Câmara de Petrolina deverá entrar na campanha solidária para ajudar pernambucanos atingidos pelas enchentes

A Câmara de Vereadores de Petrolina, a exemplo da Subsecção local da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape), também deve entrar na corrente de solidariedade em apoio às famílias atingidas pelas enchentes no Estado. Por meio da Comissão de Direitos Humanos, o Legislativo articula o recebimento de doações dos petrolinenses às famílias que perderam tudo por causa das chuvas. Segundo a Defesa Civil estadual, já são mais de 30 mil desabrigados em 33 municípios pernambucanos.

Outro encaminhamento que a Casa irá solicitar às demais câmaras e prefeituras que também se engajem na campanha aos desabrigados que já atingem especialmente as regiões da zona da mata sul e agreste pernambucanos.

“Esta Câmara tem o 2º vice-presidente da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP), que pode interagir com as demais Casas Legislativas em outros municípios e prefeituras pernambucanas, para que também disponibilizem espaços para recebimento de doações”, apontou o documento da Casa Plínio Amorim, que articula a participação do Legislativo Municipal na campanha de solidariedade aos desabrigados.

Sobe para 24 número de cidades em estado de emergência por causa de chuvas em Pernambuco

Subiu de 13 para 24, após novo decreto (n°44.492), o número de cidades atingidas pelos temporais ocorridos no último final de semana na Zona da Mata Sul e Agreste de Pernambuco.

O governo havia decretado estado de calamidade. Mas depois de ter enviado equipes técnicas, da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros, que avaliou o cenário de destruição, para que as primeiras ações fossem executadas, ficou constatado que não era mais necessário o estado de calamidade, e sim o de emergência.

De acordo com a assessoria do governo, a alteração na classificação não afeta a assistência aos municípios, uma vez que estes terão acesso ao crédito decorrentes de tragédias.

Com o Decreto nº 44.492, também foi ampliado o período de situação excepcional para 180 dias (anteriormente eram 120 dias), o que permitirá, conforme a Legislação, uma ação prolongada do poder público nas áreas atingidas. Estão em estado de Emergência os municípios de Caruaru, Ipojuca, Joaquim Nabuco, Jurema, Lagoa dos Gatos, Primavera, Quipapá, Sirinhaém, Tamandaré, Xexéu, Belém de Maria, Gameleira, Palmares, Amaraji, Maraial, Ribeirão, Cortês, Barra de Guabiraba, São Benedito do Sul, Rio Formoso, Catende, Água Preta, Jaqueira e Barreiros. (Foto/arquivo Diário de PE)

Termina nesta quarta campanha de vacinação contra a febre aftosa em PE

A Campanha de vacinação contra a febre aftosa segue até esta quarta-feira (31) em todo o estado. A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) espera ainda mais de 50 mil produtores de bovinos e bubalinos para declarar a vacinação. É preciso ir até um escritório da Adagro mais próximo para se regularizar, do contrário o produtor ficará sujeito a pagamento de multa e impossibilitado de comercializar animais.

Pernambuco é um dos estados livres da doença com vacinação, mas é preciso continuar protegendo os animais. Os produtores devem adquirir as vacinas em casas agropecuárias e, no prazo de quinze dias, ir até uma unidade da Adagro para fazer a declaração. Dia 15 de junho é o prazo final para declarar a vacinação. Nessa hora, o produtor irá realizar sua atualização cadastral, inclusive com o detalhamento do seu rebanho por sexo e idade.

Quem não imunizar seu rebanho até o dia 31 pagará multa de no mínimo R$ 60,00, ficará impedido de retirar a Guia de Trânsito Animal – GTA, terá a propriedade interditada e fica impedido de participar das linhas de crédito do governo, como por exemplo empréstimos no banco do Nordeste, pois para receber esses incentivos é necessário que o criador apresente uma declaração da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco – Adagro.

