Música promove inclusão social no Residencial Vivendas

Um projeto desenvolvido no Residencial Vivendas, zona norte de Petrolina, já está tendo frutos. E é através da música, com o lançamento da ‘Banda Vivend’, que toca samba de raiz aos ritmos mais modernos.

O grupo iniciou neste sábado, 22, suas apresentações fora do bairro onde foi formado. A Vivend se apresentou no bairro Vila Marcela, zona norte.

A banda é formada por jovens determinados a mudar a realidade simples, levando o som do samba e o ritmo dos instrumentos e da alegria em mostrar que, através da arte, um novo destino pode ser traçado na vida de muitos talentos desconhecidos na periferia de Petrolina.

A Banda Vivend’ surgiu através de um projeto social da associação de moradores do Residencial Vivendas, visando a ocupar os jovens ociosos e incluí-los em algo que os atraísse, ensinando a tocar algum instrumentos. Que mais bons frutos surjam de iniciativas como essa.

Projeto cultural que levar atividades de música a teatro para alunos da rede municipal de Juazeiro

Uma iniciativa idealizada pela Secretaria de Educação e Juventude (Seduc) de Juazeiro (BA) quer incentivar o contato, entre os alunos da rede municipal, com as diversas manifestações artísticas e contribuir para o bom desempenho das crianças, fazendo-as elevar os índices de aprendizagem. Estes são os principais objetivos do projeto ‘Arte e Cultura’, que será oferecido para os alunos da Rede Municipal de Ensino de Juazeiro.

O projeto contará com a parceria e experiência do artista juazeirense Alan Cleber. Segundo a titular da Pasta, isso só reforça a importância da iniciativa. “A proposta é estimular os alunos a descobrir qual a manifestação artística que eles se identificam e oferecer oficinas para que possam aprender com os monitores, atividades de música, dança e teatro durante todo o ano, no contra turno. A ideia é que no final do ano, a Seduc reúna os alunos da rede que participam do projeto, para se apresentar no Festival de Artes“, explicou.

Otimista quanto aos resultados desse trabalho, Alan Cleber agradeceu a Seduc pela parceria, durante reunião realizada na última quarta-feira (12). “É um privilégio poder trabalhar com crianças e adolescentes das escolas municipais com a música, o teatro e a dança. Vamos descobrir muitos talentos escondidos com as atividades que serão desenvolvidas, e o melhor, vamos mostrar o resultado deste projeto durante eventos institucionais e no Festival de Artes, no final do ano“, ressaltou o artista.

Também participaram da reunião a assessora Mary Adriana; as superintendentes de Gestão, Renata Araújo; e Pedagógica, Denise Farias; e a diretora Jeane Chaves. (foto/Ascom PMJ divulgação)

Petrolina recebe projeto Dançando no Sesc

 

No próximo sábado, 1º de abril, o Sesc Petrolina realiza mais uma edição do projeto Dançando no Sesc. Uma noite de muita música, dança e alegria, animada por Pedro Duarte e Linguagem Musical.

O evento acontece a partir das 21h, no salão de eventos da Unidade. Realizado no primeiro sábado de cada mês, o Dançando no Sesc proporciona momentos de lazer, sempre com uma programação especial para os apreciadores da Música Popular Brasileira.

A entrada para comerciário e dependente é de R$ 6 e R$ 12, para o público em geral. O Sesc Petrolina está localizado na rua Dr. Pacífico da Luz, nº 618, Centro.

Sétima edição do Umbuzada Sonora começa nesta quinta

 

Tudo pronto para o 7º Umbuzada Sonora, que começa nesta quinta-feira (23), no Centro de Cultura João Gilberto, em Juazeiro, BA. Artistas como Chico Correa, Marcelo Jeneci, Andrezza Santos, Josyara e a banda Vivendo do Ócio já confirmaram presença. Este ano, o festival traz a oficina de ‘Planejamento e Divulgação de Eventos em Redes Sociais’, uma mesa redonda sobre ‘Música eletrônica e circulação artística’, Jam Session e shows com nove atrações.

Hit do novo trabalho do Dj Chico Correa, a música eletrônica ‘Berra Boi’, que faz um remix sonoro com o Berimbau, foi bem recebida pela crítica especializada e promete movimentar a pista de dança do João Gilberto com um toque folclorista, cerebral e especialmente de composição genuína do Norte e Nordeste do Brasil. Já Marcelo Jeneci chega a Juazeiro em meio a uma turnê, onde passou por João Pessoa (PB), Fortaleza (CE), Natal (RN) e Rio de Janeiro (RJ), com um currículo que em 2014 o levou a ser indicado ao Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Popular Brasileira, com o CD ‘De Graça’ .

A banda baiana de rock, Vivendo do Ócio, que possui público fiel no vale do São Francisco, também é uma das atrações que merece destaque no Umbuzada Sonora. O grupo já se apresentou na edição do Lollapalooza 2013, quando fez sucesso com os álbuns ‘Nem Sempre Tão Norma’ e ‘O Pensamento É um Imã’.

