Juiz Marcos Bacelar é agraciado com Medalha Senador Nilo Coelho

marcos-bacelar-medalha-senador-nilo-coelho

Não é mais novidade em Petrolina o belo trabalho do juiz Marcos Franco Bacelar à frente da 18ª Vara Regional da Infância e Juventude, sobretudo quanto a ações para diminuir a evasão escolar e a violência nas escolas. Ontem (22) ele teve mais uma vez seu esforço reconhecido. A homenagem, agora, partiu da administração municipal. (mais…)

Juiz da Vara da Infância e Juventude de Petrolina acredita que programa de redução à violência nas escolas “está no caminho certo”

audiencia-vara-infancia-e-juventude-petrolina

À frente da Vara da Infância e Juventude de Petrolina, o juiz Marcos Bacelar mostrou-se otimista quanto aos resultados apresentados até o momento pelo Programa Prevenção de Violência nas Escolas (PREVINE). Esse foi o balanço feito por Bacelar na audiência pública realizada nesta sexta-feira (25) com estudantes de 22 escolas da rede municipal e estadual advertidos por indisciplina. O evento aconteceu no Fórum Dr.Souza Filho, Centro da cidade. (mais…)

Vara da Infância e Juventude de Petrolina realizará amanhã mutirão de audiência para debater violência em escolas

A Vara da Infância e Juventude de Petrolina promoverá, nesta sexta-feira (25), audiência com 250 jovens para serem advertidos por atos de indisciplina e violência. Foram convocados alunos de 22 escolas públicas da rede estadual e municipal da cidade. A audiência ocorrerá a partir das 9h, no auditório do Júri no Fórum Manoel Francisco de Souza Filho, área central da cidade.

O evento é uma etapa do programa Prevenção de Violência nas Escolas (PREVINE), desenvolvido pela unidade Judiciária da Infância e Juventude de Petrolina. A ação tem o objetivo de minimizar os índices de violência no ambiente escolar e alertar os pais sobre a necessidade de acompanhamento das atividades escolares dos filhos.

Para o juiz Marcos Bacelar, a ação contribuirá com a redução de ocorrências negativas nas escolas. “As medidas protetivas promovidas pela Vara da Infância contribuem para a redução de atos infracionais praticados por adolescentes, além de ajudar o professor em sala de aula“, explica o juiz.

Com essa ação, a unidade atinge a marca de 650 medidas protetivas promovidas nas escolas públicas de Petrolina em 2016. Os adolescentes convocados para a audiência assinarão atas com advertência formal juntamente com os seus responsáveis.

Vara da Infância e Juventude realizará audência em Petrolina para combater evasão escolar

Fórum PetrolinaA Vara da Infância e Juventude de Petrolina promoverá nesta sexta-feira (23) uma audiência pública concentrada com a participação de alunos de escolas estaduais e municipais da cidade. Foram convocados 200 alunos de 28 escolas da rede pública, os quais devem comparecer ao ato acompanhados de seus pais ou responsáveis. O evento ocorrerá às 9h no salão do júri do Fórum Dr. Manoel Francisco de Souza Filho, na área central.

A audiência será composta por um ciclo de palestras para a conscientização dos responsáveis sobre a importância da participação do jovem no ambiente escolar. Os pais e os estudantes assinarão ata de audiência, comprometendo-se a regularizar a situação de negligência. Os casos reincidentes serão encaminhados para o promotor de justiça, para as medidas cabíveis.

De acordo com o juiz Marcos Franco Bacelar, o evento tem a intenção de diminuir os índices de evasão escolar, orientando pais e alunos sobre a importância da continuidade dos estudos. “A audiência concentrada serve para fortalecer o laço entre justiça, escola e família. Com essa atuação conjunta, pode-se melhorar a qualidade do ensino na cidade”, explica o juiz.

Os alunos convocados para a audiência são cadastrados em processos administrativos individualizados. A equipe da Vara da Infância faz acompanhamento da escola e dos menores convocados, a fim de verificar a evolução do quadro no ambiente escolar. As informações são da assessoria.

