Mesmo com números alarmantes da violência em Pernambuco, secretário diz que Pacto Pela Vida ainda é “a saída”

Embora o número de homicídios na Área Integrada de Segurança 26 (AIS-26), que abrange os municípios de Petrolina, Dormentes e Afrânio – no Sertão do São Francisco – tenha reduzido, os resultados do Pacto Pela Vida no restante do Estado de Pernambuco em 2016 são os piores desde a criação do programa pelo então governador Eduardo Campos, há quase dez anos. Mas para o atual secretário de Defesa Social, Ângelo Gioia, o Pacto ainda continua sendo “a saída” para diminuir a criminalidade.

A afirmação foi dada por Gioia ao comunicador Geraldo Freire, da Rádio Jornal, nesta quarta-feira (18). “O Pacto é a saída que nós temos para a redução da criminalidade, ainda que, por diversas vezes, o cenário hoje não seja o ideal que gostaríamos de estar vivendo. Mas estamos trabalhando duramente para atingir metas para dar tranquilidade à população de Pernambuco”, pontuou.

Gioia também comentou sobre o protesto de policiais na Praia de Boa Viagem, que afixaram cruzes na faixa de areia, em memória às vítimas da violência no Estado. O ato simbólico serviu para marcar, segundo a categoria, o ‘sepultamento’ do Pacto. “Cada um faz, na verdade, o sepultamento daquilo que entende que deva fazer”, declarou Gioia. (foto: Rádio Jornal/reprodução)

Após intervenção do MPPE, alunos trans terão direito a nome social em matrículas na Rede Estadual de Ensino este ano

Representantes da Gerência de Educação Inclusiva e Direitos Humanos da Secretaria de Educação de Pernambuco apresentaram ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por meio da 8ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania, a Instrução Normativa da Secretaria, na qual reconhece o nome social das pessoas trans nas matrículas de 2017 (artigo 68), bem como a transcrição desse nome para uso do Diário da Classe. Por consequência as informações serão repassadas para o sistema de informação, com o respectivo registro do nome social, declarados na matrícula. A audiência ocorreu na terça-feira (17).

A Instrução Normativa da Pasta, assinada pelo secretário de Educação Frederico da Costa Amâncio, foi publicada no dia 16 de novembro passado, no Diário Oficial do Estado. A instrução refere-se a todas as orientações e regulamentações para as matrículas na rede de ensino estadual para o ano letivo de 2017. Segundo o documento da Secretaria, entende-se por nome social aquele pelo qual travestis e transexuais se identificam e são identificados pela sociedade.

De acordo com a instrução normativa, os estudantes maiores de 18 anos de idade têm direito de requisitar o registro do nome social no ato da matrícula e para uso no Diário de Classe (artigo 68). Já os estudantes menores de 18 que desejarem fazer uso do nome social, no âmbito das escolas da Rede Estadual de Ensino, deverão ter a autorização por escrito do pai, mãe ou responsável legal (Parágrafo 2° do mesmo artigo).

Intervenção

Em maio de 2016, o MPPE, por meio da 8ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital, instaurou o inquérito civil para apurar denúncia de prática de transfobia institucional na Escola Sylvio Rabello. Consta que, em diversas situações, ocorreram práticas transfóbicas advindas do corpo administrativo da referida escola, a exemplo do não reconhecimento do nome social, além dos constrangimentos públicos praticados pela direção da unidade de ensino contra um discente. A atuação do MPPE visou a garantir o direito à liberdade de identidade e expressão de gênero no ambiente escolar.

Segundo o MPPE, “a República Federativa do Brasil constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamento a dignidade da pessoa humana e como objetivos construir uma sociedade livre, justa e solidária e promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação, conforme previsto nos artigos 1° e 3° da Constituição Federal”. A Lei de Diretrizes e Base da Educação, artigo 3°, prevê o princípio de respeito à liberdade e apreço à tolerância. As informações são do MPPE.

Paulo Câmara continua mudança em sua equipe e troca líder do governo na Alepe

O governador de Pernambuco Paulo Câmara continua as mudanças em sua equipe. Após confirmar o vice-governador Raul Henry como novo secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Câmara anunciou, na tarde desta terça-feira (17), os nomes dos novos secretários de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude e de Habitação, além do presidente do Complexo Industrial e Portuário de Suape.

A pasta de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude passa a ser ocupada por Roberto Franca (atual presidente da Funase); a de Habitação, por Bruno Lisboa (diretor-executivo de Operações da Cehab); e a presidência de Suape, por Marcos Baptista (atualmente secretário de Habitação). O deputado Isaltino Nascimento será o novo líder do governo na Assembleia Legislativa (Alepe), dando continuidade ao trabalho realizado atualmente por Waldemar Borges.

