Projeto ‘CREA na Estrada’ será realizado em Petrolina nesta quinta e sexta-feira

Uma comitiva do Conselho Regional de Engenharia e agronomia de Pernambuco (CREA-PE) realizará em Petrolina, nesta quinta (20) e sexta-feira (21), a 8ª edição do seu projeto itinerante ‘CREA na Estrada’. A programação acontecerá no auditório da Faculdade Maurício de Nação (Avenida Clementino Coelho) e começará a partir das 19h.

Serão apresentadas na ocasião várias palestras que abordarão temas como Sistema Confea/CREA, panorama da construção civil, questões ambientais e o papel dos engenheiros. O presidente do Conselho no Estado, Evandro Alencar, será um dos palestrantes.

Alunos, profissionais, técnicos e interessados em participar devem se inscrever gratuitamente para as palestras e workshops do evento.

Juazeiro: Requalificação do Mercado Joca de Souza perto de se tornar realidade

A Prefeitura  de Juazeiro, por meio de um projeto elaborado pela Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano, aprovou junto ao Ministério da Integração Nacional, através de concorrência em chamada pública, recursos de quase R$ 2 milhões para a reforma e requalificação do Mercado Municipal Joca de Souza Oliveira, um dos mais históricos e tradicionais centros de comércio popular da cidade. A intervenção do local é uma antiga reivindicação dos permissionários que comercializam no mercado.

Cerca de 150 permissionários trabalham nos mais diversos ramos, com destaque para frutas, verduras e temperos, restaurantes e lanchonetes, carnes e peixes, além de confecções, armarinhos e artigos diversos.  O Mercado Joca de Souza Oliveira funciona há mais de 46 anos e atualmente é administrado pela Autarquia Municipal de Abastecimento (AMA), órgão da prefeitura municipal, também responsável pela administração do Mercado do Produtor e demais feiras livres e mercados públicos de Juazeiro. (foto/arquivo Blog)

Casa Plínio Amorim pode analisar veto de Miguel Coelho a projeto polêmico

A sessão plenária desta terça-feira (6) na Casa Plínio Amorim promete ser movimentada, com a inclusão de várias matérias do Executivo e do próprio Legislativo. Entre os destaques estão dois vetos do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB).

O mais polêmico deles (020/17) refere-se ao projeto de lei 064/16, que proíbe as empresas de transporte coletivo na cidade atribuírem aos motoristas dos ônibus também a função de cobradores. A matéria, de autoria do ex-vereador Geraldo da Acerola (PT), havia sido aprovada na legislatura passada. A sessão começa a partir das 9h.

Projeto do IF Sertão-PE/Zona Rural incentiva e orienta uso de plantas medicinais

 

O projeto “Plantas medicinais: Multiplicando Saúde”, desenvolvido no campus Petrolina Zona Rural do IF Sertão-PE, aborda a eficácia no uso desses desses elementos para a saúde e para o consumo, em forma de chás. A iniciativa tem a orientação da professora doutra Flávia Cartaxo, ao lado de estudantes de Agronomia da instituição. A lista dessas plantas é bem diversificada e conta com adeptos de todas as idades. Espécies como alecrim, hortelã, manjericão, erva-cidreira, malvão, capim-santo integram uma relação de 15 plantas que estão sendo cultivadas no horto do campus em Petrolina. O projeto começou há dois anos, com o objetivo de resgatar o uso das medicinais, valorizando o poder de seus princípios ativos, além de fazer a distribuição de mudas, implantação de hortas e informar à população sobre o uso adequado de cada uma delas.

“Muitas vezes a gente sente uma dor de cabeça e pensa logo numa farmácia, esquecendo de uma alternativa que poderia estar em nosso jardim, de fácil acesso. A implantação dessa horta medicinal veio como benefício para a gente, nosso próprio campus e para as comunidades ao redor”, afirmou Teonis Batista, aluna do projeto.

De acordo com Flávia Cartaxo, através do estudo já foram feitas distribuições de plantas medicinais em outros campi do IF Sertão-PE, além de assentamentos, escolas e creches de comunidades de Petrolina, Juazeiro e Casa Nova (essas duas últimas na Bahia).

