Campanha de Vacinação contra Influenza em PE tem saldo positivo sobre meta, mas postos continuarão com doses restantes

Após o encerramento da Campanha de Vacinação contra a Influenza, na última sexta-feira (9), o Estado de Pernambuco registrou 2.270.896 pessoas (97,4%) imunizadas. Dos grupos prioritários, apenas as crianças (84,4%) e gestantes (85,4%) não atingiram a meta mínima de vacinar, no mínimo, 90%. Desses dois grupos, ainda faltam ser vacinados 97.658 meninos e meninas e 15.630 gestantes.

“A campanha acabou, mas os postos de saúde que ainda têm doses da vacina continuarão recebendo o público prioritário para imunizar“, reforça a coordenadora do Programa Estadual de Imunização da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Ana Catarina de Melo.

Em Petrolina, a campanha conseguiu superar a meta estipulada pelo Ministério da Saúde.

Podem ser vacinados idosos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, professores dos ensinos básico e superior de escolas públicas e privadas e profissionais de saúde. Importante ressaltar que quem tomou no ano passado e continua dentro dos grupos prioritários também deve ser imunizado.

Boletim

Até o último dia 3, Pernambuco registrou 950 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 59 casos com resultado laboratorial positivo para influenza A (H3N2), sendo 29 (49,2%) em crianças menores de 4 anos e 17 (28,8%) em idosos, grupos contemplados pela vacina. Também foram confirmados 15 casos para influenza B. O total de casos de SRAG deste ano representa um aumento de 8,2% em relação a 2016, com 878 registros. Em 2016, foram confirmados 63 para influenza A (H1N1) e três para influenza B. Até o momento, foram confirmados dois óbitos para influenza A (H3N2). As informações são da Superintendência de Comunicação da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Pernambuco atinge meta mínima de campanha contra Influenza

Até o início da tarde desta quarta-feira (7), Pernambuco vacinou 2.106.496 pessoas contra a influenza. Isso significa 90,4% do público prioritário – atingindo, assim, a meta mínima da campanha. Apesar disso, 223 mil pernambucanos ainda precisam ser imunizados, principalmente as crianças entre 6 meses e menores de 5 anos, que estão com uma cobertura de 75%. A campanha, que continua exclusiva para os grupos prioritários, termina sexta-feira (9).

Além das crianças na faixa etária exigida, também devem ser vacinados os idosos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, professores dos ensinos básico e superior de escolas públicas e privadas e profissionais de saúde. Vale ressaltar que quem tomou no ano passado e continua dentro dos grupos prioritários também deve ser imunizado.

Até o dia 20, A Secretaria de Saúde do Estado registrou 782 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 55 casos com resultado laboratorial positivo para influenza A (H3N2), sendo 27 (49,2%) em crianças menores de 4 anos e 15 (27,3%) em idosos, grupos contemplados pela vacina. Também foram confirmados 15 casos para influenza B.

 Óbito

O total de casos de SRAG deste ano representa um aumento de 6,5% em relação a 2016, com 734 registros. Em 2016, foram confirmados 63 para influenza A (H1N1) e 2 para influenza B. Até o momento, foi confirmado apenas um óbito para influenza A (H3N2). As informações são da Superintendência de Comunicação.

Campanha de vacinação contra a gripe não atinge meta e é prorrogada

A campanha de vacinação contra a gripe, programada para acabar nesta sexta-feira (26), foi prorrogada até o dia 9 de junho. O motivo foi a baixa procura pela dose.

Podem receber a vacina gratuitamente crianças de 6 meses a menos de 5 anos, gestantes, mulheres no período de até 45 dias pós parto, idosos, trabalhadores da área de saúde, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, além de pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independe da idade.

Em Juazeiro (BA), as pessoas que se enquadram no público-alvo têm mais duas semanas para procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da sua casa, entre 8h e 14h. Já em Petrolina, os postos de saúde da sede funcionam das 8h às 17h. Na zona rural, das 8h às 13h.

Vacinação contra a gripe ainda não atingiu meta e preocupa Secretaria de Saúde de PE

A Secretaria de Saúde do Estado está preocupada com o pouco comparecimento dos pernambucanos aos postos e unidades de saúde para serem imunizados contra as influenzas A (H1N1), A (H3N2). A campanha segue até 26 de maio, mas somente 46% do público alvo da campanha foi atingido.