Equipe do PROERD homenageia juiz da Vara da Infância e Juventude de Petrolina

equipe proerd e marcos bacelar

O juiz da Vara da Infância e Juventude de Petrolina, Marcos Bacelar, ganhou mais uma homenagem. Desta vez o reconhecimento partiu da equipe do Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD), tocado no município pela Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), através do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM).

O magistrado recebeu ontem (13) das mãos do coordenador executivo regional do PROERD Sertão II, Paulo Sérgio Rocha, uma placa pela sua contribuição para o crescimento do programa em Petrolina, “no propósito de construir uma sociedade mais justa e cidadã”. Também estiveram presentes na homenagem as PMs Juçara Ribeiro (mentora do PROERD) e Evelin Thaisley (instrutora).

A equipe agradeceu, na oportunidade, a Marcos Bacelar pela parceria com o 5ºBPM em relação ao programa. (foto/divulgação)

Juiz da Vara da Infância e Juventude de Petrolina receberá título de Cidadão Pernambucano

marcos bacelar

O juiz da Vara da Infância e Juventude de Petrolina, Marcos Franco Bacelar, receberá nesta quarta-feira (18) o título de Cidadão Pernambucano. A solenidade acontecerá às 18h, no Palácio Joaquim Nabuco da Assembleia Legislativa (Alepe). O autor da homenagem é o deputado estadual Odacy Amorim.

Baiano de Feira de Santana, Marcos Bacelar construiu sua carreira de juiz de Direito atendendo a população de Petrolina e cidades vizinhas. Ele já atuou em municípios como Ferreiros, Macaparana e Santa Maria da Boa Vista.

Marcos Bacelar também é professor de cursos de Direito na região e tem uma carreira de destaque na área da infância e adolescência do sertão do estado.

Para Odacy, a homenagem é justa e de grande merecimento. “Essa é mais uma das inúmeras homenagens que Dr. Marco Bacelar tem recebido ao longo de sua carreira brilhante, com importantes serviços prestados ao povo pernambucano e, em especial, a nossa querida Petrolina”, registrou o deputado, por meio de sua assessoria.

Dia de Liberdade Religiosa

Ainda nesta quarta o deputado comandará no plenário principal da Alepe outra reunião solene, celebrando o Dia Estadual de Liberdade Religiosa. A data é fruto de uma lei de autoria de Odacy, que é lembrada no dia 25 de maio, mas o parlamentar antecipou a celebração da data para hoje devido à proximidade com o feriado de Corpus Christi (26 de maio), na próxima semana.

Vara da Infância inaugura amanhã Projeto ‘Oficinas Preventivas’ em Petrolina

LOGOMARCA OFICINAS PETROLINAA Vara da Infância e Juventude de Petrolina inicia nesta sexta-feira (6) o projeto ‘Oficinas Preventivas’, voltado aos jovens que estão com problemas de indisciplina e violência nas escolas e no ambiente familiar. Segundo a entidade, os adolescentes farão um passeio pedagógico-educacional, com início no Fórum Dr. Manoel Francisco de Souza Filho, às 08h30, passando pela Fundação de Atendimento Socioeducativa (Funase), pela Penitenciária Dr.Edvaldo Gomes e pelo Campus da UPE.

(mais…)

Juiz da Vara da Infância e Juventude de Petrolina faz avaliação positiva de audiências com pais e estudantes

audiencia vara infância e juventude

O juiz Marcos Bacelar avaliou positivamente a audiência promovida nesta semana pelo programa ‘Resgate: Com justiça e cidadania’, idealizado pela Vara Regional da Infância e Juventude em Petrolina com pais, estudantes e gestores de 28 escolas estaduais e municipais. (mais…)

Audiências na Vara da Infância e Juventude de Petrolina reunirão estudantes para discutir violência escolar hoje e quarta-feira

Fórum PetrolinaA Vara da Infância e Juventude de Petrolina realizará duas audiências concentradas com a participação de 28 escolas da rede pública (estadual e municipal). A primeira audiência ocorrerá logo mais às 8h30 e a outra na quarta-feira (9), no mesmo horário.