“A gente distribui a muda e pode instalar a horta. Tem comunidades que ficam longe de postinho, que o médico demora a vir. Enquanto esse médico chega, tem medicinais que ajudam, baixam uma febre, diminuem os sintomas de uma gripe, aliviam o mal-estar. Até o médico chegar e consultar”, informou.

Renda extra

Nessas visitas a comunidades, o cultivo de medicinais também é apresentado ao pequeno produtor como uma fonte de renda alternativa, através de explicações sobre como fazer seu beneficiamento correto, como secagem, embalagem, agregando valor ao produto. Segundo a aluna Luana Santos, em alguns locais foi demonstrado ainda como aproveitar pequenos espaços para implantação de hortas.

“Em Juazeiro fizemos uma horta em garrafas pet. Se você não tem um jardim, um grande espaço, é possível se adequar ao que tem, não precisa deixar de fazer”, disse. O horto do projeto não faz uso de agrotóxico. Toda adubação utilizada é produzida no Centro Vocacional Tecnológico em Agroecologia (CVT) do campus, sendo o manejo todo orgânico. Segundo a professora, as medicinais geralmente não têm problemas de pragas porque algumas delas têm efeito repelente.

Flávia destaca ainda que a produção feita no campus, através do projeto, está acessível à comunidade. Em 2010, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) regulamentou o uso de 66 medicinais que têm relação com o uso popular. “Qualquer pessoa que quiser vir pedir mudas, qualquer comunidade, a gente faz a distribuição”, disse. A produção também é distribuída no campus Petrolina Zona Rural, juntamente com a orientação sobre o uso adequado de cada uma delas. (Foto: Ascom)

Menina petrolinense adotada por enfermeira reforça sucesso de projeto do TJPE

Uma foto de Ana Beatriz, de 7 anos, chamou a atenção da enfermeira Tatiane Almeida, que buscava adotar uma criança. O post da ferramenta do ‘Busca Ativa’ trazia a imagem da menina com um texto afirmando que ela tinha sofrido violência doméstica e, por isso, apresentava sequelas motoras, na fala e cognitivas, mas era uma guerreira e vinha melhorando gradativamente. “Apesar de tanto sofrimento, ela tinha o sorriso mais lindo. Então, eu dizia para ela na foto: Você encontrou sua família. Mamãe vai te buscar, espera só mais um pouquinho. Viajamos dois mil quilômetros para buscá-la num abrigo em Petrolina. Tinha certeza de que era nossa filha”, revela Tatiane.

Tatiane estava inserida no Cadastro Nacional de Adoção (CNA) há nove meses. Morando em São Paulo junto com a companheira, a técnica de Enfermagem Lucy Castro, ela havia definido o perfil almejado: uma menina de até 7 anos, sem muitas restrições em relação a doenças, a deficiências físicas ou neurológicas e sem opção por etnia. “Optamos por uma menina porque nosso filho mais velho, adotado em 2006, e hoje com 10 anos, queria uma irmã. Falamos com a assistente social e a psicóloga nos encontros de pretendentes à adoção que a nossa filha podia ter qualquer tipo de condição física ou psicológica, mas que nos permitisse continuar trabalhando. A nossa filha se encaixava nesse perfil”, afirma. Ana Beatriz estava destituída do poder familiar há quatro anos e aguardava adoção.

Há três meses e meio, Ana Beatriz se mudou de Petrolina para a casa de Tatiane e Lucy, em São Paulo. Elas estão no período do estágio de convivência, etapa que precede a sentença da adoção. Na nova casa, ela mostra evoluções na redução das sequelas deixadas por um passado triste e violento.

A rotina intensa de recuperação inclui sessões de fisioterapia e fonoaudiologia, aulas de natação, consultas médicas e aulas extras em uma sala multifuncional na escola. “Ela tem evoluído muito. Já está andando. No abrigo, ficava só na cadeira de rodas. A fala melhorou também. Todos ficam impressionados com a evolução dela, médicos, profissionais e amigos. Na verdade, é uma menina muito guerreira e tem uma força de vontade incrível. Cada progresso é uma grande vitória“, afirma.

