Professores de Petrolina recebem bonificação do Fundeb até o dia 20

Em atenção à matéria divulgada pelo Blog sobre o atraso do pagamento da bonificação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) para professores da rede municipal de ensino, a Secretaria de Educação de Petrolina (Seduc) informou que o valor será creditado na conta dos servidores até o próximo dia 20, como acordado com o sindicato da categoria. “Vale salientar que a demora na quitação da bonificação deu-se por conta de problemas gerados pela gestão anterior“, diz a nota.

Segundo a Seduc, a gestão municipal “reafirma seu compromisso em honrar todas as suas obrigações”, a exemplo do que ocorreu com o pagamento dos servidores da saúde nesta quinta-feira (12), cumprindo acordo feito com os sindicalistas. (ilustração/internet)

 

Servidores da Saúde de Petrolina receberão salários atrasados até esta quinta

A Secretaria de Saúde de Petrolina anunciou nesta segunda-feira (9), que os salários dos servidores da pasta, atrasados desde dezembro, serão pagos até quinta-feira (12).

Conforme a nota, só os médicos não receberão agora. A pasta aguarda a chegada de novas receitas nos cofres municipais para quitar o atraso dos médicos até final do mês.

 

Enquanto agricultores de Afrânio podem não receber Garantia Safra, Petrolina prorroga prazo para beneficiar mais produtores

Agricultores de Afrânio, no Sertão do São Francisco, cadastrados no Programa Garantia Safra, poderão não receber o benefício este ano. O motivo: a gestão anterior não teria dado a contrapartida que caberia ao município para que agricultores e produtores atingidos por perda na lavoura devido à seca fossem contemplados com o programa. O pagamento do Garantia Safra só funciona com a contrapartida do município, Estado e da União. A informação foi repassada a este Blog pelo vereador Vavá do Pipa (PMDB).

Já em Petrolina, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário prorrogou até o dia 20 de janeiro o prazo para o pagamento do Garantia Safra pelos agricultores. A prorrogação é referente ao prazo concedido para os contemplados efetuarem o pagamento do boleto. No município já foram gerados aproximadamente 3 mil boletos. O prazo foi ampliado para que mais agricultores possam ser beneficiados com a ação referente ao ano de 2017.

O agricultor que aderir ao programa deve fazer o pagamento de um boleto no valor de R$ 17,00. O valor do benefício é de R$ 850,00, pago em cinco parcelas de R$ 170,00.

 

 

Prefeitura de Petrolina garante que pagamento do Fundeb e terço de férias pendentes será quitado

Ao menos dois pontos da pauta apresentada na manhã de hoje (5) pelas lideranças do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (Sindsemp) foram assegurados pelo prefeito recém-empossado Miguel Coelho (PSB).

Numa nota enviada pela assessoria da Secretaria Municipal de Educação, a prefeitura garante que o pagamento do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb) e do terço de férias dos educadores será honrado.

Confiram a íntegra da nota:

A Prefeitura Municipal de Petrolina, através da Secretaria de Educação, esclarece aos servidores municipais que o valor da bonificação referente ao rateio do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) será honrado. O valor de R$ 1.565,00 – sobre este valor não é incidido nenhum desconto – para os professores em regência que recebem pelos 60% dos fundos (1.965 servidores) está em processo de empenho.

Além do valor referente ao rateio, a prefeitura também garantiu o pagamento de 1/3 de férias.

O valor do bônus é referente à divisão das sobras do Fundeb do último ano, no valor de R$ 3 milhões e 200 mil. A folha gerada deveria ser paga na outra gestão, mas foi enviada ao banco em período de recesso e o arquivo não é válido.

De acordo com a secretária Maéve Melo, a equipe da gestão está empenhada em fazer as devidas correções burocráticas para que o valor seja creditado o quanto antes nas contas dos servidores.

