PSB vai trancar pauta de votações na Câmara dos Deputados para pressionar afastamento de Eduardo Cunha

fernando filho_640x426

O líder do PSB na Câmara dos Deputados, Fernando Filho, foi à tribuna nesta terça-feira (24) para anunciar a decisão do partido em obstruir todas as votações na casa a partir desta data. A medida não tem prazo de duração e foi adotada para pressionar o afastamento do presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

“Nós tomamos uma decisão que eu queria informar ao plenário. Tendo em vista que todos têm o direito à ampla defesa e que é importante que o rito possa acontecer no seu tempo, mas que possa acontecer como deve ser, como cobra a população, o PSB tomou a decisão de entrar em obstrução a partir de hoje“, afirmou o parlamentar.

Fernando Filho argumentou que o período pelo qual o país está passando, incluindo a crise no poder legislativo, é difícil e requer reflexão permanente dos parlamentares, mas que o Partido Socialista Brasileiro não poderia deixar de tomar uma posição firme nesse momento delicado. “Evidentemente que temos matérias importantes que precisam ser deliberadas e que gostaríamos de estar participando destas decisões. Mas também entendemos que é importante resolver os problemas internos da Câmara primeiro”, declarou o líder socialista. (com informações da assessoria/foto divulgação)

Projeto de redução dos salários de conselheiros tutelares de Petrolina não entra na pauta da Casa Plínio Amorim

casa-plinio-amorimParece que os nobres vereadores da Casa Plínio Amorim não querem nem saber de arcar com o ônus pesadíssimo referente à redução de salários dos conselheiros tutelares de Petrolina.

O projeto, de autoria do Executivo Municipal, deveria ter sido votado ontem (17), mas foi retirado de pauta pelo presidente da Mesa Diretora, vereador Osório Siqueira (PSB). O pedido para que o projeto não fosse colocado em votação partiu do líder governista, Elismar Gonçalves (PMDB).

Os conselheiros recusam-se a receber um vencimento de pouco mais de R$ 981,00 proposto pelo prefeito Julio Lossio (PMDB). Os vereadores, por sua vez, acreditam que pelo Orçamento Municipal do próximo ano, a administração tenha condições de melhorar essa proposta. Mais uma novela à vista.

Sindicato da Construção Civil de Petrolina vai iniciar campanha salarial 2015

funcionários sinticon petrolinaA atual diretoria do Sindicato dos trabalhadores da Construção Civil de Petrolina (Sinticon) realizará uma assembleia com a categoria nesta quinta-feira (24), a partir das 18h. O assunto será a aprovação da pauta de reivindicações referente à campanha salarial 2015.

Segundo o Sinticon, a assembleia acontecerá no Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), localizado na Avenida das Nações, área central da cidade.

Joseph Bandeira na pauta do PDT

josephO encontro regional do PDT da Bahia, marcado para Juazeiro (ainda sem data), deverá passar por uma questão inevitável: a sucessão municipal de 2016. Se por um lado o atual prefeito Isaac Bandeira (PCdoB) navega no ‘mar da tranquilidade’ em relação a quem indicará para a disputa, na oposição o debate é justamente o nome de um candidato capaz de quebrar a sequência da gestão de Isaac – que caminha para encerrar seu segundo mandato.

Numa recente entrevista à Rádio Jornal, o vice-presidente estadual do PDT, deputado Roberto Carlos, ventilou com a possibilidade do ex-deputado federal Joseph Bandeira (PSB) disputar novamente a prefeitura em 2016. E certamente os pedetistas deverão analisar ponderadamente essa hipótese no encontro de Juazeiro. Se depender de Roberto Carlos, o assunto é prego batido e ponta virada. Mas, claro, não depende só dele.

Uneb de Juazeiro segue movimento grevista das universidades estaduais da Bahia

movimento grevista uneb juazeiroOs professores da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), em Juazeiro, decidiram, em reunião nesta quarta-feira (13), reforçar o movimento grevista dos docentes das universidades estaduais da Bahia, que teve início nesta quarta. Segundo nota do movimento, o encontro também contou com a participação de estudantes e de um represenante do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do 3º grau (Sintest/Uneb).

