Odacy Amorim nega rumores de nova ‘dobradinha’ com Adalberto Cavalcanti para 2018

O deputado estadual Odacy Amorim (PT) desmentiu os rumores sobre uma nova ‘dobradinha’ política em Petrolina com o deputado federal Adalberto Cavalcanti (PTB), sendo que dessa vez Adalberto seria candidato a estadual e ele disputaria uma vaga para a Câmara dos Deputados nas eleições 2018.

Não tenho projeto para disputar candidatura de deputado federal, Meu projeto atual é buscar a reeleição para a Assembleia Legislativa de Pernambuco. Não conversei com nenhum político de base em Petrolina sobre esse assunto. Desminto qualquer informação a respeito“, frisou o petista.

Mesmo tendo como prioridade sua volta à Alepe, Odacy frisa que o PT em Pernambuco tem discutido o fortalecimento do partido e que isso passa por candidaturas próprias ao Governo do Estado, senador e também fortalecer a sigla na Câmara Federal e Assembleia Legislativa.

Dentro desse projeto de fortalecimento do partido, existe essa discussão, mas hoje meu projeto é disputar à reeleição“, ressaltou Odacy.

 

Crise na segurança pública coloca em choque governo, militares e oposição na Alepe

Ao apoiar a não anistia aos militares que realizam movimentos nos Estados por melhorias salariais e melhores condições de trabalho, o governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB) bota mais lenha na fogueira na crise da segurança pública estadual.  Integrante da bancada de oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), o deputado estadual Odacy Amorim (PT) discorda da postura do governo e reitera que a falta de diálogo está levando a crise a se avolumar.

Enxergamos os esforços do governo para atender os militares, mas questionamos a forma como foi colocada a proposta na Assembleia, sem diálogo com as corporações e com a bancada de oposição, que pelo regimento tinha direito de colocar emendas para melhorar o projeto. Temos de criar um pacto e vermos a importância do papel da segurança pública, acima de tudo”, argumentou.

Odacy criticou a punição aos militares quando o governo propõe não reajustar os vencimentos para quem for detido e a transferência de policiais por defenderem melhorias salariais e de trabalho.

Temos um PM de Petrolina que foi transferido para Toritama, no Agreste do Estado, porque no final do ano foi às ruas defender melhores condições de trabalho para a tropa. Militares que ganharam R$ 90,00 de reajuste, mas em compensação terá R$ 200,00 de descontos. Policiais da reserva que não foram contemplados na proposta de reajuste do governo. Então faltou essa conversa, esse diálogo. Fomos melhorar a proposta e a bancada do governo se negou. Só com diálogo  que essa crise será superada”, assinalou Odacy Amorim. (Foto: Portal Rádio Jornal)

Comissão de Saúde da Alepe vai atuar para ampliar interiorização da UPAE no estado

Colocar as UPAEs (Unidades de Pronto Atendimento de Pernambuco) para funcionarem de maneira mais dinâmica e ampliar a interiorização do serviço no Estado. Esses foram os compromissos defendidos pela nova composição da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), que passa ser presidida pela deputada estadual Roberta Arraes (PSB), tendo como vice-presidente o deputado estadual Odacy Amorim (PT), que foi reeleito  para continuar na função.

Os parlamentares foram escolhidos nesta quarta, 8, durante reunião de instalação das Comissões Permanentes para o biênio 2017/2018. De acordo com o líder do governo na Alepe, deputado estadual Isaltino Nascimento (PSB), a permanência de Odacy no colegiado é importante diante de sua experiência de atuação na Comissão.

