Artigo do leitor: “Para a imprensa da capital, Santa Cruz é quem jogou ruim”

O professor e ex-diretor do Campus Petrolina da UPE, Moisés Almeida, ainda comemora mais uma façanha do time do Salgueiro, que pela segunda vez em sua pouca história de clube, vai disputar a final do Campeonato Pernambucano. Mas o professor lamentou o que já ouviu e leu da imprensa esportiva da capital Recife, a qual destacou muito mais o “jogo ruim” do Santa Cruz do que os méritos do Carcará do Sertão, na partida do último sábado (22). E decidiu desabafar.

Confiram:

Desde ontem, escutando e lendo a imprensa pernambucana (diga-se de passagem do Recife), me deparo apenas com um argumento: Foi o Santa Cruz que jogou ruim. Saliento que todos os dias escuto a Rádio Jornal do Commercio, pois tem uma filial aqui em Petrolina, e, assisto ao Bom Dia Pernambuco da Rede Globo Nordeste.

Para esses dois meios de comunicação só existem três times em Pernambuco: Santa Cruz, Náutico e Sport. Nas duas emissoras, por exemplo, os repórteres escalados são apenas para cobrir esses três times. A própria Rádio Jornal só tem vinhetas paras os que eles consideram os três grandes pernambucanos.

Não foi a primeira vez que o Salgueiro chegou à final. Mesmo assim, o tratamento não muda. Os louros são, sim, para o Salgueiro. E mesmo que não seja campeão, já provou novamente que Pernambuco tem mais do que três times grandes.

“Carcará,

Mais coragem do que home

Carcará

Pega, mata e come

Carcará é malvado, é valentão

É a águia de lá do meu sertão”. (João do Vale)

Moisés Almeida/Professor e Ex-diretor da UPE Petrolina 

Pernambucano: Carcará faz história novamente e vai disputar final pela segunda vez

Que Santa Cruz, que nada. No Estádio Cornélio de Barros, quem manda é o Salgueiro. O Carcará fez novamente história ao derrotar a equipe do Santa Cruz por 2×0, em jogo encerrado agora há pouco, pelo segundo confronto das semifinais, e vai disputar pela segunda vez a final da competição.

O time Coral jogava pelo empate, já que havia vencido na semana passada por 1×0. O jogo teve momento distintos. O primeiro tempo, que terminou sem gols, foi mais equilibrado, com uma ligeira vantagem para o Carcará, que levou um pouco mais de perigo à meta do goleiro Júlio César.

No segundo tempo, porém, o time sertanejo voltou mais arrojado e imprimiu uma pressão muito grande ao adversário, desde o primeiro ao último minuto. O resultado não demorou a chegar.

Aos 22 minutos, Rodolfo Potiguar aproveitou uma cobrança de escanteio e, quase da pequena área, soltou um ‘foguete’ indefensável para Júlio César: 1×0. Os números finais foram dados por Jean Carlos, três minutos depois. Ele também aproveitou uma sobra, desta vez numa falta cobrada por Moreilândia, dominou a bola diante do zagueiro do Santa e chutou no canto do goleiro coral: 2×0. Agora, o Carcará espera o adversário do confronto deste domingo (23), entre Sport e Náutico. (Foto: Alexandre Gondim/JC)

Campeonato Pernambucano: Carcará vai com tudo contra Santa Cruz para se garantir em mais uma final

A pouco mais de 24 horas para o jogo decisivo entre Salgueiro e Santa Cruz, neste sábado (22) no Estádio Cornélio de Barros, às 19h, o clima de expectativa em torno do duelo já começa a dominar parte da torcida do Carcará. E não é difícil entender o motivo.

Como perdeu por apenas um gol de diferença para o Tricolor do Arruda, é perfeitamente possível ao time sertanejo reverter a diferença. Caso vença a partida por dois gols, o Salgueiro estará mais uma vez na final da competição – a exemplo de 2015.

Mesmo se vencer por apenas um gol, o que também seria um placar perfeitamente possível, o Carcará levará a decisão para os pênaltis. Apenas empate ou – claro – derrota elimina o Salgueiro. Mas se depender da motivação do elenco sertanejo e de sua torcida, o resultado de amanhã será bem diferente do primeiro jogo contra o Santa. É aguardar.