Doença

A febre aftosa é uma doença viral altamente infeciosa que acomete os animais que possuem casco fendido. Sua ocorrência representa veto a mercados importantes e, consequentemente, prejuízos econômicos para o setor, por isso a importância de proteger o rebanho da doença por meio da vacinação. (Foto: Ascom)

Facape entra na rede de solidariedade para ajudar desabrigados das enchentes em Pernambuco

Mais de 30 mil pessoas estão desabrigadas em Pernambuco, em virtude das chuvas que atingiram algumas cidades da Zona da Mata Sul e e Ageste do Estado. Catorze municípios estão em estado de calamidade. Diante desse cenário, a Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) e demais Autarquias de ensino vinculadas à Associação das Instituições de Ensino Superior do Estado de Pernambuco (Assiespe) se uniram às diversas entidades em prol de iniciativas solidárias que buscam apoio para as famílias impactadas.

Todas as 13 Autarquias Educacionais estão engajadas na coleta de donativos para as famílias dos municípios de Amaraji, Água Preta, Barra de Guabiraba, Belém de Maria, Catende, Cortês, Gameleira, Jaqueira, Maraial, Palmares, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul e Barreiros.

Quem quiser participar da campanha pode doar colchões, roupas, alimentos não perecíveis, cobertores, materiais de limpeza e higiene. Na Facape os donativos estão sendo recebidos na Central de Atendimento ao Discente (CAD), de 8h às 12h, 15h às 18h e 19h às 21h. O 4º Grupamento de Bombeiros de Petrolina também está engajado na Campanha e recebe doações na Avenida Nilo Coelho, 155 – além da 8ª Ciretran – localizada na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio – e do Terminal Rodoviário, na Avenida das Nações, conforme já divulgado por este Blog.

Vítimas de enchentes em PE poderão receber FTGS como ajuda na volta para casa

O senador Armando Monteiro (PTB-PE) defendeu, nesta segunda-feira (29), em discurso no plenário no Senado, a liberação das contas do FGTS para as vítimas das enchentes em Pernambuco. O petebista lembrou que a medida será possível por ato da Caixa Econômica Federal (CEF) a partir da homologação, pelo Ministério da Integração Nacional, da decretação do estado de calamidade pública e de emergência em 15 municípios atingidos pelas cheias.

“Com a medida, as famílias poderiam recuperar seus imóveis e as condições mínimas de habitabilidade”, justificou. Segundo ele, a liberação do FGTS complementaria a proposta do governo estadual, que considerou louvável, de ajustar a legislação do Cartão Reforma, administrado pelo Ministério das Cidades, para incluir na linha de crédito favorecida do Cartão as vítimas das enchentes.

Armando propôs que se esqueçam as divergências políticas e se mobilize de forma suprapartidária as bancadas de Pernambuco no Senado e na Câmara dos Deputados para articular e cobrar dos governos federal e estadual ações que, no curto prazo, minimizem os impactos da tragédia e, no médio prazo, deflagrem iniciativas de caráter preventivo e estruturante.

O senador lamentou a paralisação das obras das quatro barragens de contenção prometidas para a Mata Sul nas cheias de 2010, que deveriam estar prontas em 2013 e 2014. “Os estragos das chuvas poderiam ser bem menores se estivessem concluídas as barragens de Panelas, em Cupira; Gatos, em Lagoa dos Gatos; Guabiraba, em Barra de Guabiraba, e Igarapeba, em São Benedito do Sul”, salientou.  (Foto/reprodução Diário de PE)

Ministro das Cidades confirma liberação do ‘Cartão de Reforma Emergencial’ para desabrigados das chuvas em PE

O ministro das Cidades, Bruto Araújo, confirmou que o governo federal vai liberar o ‘Cartão de Reforma Emergencial’ para atender as famílias desabrigadas pelas chuvas que castigam a Zona da Mata Sul e o Agreste do estado durante o final de semana. O ministro atende a solicitação do governador Paulo Câmara (PSB), que se reuniu novamente nesta manhã de segunda-feira, (20) com os integrantes do Gabinete de Crise, e que pautou a liberação do cartão para ajudar no restabelecimento das pessoas quando voltarem para casa.

“A lei de cria o programa do cartão reforma já prevê essa assistência em momentos emergenciais como esse agora em Pernambuco”, comentou Bruno.