“Odacy tem uma contribuição muito forte aqui na Casa Joaquim Nabuco. Certamente a continuidade dele na Comissão de Saúde vai ajudar na condução da deputada Roberta Arraes, procurando construir novas temáticas na área da saúde”, destacou o socialista. (Foto: Ascom)

 

Deputado Odacy Amorim destaca urgência em nova adutora e empregos do Pontal para a região

O deputado estadual Odacy Amorim (PT-PE) lembrou das dificuldades dos agricultores para terem acesso ao crédito rural e à liberação das escrituras de terras. Ele citou como exemplo as regiões de Salitre na Bahia e Santa Maria da Boa Vista, Lagoa Grande, Orocó e as áreas de sequeiro do lado pernambucano. Outra defesa do petista é para que Petrolina possa ganhar mais uma adutora no interior. Segundo o parlamentar, a população dessas áreas vive uma situação dramática devido à falta de água. O deputado acrescentou ainda que hoje também as cidades de Afrânio e e Dormentes, no sertão do São Francisco, vivem em situação delicada com a falta de água.

Odacy fez as sugestões durante sua fala no encontro no Sest/Senat em Petrolina-PE, na sexta, 3, que debateu a renegociação das dívidas dos produtores rurais, realizado pelo Banco do Nordeste e Prefeitura de Petrolina. Ele comentou ainda sobre a importância de se promover a geração de empregos por meio do projeto Pontal. “Precisamos renegociar dívidas e também gerar mais empregos, além de melhorar o acesso à água para a nossa população”, assinalou, lembrando com isso a urgência na liberação por parte do governo federal, dos R$ 200 milhões para a conclusão do projeto Pontal. (Foto: Ascom/divulgação)

Odacy Amorim lamenta morte de Marisa Letícia

Em nota, o deputado estadual Odacy Amorim (PT) foi mais uma autoridade a lamentar a morte cerebral da ex primeira-dama, Marisa Letícia.

Confira:

Este é um momento de dor, em que todos, independente de posição política, se solidarizam com a família Lula da Silva, por causa do desaparecimento de sua esposa. Dona Marisa Letícia foi uma grande companheira, que deu suporte ao presidente Lula e lutou ao seu lado para mudar a realidade do país.

Mas, antes de tudo, é preciso lembrar que hoje partiu uma esposa, mãe e avó, deixando enlutados os seus amigos e familiares.

Deixo aqui o meu abraço fraterno ao presidente Lula e toda sua família. Desejo a todos, neste momento de tristeza, que Deus os abençoe e encha seus corações de paz, na certeza de que dias melhores virão e de que dona Marisa estará sempre viva em no coração e na mente do povo brasileiro.

Deputado estadual Odacy Amorim

Deputados Lucas Ramos e Odacy Amorim retomam trabalhos na Alepe com novas missões

 

Iniciados nesta quarta-feira, 1, os trabalhos do 2º biênio da 18ª Legislatura da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) com novidades para os deputados Lucas Ramos (PSB-PE) e Odacy Amorim (PE-PE), representantes de Petrolina no Legislativo Estadual. Ambos frisaram que continuarão focando o trabalho em busca de melhorias para o povo pernambucano, em especial o do sertão. (mais…)

Em Orocó, Gonzaga Patriota e Odacy Amorim reforçam compromissos com agricultores familiares

Majoritários em Orocó (PE), no Sertão do São Francisco, o deputado estadual Odacy Amorim (PT) e o federal Gonzaga Patriota (PSB) estiveram ontem (11) na cidade, reunidos com os filiados à Associação Comunitária dos Produtores Rurais da Boa Paz (Asprobap).

Os parlamentares debateram com os agricultores familiares do município os problemas relativos ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) em Orocó.  O socialista informou já ter destinado em torno de R$ 3 milhões para o PAA e assegurou que continuará lutando pela categoria.

Odacy também se comprometeu em cobrar do Governo do Estado, na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), um maior incentivo à agricultura familiar em Orocó. (foto/divulgação)

Odacy evita polêmica sobre dívida herdada por Miguel do Governo Lossio

O deputado estadual Odacy Amorim (PT/PE), não quis comentar a polêmica dos números sobre a dívida herdada pelo prefeito Miguel Coelho (PSB) do seu antecessor Julio Lossio (PMDB), que sucedeu Odacy em 2009 na Prefeitura de Petrolina. Perguntado sobre o assunto, o deputado – que governou a cidade entre 2007 e 2008 – se esquivou.