Para Tatiane, parece que Ana Beatriz sempre fez parte da família. “Não consigo imaginar que faz tão pouco tempo que chegou. Dorme e se alimenta bem, é muito afetiva, sempre feliz, saudável, brinca e implica com o irmão, faz artes, uma vida normal de criança. O irmão Vinícius é muito apegado a ela e ajuda bastante. Inventa brincadeiras para que ela possa participar. Embora Ana tenha muita dificuldade na fala, tenho certeza que nos reconhece como sua família pelo carinho que demonstra no olhar e nos gestos. Apesar de ter sido bem tratada no abrigo, acho que o afeto, o amor e a sensação de fazer parte de uma família é insubstituível. Hoje percebo ela mais segura e confiante“, revela.

Ainda segundo Tatiane, os maiores desafios da adoção são a ansiedade, a insegurança, o processo, a espera e o receio de não dar conta da criação. “Acho que são coisas comuns não só à adoção, mas à maternidade biológica. Já a maior alegria é ser mãe, é encontrar seu filho e perceber que ele tinha que ser seu, que sempre te pertenceu. Ver sua família crescer. Só quem já experimentou entende essa ligação tão forte com os filhos”, avalia. Ao olhar para Bia, como é chamada pelos mais próximos, Tatiane diz que o que sente. “Para mim é a menina mais especial que existe, pois todas as sequelas que ela tem foram fruto de violência, mas ela segue sendo uma criança feliz, de bem com a vida, alto astral. Aprendo com ela todos os dias”, confessa.

Para a secretária executiva da Comissão Estadual Judiciária de Adoção (Ceja/PE), juíza Hélia Viegas, o desenvolvimento do Projeto Família, por meio do qual crianças e adolescentes sem pretendentes no CNA podem ser vistos através da ferramenta Busca Ativa, tem sido muito importante na construção de famílias. “Permitir que a criança da instituição de acolhimento possa ser vista e encontrada como parte de uma família é muito gratificante. Acho que adoção representa um encontro de pessoas que se reconhecem”, analisa.

Projeto

O Projeto ‘Família: Um direito de toda criança e adolescente’ viabiliza a busca ativa sem pretendentes no CNA. Desde 2014, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), através de resolução, estabeleceu o prazo de 30 dias para os juízes, a partir da inserção da criança ou do adolescente no CNA, concluírem a busca de pretendentes para, em caso negativo, encaminharem a documentação necessária para a Ceja realizar a busca ativa.

Com essa proposta, a Comissão instalou o serviço Busca Ativa no site do Tribunal de Justiça, que contém a lista das crianças e dos adolescentes inclusos no projeto e que, portanto, já são consideradas como possíveis adoções tardias. A listagem é atualizada mensalmente pela equipe técnica da Ceja.  A ferramenta foi instalada em novembro de 2016 e já conseguiu sete adoções, sendo dois de grupos de irmãos. Atualmente, mais três crianças vão iniciar o estágio de convivência.

Campanha

Dentro da campanha ‘Adoção é mais que uma escolha. É um encontro’, durante esta semana, a assessoria do órgão veicula uma série de reportagens sobre adoção tardia e de grupo de irmãos no site e na TV TJPE. Também há conteúdo exclusivo no Facebook, no Twitter e no Instagram. É só conferir nos perfis do Tribunal nas redes sociais. (Foto/ilustração)

Câmara aprova projeto que ordena atividade de ambulantes em eventos públicos de Petrolina

Por 19 votos, vereadores de Petrolina aprovaram na sessão desta quinta-feira, 18, projeto de lei de autoria do vereador Aero Cruz (PSB) que ordena a atividade de ambulantes, barraqueiros e garçons em festa patrocinadas pela Prefeitura. A matéria cria uma melhor organização para a categoria que tem sofrido com a concorrência de comerciantes de outras cidades que ocupam espaços nesses eventos públicos e quem é da cidade tem ficado prejudicado. A lei garante 80% dos espaços nas festas com recursos públicos da Prefeitura destinados aos ambulantes do maior município do Sertão.