Vale lembrar que quem tomou a vacina em campanhas realizadas em anos anteriores deve voltar aos postos para ser imunizado, pois a validade é só de um ano. Cerca de 1,5 milhão de pessoas ainda devem ser protegidas. Os pernambucanos podem procurar a vacina num dos mais de 5 mil postos de vacinação espalhados em todos o estado.

O público-alvo da campanha contra a gripe deste ano são idosos a partir dos 60 anos, crianças entre 6 meses e menos de cinco anos, profissionais de saúde, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens entre 12 e 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, professores, gestantes os mulheres até 45 dias após o parto e povos indígenas.

Quem estiver gripado, mas sem febre, pode tomar a dose. A vacina contra a influenza é contra-indicada apenas para quem é alérgico a ovo ou teve reação alérgica grave ao tomar a vacina, que é gratuita.

 

Vacinação contra a febre aftosa em Pernambuco fica acima da meta do Ministério da Agricultura

A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) alcançou 94,4% de cobertura, na segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa, realizada no mês de novembro do ano passado. O percentual é acima do mínimo de 90% exigido pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Nessa segunda fase foram imunizados 1.787.661 bovídeos, de um rebanho correspondente a 1.893.393 animais. “Intensificamos a orientação sobre a importância da vacinação para a pecuária pernambucana e esse trabalho tem proporcionado resultados satisfatórios, sempre superiores ao percentual recomendado pelo MAPA”, explicou o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota.

Pernambuco é reconhecido internacionalmente como área livre de febre aftosa com vacinação desde 2014.  “Os dados comprovam que os produtores estão comprometidos com a sanidade animal do nosso Estado, imunizando seu rebanho e declarando nos escritórios da Adagro“, pontuou a presidente da Adagro, Erivânia Camelo.

A Campanha é realizada duas vezes por ano, nos meses de maio e novembro, em quase todos os estados da federação, como determina o calendário anual do Ministério da Agricultura. A febre aftosa é uma doença altamente contagiosa, que atinge bois, búfalos, cabras, ovelhas e porcos, mas apenas os bovinos e bubalinos podem ser vacinados. O vírus causa febre, ferimentos na boca, garganta e na pele ao redor dos cascos. Os animais ficam bastante debilitados, produzindo muita saliva, parando de andar e comer. (fonte: Ascom SARA/foto arquivo divulgação)

Juazeiro, na Bahia, e Santa Maria da Boa Vista, em Pernambuco, alcançam meta do Ideb

ideb-juazeiro

Os municípios de Juazeiro, na Bahia, e Santa Maria da Boa Vista, em Pernambuco, têm muito o que comemorar em relação ao Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2015. Os dois alcançaram a meta projetada do Ideb, conforme divulgação nesta quinta-feira (8) de dados do Ministério da Educação (MEC). (mais…)

Paulo Câmara admite que cortes na meta podem ser maior do que o previsto

Paulo Camara3

Prestes a fechar a meta de cortes da máquina estadual para ganhar folga no caixa, o governador Paulo Câmara (PSB) admite que a economia prevista poderá ultrapassar a meta inicial de R$ 600 milhões. Segundo o gestor, o contingenciamento deverá ficar em torno de R$ 600 milhões a R$ 700 milhões, o que deverá dar uma folga aos cofres estaduais para fazer investimentos. Nos últimos dias, Paulo se dedicou ao fechamento dos cortes e à pactuação das metas de cada secretaria.

“Estamos fazendo os cortes e trabalhando. Fechou em torno de R$ 600 a R$ 700 milhões nesse primeiro momento. Faltam poucas secretarias fecharem, mas os tetos já foram estipulados. Então, é ver exatamente as ações que vão ser priorizadas ou não nas poucas secretarias (que ainda não fecharam). Estamos andando com a expectativa que haja uma melhora econômica também que isso pode nos ajudar muito a encerrar o ano”, afirmou Paulo Câmara, ontem (16), após inauguração do Terminal Integrado de Abreu e Lima.

A expectativa do chefe do Executivo é que haja uma melhora no cenário nacional para evitar o aprofundamento de medidas duras no Estado. Uma das apostas para folgar o caixa estadual é o alongamento da dívida dos Estados.

