Missa de 7º Dia em homenagem a odontólogo Marcelo Soares será nesta segunda-feira na Catedral

Familiares e amigos de Marcelo Soares participarão da Missa de 7º Dia em memória do odontólogo, que faleceu na última terça-feira (3) em Petrolina. A missa acontecerá na Igreja Catedral do Sagrado Coração de Jesus, nesta segunda (9), às 17h.

Marcelo Soares era marido da ex-secretária de Saúde, Lúcia Giesta, e especialista em cirurgia bucomaxilofacial dos mais renomados na cidade. Ele foi vítima de um câncer de pâncreas, detectado apenas há poucas semanas antes de falecer.

Corpo do odontólogo Marcelo Soares será velado no Núcleo Maçônico de Petrolina

O corpo do odontólogo Marcelo Soares será velado no Núcleo Maçônico, localizado na Avenida da Integração (ao lado do Mundo da Lua), a partir das 10h desta quarta-feira (4).

Marcelo era bastante conhecido não só pela sua área de especialização – a cirurgia bucomaxilofacial – como também por ser casado com a ex-secretária de Saúde de Petrolina, Lúcia Giesta. Ele morreu na noite de ontem (3), no Hospital Neurocárdio, onde se tratava de um câncer de pâncreas. O sepultamento está marcado para as 16h30, mas o local ainda não foi definido pela família.

Marido da ex-secretária Lúcia Giesta morre em Petrolina vítima de câncer de pâncreas

Foi confirmada agora há pouco em Petrolina a morte do odontólogo e ex-presidente da Seccional da Associação Brasileira de Odontologia (ABO), Marcelo Soares. Ele era casado com a ex-secretária de Saúde, Lúcia Giesta.

Segundo informações repassadas ao Blog, Marcelo faleceu no Hospital Neurocárdio, Centro da cidade, vítima de um câncer de pâncreas. Amigos do odontólogo foram surpreendidos pela notícia, uma vez que Marcelo, há bem pouco tempo, não aparentava sinais da doença.

Por enquanto não há detalhes sobre o velório, nem o local e horário do sepultamento.

Novos documentos e informações são repassados pela equipe de Lossio a Miguel Coelho

documentos-transicao-petrolina-jpeg

A equipe de transição do prefeito de Petrolina, Julio Lossio (PMDB), concluiu na tarde desta quarta-feira (30/11) mais uma etapa do processo transitório. Vários documentos sobre folha de pagamento e informações sobre pessoal foram repassados à equipe do prefeito eleito Miguel Coelho (PSB).

Segundo Lúcia Giesta, presidente da comissão do atual governo, também foram oferecidos documentos sobre o funcionamento do programa de creches Nova Semente. Lúcia ressaltou que a administração vem cumprindo todos os prazos para a entrega de documentos e informações. Ela garantiu também que é uma orientação do prefeito Lossio que todo o processo aconteça “de forma transparente e eficaz”. (fonte/foto: Ascom PMP)

Em clima de pré-campanha, Ednaldo visita Secretaria de Educação de Petrolina ao lado de Lúcia Giesta

ednaldo com lucia giesta e secretária seduc

O vereador Ednaldo Lima (PMDB) já começou sua-pré-campanha a prefeito de Petrolina. Um leitor do Blog nos envia uma foto do líder governista na Secretaria de Educação (Seduc), acompanhado da secretária Gilmária Lacerda, da secretaria adjunta Kelly e da ex-secretária de Saúde Lúcia Giesta.

Esta última, inclusive, deve coordenar a campanha de Ednaldo, não tem cargo na prefeitura, mas estava participando do encontro (devidamente esverdeada). E pode?

Ex-secretária de Saúde de Petrolina despista sobre pré-candidatura a prefeita

lucia giesta

Considerada a ‘super-secretária’ do Governo Julio Lossio, a ex-titular da pasta da Saúde, Lúcia Giesta, mostra sintonia com o demais prefeituráveis da lista do chefe.

A exemplo de Orlando Tolentino e Heitor Leite, Lúcia se disse pronta para encarar o desafio, se for convocada, para disputar a sucessão de Julio Lossio (PMDB). Mas assegurou que é “de grupo” e acatará a decisão que o prefeito tomar.

Vou colaborar como candidata ou apenas apoiando (o nome escolhido)”, declarou Lúcia, ao programa ‘Manhã no Vale’, ontem (11), à Rádio Jornal.

