Reitor da UPE garante autorização de novo concurso público para técnicos administrativos; há vagas para Sertão

Após diversas negociações com Governo do Estado, o reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), Professor Pedro Falcão, garantiu a realização de concurso público para o preenchimento de 270 vagas para servidores técnicos administrativos. O anúncio aconteceu na última quinta-feira (6), durante a inauguração de prédio com 16 salas de aula do campus da UPE em Garanhuns. O certame, segundo informações da assessoria, tem vagas para o Sertão – incluindo Petrolina (8 para nível superior e 8 para médio), Arcoverde (4 para superior e 4 para médio), Salgueiro (2 para superior e 3 para médio) e Serra Talhada (5 para superior e 3 para médio).

A decisão por um novo concurso foi tomada pelo governo com base em três principais fatores: a interiorização da UPE, que ampliou a quantidade de unidades de ensino e de cursos, gerando a necessidade de mais servidores para atuarem nas atividades de apoio; o preenchimento de vagas geradas por aposentadorias e falecimento de servidores; e devido ao número de servidores técnicos administrativos abaixo do preconizado pelo Ministério da Educação (MEC), o que interfere negativamente nos indicadores de educação.

Para o reitor da UPE, a autorização é um excelente sinal. “Tendo em vista a atual necessidade da Universidade, o número autorizado para nomeação ainda não é o suficiente, mas já sinaliza a intenção do governo em dar um encaminhamento positivo em solucionar a questão, mesmo diante do momento de crise que estamos enfrentando”, ressaltou.

A seleção terá 128 vagas para Analista em Gestão Universitária (nível superior), com salário base no valor de R$ 2.605,45, e 142 para o cargo de Assistente em Gestão (nível médio), com vencimento base no valor de R$ 1.157,98.

O certame fará a seleção para o provimento das seguintes funções: administrador, advogado, analista de sistemas, assistente social, bibliotecário, biomédico, contador, biólogo, engenheiro, fisioterapeuta, pedagogo, psicólogo, secretária executiva, terapeuta ocupacional e tradutor, todos para nível superior.

Já para o nível médio as funções são: assistente administrativo, técnico administrativo, técnico em contabilidade, técnico em arquivo, técnico em informática, técnico em saúde bucal, técnico de laboratório, técnico em secretariado, técnico de enfermagem, técnico em edificações, técnico em radiologia e atendente de clínica odontológica. O reitor da UPE, informou, ainda, que o edital deverá ser publicado em breve e que essa medida é um reforço para o funcionamento das atividades da Universidade.

Custo

A deliberação do concurso terá um custo anual, incluindo encargos, de mais de R$ 8 milhões para o Estado. O último concurso para servidores da UPE aconteceu em 2012, com apenas 50 vagas disponibilizadas apenas para as unidades de educação da Universidade no interior. (com informações da assessoria de imprensa da UPE)

Vídeo Blog: Reitor manifesta apoio a projeto de extensão da Univasf para Salgueiro

Reitor da Univasf vai agradecer a Lossio por parceria com Prefeitura de Petrolina

Na reta final de encerrar o mandato, o prefeito de Petrolina, Julio Lossio, recebeu na tarde de ontem (27) em seu gabinete o reitor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). (mais…)

Estudantes acampados na UPE Petrolina exigem presença do reitor para próxima assembleia do movimento

Universidade de Pernambuco UPEOs estudantes da Universidade de Pernambuco (UPE) em Petrolina, que desde o último 11 de outubro acampam no campus em protesto contra as mudanças propostas pelo Governo Temer em áreas fundamentais do país (entre elas a educação), querem a presença do reitor Pedro Falcão para a próxima assembleia do Movimento “#ocUPE’.

Em nota enviada a este Blog, os estudantes informaram que na última assembleia, ocorrida dia 31 de outubro, o movimento deliberou pela continuidade da ocupação e pela convocação do reitor para a próxima reunião, marcada para esta segunda-feira (7).

“A presença do senhor Pedro Falcão é de extrema importância, uma vez que existem pautas que são específicas do campus e que só podem ser tratadas com ele. Diante destas reivindicações, a comunidade acadêmica exige uma resposta da reitoria”, afirma o movimento. Eles alegam que Falcão “tem sistematicamente se omitido” desse debate, evitando se reunir com os estudantes da UPE em Petrolina, uma vez que havia confirmado presença para um evento acadêmico no campus, no último dia 13 de outubro, e desmarcou a visita.