“O projeto disciplina a participação dos ambulantes nesses eventos realizados aqui em nossa cidade, entretanto reclamações como a dos ambulantes que queiram atuar na volta do São João dos Bairros no José e Maria, sobre a comercialização dos espaços na estrutura da festa, o processo é de licitação e que deve ser seguido da forma que der prioridade aos ambulantes, mas também que eles trabalhem de maneira digna”, explicou Aero.

Aero frisou que vai conversar com a secretária de Cultura, Esportes e Turismo, Maria Elena Alencar, para que no São João do Parque de Eventos, os ambulantes fiquem protegidos para que pessoas que pagam a área para exploração no evento, não prejudique os demais ambulantes.

“Não vamos aceitar que a pessoa adquira os espaços, passe a querer comercializar para terceiros. Não vamos aceitar. Quem adquirir é que tem que trabalhar durante a festa”, assegurou Aero frisando que a secretaria de Cultura será responsável pela fiscalização da exploração nos espaços durante os festejos juninos de Petrolina e demais festejos municipais.

 

 

Rui Costa lança projeto de educação ao empreendedorismo na Bahia

Promover a cultura do empreendedorismo e capacitar os baianos para dinamizar ainda mais a economia da capital e também do interior. Estas são as metas do Projeto ‘Educação Empreendedora’, desenvolvido pelo Governo do Estado, em parceria com o Sebrae-BA. Lançado pelo governador Rui Costa, nesta terça-feira (16), o projeto vai levar cursos para os 27 Territórios de Identidade da Bahia, qualificando professores e estudantes para alcançar mais de 50 mil jovens baianos até 2018, sendo 40 mil alunos da educação básica e 10 mil da educação profissionalizante.

O lançamento ocorreu no Centro Educacional Carneiro Ribeiro – Escola Parque, no bairro da Caixa D´Água, em Salvador, e contou com a presença de gestores da educação e autoridades. “Vamos implementar nas nossas escolas o que estamos chamando de escola empreendedora, ou seja, que transmite habilidades, conhecimentos para os alunos de como empreender, inovar. Capacitar não só a montar um negócio, mas como criar algo novo dentro de um negócio que já existe. Estamos vivendo uma época de mudanças no mercado de trabalho, onde há mais espaço para esse tipo de habilidade, fugindo um pouco daquele modelo tradicional de emprego, por exemplo. Por isso queremos habilitar nossos jovens para esta nova realidade”, ressaltou Rui.

De acordo com o governador, o anúncio do projeto foi realizado na presença de gestores e diretores, porque o Governo quer o engajamento de todos para fazer da Educação Profissional um sucesso no estado. “Esta reunião traduz o sentimento de união que queremos reforçar para transformar a educação na Bahia numa força que gera oportunidades e forma profissionais. A Secretaria e o Governo do Estado podem estabelecer diretrizes para os programas, mas as coisas acontecem na escola”.

Os interessados podem se inscrever até o de 23 de maio, através do e-mail educacao@ba.sebrae.com.br. As aulas acontecem de 7 de junho a 4 de agosto. De acordo com o secretário da Educação, Walter Pinheiro, além dos estudantes, o projeto abre oportunidades para quem não está em idade escolar. “Estamos selando essa parceria com o Sebrae, que vai possibilitar levar a educação empreendedora para 168 municípios baianos. Queremos, com todos os programas do Governo do Estado, criar um novo ambiente nas escolas, relacionando o conhecimento com a economia local, com a vida cotidiana das pessoas”. (Foto: Manu Dias/GovBA)

 

‘Parque Sonoro’ apresenta concerto didático para estudantes de Petrolina

Uma manhã repleta de música. Isso foi o que alunos da Escola Municipal Eliete Araújo curtiram nesta sexta-feira (12) no Parque Municipal, Josepha Coelho, em Petrolina, onde foi realizada a segunda apresentação do projeto ‘Parque Sonoro’, coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Esportes. Durante quase uma hora, os alunos tiveram a oportunidade de prestigiar a apresentação da Philarmonica  21 de Setembro e da Orquestra e Coro Novos Talentos, que executaram diversas canções encantando os pequenos espectadores.