Durante a reunião, foi deliberada a criação de uma agenda de atividades do Comando de Greve dos professores do Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais (DTCS), em acordo com a pauta estadual da Associação dos Docentes da Uneb (Aduneb).

A próxima mobilização vai acontecer na terça-feira (19), na Praça de Eventos do Departamento, onde será servido um café da manhã. O objetivo é divulgar o andamento do movimento grevista. A manifestação é aberta a toda comunidade acadêmica e à sociedade em geral.

O ato público será realizado em consonância com o das Associações Docentes (ADs), que acontecerá na mesma data, em frente à Secretaria Estadual de Educação, em Salvador. Conforme prevê a pauta divulgada pelo Comando de Greve,  os pleitos são:

1. Revogação da lei 7176/97;

2. Destinação de, no mínimo, de 7% da Receita Liquida de Impostos do Estado da Bahia para o orçamento anual, com revisão do percentual a cada dois anos e de tal forma que o orçamento do ano não seja inferior ao executado no ano anterior;

3. Ampliação do quadro de vagas para professores;

4. Respeito aos direitos trabalhistas dos docentes, a exemplo de promoções, progressões, mudanças de regime de trabalho e insalubridade;

5. Alterações no Estatuto do Magistério Superior que valorizem o trabalho docente (aumento na quantidade de níveis, incentivos de pós-graduação e regime de dedicação exclusiva);

6. Pagamento do reajuste linear integral, em única parcela, retroativo a 1º de janeiro, no valor de 6,41% (IPCA/inflação 2014).

(foto/divulgação)

Casa Plínio Amorim sem projetos nesta terça-feira

nova mesa casa plinio amorim_640x360A sessão desta terça-feira (10) na Casa Plínio Amorim, em Petrolina, promete ser tranquila. Depois da polêmica do projeto do Executivo que propõe mudanças para professores readaptados, não há nenhuma votação agendada para hoje, segundo a assessoria de comunicação da Câmara.

A expectativa é de que o projeto volte a ser discutido pelos vereadores, assim como outros temas que circulam na cidade. Dois projetos – um do Legislativo e outro do Executivo – ainda poderão entrar na pauta desta terça-feira. A sessão está marcada para as 18h.

Trabalhadores da Construção Civil de PE discutem com secretário executivo da Casa Civil atraso no pagamento dos salários

Construção civil

Representantes do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Pernambuco reuniram-se na manhã desta quarta-feira (29) com o secretário-executivo de Planejamento e Gestão da Casa Civil do Governo do Estado, Ivan Rodrigues. A comissão apresentou ao secretário pontos relativos à campanha salarial da categoria e também questões como atraso no pagamento de salários por parte de empresas que mantêm contratos com o Governo.

O secretário afirmou que possíveis atrasos no pagamento de salários serão apurados e ressaltou que as demais reivindicações da campanha salarial em curso devem ser submetidas e apreciadas pela Justiça do Trabalho, que é o fórum competente de mediação junto à classe patronal. (Fonte/Fotos: Paulo Sérgio Sales/SEI-PE)

Oficiais da capital e do interior da Bahia realizam assembleia para debater pauta de reivindicações

downloadA noite de ontem (18) foi marcada pela Assembleia dos Oficiais da capital e do interior da Bahia. Em pauta, o grupo discutiu as propostas que serão encaminhadas ao governador Jacques Wagner (PT) para a elaboração do novo estatuto da categoria.

Os 700 oficiais presentes ao encontro debateram temas como a nova Lei de Organização Básica, o Código  de Ética da corporação e direitos e deveres da categoria. As propostas serão encaminhadas ao governador, que deve se posicionar sobre a pauta até esta sexta-feira (21).

Na assembleia, o item mais discutido foi a implementação da remuneração por subsídio e o reajuste da Gratificação de Atividade de Policial Militar (GAPM) na proporção de 10,06%. A categoria decidiu ainda pela formação de uma Assembleia Conjunta com as demais sindicâncias da classe. As informações são da Associação dos Oficiais da PMBA.