A previsão era que o presidente interino Michel Temer (PMDB) se reuniria com os governadores nesta semana para negociar o pagamento, mas o encontro foi adiado. “É importante a gente ter uma definição disso porque isso pode nos dar o planejamento necessário no segundo semestre”. (fonte: Folha de PE)

Campanha de Vacinação Antirrábica termina nesta sexta-feira em Petrolina

Vacina contra a raivaA Campanha de Vacinação Antirrábica será encerrada nesta sexta-feira (17) em Petrolina.

Segundo a Secretaria de Saúde, até o momento, 30.900 animais foram vacinados contra raiva, o que corresponde a 65,30% da população canina e felina. A meta é imunizar 80% dos cães e gatos.

Na última semana de campanha os Agentes de Combate às Endemias (ACEs) visitarão sete localidades da zona rural. A vacinação acontece casa a casa, das 14h às 19h.

O cronograma é o seguinte:

14/06 – N-2  e N-1/Perímetro de Irrigação Senador Nilo Coelho;

15/06 – Rajada;

16/06 – Pau Ferro;

17/06 – N-12/Perímetro de Irrigação Senador Nilo Coelho.

A meta da ONU e a falta de árvores em Petrolina

árvore podadaNo Dia da Terra (22 de abril), a Organização das Nações Unidas estipulou uma meta audaciosa, e necessária: plantar 7,8 bilhões de árvores ao longo dos próximos cinco anos. Petrolina bem que poderia ajudar a atingir a meta.

A cidade sofre com as altas temperaturas na alta estação, mas poderia sofrer bem menos se fosse arborizada. A Prefeitura de Petrolina até já tentou estimular a população a plantar árvores, porém ninguém vê mais nenhuma iniciativa para conscientizar os habitantes da cidade nesse sentido.

Mas, verdade seja dita, não é só aqui. A falta de arborização está por toda parte em várias cidades sertanejas. Lamentável.

AIS-20 em Afogados da Ingazeira atinge meta “aceitável” da ONU quanto a número de homicídios

0194b29548093461901b77c9dc77f7b2O pessoal da 20ª Delegacia Seccional (DESEC) da Polícia Civil (PC) em Afogados da Ingazeira (PE), Sertão do Pajeú, ainda comemora os recentes resultados no combate à violência naquela região. Pela primeira vez no estado uma Área Integrada de Segurança (AIS) alcança índice da ONU (Organização das Nações Unidas) que considera como números aceitáveis de criminalidade contra a vida a quantidade de 10 homicídios para 100 mil habitantes.

Há algum tempo a AIS-20 vem perseguindo essa meta, o que aconteceu em setembro deste ano.

“Graças ao profissionalismo, compromisso e muito trabalho de todos integrantes da AIS-20. Neste momento, reconhecemos o esforço, espírito público e abnegação de todos agentes, escrivães e delegados de Polícia, bem como dos policiais militares que compõem o 23°BPM, que somaram trabalho em benefício da sociedade pernambucana. A Dinter 2/PCPE agradece e registra deferência e orgulho a todos os policiais civis da AIS 20, na pessoa do delegado de Polícia Civil Jorge Damasceno (da Seccional de Afogados da Ingazeira), os quais exaltam e enobrecem o nome da PCPE no Brasil”, diz a nota da Diretoria Integrada do Interior (Dinter 2), da PC.

Salgueiro: Prefeito faz primeira reunião do ano com secretariado para discutir metas

Reunião de secretáriosAo avaliar o ano que passou, nesta quinta-feira (8), o prefeito de Salgueiro (PE), Marcones Libório de Sá, reuniu sua equipe de governo para fazer  projeções e traças as metas da gestão em 2015. Uma delas  é reforçar a economia nas despesas e tentar reduzir o custeio

A gente não pode estar aqui comemorando os feitos do passado sem pensar nas ações do futuro”, ponderou o prefeito.

Para 2015, as Secretarias de Planejamento e Finanças preveem a implantação de um quadro de cota mensal a ser gasta pelas pastas do governo, o que implica na obediência a um cronograma físico-financeiro de desembolso.

Como desafios do exercício financeiro deste ano, o prefeito citou o reajuste do piso do magistério, o aumento do salário mínimo, a realização de um novo concurso público e o serviço de municipalização do trânsito.