Polícia Militar erradica roças com 5.120 pés de maconha na zona rural de Salgueiro

Duas roças de maconha foram erradicadas na manhã de ontem (18), na zona rural de Salgueiro (PE), Sertão Central. As plantações foram localizadas numa serra do Distrito de Umãs, por policiais militares que integram a Guarnição Tática IV do 8º BPM. (mais…)

Artigo do leitor: “O desastre administrativo”

Neste artigo, o jornalista Machado Freire critica duramente a atual administração municipal de Salgueiro (PE), Sertão do São Francisco, nesses primeiros cem dias.

Confiram:

Está acontecendo aquilo que antevimos “desde os primórdios”: falta de competência administrativa e conhecimento político. Jogo de cintura e “cabelo na venta”.

Ora, o “entendimento” que resultou numa larga vitória (nas urnas) de mais de 3.600 votos reuniu representantes de 15 agremiações partidárias. Diga-se de passagem (e com toda sinceridade), a maioria com sede ao pote, despreparada e com (legítimos) interesses próprios.

Vender caixão de defunto, carne de porco e “tocar” um time de futebol é muito diferente de administrar um município mergulhado em problemas há muito tempo.

Começou tudo errado e atrapalhado, a partir dos decretos, da falta de controle e de transparência na máquina pública. Buscaram confundir o público com o privado.

O município em “estado de calamidade financeira” realizou um Carnaval cujas despesas ainda permanecem desconhecidas.

Deram preferência à contratação de pessoas, quando existiam profissionais concursados. Inverteram o processo.

Contrataram, sem licitação, uma empresa para cuidar do lixo e essa empresa só tem causado problemas para os trabalhadores, que reclamam pagamento de salário e outros direitos trabalhistas.

E o jogo ‘de empurra’ que se estabelece com a emissão de medidas que logo são canceladas e de outras que são retardadas, como a licitação do transporte escolar e do próprio lixo.

E as “farrapadas” com “escalação do time”, hein?

Anunciou-se aos quatro cantos da cidade que o secretário de Cultura e Esportes seria Cristiano Vasconcelos, que, inclusive, começou a trabalhar de forma voluntária. De repente, oficializa-se nessa pasta um sobrinho do vice-prefeito.

A importante pasta da Educação passou quase três meses para ter o nome da titular anunciado. Foi “um parto ” muito difícil, diga-se de passagem.

Passados os tão esperados 100 dias de administração, ninguém sabe ainda quem é o jornalista responsável pela comunicação do governo municipal de Salgueiro.

Ainda não foi escolhido (eleito ou indicado) o líder do governo na Câmara Municipal que, espera-se, se mantenha como poder independente e harmônico, tal como o Executivo.

Nosso jornal, Folha do Sertão, que existe há mais de 15 anos, nunca recebeu um release ou uma pauta sobre as atividades da atual administração do município.

Para finalizar, sugiro que passem a imaginar que a Prefeitura Municipal de Salgueiro é um órgão (uma repartição) pública, que administra um município que se mantém com o trabalho dos eleitores, trabalhadores, empresários e contribuintes que pagam impostos.

A empresa particular, de quem quer que seja, é outra coisa.

Machado Freire/Jornalista (foto/reprodução)

Salgueiro: Governo deve apresentar percentual de reajuste dos servidores nesta quarta

Os servidores de Salgueiro (PE), no Sertão Central, se reuniram em assembleia nesta tarde de terça-feira (18) para discutir o andamento das negociações da pauta salarial junto ao governo municipal. Mais cedo a comissão, formada por servidores de diversas áreas, reuniu-se com representantes das Secretarias de Finanças, Educação e Previdência – além do setor jurídico.

Segundo a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sisemsal),  Edvani Alves, a entidade busca o reajuste concedido em janeiro deste ano para os servidores que recebem o salário diferente do mínimo nacional. “Professor, pessoal de nível superior, agentes comunitários de saúde, todo servidor que recebe diferente do seu vencimento básico, diferente do mínimo. Buscamos um reajuste de 7,64% para professor e de 7,63% para as demais categorias”, antecipou a dirigente sindical.

O diálogo com o governo municipal foi produtivo, avaliou Edvani. Segundo ela, o Executivo deve apresentar nesta quarta (19) a proposta discutida na reunião de hoje, incluindo como se dará também os parcelamentos dos retroativos não pagos, referentes aos primeiros meses deste ano.