O prefeito Miguel Coelho (PSB) e a secretária de Cultura, Turismo e Esportes, Maria Elena Alencar, compareceram à apresentação. Ao falar com os estudantes, Miguel lembrou que o concerto pode estimular o interesse dos alunos pelo mundo da música. “É promovendo cultura que se descobre os novos talentos. Quem sabe se desta plateia tão curiosa não saem novos talentos da música aqui da nossa Petrolina?”, disse o gestor.

Durante o evento, o maestro da Philarmonica, Hélio Lima, apresentou vários instrumentos aos alunos, que demonstraram toda a curiosidade diante da descoberta pela música. A programação teve início no último domingo (7). Os concertos  seguem com um especial para as mães neste domingo (14). A última apresentação está marcada para o dia 21 de maio. Todas as apresentações são gratuitas e acontecem a partir das 10h. (Foto: Ascom)

Projeto de implantação de campus da Univasf em Salgueiro é discutido entre vice-reitor e representantes de Seção Sindical

O projeto de implantação de um campus da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) no município de Salgueiro (PE), Sertão Central, caminha a passos largos para virar realidade. O vice-reitor da instituição, Telio Nobre Leite, recebeu esta semana representantes da Seção Sindical dos Docentes da Univasf (SindUnivasf) e do Comando de Mobilização da categoria para reunião da mesa sindica, numa reunião realizada no Gabinete da Reitoria, em Petrolina. Um dos principais itens da pauta foi a expansão da universidade com um campus em Salgueiro, cujo projeto já foi encaminhado ao Minitério da Educação (MEC).

Conforme ressaltou Telio Leite, o diálogo mantido com as entidades de base objetiva ampliar os instrumentos e os meios de análise conjunta sobre os possíveis encaminhamentos às demandas da comunidade acadêmica. Durante a reunião foram abordados, além do projeto de expansão da universidade, pautas locais dos campi Sede, Ciências Agrárias (CCA) – também em Petrolina –, além de Juazeiro, Senhor do Bonfim e Paulo Afonso (na Bahia) e Serra da Capivara (o Piauí), aos quais se refere o ‘item B’ do Ofício SindUnivasf 005/2017, enviado à Reitoria no último mês de abril.

 No documento, a SindUnivasf solicita “a incorporação dos 122 pontos da mesa sindical no processo de negociação”.

O vice-reitor também assumiu o compromisso de antecipar para a próxima terça-feira (16/05), as respostas sobre alguns pontos dos temas relacionados principalmente as questões de infraestrutura nos campi que concentram quase 50% das demandas. Durante o encontro também foi discutida a possibilidade de um novo prazo para deliberação do projeto de expansão no Conselho Universitário (Conuni).

Prefeitura fecha cerco contra a evasão escolar em Petrolina

‘Nenhum a menos’. Esse é o projeto desenvolvido pela Secretaria de Educação de Petrolina para combater a evasão escolar e elevar os índices de frequência nas unidades do município em todas as modalidades. A secretária Executiva da pasta, Sônia Passos, em companhia da tutora em Educação, Rosane Costa, e do vereador Elismar Gonçalves, visitou esta semana unidades escolares do distrito de Nova Descoberta e Projeto Bebedouro I e II, zona rural do município, para auxiliar as gestoras na efetivação do projeto.

Todas as unidades receberam um mural onde devem registrar a quantidade de frequência no dia e, ao final da semana, apresentar um levantamento e criar estratégias para evitar a evasão. A gestora da escola José Ribeiro da Silva, Maria Lucília de Souza, destacou o trabalho desenvolvido para diminuir os números.

“Temos uma parceria muito boa com os pais. Quando um aluno falta, vamos saber diretamente o que está ocorrendo e como podemos ajudar. Com isso, percebemos que a evasão é baixa”, explica.