Como perspectiva, ele apontou a abertura de um diálogo mais direto com a população, com uma prestação de contas interativa. (fonte/foto: Ascom PMS)

Pesquisa aponta que apenas 54,3% dos jovens concluem ensino médio

simulado_enem2009_solido_pre_vestibular01Considerado o grande “gargalo” da educação brasileira, o ensino médio é cursado até o seu final por apenas 54,3% dos jovens até 19 anos, segundo estudo divulgado nesta segunda-feira (8) pela ONG Todos pela Educação. O levantamento foi feito com base nos resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) 2013, divulgada em setembro.

Apesar de apresentar uma melhora em relação aos últimos anos, quando o índice observado para os jovens no ensino médio foi de 46,6% em 2007, 51,6% em 2009 e 53,4% em 2011, os números revelam as dificuldades que o país encontra para fazer com que os jovens concluam o ensino médio na idade certa.

Segundo o Todos pela Educação, o indicador é calculado anualmente com base nos dados da Pnad. Em 2010, como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realizou o Censo Demográfico, a Pnad não foi realizada. Por causa da diferença metodológica (os dados do Censo são censitários, e a Pnad é amostral), o levantamento do Todos pela Educação não divulga os resultados referentes ao ano de 2010.

O levantamento divulgado nesta segunda mostra que a taxa atual ainda está longe do plano de metas estabelecido pelo Todos pela Educação para 2022. Para cumprir a meta, nos próximos nove anos, a taxa de jovens de 19 anos com ensino médio completo deve subir para 90%. Já a meta estabelecida pelo Plano Nacional de Educação (PNE) é chegar a 2022 com 85% dos alunos de 15 a 17 anos matriculados no ensino médio.

Pontos de vista

Alejandra Meraz Velasco, coordenadora-geral do Todos pela Educação, diz que depois de 2009 esperava-se um crescimento mais acelerado, o que não vem ocorrendo. “Nesse ritmo de crescimento do ensino fundamental e na estagnação do ensino médio, não vamos alcançar a meta do PNE. A situação é preocupante”.

José Francisco Soares, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), afirmou ao G1 que “a educação básica não está parada, está melhorando. O Brasil teve despertar tardio para a educação. A tarefa que temos pela frente é muito grande. Estamos caminhando, mas temos muito o que caminhar. Vamos caminhar no ritmo do Plano Nacional da Educação“, afirmou. (fonte: G1/foto reprodução)

Campanha de Vacinação contra Gripe em Juazeiro é prorrogada até dia 25 de maio

vacinaçãoA Campanha de Vacinação contra gripe em Juazeiro foi prorrogada até dia 25 de maio. Até a última quinta-feira (08), 14,8 mil pessoas foram vacinadas, o que representa 32%.

Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) continuam disponibilizando a imunização. Na zona urbana, das 8h às 12h e das 14h às 17h;  no interior, das 7h30 às 13h.

De acordo com informações da assessoria da prefeitura de Juazeiro, a meta é vacinar 80% das 42,9 mil pessoas existentes na cidade dentro do público-alvo determinado pelo Ministério da Saúde (MS): pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, gestantes, mulheres no período pós-parto (puérperas), portadores de doenças crônicas, população indígena, crianças de seis meses a menores de cinco anos, população privada de liberdade e funcionários do Sistema Prisional.

Inflação sobe em outubro, mas fica dentro da meta do governo

Inflação dinheiroA inflação oficial acelerou para 0,57% em outubro, após avançar 0,35% em setembro, segundo informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quinta-feira (7). Em outubro do ano passado, o indicador registrou alta de 0,59%.

A inflação oficial em 12 meses ficou em 5,84%, acima da meta do governo para o período (4,5%), mas dentro do limite previsto (de até 6,5%). O indicador ficou ligeiramente abaixo dos 5,86% registrados no período de 12 meses encerrado em setembro. É a menor variação desde dezembro de 2012, quando também atingiu 5,84%.

A inflação oficial acumula taxa de 4,38% no ano, igual ao registrado no mesmo período do ano passado.

O IPCA mede a inflação para as famílias com renda de um a 40 salários mínimos em nove regiões metropolitanas do país: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, a além do município de Goiânia e de Brasília.

Carne 

As carnes foram as principais vilãs em outubro, com alta, em média, de 3,17% –chegando a 5,85% na região metropolitana de São Paulo.

Outros alimentos importantes na mesa do consumidor também aumentaram, com destaque para o tomate, cuja alta foi de 18,65%, mas atingiu 52,69% na região metropolitana do Rio de Janeiro.