Também é vencedor do prêmio VMB 2009, da categoria ‘Aposta MTV’, em que disputou com Black Drawing Chalks, Emicida, Holger e Mickey Gang, e agora divulga aos fãs o Vinil ‘Selva Mundo’, que comporá a playlist dos baianos no evento. (Foto: Ilustração-divulgação)

Evento ensina música de graça para crianças de Juazeiro e Remanso a partir desta quinta

Os municípios de Juazeiro e Remanso, no Norte baiano, recebem a partir desta quinta, 16, as Caravana Pedagógicas do NEOJIBA ((Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia) por meio da Rede de Projetos Orquestrais da Bahia. Cerca de 150 crianças, adolescentes e jovens da Orquestra Encanto do Acolher, de Juazeiro, do Projeto Cantando o Sertão, de Pilão Arcado, e AMUSE – Associação Musicalizando o Sertão, de Remanso, devem participar dos encontros. Em Juazeiro, a caravana acontece nos dias 16 e 17 de março, na Instituição Professora Cristina. Já em Remanso, será realizada nos dias 18 e 19, na Escola de Música Municipal Hermes Teixeira de Freitas e Universidade Aberta do Brasil – UAB.

Durante os encontros, os alunos terão oficinas de técnica instrumental e prática orquestral com os jovens multiplicadores do NEOJIBA. Além disso, alguns instrumentos dos projetos parceiros em Remanso e Pilão Arcado serão restaurados, a partir de uma oficina que será realizada pelos profissionais que atuam no Atelier Escola de Lutheria (AEL) do NEOJIBA. Todas as atividades são gratuitas e integram as comemorações dos 10 anos do NEOJIBA.

O projeto conta com o patrocínio da Cielo e Cateno, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura e Governo Federal, Ordem e Progresso. Em Juazeiro, tem o apoio da Orquestra Encanto do Acolher e Instituição Professora Cristina. Em Remanso, conta também com o apoio do Projeto Cantando o Sertão, AMUSE e UAB.

Caravanas Pedagógicas

Iniciado em outubro de 2016, o projeto das Caravanas Pedagógicas realiza até outubro 2017 um total de 42 visitas técnicas e oficinas pedagógicas com grupos musicais e orquestrais da Bahia, além de 12 apresentações públicas. Todas as atividades são gratuitas e contemplam diretamente mais de 1,3 mil crianças, adolescentes e jovens de projetos orquestrais, sediados em 30 municípios do Estado.

Sobre a Rede de Projetos Orquestrais da Bahia

É um espaço que reúne diversas entidades que promovem o ensino e a prática musical coletiva como meio para o desenvolvimento social de crianças, adolescentes e jovens na Bahia. Atualmente, são 42 projetos, em 36 municípios e 15 Territórios de Identidade do Estado. A Rede procura criar ou potencializar ações que atendam à crescente demanda por apoio pedagógico no campo da formação musical e oferece qualificação em gestão e na criação de projetos musicais no interior do Estado.

Sobre o NEOJIBA

Criado em 2007 como um dos programas prioritários do Governo do Estado da Bahia, o NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia) tem por objetivo promover o desenvolvimento e a integração social prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletivos. O NEOJIBA beneficia cerca de 4.600 crianças, adolescentes e jovens em todo o estado da Bahia. É uma ação da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e seu diretor fundador é o maestro e pianista Ricardo Castro. (Foto- Ascom)

Vereador Aero rebate críticas de Paulo Valgueiro a Miguel: “Deveria primeiro se informar”

Integrante do grupo político do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), o vereador Aero Cruz (PSB) rebateu de imediato as críticas proferidas pelo seu futuro colega de Casa Plínio Amorim, Paulo Valgueiro (PMDB), ao socialista pelo incidente ocorrido na noite do último domingo (1), após a transmissão de cargo do ex-prefeito Julio Lossio (PMDB) a Miguel.

Aero assegurou que a música “Arruma a mala aê”, tocada em ironia a Lossio, não saiu do carro de som oficial da prefeitura. Confiram a nota enviada ao Blog pelo vereador:

Sobre as declarações do vereador Paulo Valgueiro, gostaria de esclarecer que a música a qual o vereador se refere não partiu do som oficial do evento da transmissão de cargo. Havia um ‘paredão’ nas proximidades da prefeitura, num local público, onde as pessoas têm liberdade para ir e vir. A manifestação partiu da rua, do povo.

O governo não organizou nada e o vereador deveria primeiro se informar antes de sair divulgando críticas infundadas ao prefeito e à atual gestão.  

A manifestação das ruas é a legítima vontade do povo. Não temos por hábito mandar ou manipular as pessoas. Esse tipo de atitude não faz parte do novo tempo.