Secretaria de Educação/Ascom

Ministro Mendonça Filho antecipa R$ 406 mil para pagamento do piso dos professores de Araripina

O ministro da Educação, Mendonça Filho, pagou quatro meses antes os valores referentes ao repasse de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb) para complementar o piso salarial dos professores, nos Estados e municípios. Em Araripina (PE), Sertão do Araripe, foi liberado o valor de R$406.403,22 para complementar o piso dos professores.

A complementação do Fundeb era paga com atraso, mas Mendonça Filho conseguiu, junto ao Ministério da Fazenda, fazer o governo antecipar o pagamento referente a 2016. Para este ano os valores da complementação do Fundeb serão pagos mensalmente. “Com isso, asseguramos o pagamento do piso nacional, evitando atrasos nos contracheques, especialmente nas cidades com maior dificuldade financeira“, destacou Mendonça Filho. (foto/divulgação)

Servidores municipais de Dormentes e Santa Filomena ficam sem salário de dezembro

Os servidores municipais de Dormentes (PE), Sertão do São Francisco, e de Santa Filomena (PE), Sertão do Araripe, encerraram 2016 com um aborrecimento e tanto. Simplesmente eles não receberam o salário referente ao mês de dezembro.

Este Blog obteve a informação que a Prefeitura de Dormentes recebeu do Governo Federal aproximadamente o valor de R$ 4.940.650,23, enquanto a de Santa Filomena teve algo em torno de R$ 4.179.148,93.

Esses valores estão disponíveis no Portal da Transparência do Banco do Brasil. Mesmo com tanto dinheiro para as duas prefeituras, destinado ao pagamento das contas e, em especial, à folha dos servidores, os prefeitos Roniere Reis (Dormentes) e Pedro Gildevan (Santa Filomena), que já encerraram seus respectivos mandatos, estão deixando essa conta para seus sucessores.

Não pagamento do 13° salário a professores de Casa Nova gera nova assembleia nesta quarta-feira

A APLB/Sindicato de Casa Nova, no norte da Bahia, fará uma assembleia com os educadores da rede municipal nesta quarta-feira (28). A reunião, marcada para as 15h no Colégio Getúlio Vargas, tem o objetivo de deliberar medidas para pressionar a prefeitura a pagar o 13°salário da categoria.

De acordo com uma nota da APLB, a previsão era de que o pagamento fosse efetuado ontem (27), o que não aconteceu. A justificativa dada pela Secretaria Municipal de Educação foi de que “o repasse da repatriação não entrou como previsto ficando apenas para o dia 30/12”.

Confiram a íntegra da nota:

Não aceitamos mais desculpas, já que temos verba carimbada e esta não atrasa. Não podemos ficar na expectativa de recursos extras. Estamos indignados com esta situação, pois solicitamos o bloqueio das verbas e até hoje não houve despacho, e isso já aconteceu duas vezes. Antes, solicitamos o bloqueio dos precatórios do Fundef no valor de R$ 92.400,000,00, que eram da educação, e nos foi negado, com isso, foi desviado para funções estranhas à educação e isso poderia ter sido evitado, fazendo com que a prefeitura não continuasse praticando desmandos, evitando assim mais esse acontecimento.

Nunca vimos na história do nosso município situação parecida. Sempre recebemos o nosso décimo até o dia 20/12, chegando às vezes a recebermos salário e 1/3 de férias na mesma data. Hoje, passamos por esse problema gravíssimo que prejudica todos os trabalhadores em educação e o município como um todo. Temos colegas que vivem apenas desse emprego para sobreviver e agora correm o risco de passar até fome. Vivemos em um município onde o Judiciário é omisso, a Câmara é omissa e não temos a quem recorrer. Um prefeito que durante o mandato viveu de ostentação juntamente com sua equipe.

APLB Sindicato de Casa Nova (BA)

Garantia Safra destina mais R$ 130 milhões aos agricultores familiares da Bahia

O Governo da Bahia, por meio da Superintendência da Agricultura Familiar (Suaf), da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), garantiu o pagamento de indenizações do Garantia Safra a 267.619 agricultores familiares, em 238 municípios baianos, neste ano de 2016. A ação foi iniciada este mês diretamente às famílias, por meio do cartão cidadão, na Caixa Econômica Federal, sem intermediários. Esses recursos ajudam na segurança alimentar das famílias e impulsionam a economia dos municípios.

