Sobre empossados em concurso da prefeitura de Cabrobó, ex-prefeito rebate atual e garante: “Cumpri uma determinação judicial”

O ex-prefeito de Cabrobó (PE), no Sertão do São Francisco, Auricélio Torres (PSB), rebateu o atual gestor, Marcílio Cavalcante (PMDB), que alegou aos empossados no concurso público de 2012 que a gestão passada descumpriu um parecer técnico do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), recomendando que não convocasse os concursados. De acordo com Auricélio, ele cumpriu uma determinação judicial que mandava convocar todos os aprovados no concurso realizado em 2012, na gestão de Eudes Caldas. Conforme Auricélio, antes da convocação dos 92 concursados, foram demitidas cerca de 300 pessoas, entre contratados e comissionados. Mesmo empossados, os aprovados ainda não assumiram seus respectivos cargos.

Acompanhe a nota enviada pelo ex-prefeito:

Não tomamos nenhuma medida de cunho político ou de apadrinhamento familiar, e sim cumpri com uma determinação judicial que mandava convocar todos os aprovados do último concurso, que foi realizado em outubro de 2012, na gestão de Eudes Caldas, e homologado em 29/11/2012.

Coincidentemente, o prazo para expirar a validade do concurso ficou para o final do nosso mandato, 29/11/2016 (prorrogamos o mesmo por mais 2 anos).

Sabíamos nós que estávamos ultrapassando os limites de gastos com pessoal, preconizados pela LRF. No entanto, consultando nosso departamento jurídico, fomos informados de que decisão judicial não se discute, cumpre-se.

Saliento ainda, que, antes da convocação dos 92 concursados, demitimos cerca de 300 pessoas, entre contratados e comissionados.

Pra finalizar e resumindo: Não houve má fé da nossa parte para com nosso município, já que equacionamos a conta entre contratados e demitidos. Outra coisa: quem gosta de Cabrobó, joga no mesmo time. Em consequência, não torce contra. Por outro lado, fizemos justiça para com aqueles que estudaram e batalharam para conquistarem uma vaga naquele concurso.

Auricélio Torres/Ex-prefeito

Prefeito eleito de Cabrobó anuncia secretariado e gera mudanças na Câmara Municipal

O prefeito eleito em Cabrobó (PE), no Sertão do São Francisco, Marcílio Cavalcante (PMDB), bateu o martelo e anunciou nesta terça-feira (27) os nomes que irão compor seu secretariado. A futura administração municipal contará com nove pastas  no primeiro  escalão.

As indicações de Marcílio também vão resultar em mudanças na Câmara Municipal. É que o vereador eleito Marcos de Neuma (PMDB) vai assumir a Secretaria de Ação Social, abrindo espaço para o suplente, Paulo Gonçalves, na Câmara de Vereadores – onde Paulo deve atuar como líder do Governo.

A lista completa do secretariado é a seguinte:

Secretaria de Infraestrutura – Ex-Prefeito Edgar Caldas;

Secretaria de Administração e Finanças – Raphael Bravo;

Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária – Michele Caldas;

Secretaria de Educação – Lorena Sampaio;

Secretaria da Mulher, Cultura, Esporte e Lazer – Maria Virlane M. Saraiva;

Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente – Glênio Nogueira;

Secretaria de Ação Social – Marcos de Neuma;

Secretaria de Assuntos Indígenas – Valdemar Gavião;

Secretaria de Planejamento, Turismo e Desenvolvimento Econômico – Elionai Filho;

Superintendente da Receita Municipal – Felipe Brito;

Diretor do Hospital Municipal – Arnóbio de Sá Gonçalves;

Diretor do Procon – Antônio Neto.

PMDB promoverá amanhã convenção que homologará Marcílio Cavalcante candidato a prefeito de Cabrobó

marcílio eudes e pedro caldasO grupo de oposição de Cabrobó (PE), no Sertão do São Francisco, realizará nesta sexta-feira (29) sua convenção municipal que homologará os nomes do gestor licenciado do Sest-Senat Petrolina, Marcílio Cavalcante (PMDB), como candidato a prefeito, e do advogado Pedro Caldas (PT) como vice na chapa majoritária.

O evento será realizado no pátio do Mercado Público Municipal e deve contar com a presença de lideranças políticas dos partidos que formam a base aliada da chapa PMDB/PT.

Entre os nomes aguardados para a convenção o vice-governador de Pernambuco Raul Henry (PMDB), o deputado estadual Júlio Cavalcante (PTB), o vice-prefeito de Serrita, Jovani Sampaio (PSD), e o ex-prefeito de Cabrobó Eudes Caldas. Ainda durante a convenção, o PMDB deve confirmar a coligação para as eleições. As siglas que devem fazer parte da chapa o PMDB, PT, PTB, PV, PSDB, PP, DEM, PPS.

Corrida municipal em Cabrobó continua indefinida em relação a pré-candidato oposicionista

prefeitura CabrobóEm Cabrobó (PE), no Sertão do São Francisco, continua a indefinição acerca de quem sairá do bloco da oposição para disputar a prefeitura do município nas eleições deste ano. O ex-prefeito Eudes Caldas (PTB) vem trabalhando para manter vivo o seu nome e passar pelo crivo da justiça, porque ele tem muitos processos administrativos e ainda não sabe se terá condições de concorrer ao cargo novamente.

Por outro lado, Marcílio Cavalcante – que coordena o Sest/Senat de Petrolina – tenta ser o ungido de Eudes para enfrentar o pré-candidato governista, Antonio de Nestor (PSB), já que o atual prefeito Auricélio Torres (PSB) desistiu da reeleição.

Antonio de Nestor é presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) e, portanto, exerce de grande influência entre sua classe. E essa parece ser a característica do cenário político-eleitoral de Cabrobó: Eudes ganhou de Auricélio, em 2008, e depois o convidou para disputar sua sucessão; Já Auricélio derrotou Antonio de Nestor e, agora, como abriu mão do seu projeto, convidou Antonio de Nestor para ser seu pré-candidato.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br