Nessa linha, vou preferir não fazer comentários”, disse Odacy que assumiu a prefeitura por ser o vice do hoje senador Fernando Bezerra Coelho (PSB). O socialista deixou o cargo na época para ocupar a secretaria de Desenvolvimento Econômico  de Pernambuco na gestão do ex-governador Eduardo Campos.

O assunto vem sendo motivo de polêmica entre o ex e o atual governo e a ex-secretária de Finanças de Lossio, Angelina Bernardo, que atualmente ocupa a pasta em Lagoa Grande, no Sertão do São Francisco, e vem sendo escalada para rebater as críticas sobre débitos pendentes da ex-gestão, questionada por Miguel Coelho. Sobre o anúncio da dívida herdada pelo prefeito, Angelina ironiza as queixas da atual administração e frisa. “São números que deveriam ser comemorados por Petrolina, pois Lossio teria assumido com mais do dobro do que alardeou a atual gestão”, afirmou.

Conforme Angelina, Lossio assumiu, em 2009, uma dívida herdada superior a R$ 96 millhões – ou 41% da Receita Corrente realizada em 2008, que era de pouco mais de R$ 233 milhões, conforme Relatório Resumido da Execução Orçamentária, balanço orçamentário divulgado no sítio do Tesouro Nacional). “Se correto estiver o valor da dívida anunciada, de R$ 45 milhões, ela passou a representar apenas 8,5% da Receita Corrente, que é de cerca de R$ 528 milhões, ou metade da dívida herdada”, contabilizou a ex-titular das finanças de Petrolina. Para ela, Lossio não somente pagou as suas dívidas, mas as de seus antecessores. “Se Miguel Coelho fizer o mesmo, Petrolina será uma cidade sem dívidas ao final de sua gestão“, projetou.

“Esse foi um modelo rejeitado”, diz Odacy Amorim sobre distrato da PPP do Pontal

Anunciado na última segunda-feira, 2, pela presidente da Codevasf (Companhia do Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba), Kênia Marcelino, o distrato da concessão que põe fim à Parceria Público-Privada (PPP) do Projeto Pontal, em Petrolina, teve seu processo iniciado, na verdade, há cerca de dois anos. Quem garante é o deputado estadual Odacy Amorim (PT-PE) que foi um dos políticos mais críticos do modelo, juntamente com o ex-deputado Osvaldo Coelho, falecido em 2015.

“Tudo iniciou na presidência de Elmo Vaz na Codevasf, ainda no governo da presidente Dilma Rousseff. Nós também fizemos várias inserções para que essa PPP não perdurasse. Entramos na justiça, realizamos duas audiências públicas pela Assembleia Legislativa com a Codevasf daqui, presente em apenas uma. Esse foi um modelo rejeitado pela Bahia”, avaliou Odacy.

O deputado agora espera que o processo tenha andamento para que os nativos da área do Pontal possam aproveitar o potencial que tanto sonharam quando entregaram suas terras para a implantação do projeto. “A PPP não beneficiou ninguém. Agora é corrigir, correr atrás dos quase R$ 200 milhões para concluir o projeto, fazer uma seleção justa para atender os nativos, e produzir”, concluiu o deputado Odacy.

Odacy Amorim e o futuro Governo Miguel Coelho

O resultado das eleições municipais deste ano em Petrolina, se não foram como o deputado estadual Odacy Amorim (PT) gostaria, de qualquer forma o deixaram como protagonista. Segundo colocado na disputa pela prefeitura, com mais de 39 mil votos, ele deverá ser, em tese, a principal voz de oposição ao futuro governo de Miguel Coelho. (PSB).

O detalhe é que o deputado, que já foi ligado ao grupo do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) – pai de Miguel – ainda não comentou claramente qual será sua linha de atuação.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br