O Gabinete de Crise foi criado neste domingo, 28, para unificar as medidas do Governo do Estado no atendimentos aos municípios atingidos pelas fortes chuvas do final de semana. “Diferente de 2010, agora não houve a destruição de casas, por causa de todo o trabalho que fizemos com a Barragem de Serro Azul, a dragagem de rios e relocação de prédios públicos e residências. Mas houve a destruição do que estava dentro das casas, como móveis e eletrodomésticos. Será muito importante se a gente conseguir ajustar a legislação do Cartão Reforma para incluir também as vítimas de enchentes, como essa que atingiu o nosso Estado nas últimas 48 horas”, explicou o governador de Pernambuco.

Câmara diz que o ‘Cartão de Reforma Emergência’ poderá permitir um “olhar diferente” para as pessoas que tiveram prejuízos com as chuvas, na comparação com o que ocorreu em anos anteriores. O governador fez uma nova visita num sobrevoo pelos municípios da Mata Sul. A reunião do Gabinete de Crise também contou com as presenças do vice-governador Raul Henry, dos secretários Angelo Gioia (Defesa Social), Marcio Stefanni (Planejamento e Gestão), Iran Costa (Saúde), coronel Eduardo Pereira (Casa Militar) e o chefe de Gabinete em exercício, Alexandre Campêlo. (Foto: Reprodução Internet)

Chuvas em PE: Michel Temer sinaliza crédito de R$ 600 milhões para recuperar estragos

Em reunião com o governador Paulo Câmara no Palácio do Campo das Princesas, o presidente da República, Michel Temer, autorizou neste domingo (28) o envio de ajuda humanitária para atender as cidades em estado de calamidade devido às fortes chuvas que caíram nos últimos dias na Zona da Mata Sul e no Agreste de Pernambuco. E se comprometeu em liberar uma linha de crédito de R$ 600 milhões, junto ao BNDES, para obras no Estado.

“Há duas atividades. Uma é emergencial, que já está sendo cuidada desde já pelo ministro da Integração e pelo ministro das Cidades, em atividades de recuperação nesses municípios. O outro é mais a longo prazo e diz respeito a obras que deverão ser concluídas, de caráter preventivo. Com isso, nós nos comprometemos, mais uma vez, a levar adiante essas obras de caráter preventivo”, disse Temer.

No encontro, governador e presidente trataram sobre a conclusão das obras de quatro barragens e uma linha de crédito para obras hídricas para amenizar a seca no estado. Temer se comprometeu a analisar a quantia de R$ 385 milhões para as barragens e R$ 600 milhões para as obras hídricas.

Há o financiamento que está lá no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), já aprovado pela secretaria do Tesouro Nacional. Me comprometi com o governador a providenciar a liberação desse empréstimo, que é fundamental. São R$ 600 milhões”, pontuou o presidente.

“Nós apresentamos hoje para o presidente da República uma situação preliminar diante das chuvas das últimas horas. Precisamos de ações emergenciais, com ações que envolvem ajuda humanitária, questão de saúde, de salvamento. Por outro lado, apresentamos também aquilo que entendemos como solução definitiva. A obra [da barragem] de Serro Azul teve sua serventia decisiva para evitar uma catástrofe ainda maior na Mata Sul. Só que é preciso finalizar quatro barragens, que estão em estágios variados de desenvolvendo e que precisam de recursos federais para suas finalizações. Muitas delas estão paradas há mais de dois anos”, comentou o governador, ao dizer que, com recursos em mãos, essas obras podem ficar prontas num prazo de seis a 18 meses.

Calamidade

Neste domingo, Câmara já havia decretado estado de calamidade em 13 municípios: Rio Formoso, Ribeirão, Água Preta, Palmares, Catende, Maraial, Belém de Maria, Barreiros, Amaraji, Barra de Guabiraba, São Benedito do Sul, Cortês e Jaqueira. Durante a visita de Temer, foi informado que os municípios de Gameleira e de Caruaru também foram incluídos, totalizando 15. Duas pessoas morreram soterradas, em Lagoa dos Gatos. (Fonte: G1-PE/Foto: Aluísio Moreira/SEI-PE)

Postos de combustíveis em Pernambuco na mira da Sefaz e ANP

Mais de 400 postos de combustáveis em Pernambuco estão na mira da Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz) e Agência Nacional de Petróleo e Gás (ANP). A ação faz parte de uma operação dos dois órgãos, que visa – entre outros pontos – a verificar a qualidade dos combustíveis comercializados, principal queixa da população atualmente. A operação segue ate o final da semana.