Edvani lembra que no dia 28 deste mês haverá uma paralisação nacional e que, tanto os servidores municipais quanto as demais categorias de trabalhadores, irão às ruas de Salgueiro contra a reforma da Previdência, o projeto de terceirização aprovado na Câmara dos Deputados e as mudanças propostas para a legislação trabalhista. (Foto: Ascom)

Salgueiro: Prefeito Clebel Cordeiro define nome do novo secretário de Saúde

Em Salgueiro (PE), o prefeito Clebel Cordeiro (PMDB) agiu rápido para aplacar a insatisfação da base aliada, provocada pela saída do secretário de Saúde, Edilton Carvalho, quando o gestor chegava aos 100 dias de governo. O escolhido foi Felipe Sampaio.

Apesar de jovem, Felipe já tem uma boa experiência na área. Atualmente ele era responsável técnico de uma grande empresa do setor na cidade.

A indicação de Felipe para a Pasta já repercute nos meios de comunicação de Salgueiro. Nos bastidores, comenta-se que pela vontade dele em trabalhar, provavelmente vai conseguir dar continuidade ao trabalho deixado por Carvalho, que vinha sendo bastante elogiado. (Foto/reprodução Blog do Alvinho Patriota)

Carcará tropeça no primeiro jogo da semifinal do Pernambucano 2017

O Salgueiro bem que tentou neste sábado, 15, sair pelo menos com o empate – placar que mantinha sua vantagem por dois empates por ter feito a melhor campanha do Campeonato Pernambucano 2017 -, mas um pênalti polêmico deu a vitória ao Santa Cruz por 1 x 0, no Arruda.

Agora, o Carcará terá que vencer por 2 x 0 no Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro, jogo marcado para o próximo sábado, 22. O placar igual ao deste sábado levará a disputa pela vaga na final para os pênaltis. (Foto: Alfeu Tavares/Folhape-Divulgação)

Armando Monteiro garante a reitor apoio para implantação do campus da Univasf em Salgueiro

O senador Armando Monteiro Neto (PTB-PE) assegurou esta semana ao reitor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Julianeli Tolentino, que irá articular junto ao governo federal e à bancada de Pernambuco no Senado e na Câmara dos Deputados a obtenção dos recursos necessários à implantação do campus de Salgueiro (PE), no Sertão Central, o sexto da Univasf.

O senador petebista acertou com o reitor que irá apresentar requerimento na Comissão de Desenvolvimento Regional (CDR) para incluir a Univasf na audiência pública que a Comissão promoverá para debater a expansão da educação no interior nordestino. Armando ressaltou ser reconfortante assistir ao crescimento de uma universidade, fruto de insistente reivindicação do ex-deputado Osvaldo Coelho (falecido em novembro de 2015). “Devemos sempre este tributo a Osvaldo Coelho, um visionário”, sublinhou.

Aprovado pelo Ministério da Educação, o campus de Salgueiro começará a operar com dois cursos iniciais, de Ciência da Computação e Engenharia da Produção. Com apenas 13 anos de funcionamento, a Univasf, além de Petrolina, tem campi em Juazeiro, Paulo Afonso e Senhor do Bonfim, na Bahia, e em São Raimundo Nonato, no Piauí. O reitor informou a Armando que a instituição tem nota 4 do MEC, numa escala de um a cinco de avaliação da qualidade do ensino, o que coloca a Univasf entre as melhores universidades do país. (foto: Assessoria/divulgação)

Salgueiro: Prefeito Clebel Cordeiro faz 100 dias de governo com baixa em seu secretariado

O prefeito de Salgueiro (PE), Clebel Cordeiro (PMDB) que nesta quarta-feira, 12, reuniu sua equipe de governo e a imprensa salgueirense para falar sobre seus 100 dias à frente da principal prefeitura do Sertão Central, talvez não imaginasse que faria sua avaliação já com uma baixa em seu secretariado, com menos de quatro meses de gestão. A baixa é na Secretaria Municipal de Saúde.

O farmacêutico e empresário Edilton Carvalho entregou o cargo na manhã desta terça-feira (11) em ofício encaminhado ao gestor. Ele pediu exoneração do cargo de titular da pasta da Saúde, mas o estranho é que Edilton  vinha com seu trabalho aprovado pela população, com ajustes nos procedimentos – como aumento de exames laboratoriais e atendimentos nos postos de saúde, além de abertura de edital para a compra de cinco ambulâncias, sendo uma UTI.

Na imprensa de Salgueiro, o comentário é que o secretário de Saúde havia pedido para sair por divergências com uma senhora, sem citar o nome, que segundo o mesmo seria muito ligada a Clebel. Segundo o secretário, essa senhora estaria provocando assédio moral aos funcionários da Secretaria de Saúde, mas Edilton não entrou em detalhes. (Foto: reprodução internet)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br