Com estes e outros aumentos, o grupo Alimentação e Bebidas subiu 1,03% em outubro, acima dos 0,14% de setembro, e foi o principal responsável pela aceleração da inflação oficial de um mês para o outro.

Os nove grupos que compõem o IPCA apresentaram as seguintes variações na passagem de setembro para outubro: alimentação e bebidas (de 0,14% para 1,03%), habitação (de 0,62% para 0,56%), artigos de residência (de 0,65% para 0,81%), vestuário (de 0,63% para 1,13%), transportes (de 0,44% para 0,17%), saúde e cuidados pessoais (de 0,46% para 0,39%), despesas pessoais (de 0,20% para 0,43%), educação (de 0,12% para 0,09%) e comunicação (de recuo de 0,04% para alta de 0,08%).

INPC

O IBGE também informou que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) subiu 0,61% em outubro, depois da alta de 0,27% em setembro. No ano, o indicador acumula alta de 4,25%, e, em 12 meses, avanço de 5,58%, indicando recuo em relação aos 12 meses encerrados em setembro, quando ficou em 5,69%. O INPC se refere à inflação percebida pelas famílias com renda de um a cinco salários mínimos que vivem nas mesmas localidades pesquisadas para o IPCA. (Fonte: UOL)

Candidato da chapa 1 na eleição para presidente do DCE da Facape envia nota ao Blog

foto 2 (1)Numa nota enviada ao Blog, o candidato a presidente do DCE da Facape pela chapa 1, Kempler Reis, que também é o presidente do Movimento Estudantil de Transição Acadêmica (META), avaliou positivamente o pleito. E aproveitou, entre outras coisas, para parabenizar o candidato eleito, Adonjones Fernandes (chapa 2), ressaltando que a partir de agora o momento é de união em busca de conquistas para o alunado da Facape.

Confiram:

Nota: Movimento Estudantil de Transição Acadêmica –META

Prezados amigos Facapeanos,

Como já citado anteriormente à eleição, o META sente-se animado nesta eleição do DCE da Facape, independentemente do resultado. A nossa proposta foi amplamente reverberada na nossa faculdade. Jamais na história da luta estudantil no âmbito da Facape discutiu-se com tamanho entusiasmo e interesse os rumos do DCE e do movimento estudantil.

A propositura de uma eleição do META resgatou e alavancou a energia estudantil em se lutar por um movimento estudantil atuante, possibilitando aos acadêmicos ser possível acreditar-se que a mobilização estudantil é o forte caminho para se obter as conquistas que almejamos e pleiteamos para a nossa faculdade. Isto se refletiu no recorde eleitoral de 1.103 votos manifestados (mais que o triplo da última eleição), demonstrando que o alunado crê que é possível fazer nascer um novo DCE.

Tivemos uma votação expressiva. Enfrentando forças políticas, obtivemos 29% dos votos válidos, o que demonstra que em sua primeira eleição o META desponta como exemplo de luta e coragem, graças a todos os nossos apoiadores, colaboradores e eleitores que comungam conosco o desejo por um novo DCE, participativo e unificado.

Tivemos um processo eleitoral exemplar, graças à límpida condução da Comissão Eleitoral, que de forma lúcida, transparente e justa conduziu esta eleição de forma satisfatória.

Importante também parabenizar as demais chapas, que de forma geral mantiveram de forma elogiável o respeito e a harmonia entre si. E não poderíamos de deixar de parabenizar os integrantes da chapa 2, na pessoa de seu presidente Adonjones Fernandes, que obteve êxito neste pleito, ao qual desejamos coragem e força para lutar pelas propostas a que se propôs realizar neste mandato, ao qual nos colocamos a disposição no que possamos contribuir para buscar as conquistas que se fizerem necessárias. A eleição encerrou. Agora é momento de união em prol da nossa comunidade acadêmica, pois DCE forte é aquele que possui o apoio de todos os acadêmicos, indistintamente.

O trabalho do META continua, fiscalizando, cobrando e caminhando na busca de conquistas para todos nós, pois o objetivo maior sempre será a satisfação de nosso anseio por uma Facape melhor.

“Verás que um filho teu não foge à luta”

Kempler Reis – Presidente/Movimento Estudantil de Transição Acadêmica (META)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br