‘O Vale Acordou’ divulga pauta de reivindicações para ato público no dia 7 de Setembro

manifestantes Vale AcordouEm comunicado divulgado à imprensa, integrantes do Movimento ‘O Vale Acordou’ definiram a pauta de reivindicações que será levada às ruas, num ato público marcado para o feriado da Independência do Brasil, neste sábado (7).

Além da questão local – a mobilidade urbana –, o grupo vai clamar pelos seguintes pontos:

– Diminuição na carga tributária sobre produtos da cesta básica, remédios e diesel no transporte público;

– Aprovação e cumprimento do Plano Nacional da Educação;

– Aumento na qualidade do atendimento médico;

– Fim do voto secreto nas sessões em todas as câmaras legislativas do país;

– O fim de privilégios parlamentares entre eles foro privilegiado e aposentadorias por mandatos;

– Condenação e prisão dos mensaleiros;

– Aprovação e cumprimento da Lei de Combate à Corrupção;

– Diminuição do número de deputados;

– Reformas política e tributária;

– Flexibilização na lei de criação de leis por iniciativa popular.

A nova manifestação do ‘Vale Acordou’ acontecerá em Juazeiro, a partir das 6h30, e terá como concentração o ponto das barquinhas. (Foto/arquivo Blog)

Após ocupar prédio da Univasf, DCE vai deliberar sobre pauta discutida em reunião com reitoria

Univasf ocupada DCEO Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal do Vale do São Francisco deverá promover uma assembleia, ainda na noite de hoje (19), para deliberar sobre o resultado da conversa que uma comissão de integrantes da entidade teve com a reitoria em Petrolina, após a ocupação pacífica do prédio nesta manhã.

O Diretório reivindica, como principal item, ações da universidade que visem à permanência dos estudantes. Segundo a presidente do DCE, Robisnayara Barbosa, a pauta é antiga e faz parte da política nacional de interiorização do ensino superior – que, no caso da Univasf, ainda possui muitas lacunas.

Entre os pontos cobrados estão a implantação de um restaurante universitário, residência estudantil e creches para mães que estudam na instituição. O transporte dos alunos é outro item que entrou nas discussões. A maior reclamação diz respeito ao campus de Ciências Agrárias, localizado no C1 do perímetro Senador Nilo Coelho (a pouco mais de 10 km da sede).

Robisnayara explicou que várias reuniões foram feitas entre a reitoria, o DCE e a Empresa Petrolinense de Trânsito e Transporte Coletivo (EPTTC) no sentido de melhorar as condições dos ônibus e aumentar a quantidade de veículos para atender a linha. Mas nada avançou até agora. “A prefeitura ainda não assumiu, de fato, sua responsabilidade, sob a justificativa de que está fazendo o plano diretor”, informou a líder estudantil. Ela também deixou claro que a pauta atendida pela prefeitura, no quesito transporte, em relação ao Movimento ‘O Vale Acordou’, é diferente da que o DCE reivindica. “Nossa pauta não está sendo atendida”, completou.

Avaliação

Outra representante do DCE, Tatiana Aline mostrou-se otimista com o resultado da reunião de hoje em alguns pontos, mas ressalta que a maioria só dever ser concretizada em médio prazo. “É que não depende apenas do reitor (Julianeli Tolentino)”, avaliou. De qualquer forma, ela disse esperar que a reitoria se posicione de maneira mais evidente em relação à pauta. Hoje cedo, por meio de nota da assessoria, o reitor Julianeli já demonstrou disposição em atender os estudantes, dentro do possível.

Tatiane informou ainda que, após deliberar a pauta com os discentes, o DCE vai analisar se continua ou não a ocupar o prédio. Ela adiantou que amanhã (20), a partir das 19h, a entidade dever promover, no mesmo local, um debate sobre a adesão do município ao programa ‘Mais Médicos’, do governo federal, alvo de polêmica em todo o País.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br