Polícia confirma que corpo encontrado no Riacho do Sobrado é de Lindolfo Nunes da Silva

A Polícia Civil da Bahia confirmou na tarde desta quinta-feira, 20, que o corpo encontrado nesta manhã de quinta, 20, no distrito de Riacho do Sobrado, zona rural de Casa Nova (BA), é mesmo de Lindolfo Nunes da Silva, suspeito de assassinar em setembro do ano passado as jovens Bruna de Souza Torres e Taiane de Souza Rocha, ambas de 19 anos, num matagal próximo ao local de trabalho delas no Distrito Industrial de Petrolina. Segundo o titular de Delegacia de Tráfico e Entorpecentes de Juazeiro (BA), Flávio Martins, um parente esteve no IML de Juazeiro e reconheceu o corpo.

O comerciante foi levado no final da tarde da quarta-feira, 19, numa caminhonete modelo Hilux do seu estabelecimento comercial, localizado no bairro Jardim Amazonas, zona oeste de Petrolina. O delegado informou que o corpo de Lindolfo foi encontrado com pelo menos 15 perfurações de arma de fogo. Ele contou ainda que somente a perícia vai dizer se ele teria sido morto ainda em Petrolina ou no local onde foi encontrado, no povoado baiano.

O delegado Flávio Martins frisou ainda que as investigações do assassinato de Lindolfinho 9como era mais conhecido) ficará a cargo do titular da delegacia de Casa Nova, Cleriston Jandeiro.

“Conforme o resultado da perícia, poder ser que as investigações ocorram de forma conjunta entre as polícias da Bahia e de Pernambuco, já que a vítima foi sequestrada em Petrolina”, explicou Flávio. Lindolfo estava aguardando julgamento em liberdade desde dezembro do ano passado. A polícia não confirma, mas o assassinato do acusado pode ter ligação com o caso das jovens assassinadas brutalmente em Petrolina. Lindolfinho também já tinha outros processos por roubo, conforme informado pelo delegado.

 

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br