Rosane Costa ressalta a importância dessa atenção das gestoras para combater a evasão escolar. “Esse cuidado com a frequência, saber o que ocorreu quando um estudante não está comparecendo, se colocando ao lado da família, é o que faz toda a diferença no sucesso da aprendizagem. É essa postura que estamos incentivando na rede”, pontua.

Demandas

Na oportunidade, foram entregues também kits escolares aos alunos. A equipe aproveitou para ouvir às demandas das unidades. Na escola José Ribeiro, o pedido da gestão foi a construção de mais salas e a climatização, que também foi um pedido da gestora do Centro Municipal de Educação Infantil de Nova Descoberta (CMEI). Já na escola José Nunes de Santana, o pedido da gestora Rosalva Fernandes foi referente à infraestrutura. Na comunidade do Bebedouro, a solicitação das gestoras das CMEI’s e das escolas foram reparos e reformas. Sônia Passos encaminhou as solicitações e determinou a visita da equipe de infraestrutura nas unidades para fazer um relatório e planejar as ações. (Foto: Ascom)

Sesc Petrolina oferece cinema de graça em mostra que começa nesta terça

O Sesc Petrolina apresenta logo mais, nesta terça-feira (9), às 19h, o filme “O Planeta Proibido”, de 1956. O filme é parte das atrações que acontecem este mês, exibindo uma seleção de longas de ficção científica dentro do Projeto ‘Cine Dona Amélia’, que acontece gratuitamente às terças-feiras. A mostra “Clássicos Sci-fi: obras-primas da ficção científica” seguirá até o dia 23. A classificação indicativa dos filmes é 12 anos.

O filme desta terça é inspirado em “A Tempestade”, de Shakespeare. Ele narra a história de um cientista e sua filha, que acompanhados por um robô, formam a tripulação de uma nave que chega a um longínquo planeta onde investigam as causas da extinção da população daquele corpo celeste.

No dia 16/05 estará em exibição “Eles vivem”. O filme de 1988 apresenta a história de um homem recém chegado a Los Angeles, que encontra, depois de uma ação da polícia local, um par de óculos escuros que o permite ver alienígenas que vivem disfarçados de seres humanos, e também mensagens subliminares que são transmitidas.

A mostra termina no dia 23/05, com o filme “Fuga no século 23”. O filme foi vencedor em 1977 do Prêmio Especial de Efeitos Visuais e indicado ao Oscar nas categorias Melhor Direção de Arte e Melhor Fotografia. A história mostra como a vida no século 23 é aparentemente perfeita. Todos têm direito às coisas boas, mas não podem ultrapassar os 29 anos de idade. Logan é um caçador de fugitivos do ritual de execução, mas tudo muda quando chega sua vez de ser eliminado, e ele resolve fugir.

“A mostra apresenta uma seleção de obras importantes que influenciaram toda a produção contemporânea de filmes desse gênero. É importante que as pessoas tenham acesso a trabalhos que se tornaram referência para os filmes de ficção científica”, destaca o instrutor de atividades artísticas do Sesc  Petrolina, André Victor Brandão. (Foto: Ascom)

Câmara de Salgueiro aprova implantação de ensino integral em escola do município

A Câmara de Vereadores de Salgueiro (PE), no Sertão Central, aprovou no dia de ontem (3) um projeto que autoriza o Executivo Municipal a implantar o ensino integral na Escola Dom Malan.

A votação favorável da casa legislativa aconteceu após várias reuniões e debates que atravessaram dias e noites. Ao Blog, o vereador Ednaldo Barros disse ter respaldado o projeto após ouvir as professoras e representantes da administração, além de trocar ideias com seus pares.

Juazeiro: Projeto de reforma de praça do Bairro São Geraldo é apresentado a moradores

A superintendente de arquitetura da Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano (Sedur), Thayse Barros, juntamente com o diretor de obras, Elianderson Coelho, apresentaram nesta quinta-feira, 4, a moradores do bairro São Geraldo o projeto da reforma da Praça Marcelino Reis, localizada no bairro. De acordo com a superintendente, a reforma da praça – que é construída em uma área de 1.795 metros quadrados (m²) – está orçada em pouco mais R$ 200 mil.