A Sefaz também verifica a regularidade das bombas abastecedoras de combustíveis, com relação ao lacre de controle exigido, a regularidade de uso dos Equipamentos Emissores de Cupom Fiscal e utilização correta do Programa Aplicativo Fiscal – PAF/ECF. A ANP ainda fiscaliza a aferição das bombas abastecedoras, por amostragem, e confere documentos como o alvará de funcionamento, a autorização do Corpo de Bombeiros e a licença ambiental dos postos.

A ação pretende contribuir para o combate à sonegação fiscal no segmento, um dos mais importantes para a arrecadação do Estado. Em casos de irregularidades, a secretaria pode interditar o estabelecimento. A depender do caso, a inscrição estadual do posto também pode ser cancelada pelo prazo de até cinco anos. Conforme a coordenação da operação, o numero de postos agendados para fiscalização, é mais que o dobro do ano passado. As informações são do Governo do Estado. (foto/reprodução)

“Aos brasileiros”: Manifesto de seis ex-governadores de PE firma apoio à Lava Jato e defende Constituição

Seis ex-governadores de Pernambuco assinaram um manifesto divulgado nesta sexta-feira, 26, demonstrando preocupação com o real momento político do País, mas reforçando a defesa da ética, da Constituição Federal e das ações de combate à corrupção que estão vindo a público através do trabalho do Ministério Público Federal, Polícia Federal e toda a equipe que atua na operação Lava-Jato.

Respaldaram o manifesto os ex-governadores Gustavo Krause (DEM), João Lyra Neto, Roberto Magalhães (DEM), Jarbas Vasconcelos (PMDB), Mendonça Filho (DEM) e Joaquim Francisco (PSDB). O documento foi idealizado pelo ex-governador João Lyra Neto (foto), que desde a última segunda-feira (22) vem procurando os ex-chefes do Executivo do Estado para formatar a proposta. A última assinatura foi feita pelo hoje deputado federal Jarbas Vasconcelos, que estava em Brasília e chegou na noite desta quinta-feira (26).

Confiram na íntegra o manifesto:

Aos Brasileiros

Pernambuco deu, ao longo de sua história, notáveis exemplos de  compromissos com as lutas pela liberdade, pela democracia e pelo respeito aos direitos humanos.

Desde a Revolução Pernambucana de 1817, a Confederação do Equador de 1824 e a Revolução Praieira de 1848 que estamos na vanguarda das melhores causas nacionais.

Nós, ex-governadores de Pernambuco, firmamos posição – neste momento de grave crise política, ética e econômica – em defesa dos princípios democráticos e do mais absoluto respeito à Constituição em vigor, fruto da luta de milhões de brasileiros.

Defendemos irrestrito apoio as ações desenvolvidas pelo Ministério Público e o Poder Judiciário no sentido que seja aplicado o rigor da punição a corruptos e corruptores. As investigações de desvios de recursos públicos devem ser levadas às últimas consequências.

Só uma ação integrada e harmônica entre os três poderes constituídos garantirá uma solução para o impasse político que o País enfrenta neste grave momento da nacionalidade.

A Nação clama por respeito à democracia e as garantias constitucionais como premissa básica para estabilidade da economia e retomada da geração de empregos.

João Lyra Neto

Joaquim Francisco

Gustavo Krause

Roberto Magalhães

Jarbas Vasconcelos

Mendonça Filho

(Foto/reprodução)

Corpo de Bombeiros de Pernambuco recebe novas viaturas

O governador de Pernambuco Paulo Câmara entregou, em cerimônia realizada na manhã desta quinta-feira (25) no Palácio do Campo das Princesas,  32 novas viaturas ao Corpo de Bombeiros. No total, são 20 carros de menor porte e 12 caminhonetes, que serão utilizadas nas unidades da Região Metropolitana do Recife (RMR) e Interior do Estado. A ação faz parte do Plano de Segurança de Pernambuco, lançado em abril deste ano, que prevê investimentos de cerca de R$ 300 milhões na área. (mais…)

Campanha lançada pelo Blog alerta para número crescente da violência contra mulheres em PE e quer mobilizar sociedade

Em Pernambuco quase 90 mulheres são vítimas de agressão por dia, o que significa um caso a cada 17 minutos. Os números alarmantes foram destacados na manhã de hoje (24), durante lançamento da Campanha ‘Amor sem Violência’, idealizada pelo Blog de Carlos Britto/Agência Plena News, que aconteceu no Sest/Senat de Petrolina.