Borges, inclusive, enviou nota à imprensa, por meio da assessoria, confirmando sua saída da liderança do governo na Alepe. “Há seis anos no cargo, acredito ser saudável que haja um rodízio nessa função que tanto me orgulho de ter desempenhado. A oportunidade de liderar na Assembleia o projeto político iniciado em Pernambuco por Eduardo Campos, e hoje comandado por Paulo Câmara, foi verdadeiramente um privilégio que a história me reservou (…) Coloco-me, como sempre, na condição de militante da Frente Popular de Pernambuco, à disposição para desempenhar qualquer missão que, estando ao meu alcance, venha contribuir com a consolidação e o avanço do projeto político que mais fez por Pernambuco, sobretudo pelo segmento da população historicamente menos assistidos pelo Poder Público”, destacou.

A posse dos dois novos secretários será nesta quinta-feira (19), às 16h, no Palácio do Campo das Princesas, juntamente com a de Raul Henry. As informações são do Governo do Estado.

Secretário de Justiça e Direitos Humanos afirma que está “tudo sob controle” em presídios de Pernambuco

O secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, garantiu que a situação dos presídios do Estado está “sob controle, em ordem e sem nenhuma ocorrência“. Diante das rebeliões espalhadas pelo país, que já deixaram dezenas de detentos mortos desde o início deste ano, Pedro Eurico não informou quais medidas preventivas estariam sendo tomadas pela pasta para evitar chacinas nas unidades de Pernambuco.

Na noite deste domingo (15), o secretário afirmou ao Diário: “estamos cuidando de manter a ordem e a tranquilidade em nossas unidades”. A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) também se pronunciou neste domingo. Por meio de nota enviada à imprensa, o órgão ressalta “que está atento às questões nacionais, mas que o sistema prisional de Pernambuco está sob controle.”

Nesta terça-feira (17), Pedro Eurico deve participar da reunião dos secretários de segurança pública dos estados e Distrito Federal com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes. (fonte: Diário de PE/foto: Alexandre Gondim/reprodução)

Orgulho: Mesatenista sertanejo representa Pernambuco em competição nacional

O mesatenista Leonardo Franklin Tenório Cordeiro, de apenas 12 anos, da cidade de Arcoverde (PE), no Sertão do Moxotó, foi um dos quatro pernambucanos a competirem na seletiva nacional da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM), na cidade de São Paulo (SP). E mais: ele foi o único sertanejo a brigar pela vaga. O evento esportivo aconteceu nos dias 9 e 10 de janeiro. O evento contou com a participação de apenas doze atletas do Brasil, os quais lutaram por duas vagas para representar o país em eventos internacionais. Leonardo disputou na categoria mirim. Ainda representaram Pernambuco Daniella Casado, do Clube Sanharoense de Tênis de Mesa; Maria Clara Vasconcelos, da Associação Caruaruense Ibra; e Gustavo dos Santos Carvalho, da Associação Atlética Unicap.

Até início de 2016, Arcoverde estava fora da lista de cidades berços de atletas em Tênis de Mesa. Mas recentemente a história mudou, graças a Leonardo e seu irmão Bernardo Franklin, com apenas 8 anos. Apesar de muito jovens, e apenas há dois anos que praticam a modalidade, os irmãos já são referência quando o assunto é o esporte. Bernardo foi campeão pernambucano na categoria pré-mirim no ano de 2016 e Leonardo é uma das grandes revelações no país.

Os resultados chegam depois de muito esforço e trabalho conjunto com orientador, o seu pai, Sérgio Franklin, que também é mesatenista desde 2006, com algumas medalhas conquistadas. “Não é fácil praticar um esporte quando sua cidade não possui clubes e campeonatos naquela categoria. É preciso muita determinação e paixão para seguir em frente”, destacou Sérgio.

Segundo ele, existe um ritmo de treinos e uma cobrança saudável para que Bernardo e Leonardo aprimorem suas habilidades. Os treinos acontecem em sua residência, em Arcoverde, e são feitos apenas entre os três atletas, com frequência de quatro vezes por semana, com duração de duas horas. Para melhorar a preparação e enfrentar outros bons mesatenistas, vez por outra os jovens viajam 126 km até o Clube Ibra de Caruaru, onde são filiados.

Ainda sem patrocinadores, os custos para as viagens e inscrições em campeonatos acontecem a partir de recursos de empresas da família. Cheio de orgulho, Sérgio está confiante de que num futuro muito próximo novos títulos possam ser somados às grandes conquistas alcançadas até aqui. Além de novas medalhas e troféus, há outros projetos que começam a nascer, como a criação do Instituto Irene Cordeiro, com a proposta de difundir não só o Tênis de Mesa, mas também outras modalidades esportivas.