“Toda a praça vai passar por uma reforma geral, vamos trocar todos os brinquedos do parque infantil, implantar uma academia da saúde, mesas de jogos e paisagismo”, observou Thayse Barros.

Já Elianderson Coelho explica que a Sedur tem procurado ouvir a comunidade durante o desenvolvimento dos projetos antes de serem iniciados, ou mesmo quando as equipes ainda estão em campo fazendo levantamento de demandas. “Procuramos sempre ouvir a comunidade para desenvolvermos projetos que realmente venham servir a esses moradores, pois essa é a verdadeira função de uma obra pública”, explicou o diretor.

A obra é uma reivindicação antiga da comunidade. “Junto ao governo do prefeito Paulo Bonfim, iremos viabilizar a obra. O projeto ficou muito bom, atendeu todas as nossas expectativas e do povo da comunidade. Tem opção para todas as idades. Um ganho importante para o São Geraldo“, observou a vereadora Valdelice Alves (‘Neguinha da Santa Casa’), moradora do bairro, que também participou da reunião . (Foto: Ascom)

 

 

Faculdade de Araripina sedia Projeto ‘CREA na Estrada’

A Faculdade de Ciências Agrárias de Araripina (Faciagra), no Sertão do Araripe, sediou o Projeto ‘CREA na Estrada’, cuja iniciativa foi levar as atividades e os serviços do Conselho Regional de Engenharia, Agronomia e Arquitetura (CREA) a diversas cidades, além de aproximar os universitários do trabalho desenvolvido pela entidade. O evento aconteceu no auditório Charles Luciano e nas salas de aula da faculdade e contou com a presença do presidente do Conselho estadual, Evandro Alencar, além de profissionais e estudantes de engenharia agronômica da região.

A programação teve temas como geoinformação aplicada ao planejamento urbano, destacando as questões da produção cartográfica e a fiscalização de processos, e um curso avançado de noções básicas para elaboração de projetos e irrigação.

De acordo com a diretora da Faciagra, Marcilea Santos Martins, a visita de representantes do CREA-PE é importante para aproximar alunos e profissionais que formam o Conselho, e também atualizar sobre temas que fazem parte do histórico curricular e que são abordados de maneira mais prática.  (Foto/Ascom)

Cantor Assisão e Grupo Cabras de Lampião percorrem Pernambuco com aula-espetáculo

A 2ª edição do projeto Forró dos Cangaceiros – aula-espetáculo do cantor Assisão e do Grupo de Xaxado Cabras de Lampião – percorre as escolas das rede estadual de Pernambuco neste mês e em junho. A cidade escolhida para a estreia é Tuparetama, no Sertão do Pajeú. O evento acontecerá neste sábado (6), a partir das 20h, no Balaio Cultural, para a Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Cônego Olímpio Tôrres.

Nesta edição, o cantor Assisão convidou o Grupo Cabras de Lampião para reforçar o projeto, que consiste em apresentações musicais e aulas sobre a cultura nordestina, com ritmos como o xaxado e pé de serra, forró dos cangaceiros e forró autêntico.

“O evento tem como objetivo reafirmar nossos valores fundamentados na identidade cultural sertaneja, sobretudo ao ciclo junino, tendo como ponto de partida a musicalidade e o ritmo da obra de Assisão, numa interação estética e inovadora com a poesia e a dança do Grupo de Xaxado Cabras de Lampião, resultando num espetáculo emocionante e de beleza singular”, revela Cleonice Maria, coreógrafa e diretora da aula-espetáculo, que também é presidente da Fundação Cultural Cabras de Lampião. O projeto conta na produção com 25 pessoas e é patrocinado pelo Governo e Secretaria de Cultura de Pernambuco, Fundarpe e Funcultura.

Além de Tuparetama, o projeto passará pelas cidades de Calumbi, Camaragibe, Vicência, Custódia, Limoeiro, Aliança e Carnaíba. (Foto/Ascom)

 

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por agencialaguz.com.br