O evento contou com a presença do prefeito Miguel Coelho, além do atual presidente da Facape, Professor Antonio Habib, de representantes de associações de mulheres da cidade e da administração municipal.

‘Estrelas’ da campanha, a cantora Yara Tchê e a digital influencer Carla Rocha ressaltaram a importância da iniciativa. Ambas não cobraram nenhum cachê para participar. Yara destacou que a violência de gênero não é só física e argumentou que a mulher não pode sofrer calada. “Queria com minha atitude, ao participar da campanha, encorajar as mulheres a denunciar seus agressores”, frisou.

Carla não só reforçou as palavras da cantora, como chegou a revelar ter vivido esse drama na pele, ao lembrar que acionou a Lei Maria da Penha contra seu ex-marido. Ela informou que 80% dos seus seguidores no Instagram são mulheres. “Por isso sempre falo no empoderamento como forma de estimulá-las”, pontuou.

Titular da Secretaria Executiva da Mulher, Talita Andrade se disse “motivada e confortável” em estar à frente de uma Pasta na qual o prefeito Miguel Coelho também está engajado nessa causa. Ela argumentou que o papel da secretaria não é apenas de ajudar nas denúncias de agressão, mas também de orientar as mulheres sobre seus direitos. Mas para Talita, um dos pontos cruciais que podem mudar essa realidade passa pela educação. “Precisamos desde cedo orientar e educar as crianças de que agressão contra a mulher é crime”.

Parceria

Um dos primeiros a selar parceria com a campanha, Miguel enalteceu a iniciativa. Ele acredita que outras ações parecidas deverão surgir a partir disso. O prefeito destacou ainda que o problema da violência de gênero não diz respeito às leis, mas na execução das mesmas. “O Brasil é o país que tem a terceira melhor legislação no mundo de combate à violência contra a mulher, mas somos o quinto país que mais pratica esse tipo de violência. Temos a proteção, mas não estamos conseguindo essa proteção para as mulheres. E isso vai desde o social à educação”, afirmou. O prefeito lembrou ainda que a maioria dos casos de agressão tem o companheiro ou o ex como algozes, o que mostra, segundo ele, “uma base familiar mal estruturada”.

Miguel disse ainda que, com a participação de todos os segmentos da sociedade em torno da questão, boas ideias poderão surgir para mudar essa realidade. Da parte do município, o prefeito assegurou medidas protetivas que garantam os direitos das mulheres vítimas de agressão.

Blogueiro e um dos diretores da Plena, Carlos Britto justificou que o número crescente de casos de violência contra a mulher, especialmente em Pernambuco, deveria servir como ‘tapa de luvas’ na sociedade. “Enquanto cidadãos, não podemos apenas esperar pelas autoridades. Temos também o dever de nos conscientizarmos e alertar para esse problema. Esse é o objetivo da campanha“, finalizou.

Seminário estadual discutirá situação de comunidades ciganas de Pernambuco

 

A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) e Associação Pernambucana dos Ciganos (Acipe) promoverão nesta quarta-feira (24), a partir das 14h, uma seminário cujo tema é a atual situação dessas comunidades no Estado e suas perspectivas para o futuro. O encontro será realizado no auditório da SJDH, Bairro do Recife, e marca as comemorações pelo Dia Nacional do Cigano (24 de maio).

“O seminário representa um momento de reflexão a cerca das políticas públicas voltadas para o povo cigano no Estado. É preciso pautar de forma diferenciada políticas de registro civil, além da atenção à saúde e segurança dos povos tradicionais“, destaca Adriano Amorim, gerente de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos.

Presidente da Acipe, Enildo Soares explica que o objetivo é discutir as políticas públicas de saúde e educação, além do incentivo à divulgação da cultura cigana no Estado. “Atualmente, Pernambuco contabiliza cerca de 20 mil ciganos e 40 comunidades em várias regiões do Estado, com número predominante no Sertão. E esse número tende a crescer com a chegada de integrantes de outros Estados do Nordeste“, justifica Enildo.