Aero Cruz/Vereador

Vereador Paulo Valgueiro achou “deselegante” música irônica para Lossio

Um fato notado por algumas pessoas no último domingo (1), após a solenidade de transmissão de cargo do então prefeito Julio Lossio (PMDB) para seu sucessor Miguel Coelho (PSB), deu o que falar. No momento em que Lossio deixava a sede da prefeitura, juntamente com sua esposa Andréa, uma música conhecida de campanhas municipais, “Arruma a mala aê”, foi tocada em forma de ironia ao ex-gestor. Aliado de Lossio, o vereador Paulo Valgueiro (PMDB) já se pronunciou. Ele viu a atitude como “deselegante” por parte do socialista.

Confiram a nota enviada à imprensa por Valgueiro sobre o assunto:

O ex-prefeito Julio Lossio agiu com muita elegância ao receber o prefeito Miguel Coelho para a transmissão do cargo, cumprindo com nobreza o seu dever cívico.

Na saída do prefeito que deixa o cargo, manifestações populares de aprovação e desaprovação fazem parte do processo. De fato, não é fácil controlar as reações apaixonadas da população.

Mas o que não deveria fazer parte da solenidade foi a deselegância do prefeito Miguel Coelho, ao permitir que o carro de som utilizado pelo seu cerimonial tocasse uma música hostilizando o ex-prefeito e a sua família no momento em que deixavam o local.

A famigerada música “Arruma a mala aí” foi tocada no carro de som oficial da transmissão de cargo, mostrando uma total falta de respeito à liturgia do momento. Não foi bonito, não foi engraçado, não foi cortês, não foi necessário.

Ao contrário, o deselegante ato só demonstrou os sentimentos de revanchismo, de falta de educação, de animosidade, que não deveriam compor a equipe que chega para administrar a nossa Petrolina.

Contrariando o seu discurso de palanques desarmados, o prefeito Miguel inicia sua gestão tendo como primeiro ato a deselegância. Caso diga que não foi responsável pelo fato, o prefeito inicia o seu governo sem a capacidade de comandar os seus auxiliares. Só nos resta torcer para que seja apenas deselegância. Que Miguel saiba administrar com destreza e liderança os destinos do povo de Petrolina.

Paulo Valgueiro/Vereador

Na voz do cantor Renato Viana, música composta pelo juazeirense Manuca Almeida alcança paradas de sucesso em todo o Brasil

manuca almeida - foto- zelito rodrigues

Em poucos dias após seu lançamento, a música “Açúcar” – dos compositores Ivo Mozart, Lucas Santos e Manuca Almeida (foto) já conquistou o público e está nas paradas de sucesso das rádios do Brasil.

Na voz  do cantor Renato Vianna, vencedor da quarta edição do reality show ‘The Voice Brasil’, da TV Globo,  a música ganhou o gosto do público por seu romantismo e tem a divulgação  do famoso  escritório FS, da dupla Fernando e Sorocaba.

Antes do rádio, a canção se espalhou pela internet, atingiu em poucos dias  mais de um milhão de acessos  em três vídeos oficiais e fez  dezenas de covers  ficarem conhecidos cantando o sucesso mais ‘doce’ do momento. Ouça a música aqui.

Projeto em Petrolina pretende levar reeducandos da Funase/Case ao mundo da música

projeto camerata de cordasUma iniciativa social pretende introduzir reeducandos da Funase/Case em Petrolina ao mundo da música erudita. Trata-se do Projeto Camerata, feito em parceria com o Unicred.

Segundo informações, o projeto visa a forma uma orquestra Camerata de Cordas, composta pelos adolescentes da instituição. A aula inaugural acontecerá neste sábado (2/07), às 9h, na Funase (Rua Febrônio de Souza, s/nº, Jardim Massangano, por trás do HGU).

A ideia é fazer esses reeducandos se expressarem e se comunicarem através da música, até mesmo dando uma oportunidade de profissionalização na área.

Abertas inscrições no IF Sertão-PE para teste de certificação em Música

IF Sertão PE PetrolinaO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) está com inscrições abertas para o teste de certificação em Música este ano. O edital é destinado à realização do teste para os candidatos ao curso de Licenciatura em Música, oferecido pelo campus Petrolina. As inscrições para o exame são gratuitas e poderão ser feitas até 20 de junho, exclusivamente através do site: www.ifsertao-pe.edu.br.

De acordo com o edital, o teste será realizado em duas etapas: prova escrita composta por 30 questões de múltipla-escolha, e leitura à primeira vista (rítmica e solfejo). A primeira etapa acontecerá no dia 3 de julho, das 9h às 12h, e a segunda no dia 17 de julho, a partir das 8h. Ambas serão realizadas no campus Petrolina do IF Sertão-PE, em horário local.

A comprovação de aptidão musical é requisito obrigatório para o ingresso no curso de Licenciatura em Música e deve ser apresentada na inscrição do vestibular, junto com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015 e outras documentações. Além do teste de certificação realizado pelo IF Sertão-PE, são aceitos documentos comprobatórios fornecidos por outras instituições de ensino, desde que devidamente credenciadas pelo Ministério da Educação (MEC).

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br