Para os dois dias foram convocados 600 alunos com problemas de violência e indisciplina, os quais devem ir acompanhados com seus responsáveis, bem como de representantes das unidades de ensino.

Nesta segunda, o evento ocorrerá no salão do Júri, 1º andar do Fórum Dr. Manoel Francisco Souza Filho, no Centro da cidade. Para este dia foram convocados 100 menores reincidentes em problemas no ambiente escolar. Na quarta, a audiência acontecerá no auditório da UPE, tendo sido notificados 500 menores, todos sem reincidência na Vara da Infância e Juventude.

Os alunos convocados para as audiências concentradas foram cadastrados em processos administrativos individualizados e receberão acompanhamento pela equipe da unidade judiciária. O evento faz parte do Programa ‘Resgate: Com Justiça e Segurança’, promovido pela unidade judiciária.

União

O juiz da Vara Regional da Infância e Juventude, Marcos Bacelar, acredita que essa união com a rede de ensino ajuda a diminuir a criminalidade. “Com estas ações podemos ajudar o professor a formar cidadãos que possam contribuir, futuramente, para o desenvolvimento da cidade. Além disso, nossos índices de criminalidade entre os jovens podem cair consideravelmente“, explica o juiz. Com essas audiências, a Vara da Infância e Juventude ultrapassa a marca de 1.500 procedimentos de medidas protetivas no ambiente escolar em 2015. No ano de 2014, com o aumento da presença da justiça nas escolas, a unidade conseguiu reduzir  o número de atos infracionais praticados por menores em 23,7%, comparando-se ao ano de 2013.

Quase 1.400 casos de violência escolar já foram levados ao conhecimento da Justiça pelas escolas este ano em Petrolina

encontro vara da infância juventude

Este ano, cerca de 1.400 casos de violência escolar já foram registrados em unidades de ensino de Petrolina e levadas ao conhecimento da Justiça pelos gestores. A informação foi divulgada hoje (29), durante uma reunião de gestores e alunos de 150 escolas municipais e estaduais da cidade com o juiz da Vara da Infância e Juventude, Marcos Bacelar. O encontro faz parte do projeto ‘Educação com Justiça e segurança’, que busca prevenir e diminuir a violência nas unidades escolares.

Quando o programa começou, em 2013, o órgão do judiciário registrou 170 casos de violência envolvendo estudantes.  O aumento é considerado positivo pelos organizadores. De acordo com a chefe do núcleo psicossocial da Vara da Infância, Andrea Alcântara, quando os gestores escolares levam os incidentes em sala para os coordenadores, ações de conscientização podem ser desenvolvidas.

Segundo a Vara da Infância e Juventude, também em 2013, foram registrados 440 atos infracionais graves. No ano passado, tomaram conhecimento de 340 e, em 2015, esperam outra diminuição nos casos de violência física envolvendo menores de idade. Para o advogado da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase/ Case), Willizart Bezerra, essa diminuição é fruto da parceria que os órgãos públicos da cidade assumiram e a maior participação dos familiares na vida escolar do aluno. “Vamos trazer a família, o conselho, todos para perto da gente”, falou o advogado os diretores no auditório.

Gerenciamento de crises

Na abertura da reunião, Marcos Bacelar ressaltou a importância que os gestores têm em gerenciar crises nas escolas. Lembrou que eles devem se encorajar a tomar as medidas necessárias para evitar casos de violência. “Procurar os familiares, buscar a participação deles na resolução do problema e até da Justiça para que o nada disso persista e diminua”.

Seguindo a mesma linha de raciocínio do magistrado, o secretário municipal de Educação, cel. Heitor Leite, iterou a função de mediador que o gestor de escola tem com os estudantes, embora, quando necessário, devam agir corretivamente. “Em uma situação que o diretor necessite atuar, seja procurando a ação dos pais, seja a intervenção do poder público, ele não pode achar que não vai dar em nada. Agir no começo é uma medida preventiva”, conclui. (foto: Ascom PMP/divulgação)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br