O investimento do Governo na Safra 2015/2016 foi de R$ 36,3 milhões. As indenizações da Safra Verão aos agricultores que já confirmaram perdas, até este mês, ultrapassam R$130 milhões. Cada família recebe R$ 850, em cinco parcelas de R$ 170. O Fundo Garantia Safra busca garantir condições mínimas de sobrevivência aos agricultores familiares que sofrem com a perda da lavoura por motivo de seca ou excesso de chuvas, e é constituído por recursos da União, dos Estados, dos Municípios e dos próprios Agricultores, na proporção de 40%, 12%, 6% e 2%, respectivamente, sobre o valor da indenização. As informações são do Governo do Estado.

Empresas em Petrolina descumprem regras de pagamento do 13° salário, diz Sintcope

dilma-sintcope

Considerado fundamental pela maioria dos trabalhadores brasileiros para ajudar a equilibrar as contas no final do ano, o 13° salário ainda não chegou para muita gente em Petrolina, apesar do prazo para o pagamento da segunda parcela do benefício ter se encerrado na última terça-feira (20).

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Petrolina (Sintcope), mesmo com a ampla divulgação, há empresas que não obedeceram a esta regra. Somente o Sintcope recebeu nos últimos dias cerca de dez denúncias.

A Convenção Coletiva de Trabalho da categoria estabelece que o não pagamento do 13º salário no prazo previsto em lei sujeitará a empresa a multa no valor de 5% sobre o saldo devedor, em favor do empregado. “Os trabalhadores têm nos procurado em busca de uma solução para este problema. O 13º salário é um direito e precisa ser respeitado”, conta a presidente do Sintcope, Dilma Gomes (foto). Diante da situação, a direção do sindicato está oficializando as denúncias e procurando as empresas para mediar a situação. “Estamos dando uma resposta aos trabalhadores que podem contar com o sindicato”, disse Dilma.

O trabalhador do comércio que não receber o pagamento deve procurar o sindicato da categoria por meio do telefone (87) 3861-5876. Pode também utilizar o WhatsApp, cujos contatos são (87) 9 8838-0172/9 8838-0176, ou se preferir o e-mail (contato@sintcopepetrolina.org.br). O Sintcope está localizado na Rua Marechal Deodoro da Fonseca, n°947, Centro de Petrolina. As informações são da assessoria do sindicato. (foto/divulgação)

Após suspensão de atendimentos, Miguel Coelho diz que Governo de PE já autorizou pagamento de R$ 4 milhões ao Imip

hospital-dom-malan-hdmDepois de anunciar a suspensão temporária dos internamentos de obstetrícia e pediatria por falta de recursos, o Hospital Dom Malan (HDM/Imip) deve receber um novo aporte do Governo de Pernambuco.

A informação foi confirmada ontem (15) pelo prefeito eleito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), durante coletiva de imprensa na qual anunciou seu secretariado.

Segundo Miguel, o valor autorizado é de R$ 4 milhões. “Agora mesmo o Imip divulgou uma nota dizendo que ia encerrar o atendimento em algumas áreas. Ainda na quarta-feira (14) fui atrás do governador e ele já autorizou o pagamento de R$ 4 milhões para que o Imip não feche e não abandone a população”, disse Miguel.

Vice-presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), o deputado estadual veio a Petrolina ainda na noite de quarta-feira (14), com a assessoria especial do secretário estadual de Saúde, Iran Costa, e reforçou que parte dos atrasos destinado ao HDM/Imip seria paga ainda ontem (15), segundo informou a assessoria do deputado. A unidade, que é referência em atendimento materno-infantil em 53 cidades de três Estados suspendeu atendimento na quarta, alegando falta de recursos devido ao atraso dos repasses do governo estadual, que mantém convênio com o Imip para gerir o HDM.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br