Secretário de Saúde de Juazeiro promove primeira reunião com novos assessores e superitendentes

Um dos principais nomes da equipe do ex-prefeito de Juazeiro (BA), Isaac Carvalho, o secretário de Saúde de Juazeiro, Plínio Amorim, também mostra que será um dos homens de confiança do atual gestor, Paulo Bomfim. Responsável pela pasta da Saúde, ele não que perde tempo. Na manhã de hoje (10), Plínio fez sua primeira reunião com os novos assessores e superintendentes da Secretaria.

Os principais objetivos do encontro foram o de integrar a equipe e de explanar sobre o funcionamento da pasta. Também participou da reunião a vice-prefeita do município, Dra. Dulce Ribeiro.

Na ocasião, o secretário alinhou com o grupo a filosofia que deve ser consolidada no atendimento à sociedade: o esforço coletivo para levar o melhor serviço possível para a população. “Temos uma equipe integrada e comprometida. São profissionais de alto nível, que já mostraram suas competências técnicas ao longo do tempo. Estamos confiantes que conseguiremos avançar na saúde pública no município durante o mandato de Paulo Bomfim“, afirma convicto.

A equipe também apresentou sugestões que podem vir a contribuir com a gestão. A vice-prefeita reforçou o compromisso já firmado por Bomfim para o setor. “Esse é o foco básico do nosso governo. Eu, como vice-prefeita e médica, fui convidada pelo secretário para estar junto e participar das decisões e de todo planejamento. Entendemos que esse é o primeiro passo para que a saúde funcione em todos os níveis”, argumenta. Também estiveram presentes na reunião os superintendentes de Atenção Especializada, Mário Machado; de Administração, Alfredo Júnior; de Vigilância em Saúde, Tatiane Malta; de Atenção Básica, Ana Lúcia Araújo; de Ações e Insumos Estratégicos com Ênfase na Atenção Primária, Rosa Miguelino; e a assessora de planejamento, Ianni Santana. (foto/divulgação)

Suspensão de serviços no HDM superlota Maternidade de Juazeiro e município baiano aciona Ministério Público

coletiva-maternidade-de-juazeiro

Durante coletiva de imprensa na manhã desta quinta-feira (22), na Maternidade de Juazeiro (BA) o secretário de Saúde, Plínio Amorim, acompanhado da diretora da Maternidade, Fabíola Ribeiro, da diretora provisória Fabíola Leite e do procurador-geral do município, Eduardo Fernandes, explicou o impacto da superlotação da Maternidade Municipal desde o último dia 16 de dezembro, com a suspensão dos internamentos no Hospital Dom Malan (HDM)/Imip, em Petrolina (PE), para os atendimentos de baixa e média complexidade nas áreas de pediatria, já ultrapassando os 40%, e a obstetrícia os 60% do atendimento na unidade. (mais…)

Agentes de Combate às Endemias de Juazeiro voltam a cobrar prêmio da Secretaria de Saúde

agentesOs agentes de Combate às Endemias da Prefeitura de Juazeiro (BA) voltam a cobrar da Secretaria de Saúde o prêmio destinado aos profissionais. Segundo eles, esse benefício é previsto na lei municipal, mas vem sendo descumprido pela atual gestão.

Confiram:

Carlos Britto,

Nós, da Comissão dos Agentes de Combate às Endemias, mais uma vez temos que recorrer a esse meio de comunicação para cobrar da Gestão Municipal de Juazeiro-BA, melhor falando do secretário de Saúde, Sr.Plínio Amorim, o pagamento do prêmio destinado aos Agentes de Endemias. Prêmio esse previsto em lei municipal e sendo descumprida por essa gestão.

Sabemos que a verba está disponível desde maio/2016. Sempre esse pagamento era feito no mês de julho. Somente a partir do ano passado que os agentes vêm sendo massacrados com a inverdade de que a verba não caiu.

Volto a dizer que nós não temos condições de realizar um trabalho com qualidade. É constante a falta de material diário, e mesmo assim conseguimos com muito esforço bater a meta para termos o direito de tão esperado prêmio.

Não falamos só em nossos direitos, mas também em nosso merecimento. Pedimos a sensibilidade do Sr.Plínio Amorim (Secretário de Saúde), para que cumpra o que rege a lei, que nos valorize como servidores públicos.

Comissão dos Agentes de Endemias/Juazeiro-BA

O curinga em novo desafio

Plinio

A aposta do prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho (PCdoB), para a saúde do município não poderia ser mais adequada. O convite para que o assessor especial Plínio Amorim assumisse a Secretaria de Saúde da prefeitura precede de apenas um erro: a demora na escolha.

Plínio é daquelas pessoas prontas para qualquer desafio. Dê-lhe um tempo, as planilhas e os links para programas e projetos da área interessada e pronto, vai acontecer.

Claro que a pasta de saúde é um drama nas administrações do país inteiro, um desafio complexo. Mas com organização, planejamento e gestão profissional seria menos sofrível. Isaac precisa lhe oferecer algo mais: autonomia. Dessa forma o próprio prefeito logrará mais êxito que ceder à chantagem de aliados, vereadores e interessados em apenas projetos pessoais, indicando ações ou protegidos sem competência para ocupar cargos vitais para que a engrenagem funcione.

Plínio corrompeu a alma jornalística deste blogueiro no último final de semana, quando revelou que recebera o convite. “Vou te dizer porque já está sacramentado, mas você não pode divulgar. A prerrogativa é do prefeito”, disse, na cara de pau, amparado na relação de irmandade que construímos ao longo de 20 anos de amizade. Ainda deu risada porque eu não poderia cumprir o meu ofício ou publicar o furo jornalístico.