Estímulo

A realidade de acesso ao esporte vivenciada por Leonardo e Bernardo deverá se estender às crianças e adolescentes de Arcoverde. O projeto nasce diante das próprias dificuldades encontradas para o estímulo às atividades. Os dois jovens, ao lado do pai, estarão entre os orientadores dos futuros atletas arcoverdenses. Iniciativa que prova que entre os muitos benefícios, o esporte estimula os sentimentos solidários e as atitudes cidadãs. (foto/divulgação)

Curta nossa página no Facebook

Curta 2

Acesse aqui, depois clique no botão “Curtir”.

 

Vacinação contra a febre aftosa em Pernambuco fica acima da meta do Ministério da Agricultura

A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) alcançou 94,4% de cobertura, na segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa, realizada no mês de novembro do ano passado. O percentual é acima do mínimo de 90% exigido pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Nessa segunda fase foram imunizados 1.787.661 bovídeos, de um rebanho correspondente a 1.893.393 animais. “Intensificamos a orientação sobre a importância da vacinação para a pecuária pernambucana e esse trabalho tem proporcionado resultados satisfatórios, sempre superiores ao percentual recomendado pelo MAPA”, explicou o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota.

Pernambuco é reconhecido internacionalmente como área livre de febre aftosa com vacinação desde 2014.  “Os dados comprovam que os produtores estão comprometidos com a sanidade animal do nosso Estado, imunizando seu rebanho e declarando nos escritórios da Adagro“, pontuou a presidente da Adagro, Erivânia Camelo.

A Campanha é realizada duas vezes por ano, nos meses de maio e novembro, em quase todos os estados da federação, como determina o calendário anual do Ministério da Agricultura. A febre aftosa é uma doença altamente contagiosa, que atinge bois, búfalos, cabras, ovelhas e porcos, mas apenas os bovinos e bubalinos podem ser vacinados. O vírus causa febre, ferimentos na boca, garganta e na pele ao redor dos cascos. Os animais ficam bastante debilitados, produzindo muita saliva, parando de andar e comer. (fonte: Ascom SARA/foto arquivo divulgação)

Mande sua notícia para o Blog

Banner-blog

Paulo Câmara nomeia Raul Henry como novo secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco

O governador Paulo Câmara anunciou na tarde de hoje (13) o nome do novo secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco: será o vice-governador Raul Henry.

“Raul tem experiência, dimensão, capacidade de gestão, a nossa confiança política e a interlocução necessária em Pernambuco e no Brasil para os desafios do mundo globalizado, pré-requisitos fundamentais a uma secretaria como a de Desenvolvimento Econômico. Sem esquecer a sua reconhecida capacidade de diálogo”, argumentou Paulo.

A posse de Raul Henry será realizada na próxima semana, em dia a ser definido pelo governador, informou a Secretaria de Imprensa do Estado. (foto/arquivo reprodução)

Secretaria de Saúde vai reforçar vacina contra caxumba em Pernambuco

Desde 2015, aumento de surtos de caxumba veem sendo observado em todo país, sendo o Sul e o Sudeste as regiões que apresentam maior número de caso. Em Pernambuco, o registro da doença teve início em maio do ano passado, totalizando, ao longo do último ano, 76 surtos que envolveram 836 casos. Como medida preventiva contra a doença, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) reforça importância da vacinação e afirma que novos casos devem ser notificados obrigatoriamente ao Estado.

Segundo o diretor geral de Controle de Doenças e Agravos da SES, George Dimech, quanto mais rápida a comunicação, mais efetiva serão as medidas adotados pelos municípios. A principal forma de proteção é feita através da vacina tríplice viral, que fornece proteção também contra rubéola e sarampo.

De acordo com o calendário de vacinação brasileiro, ela deve ser aplicada nas crianças aos 12 meses. Após essa dose, é feito um reforço aos 15 meses com a tetra viral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela). Para as crianças acima de 2 anos que não foram vacinadas aos 12 meses e adultos entre 20 e 29 anos não imunizados é indicado aplicar a vacina em duas etapas, com intervalo de 30 dias entre elas.

Sintomas

A doença viral é caracterizada por febre e aumento das glândulas salivares, podendo oo não apresentar dores musculares, anorexia, dor de cabeça, mal-estar, dor à mastigação e dificuldade de engolir. Para seu tratamento não há nada específico, indica-se apenas repouso e observação para o surgimento de complicações. Havendo evolução da doença, ela pode provocar, no caso dos homens, inflamação nos testículos e nas mulheres inflamações do ovário e da glândula mamária. A transmissão ocorre pelo contato com as secreções respiratórias (gotículas de saliva, espirro, tosse) com um indivíduo infectado, mesmo quando assintomático. O período de transmissibilidade da caxumba começa uma semana antes e vai até nove dias após o aparecimento da inflamação nas glândulas salivares. (fonte: Diário de PE/foto reprodução)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br