Na última contagem realizada dia 28 de outubro, 1.127 escolas e mais de 123 universidades estão ocupadas em todo o país, em protesto contra a atual PEC 55, anteriormente conhecida por PEC 241. No Vale do São Francisco, já são quatro universidades (UPE, Uneb, Univasf–CCA e Univasf Juazeiro), dois institutos federais (IFBA e IF Sertão-PE) e uma escola de ensino médio – a Antônio Padilha, no Bairro José e Maria.

Julianeli Tolentino tomará posse para segundo mandato à frente da Univasf

Julianeli TolentinoO reitor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Julianeli Tolentino, será reconduzido ao cargo para o segundo mandato como dirigente da instituição no quadriênio 2016-2020. O ato de nomeação pela presidente Dilma Rouseff foi publicado no último dia 29 de março, no Diário Oficial da União (DOU).

A cerimônia de posse acontece em Brasília, no Edifício Sede do Ministério da Educação (MEC), nesta quarta-feira (6), às 15h.

O evento, que será presidido pelo ministro da Educação Aloizio Mercadante, poderá ser acompanhado pela Internet, com transmissão ao vivo da TV Caatinga.

Eleição para reitor do IF Sertão-PE dá vitória a professora Leopoldina Veras

leopoldina verasO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) será comandada por uma mulher. A Professora Leopoldina Veras derrotou seu colega Erbs Cintra na disputa pela Reitoria da instituição.

A eleição ocorreu durante todo o dia de ontem (16). Ao programa ‘Manhã no Vale’, da Rádio Jornal, Leopoldina informou que o resultado lhe dá uma vitória de 54% dos votos válidos, contra 46% de Erbs.

Vídeo Blog: Reitor da Univasf fala de sua reeleição

Em Petrolina para mais uma Agenda 40, FBC e Miguel Coelho têm dia de compromissos com reitor reeleito e STR

FBC e miguel em Petrolina 2

O senador Fernando Bezerra Coelho e um dos seus filhos, deputado estadual Miguel Coelho, tiveram uma agenda cheia na manhã desta sexta-feira (27) em Petrolina, onde participarão amanhã (28), no bairro José e Maria, da terceira Agenda 40 do PSB. (mais…)

Comissão homologa chapas de candidatos a reitor e vice da Univasf

UnivasfA comissão coordenadora da Pesquisa Eleitoral Informal 2015, da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), divulgou na manhã de ontem (28), a homologação das chapas inscritas para concorrer aos cargos de reitor e vice-reitor para o quadriênio 2016-2020. A relação de chapas participantes e todos os outros documentos referentes à pesquisa estão disponíveis na página do processo eleitoral.

O procedimento obedece ao Artigo 100, parágrafo 10º, da norma que regulamenta o Processo de Consulta Eleitoral Informal 2015.

As chapas confirmadas são as seguintes:

Chapa 1 – ‘Profissionalismo e União’

Candidato a reitor: Ferdinando Oliveira Carvalho/candidato a vice-reitor: José de Castro Silva;

Chapa 2 – ‘Somos Univasf’

Candidato a reitor: Acácio Figueiredo Neto/candidato a vice-reitor: Marcelo Domingues Faria;

Chapa 3 – ‘Fortalecendo Ações Plurais e Democráticas’

Candidato a reitor: Julianeli Tolentino de Lima/candidato a vice-reitor: Telio Nobre Leite;

Chapa 4 – ‘Rede Valorização’

Candidato a reitor: Luiz Alberto Valotta/candidato a vice-reitor: José́ Jaime Freitas Macedo.

Vereador detona reitor da Univasf: “Foge do debate vergonhosamente”

cancãoO vereador Ronaldo Cancão (PSL) criticou duramente a ausência do reitor da Univasf, Julianelli Tolentino, durante a audiência pública para tratar da saúde no Vale do São Francisco na última quarta-feira (16). O vereador não perdoou, e voltou a soltar o verbo contra o reitor, que segundo ele, só teria marcado presença na Casa Plínio Amorim quando queria que a Univasf assumisse o antigo Hospital de Traumas.

“Ele sempre foge de sua responsabilidade, só manda porta vozSó apareceu aqui para pedir para que votássemos para que a Univasf assumisse o Hospital de Traumas. Ele não assume suas responsabilidades e foge do debate vergonhosamente”, acusou.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br