Ele já havia aceito e, se me perguntasse antes, sabe que eu pediria para que dissesse ‘não’.

Não porque não está preparado, pois o texto afirma exatamente o contrário, mas porque talvez tenha pouco tempo para imprimir sua marca.

Como sou daqueles que acha que o copo com água ao meio está sempre meio cheio, vou acreditar que a gestão vai terminar bem avaliada na área de saúde. Afinal, é Plínio que está por lá.

É isso aí.

Plínio Amorim assume Secretaria de Saúde de Juazeiro

A Secretaria de Saúde de Juazeiro (BA) tem um novo titular. A secretária Tatiane Malta, que assumiu a pasta há pouco mais de um mês, deixou o cargo hoje (23) e o Assessor Especial da prefeitura, passa a comandar a pasta. Plínio deixa sua zona de conforto, pois fez parte da equipe da educação em Juazeiro e em Petrolina.

Através de nota enviada pela assessoria da prefeitura, a gestão esclareceu que Tatiane deixa o cargo “por motivos pessoais”. Também no comunicado, o prefeito Isaac Carvalho agradeceu a dedicação e empenho de Tatiane e a convidou para permanecer na equipe de governo.

A nomeação de Plínio Amorim já foi assinada pelo prefeito e nesta terça-feira (24), no primeiro evento do Plantão de Especialidades Médicas no bairro Maringá, Plínio já estará à frente da pasta.

A nota da prefeitura não informou quem assumirá o lugar de Plínio, que exercia a função de Assessor Especial de Modernização Administrativa e tinha como missão monitorar, checar e definir ações nas diversas secretarias, assessorias e empresas da prefeitura.

FBC volta ao passado e relembra ex-vereador Plínio Amorim: “O Nilo do futuro”

Foto 2 (3)Na entrevista coletiva que concedeu em Petrolina na tarde da última quinta-feira (9), o senador eleito Fernando Bezerra Coelho (PSB) voltou no tempo para uma lembrança e uma homenagem. Ele disse que, num passado já muito distante, em uma tarde no distrito de Rajada, o ex-vereador de Petrolina e líder-político nato, Plínio Amorim chegou a prever o que aconteceu agora ao compará-lo ao saudoso senador Nilo Coelho.

“Seu Plínio mandou estender uma faixa lá em Rajada, e nela estava escrito assim: ‘Fernando, o Nilo do futuro.’ Não sei o que ele previa, mas sei que estamos na mesma estrada”, afirmou.

Plínio Amorim foi vereador de Petrolina no tempo em que esses parlamentares trabalhavam sem receber salário. O nome da câmara de vereadores é em homenagem a ele.

Prefeitura muda o foco e especialista confirma: “Petrolina foi profundamente prejudicada em seu financiamento educacional”

Plinio-AmorimBuscando um foco diferente, a Secretaria de Educação de Petrolina enviou a este Blog números referentes à evolução da matrícula na Rede Municipal entre 2006 e 2013. O texto tenta fazer uma comparação com administrações passadas.

O crescimento populacional elevado de Petrolina reproduz em todas as faixas etárias. Por isso, é absolutamente normal o aumento de alunos. O início do financiamento da Educação Infantil pelo Fundeb, a partir de 2007, provocou, em todo Brasil, o aumento das matrículas nesta etapa do ensino.

O que o Blog perguntou, e a população quer saber, é sobre o registro das matrículas no Censo Escolar do MEC. Os documentos provam que até 2013 os alunos do Nova Semente não estavam registrados e a educação de Petrolina (principalmente, professores) perdeu um volume altíssimo de recursos. Sobre isso a nota não trouxe nada.

De qualquer forma, como o assunto é técnico, fomos ouvir um especialista, e procuramos o professor Plínio Amorim (foto), que foi secretário de Educação nas prefeituras de Petrolina e Juazeiro com notório conhecimento e resultados comprovados e reconhecidos nas duas prefeituras.

Vejam a sua análise técnica:

Prezado Carlos Britto,

Em resposta à sua consulta sobre a possível perda de receita na Educação do Município de Petrolina em virtude do registro dos alunos no Censo Escolar do Ministério da Educação, informamos o que se segue:

  • O Fundeb, fundo que financia a Educação Básica pública, instituído a partir de 2007, determina que os recursos serão distribuídos entre o governo estadual e os de seus Municípios, na proporção do número de alunos matriculados nas respectivas redes;
  • Admite-se, para efeito da distribuição dos recursos, às instituições comunitárias, confessionais ou filantrópicas sem fins lucrativos e conveniadas com o poder público, o cômputo das matrículas efetivadas na educação infantil oferecida em creches para crianças de até 3 (três) anos;

Por estas razões e, considerando que as unidades do Programa Nova Semente de Petrolina só efetivaram convênio com o município a partir deste ano, a Rede Municipal de Ensino não recebeu, até 2013, recursos do Fundeb gerados por este programa.

Ressalte-se, ainda, que as matrículas computadas em instituições conveniadas só são contempladas com recursos do Fundeb na etapa Creche (0 a 3 anos); ficando os alunos da Pré-Escola (4 e 5 anos) sem gerar receita. Conforme análise feita em documentos do Ministério da Educação, o Programa Nova Semente possui, em 2014, 1.994 alunos na Pré-Escola que não geram receita para o município.

Conclui-se, com absoluta segurança, que o município de Petrolina foi profundamente prejudicado em seu financiamento educacional. O Programa Nova Semente é um importante instrumento social, porém, está com uma estratégia de financiamento que prejudica os já frágeis recursos da administração direta da educação.

Atenciosamente,

Plínio José de Amorim Neto/Professor e Ex-secretário de Educação-Petrolina

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br