos profissionais da saúde. Mas frisou que essa é uma matéria complexa, a qual demanda uma ampla discussão que passaria por uma alteração na Legislação do Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente a redução da jornada dos enfermeiros, auxiliares e técnicos ainda tramita no Congresso Nacional.

Brasileiro passa a reforçar equipe do ‘Mais Médicos’ em Petrolina

Mais MédicosO município de Petrolina ganhou, desde ontem (3), mais um profissional do programa ‘Mais Médicos’. Desta vez não se trata de nenhum cubano.

Segundo a assessoria da prefeitura, o médico em questão é brasileiro e chega para reforçar o número de equipes de saúde da família, quem vem sendo ampliado gradativamente pela Secretaria Municipal de Saúde.

Ele atenderá a comunidade do bairro Alto do Cocar, zona oeste da cidade. No final de 2013 Petrolina recebeu os seis primeiros profissionais intercambistas cubanos do Mais Médicos, que estão alocados nas unidades da zona rural do município.

Prefeitura de Cabrobó (PE) contrata novos médicos e amplia atendimento na rede municipal de saúde

FOTOS UNIDADES 035 - CópiaA rede municipal de saúde de Cabrobó (PE), no Sertão do São Francisco, atingiu esta semana uma posição de destaque, em comparação a outros municípios do Sertão. A prefeitura contratou quatro novos médicos e agora todas as unidades de saúde possuem clínicos para atender à população.

Os profissionais já estão trabalhando desde a última segunda-feira (15). Das nove Unidades de Saúde Familiar (USF) do município, quatro estavam sem médicos, mas agora o atendimento está completo.

A secretária de saúde do município, Joseane Rafaela, destaca que a saúde pública sempre foi uma preocupação do prefeito, Dr. Auricélio Torres (que é médico). “Ele sempre lutou para dar um atendimento de qualidade à população e só não tinha médicos em todas as unidades porque, na verdade, estávamos com uma carência destes profissionais”, disse.

Joseane também ressalta ainda que a chegada dos novos médicos será fundamental para redirecionar o modelo de atenção à saúde da família. “Com a vinda destes médicos vamos redirecionar o modelo de atenção à saúde com ênfase na Atenção Básica. A população deverá sempre procurar primeiro a USF mais próxima de sua casa, antes de buscar este atendimento no hospital, pois a Estratégia de Saúde da Família é a porta de entrada prioritária do SUS, exceto nos casos de Urgências ou emergência que mereçam um nível de atenção mais complexo”, explica Joseane.

Unidades assistidas:

Os novos médicos contratados já estão atendendo nas unidades João Capistrano (Fazenda Mãe Rosa); Alexandrina Barbosa (Cohab); Deoclécio Pires (Alto do Bonitinho) e na Unidade Manoel Honório (Alazão).

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br