Além da exibição do documentário “A origem dos filhos do Sol: Os ciganos no mundo”, a programação contará com um debate sobre o tema. Os facilitadores serão o historiador da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Heberton Barata; o antropólogo da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Erisvelton Sávio de Melo; a cigana Gabriela Kinops; e o presidente da Acipe, Enildo Soares. Os ciganos estão presentes em 21 municípios pernambucanos, inclusive em Petrolina, e possuem uma população superior a 20 mil pessoas. (Foto/divulgação)

Paulo Câmara rebate acusações de delator da JBS

Por meio de nota da Secretaria Estadual de Imprensa, o governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB) se manifestou, no início da noite de hoje (19), sobre as acusações do diretor da empresa JBS na delação que fez à Lava-Jato. O socialista negou veementemente que tenha recebido propina para sua campanha de 2014, e garante que todas as doações foram feitas “dentro da lei”.

Confiram, na íntegra, a nota de Câmara:

Venho repudiar, veementemente, a exploração política do depoimento do delator Ricardo Saud, que, já antecipo, não corresponde à verdade. Não recebi doação da JBS de nenhuma forma. Nunca solicitei e nem recebi recursos de qualquer empresa em troca de favores. Tenho uma vida dedicada ao serviço público. Sou um homem de classe média, que vivo do meu salário.

Como comprovará quem se der ao trabalho de ler o documento que sintetiza a delação, o próprio delator afirma (no anexo 36, folhas 72 e 73) que nas doações feitas ao PSB Nacional “não houve negociação nem promessa de ato de ofício”, o que significa que jamais houve qualquer compromisso de troca de favores ou benefícios. Desta forma, é completamente descabido o uso de expressões como “propina” ou “pagamento”.

Reafirmo a Pernambuco e ao Brasil que todas as doações para a minha campanha foram feitas na forma da lei, registradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral”.

Paulo Câmara/Governador de Pernambuco

Servidores de Justiça em Pernambuco decidem paralisar parcialmente as atividades

O Sindicato dos Servidores de Justiça em Pernambuco (Sindjud-PE) decidiu que a categoria paralisará parcialmente as atividades duas vezes por semana, a partir desta quinta-feira (18). A ação tem por finalidade pedir a atenção da presidência ao pleito da categoria pela reposição salarial das perdas históricas e melhorias nas condições de trabalho.

As paralisações ocorrerão nas terças e quintas-feiras, em dois horários determinados, pela manhã e pela tarde. Essa decisão foi tomada na última terça (16), em assembleia.

O presidente do Sindjud-PE, Michel Domingos, informou que certos serviços não serão prejudicados. “Por enquanto as audiências e os casos de urgência serão mantidos como de praxe”, assegurou. A paralisação dos demais setores ocorrerá das 9h às 12h e das 14h às 17h. Nos casos das unidades, Varas e Comarcas que funcionam das 9h às 18h, as mesmas acompanharão os horários das outras. (Foto arquivo/reprodução)

 

Presidente da Câmara Federal surpreende ao afirmar que Paulo Câmara é o melhor governador do Brasil

Apesar de ser ‘bombardeado’ pelos pernambucanos quanto ao desempenho de sua gestão, o governador Paulo Câmara (PSB) teve seu nome citado como o melhor do Brasil. Quem fez o elogio que poderia até soar estranho, e até surpreendente, diante da popularidade nada positiva do socialista foi o presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ). Ele fez a avaliação sobre Paulo Câmara durante a Marcha dos Prefeitos 2017, que foi aberta nesta terça (16) em Brasília.

O presidente explicou que tem essa visão de Câmara porque avalia que o governador pernambucano soube manter o Estado, mesmo diante da crise, com equilíbrio financeiro, sem maiores desgastes administrativos por conta de finanças, bem diferente de outros Estados até maiores que Pernambuco.

“Não foi para agradar e sua atuação à frente do governo pernambucano. A atuação de Paulo Câmara deveria servir de modelo”, declarou Maia ao lado do governador, que também estava no ato.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br