Cancão dispara críticas contra ‘prefeiturável’ Lúcia Giesta em relação à Atenção Básica: “Faz propaganda mentirosa e enganosa”

cancão

O vereador Ronaldo Cancão (PTB) pode até ter mudado de aliado, mas seu discurso contra a gestão do prefeito de Petrolina, Julio Lossio, continua o mesmo. Na última sessão plenária da Casa Plínio Amorim, Cancão disparou críticas contra a ex-secretária de Saúde Lúcia Giesta, uma das prefeituráveis da equipe de Lossio.

Segundo o oposicionista, Lúcia faz “propaganda mentirosa e enganosa” à população, ao alardear que a Atenção Básica de Petrolina funciona. Ele citou como exemplos as unidades de saúde das comunidades da Caatinguinha e da Tapera, que estariam sem médico.

“A rede básica está fragilizada”, afirmou o vereador. Cancão foi mais além: disse que a “salvação” dos petrolinense é a UPAE e a UPA 24h, que juntas já somam cem mil atendimentos desde quando foram implantadas. Segundo ele, esses dois equipamentos, mais os Hospitais Dom Malan (HDM) – gerido pelo Imip – e Universitário (HU), os quais foram entregues por Lossio, respectivamente ao Governo de Pernambuco e à Univasf, atingem gastos mensais de R$ 9 milhões ao estado.

“O governador Paulo Câmara não pode transferir dinheiro do SUS para Petrolina, e sim o governo federal. Ele não está aqui para bancar o município. O prefeito entregou o HDM e o Traumas (HU) dizendo que ia cuidar da Atenção Básica, que vai muito mal”, completou.     

Representante da EBSERH minimiza críticas ao HU e diz que concurso para contratação de novos profissionais está sendo organizado

Durante reunião realizada na Casa Plínio Amorim na última semana para discutir a atual situação do Hospital Universitário (HU), a diretora de atenção à Saúde da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), Adriana Oliveira, tentou minimizar a situação em que se encontra a unidade médica. O HU vem passando por diversos problemas por causa da escassez de profissionais.

A convocação da reunião surgiu em decorrência do episódio do último dia 12 de março, quando o portão do HU foi fechado, impedindo o atendimento aos usuários. Segundo Adriana Oliveira, a situação é momentânea e a Empresa vem investindo em várias frentes, como a formação dos profissionais em gestão hospitalar, a construção de um plano diretor estratégico para o hospital e a contratação de profissionais por meio de um concurso nacional. “Estamos com um conjunto de iniciativas em curso, modelos de referência que estão sendo implantados e adotados pelo hospital para que a gente possa organizar bem o trabalho e o seu funcionamento“, disse.

Além da diretora de atenção à Saúde da EBSERH, a reunião contou com a participação de representantes da secretária de Saúde de Petrolina, Lucia Giesta, de representantes do HU, da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Secretaria de Saúde de Lagoa Grande, VIII Gerência Regional de Saúde de Pernambuco (Geres) e Central de Regulação Interestadual de Leitos, além dos vereadores Ailton Guimarães e Manoel da Acosap.

“Solução emergencial”

Ao final da reunião, a secretária Lucia Giesta, sugeriu que, como “solução emergencial”, cada município na área de abrangência da rede PEBA (Pernambuco/Bahia) do possa contribuir com a cedência de profissionais ao hospital. “Hoje, o município de Petrolina conta com 138 servidores atuando no HU, incluindo cirurgiões ortopédicos, anestesistas que são hoje as duas especialidades mais deficientes.  A sugestão, nesse momento, é que outros municípios também possam colaborar para que a população não seja prejudicada“. (foto: Ascom PMP/divulgação)

Sem plateia e sem vereadores, audiência pública na Casa Plínio Amorim discute Programa Saúde para Todos

Imaginem uma audiência pública… sem público. Foi assim que aconteceu, na manhã de hoje (16), um debate na Casa Plínio Amorim para discutir sobre o Programa Saúde para Todos (Prosaúde). (mais…)

Rumo à prefeitura: Lúcia Giesta aperta o passo

lucia giesta

Aumentou em ritmo forte a movimentação da secretaria de Saúde de Petrolina, Lúcia Giesta. “Agora o ritmo é de campanha”, apontam os observadores de plantão.

A secretaria aparece em fotografias com vereadores, líderes comunitários e sua agenda extra-gabinete ganhou maior visibilidade de sua assessoria de imprensa.

O volume de notícias da pasta de saúde agora é maior que o da Educação, onde outro prefeiturável, coronel Heitor Leite, também corre trecho.

Pior para o secretário de Governo, Orlando Tolentino, que já gastou muita sola de sapato e não recebe o mesmo afago do prefeito Julio Lossio, que parece apostar nos secretários das maiores pastas do governo.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br